Avisos, Alertas e Previsões oficiais - Janeiro 2014

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por David sf 31 Dez 2013 às 23:36.

  1. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    3,514
    Local:
    Oeiras / Portel
    Regras deste tópico:


    ->Regras Análise Modelos, Previsão e Alertas
    ->Nota sobre a utilização dos dois tópicos de Previsões


    Aviso MeteoPT
    As análises, previsões ou alertas neste fórum são apenas a opinião dos utilizadores que as proferem e são da sua inteira responsabilidade. Não são previsões ou alertas de entidades oficiais, salvo indicação em contrário, não devendo portanto ser usadas como tal.
    Para previsões, avisos e alertas oficiais, consulte sempre os produtos do IPMA, Protecção Civil ou outras entidades com essa função.
     
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    AVISO: PRECIPITAÇÃO, VENTO FORTE e AGITAÇÃO MARITIMA

    No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, 31 de dezembro, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), prevê-se, para as próximas 48 horas, um agravamento das condições meteorológicas havendo a salientar:
    - Precipitação persistente por vezes intensa com valores que poderá superar os 60mm/12h, em especial nas regiões do litoral Norte e Centro;
    - Vento moderado a forte de W/SW acompanhado de rajadas que poderão atingir os 90km/h no litoral e nas terras altas;
    - Agitação marítima forte com ondulação NW que poderá atingir os 5-6m, na costa ocidental.
    Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:
    - Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;
    - Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
    - Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
    - Danos em estruturas montadas ou suspensas;
    - Possíveis acidentes na orla costeira;
    - Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
    - Possibilidade de queda de ramos ou árvores.
    - Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.
    A ANPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:
    - Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
    - Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias;
    - Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
    - Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
    - Ter especial cuidado na circulação junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
    - Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;
    - Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima;
    - Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.
    Face à presente previsão, a ANPC eleva o Estado de Alerta Especial (EAE), no Nível AZUL, do Sistema Integrado de Operações de Socorro (SIOPS) para o Dispositivo Integrado de Operações de Proteção e Socorro (DIOPS) para os distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu entre as 12H00 de 01JAN14 e as 20H00 de 02JAN14.
    A ELEVAÇÃO do EAE pressupõe um incremento da monitorização e a intensificação, por parte do dispositivo de resposta, de ações preparatórias para eventuais intervenções.

    ANPC
     
  3. supercell

    supercell
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    3 Mai 2012
    Mensagens:
    1,091
    Local:
    Aveiro
    [​IMG]

     
    CptRena, david 6 e jonas_87 gostaram disto.
  4. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    11,962
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    Curioso, vi ha pouco a meteorologista do IPMA Maria João Frada a falar na possibilidade de ocorrência de fenomenos extremos de vento a norte do cabo Mondego.
     
    Collapse Signature Expand Signature
    supercell gostou disto.
  5. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Aviso à população

    No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, 3 de janeiro, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), salienta-se para as próximas 24H, com um período mais crítico entre as 00H e as 15H de amanhã:
    – Precipitação moderada que pode ser de granizo, pontualmente forte com valores que poderão superar os 30mm/6h, em especial nas regiões do litoral Norte e Centro;
    – Vento moderado a forte do quadrante Oeste acompanhado de rajadas que poderão atingir os 90km/h no litoral e 100 km/h nas terras altas. Possibilidade da ocorrência de fenómenos extremos de vento com rajadas a ultrapassar estes valores;
    – Queda de neve em cotas acima dos 800 m;
    – Agitação marítima forte com ondulação NW que poderá atingir os 5 – 6 m na costa ocidental, possivelmente ultrapassando os 7 m a norte do cabo Raso.


    ANPC
     
    CptRena gostou disto.
  6. DaniFR

    DaniFR
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    21 Ago 2011
    Mensagens:
    1,325
    Local:
    Coimbra (75 m)
  7. Afgdr

    Afgdr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Set 2011
    Mensagens:
    1,484
    Local:
    Lagoa - São Miguel, Açores
    O Conselho Português de Proteção Civil postou no seu Facebook há 1/2 horas uma mensagem, que foi eliminada há cerca de 30 min, que dizia algo do género:


    Caros Leitores,

    Por falta de credibilidade das previsões do IPMA, os últimos avisos do Continente...



