Aplicações financeiras

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por Gerofil 18 Mar 2013 às 20:48.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    [​IMG]

    Abro este tópico para auscultar opiniões sobre aplicações financeiras (seguras, não seguras, …), abertura e transferências de capital do estrangeiro para Portugal e de Portugal para o estrangeiro.

    Enfim, em época de crise financeira, o que há de melhor a fazer?
     
  2. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Em primeiro lugar, nao investir em bancos, por motivos óbvios, principalmente na Europa. Existe o risco de ocorrer corridas aos bancos e com elas o colapso de vários bancos ou até países. E já nao é preciso mais nada, depois do que ocorreu no Chipre está semeada a grande falta de confianca que o povo comeca a ter pelos bancos.

    Melhor é guardar o dinheiro numa caixa e enterrá-la no jardim. Para prevenir assaltos. Mas convém ser noutra moeda caso o Euro colapse. Se nao as notas de euros nao servem para nada.

    Além disso, em época de medidas draconianas, quem nos garante que eles nao facam outra loucura e proibam o dinheiro físico (por exemplo notas de 100 e 500 euros), como medida para travar as corridas aos bancos, caso isso aconteca no futuro.

    A moeda deve ser outra que nao o Euro e que nao uma moeda que vá sofrer muito com o fim do Euro.

    Ouro e prata? Parece-me arriscado a longo prazo. Já que nos anos 30 vários foram os governos que também proibiram a posse e venda de Ouro. De nodo, em época de medidas loucas, parece-me arriscado investir nestes.

    Melhor será propriedades e bens. Estes em principio nao serao confiscados, a nao ser que viremos uma ditadura. Mas o valor das propriedades está muito elevado e quem investir irá perder o seu valor, caso a depressao económica se agrave mais. Outros bens como veículos podem ser outro bom investimento. Ou criar uma empresa (mas provavelmente nao em Portugal - numa altura de crescente depressao económica, o povo, a classe média parece só ter dinheiro para comprar quase o essencial)

    A questao é também: se Portugal e Europa correm o risco de graves conflitos sociais (quicas, revoltas, golpes de estado ou até guerras civis): onde será melhor investir? Em que país?

    Depois do Chipre, desconfio que possam fazer o mesmo com a Suíca. Acho que os paraísos europeus óbvios já nao o sao.

    Colocar o meu dinheiro fora dos bancos (e até fora da Europa, em mais do que uma alternativa) é precisamente o que eu fiz já desde 2008 e nao me arrependo nada.

    Investir o dinheiro em várias coisas em vez de uma só garante mais seguranca, caso um dos investimentos falhe. Mas de todos, os investimentos mais arriscados parece-me ser mesmo os stocks e contas bancárias.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  3. Flaviense21

    Flaviense21
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Jan 2007
    Mensagens:
    3,690
    Local:
    Oeiras /Chaves / Vilardevós - GZ
    Neste momento os fundos são a melhor opção, óbvio que requerem alguns conhecimentos de mercados financeiros, não ser avesso ao risco e pensar no largo prazo.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  4. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,037
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    O grau de subjectividade de um fundo é tão grande que só é possível entrar nessa corrida com 100 mil euros seguros em outras aplicações. Pequenos valores não rendem nada pois os fundos possuem comissões quando se tenta levantar o rendimento. O rendimento de 5 mil euros colocado num fundo é tosquiado pelas comissões, ficas sem nada.
     
  5. camrov8

    camrov8
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Set 2008
    Mensagens:
    2,040
    Local:
    Oliveira de Azeméis(278m)
    como tudo ontem no publico falava sobre comissões, que ha uns anos os bancos pagavam juros mesmo em contas á ordem e agora é comissões e taxas para tudo, quanto a investimentos pouco dinheiro cria pouco dinheiro com as taxas fica quase nulo. Os metais são boas apostas mas só quando o seu valor é baixo, há 10 anos o ouro valia perto de 300dls a onça quem comprou e teve paciencia lucrou
     
  6. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    8,850
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Depende. Existem ETF's com comissões baixíssimas comparadas com os fundos de investimento (e não têm comissões de levantamento porque se trocam como ações, ou seja, só se paga a comissão do banco e para o ano a Taxa Tobin). Um dos mais conhecidos é a iShares (aconselho o portal alemão porque tem mais escolha). Os ETF's (ou portfolios passivos) geralmente têm resultados semelhantes aos ativos - fundos de investimento e custam muito menos. Portanto, o que não dão em ganhos dão em poupanças relativamente a gastos com gestores. Resta dizer que há ETF's que pagam dividendos e outros não.

    Por exemplo um ETF deles que investe em obrigações alemães tem uma comissão de 0,2%.

    http://de.ishares.com/en/rc/stream/...URRENT/PDF/FFS_FI_SDEU_IE00B5V94313_DE_en.pdf

    Para além da Blackrock, também existem a AMUNDI e a LYXOR que são ETF's europeus com comissões também baixíssimas.

    Adição:

    Quem troca em USD há o Vanguard
     
  7. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,037
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    além de outros problemas que não vale a pena trazer aqui, os aforradores nunca terão pedalada para entrar nisto, são poupanças muito pequenas que podem e devem ser encaminhadas para os depósitos a prazo.
     
