Alemanha Oculta Dívida Gigantesca

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por frederico 23 Set 2011 às 21:00.

  1. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    [​IMG]







    "A verdade" – é o título do Handelsblatt, que baseando-se em números espantosos, põe termo ao mito da alegada parcimónia do Estado alemão. Oficialmente, a dívida alemã, em 2011, é de 2 biliões de euros. Mas isso é apenas uma meia verdade, porque a maior parte das despesas previstas com reformados, doentes e pessoas dependentes não foram incluídas nesse cálculo. De acordo com os novos números, a dívida real ascende a mais 5 biliões de euros. Por conseguinte, a dívida da Alemanha atingiria 185% do seu produto interno bruto e não os 83% oficialmente anunciados. Como termo de comparação, a dívida grega em 2012 deverá ascender a 186% do PIB da Grécia e a dívida italiana é atualmente de 120%. O limitar crítico a partir do qual a dívida esmaga o crescimento é de 90%. Desde que chegou ao poder, em 2005, Angela Merkel "criou tantas novas dívidas como todos os Chanceleres das quatro últimas décadas juntos", refere o economista principal deste diário económico. "Estes 7 biliões de euros são um cheque sem provisão que nós assinámos e que os nossos filhos e netos terão que pagar."
    http://www.presseurop.eu/pt/content/news-brief-cover/981671-divida-oculta-da-alemanha
     
  2. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,013
    Local:
    Madeira - Funchal
    Adorei...
    Lembro-me do Link gaffe do Público...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  3. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Soa a bullshit, nem na Alemanha nem em nenhum outro país do mundo englobam na dívida pública os encargos futuros com a segurança social, que é o que devem ter feito nesse artigo, e mesmo assim os números são suspeitos. Basta conhecer um mínimo da economia alemã e a forma de trabalhar dos alemães (os melhores profissionais que já conheci) para saber que esses números não fazem muito sentido. A Alemanha tem industrias fortes, automóvel, electrónica, química, farmacêuticas, energia, etc, e não gasta em guerras nem emite dívida em troca de importações chinesas como os americanos por exemplo. A segurança social deve ser de facto um problema grave, natalidade cada vez mais baixa, pagam boas reformas , inclusive a muitos portugueses que lá trabalharam. Mas para isso basta-lhes continuar a importar boa mão de obra para manter o sistema a funcionar, que é o que tem acontecido e vai continuar a acontecer.
     

Partilhar esta Página