Adraga e a gruta 23/Nov/2012

Tópico em 'Natureza e Viagens' iniciado por StormRic 23 Nov 2014 às 06:35.

  1. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    Faz hoje dois anos em que num fim de semana cinzento mas com pouca chuva e mar forte, a Praia da Adraga estava poética como sempre. Este é um local bem conhecido, dispensa apresentações e roteiro, mas tem muitos segredos.

    O Arco, com muita areia, tão diferente de como ficou este ano pelas tempestades do inverno passado:
    [​IMG]

    A poesia da serenidade, caminhando para o extremo norte da praia.
    Vista para sul:
    [​IMG]
    Vista para norte:
    [​IMG]

    No fim da praia as falésias, páginas do livro da Terra. Por trás destas falésias existe a Praia da Lagoa, entre a Adraga e a Grande. No verão do ano passado todos se lembram da abertura dessa passagem pela excepcional deposição de areia; este ano foi tudo retirado.
    [​IMG]

    De volta para sul, o espelho da areia
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    As rochas da Adraga, restos das camadas geológicas que há 70 milhões de anos foram levantadas pela intrusão do maciço de Sintra (um vulcão "fallhado") e posteriormente erodidas revelando o núcleo granítico.
    [​IMG]
     
  2. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    Uma visita à gruta, só deve ser feita com a maré a vazar e previsão de que a ondulação não está a aumentar. Pode dar sensação de claustrofobia.

    No extremo sul, depois de passar o arco pelo lado do mar, procurar a entrada logo à esquerda, entre as paredes das lajes. Se a maré estiver muito baixa é até possível passar para a Praia do Cavalo, outro local a descobrir cheio de grutas, entre as duas grandes falésias oblíquas:
    [​IMG]

    Sim, é mesmo por aí!
    [​IMG]

    Dependendo da quantidade de areia, pode ser preciso rastejar para entrar, e é aqui que a claustrofobia ataca. Passada esta primeira abertura há uma pequena sala e uma segunda abertura maior:
    [​IMG]

    A sala principal é muito alta, pode-se nem conseguir ver o cimo; daqui saiem outras galerias que vão estreitando:
    [​IMG]

    Olhando para trás por onde entrámos, a pequena abertura do lado esquerdo. Aquela luz na abertura é uma ilusão da longa exposição da câmara, à vista por vezes nada se vê. Sem iluminação artificial é totalmente negro.
    Do lado direito há uma galeria que vai afunilando mas é possível progredir de lado até perceber que tem uma saída que vai dar à praia antes do Arco. Só do interior da gruta se percebe isto. Passar essa abertura só com contorcionismo e é perigoso, pode -se ficar entalado, eu não tentei.
    [​IMG]

    Múltiplas fendas partem da sala principal. Não tenho competências de espeleólogo, portanto a minha exploração está terminada:
    [​IMG]

    O silêncio total: quando a areia está mais alta na entrada, faz uma espécie de sifão aos sons, o que os bloqueia. Nem as ondas se ouvem, o silêncio é ensurdecedor.
    [​IMG]

    De volta à luz. Este é o caminho de entrada que se enche rapidamente de água quando a maré sobe, mas depende muito da quantidade variável de areia:
    [​IMG]

    Outras pequenas cavernas ao lado da entrada principal:
    [​IMG]
    Ondulação forte no mar:
    [​IMG]


    Crepúsculo num fim-de-semana cinzento na Adraga, tal como foi o deste ano de 2014
    [​IMG]
     
  3. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    2,504
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Um tópico cheio de poesia, nas imagens e nas palavras...;)
     
    Collapse Signature Expand Signature
    StormRic gostou disto.
  4. actioman

    actioman
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    15 Fev 2008
    Mensagens:
    2,050
    Local:
    Elvas (~300m)
    Realmente entre tantos tópicos e por vezes também a falta de tempo, há muitas coisas que me passam! :unsure:

    Grandes e místicos roteiros que aqui nos tens trazido, este da praia da Adraga e a sua gruta, é um bom exemplo disso mesmo!
    Parabéns isto é mais que fotos bonitas e bem enquadradas, é arte! :uau:

    Este nosso colega StormRic, trouxe uma lufada de ar fresco ao nosso MeteoPT! Poesia na imagem e na forma como descreve cada recanto por ele trazido até nossas casas através da sua lente!
    Um fórum é partilha! E partilhar é coisa que todos os dias fazes nos mais diversos temas com os quais nos tens presenteado! E tudo isto com um contagiante entusiasmo com que escreves, comentas e agradeces! ;)

    O meu muito obrigado! A mais valia deste espaço a que sempre tão sinceramente chamei "casa" tem muitas coisas boas, mas a melhor de todas é a riqueza dos seus membros que tão desinteressadamente trazem a todos nós um pouco do seu olhar para o mundo que nos rodeia!
    Já o tinha verbalizado num outro post, também sobre o mar e as ondas, eu sou do interior raiano e o oceano nunca me fascinou assim tanto como a muitos de vós. À combinação "sal, areia e sol" nunca encontrei um gosto particularmente agradável, mas ao ver tópicos como este, fico como imensa vontade de visitar os lugares, de sentir o cheiro destes recantos e poder vibrar in loco de toda esta beleza que faz o nosso Portugal.

    Um grande abraço e muitíssimo obrigado por tudo e por este Amor comum que nos une, a meteorologia! :amigos:
     
    Collapse Signature Expand Signature
    Garcia, João Pedro e StormRic gostaram disto.
  5. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    Fico muito sensibilizado com as tuas palavras, um grande agradecimento. Afinal o que eu faço acho que todos fazemos, cada um na sua maneira de ser, eu sinto que estou a retribuir o interesse de todos e o acolhimento sensacional que sempre me demonstraram, mas mais do que isso, é que não posso deixar de ficar entusiasmado com a actividade e conhecimentos de tantos membros e ao mesmo tempo é irresistível o tentar comunicar esse entusiasmo e paixão pelo conhecimento a todos. Fico mesmo muito contente se consigo cativar mais à participação e interesse de todos. Especialmente o interesse no conhecimento deste lugar onde vivemos, seja ele pequeno como uma praia ou grande como o Planeta e mais além.
    A meteorologia envolve-nos onde quer que estejamos, é omnipresente nas nossas vidas e é a ciência que se interliga com todas, nada mais fascinante portanto.
    Grande abraço!
     
    actioman gostou disto.

Partilhar esta Página