  8. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,037
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Com esta inflação, os depósitos a prazo não estão assim tão maus. Estamos quase em deflação.
     
  9. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    8,850
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Fazendo um "apanhado" (opinião pessoal apenas e não é conselho de investimento):

    Metais preciosos: Entre ouro e prata, numa catástrofe ambos valorizam (e muito). Em relação a confiscar, bom, é pouco provável que a prata o seja (em Portugal há pouca cultura de investimento e menos ainda no que concerne à prata). Só que a prata paga IVA e parece-me mais difícil de vender. Já o Ouro, depende da quantidade (poucas barras são mais fáceis de esconder e vender do que muitas).

    Dinheiro: Com taxas de juro baixas o único caminho é para baixo (desvalorização). Diversificar com outras moedas só com rublos russos e yuan chinês (apenas no caso de a moeda deles for apoiada por ouro, coisa que ainda não é mas tudo aponta que sejam num futuro próximo).

    Bancos: Basta que um esteja falido para que todos caiam. Além de que Chipre e Argentina demonstram que quando é para fechar bancos todos fecham. Nem os bancos melhor capitalizados (Banco BIG por exemplo) ficariam abertos por receio de bank-runs, ou seja, uma corrida aos depósitos. Esqueçam o seguro dos 100.000 euros. Os Estados estão falidos e não existem reservas. Como acham que vão ser pagos?

    Risco de Bail-In: Qual é o país desenvolvido que não tem legislação para que isto aconteça? Só para os lados do Sudoeste Asiático.

    Bens e propriedades: Bom, um dos melhores investimentos é mesmo terra agrícola nem que seja para auto-sustento.

    Mercados financeiros: Com juros a mínimos históricos, as obrigações é para esquecer. Basta haver uma subida de juro e é um vender desenfreado. Ações, outro engodo. Com as bolsas em máximos um pouco por todo o lado o caminho é para baixo, mais cedo ou mais tarde (e as economias NÃO estão a melhorar). Quanto a fundos e afins, isso é um derivativo, ou seja, um papel comprovativo de um outro papel que por sua vez deveria estar ligado a um bem físico. Se ações e obrigações afundam os derivativos também afundam.

    Para finalizar, e independentemente do que se acredita, o melhor investimento, quer em bons momentos quer em maus momentos, é não ter dívida. Dívida é escravidão como é óbvio por estes dias.

    P.S. A Suíça já não é o que era. Para além de já não haver segredo bancário, o Credit Suisse e UBS estão falidos. Daí que a Suíça também tenha considerado a lei dos Bail-Ins.
     
  10. Flaviense21

    Flaviense21
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Jan 2007
    Mensagens:
    3,690
    Local:
    Oeiras /Chaves / Vilardevós - GZ
    Arrancou hoje a emissão obrigacionista do FC Porto, emissão essa a 3 anos com taxa de fixa 6,75% ao ano (taxa anual nominal bruta), sujeita ao regime fiscal em vigor no momento do pagamento.
    €5 por Obrigação
    20 Obrigações (€100)

    A procura está a ser grande, vai haver rateio de certeza.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  11. Flaviense21

    Flaviense21
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Jan 2007
    Mensagens:
    3,690
    Local:
    Oeiras /Chaves / Vilardevós - GZ
    Começou hoje o aumento de capital do BCP, é uma excelente oportunidade para revisão do valor de carteira dos accionistas no banco, quem tenha acções do BCP que aproveite! :D

    AUMENTO DE CAPITAL RESERVADO A ACIONISTAS

    1 - Fator de subscrição: 1,75 novas ações por cada direito detido no momento da subscrição, com arredondamento por defeito;

    2 - Preço de Subscrição: 0,065 euros por ação;

    3 - Período de Subscrição: de 4 de julho a 18 de julho de 2014 (15 horas).

    4 - Período de Negociação dos Direitos: de 4 de julho a 14 de julho de 2014.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. camrov8

    camrov8
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Set 2008
    Mensagens:
    2,040
    Local:
    Oliveira de Azeméis(278m)
    PM a passar-nos a mão pelo pelo ao falar em sufoco como é capaz, e o paulinho já pisca a velhada a falar em redução de impostos nas reformas
     
  13. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    8,850
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    http://www.marketwatch.com/story/nyse-joining-nasdaq-in-eliminating-stop-orders-2015-11-18

    Para quem desconhece:

    Não obstante o primeiro parágrafo:

    http://www.nasdaq.com/article/nyse-to-phase-out-gtc-and-stop-trading-orders-cm548001
     
  14. Flaviense21

    Flaviense21
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Jan 2007
    Mensagens:
    3,690
    Local:
    Oeiras /Chaves / Vilardevós - GZ
    A Mota-Engil (notícia nas últimas semanas por pura especulação bolsista) pagou hoje os primeiros cupões da emissão obrigaccionista do Verão passado... 3.90%
     
    Collapse Signature Expand Signature
  15. Flaviense21

    Flaviense21
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Jan 2007
    Mensagens:
    3,690
    Local:
    Oeiras /Chaves / Vilardevós - GZ
    O BCP continua a afundar...

    Está tudo a shortar no Banco... tudo especulação... e ainda falta saber o que vai sair da trapalhada inventada pelo Cameron no UK!

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página