    Acho estranho uma identidade oficial postar uma mensagem com este conteúdo...

    Mais alguém reparou nesta mensagem?


    Postei neste tópico pois, de certa forma, é um aviso.
     
  8. MeteoAlentejo

    MeteoAlentejo
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2011
    Mensagens:
    2,305
    Local:
    Serpa
    Acho que essa página não é oficial
     
    SpiderVV gostou disto.
  9. Afgdr

    Afgdr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Set 2011
    Mensagens:
    1,484
    Local:
    Lagoa - São Miguel, Açores
  10. PedroMAR

    PedroMAR
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    13 Nov 2011
    Mensagens:
    199
    Local:
    S. Miguel de Machede, Évora
    Já agora o que esse conselho português de Proteção Civil, que tipo de entidade é essa?
     
  11. Afgdr

    Afgdr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Set 2011
    Mensagens:
    1,484
    Local:
    Lagoa - São Miguel, Açores
    Retirei esta informação do seu site.

    http://conselho.oerprociv.pt/

     
  12. PedroMAR

    PedroMAR
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    13 Nov 2011
    Mensagens:
    199
    Local:
    S. Miguel de Machede, Évora
  13. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Proteção Civil alerta para ondulação com 16 metros

    A Autoridade Nacional de Proteção Civil emitiu, esta segunda-feira, um aviso à população alertando para a possibilidade de até à meia-noite poderem registar-se ondas com 16 metros na costa ocidental norte e centro de Portugal continental. Num comunicado divulgado ao final da tarde desta segunda-feira na sua página na Internet, a ANPC alerta para a ocorrência de "agitação marítima forte, com ondulação noroeste que poderá atingir os 16 metros na costa ocidental norte e centro e 14 a 15 metros na região sul até às 24 horas de hoje".
    A Proteção Civil destaca também a previsão da ocorrência de "precipitação moderada e persistente nas regiões norte e centro, com especial incidência na região do Vale do Tejo, com acumulados que podem rondar 100 milímetros no Minho e Douro Litoral e 50 milímetros da região da Área Metropolitana de Lisboa".
    Devido às previsões acima descritas, e também ao vento, que deverá soprar moderado, até 30 quilómetros por hora, no litoral, e até aos 45 quilómetros por hora nas terras altas, a ANPC alerta para a "possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis" e para a "possibilidade de queda de ramos ou árvores". Além disso, a Proteção Civil lembra a eventualidade de se formarem lençóis de água nas estradas, bem como a "possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem" e a possibilidade de ocorrerem acidentes na orla costeira.
    A ANPC recomenda a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas, a adoção de uma condução defensiva, reduzindo a velocidade, que se evite o atravessamento de zonas inundadas, e que se tenha "especial cuidado" na circulação junto de áreas arborizadas e da orla costeira, bem como de zonas ribeirinhas "historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas".
    A Marinha Portuguesa alertou hoje a comunidade piscatória e as pessoas que circulam junto à orla costeira para a necessidade de cumprirem todos os procedimentos de segurança no mar e junto à costa devido ao mau tempo. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou esta segunda-feira os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro vão estar sob aviso vermelho devido à agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com sete a nove metros. O aviso vermelho, que está previsto para situações meteorológicas de risco extremo, vai vigorar entre as 9 e as 23.59 horas desta segunda-feira.

    JN
     
  14. MaurícioMoreira

    MaurícioMoreira
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    4 Jan 2014
    Mensagens:
    53
    Local:
    Vila Boa de Cima (800m), Serra de Montemuro
    Fui ver os critérios de emissão de avisos para os Açores no site do IPMA a propósito da queda de neve de amanhã, e aparece la isto nas notas:
    Duração ≥ 48 horas e Cota (altitude >900 m)

    Alguém me consegue explicar como funciona isto? A minha interpretação disto é que lançam alerta quando nevar acima dos 900 metros durante mais de 48 horas. E se for abaixo desta altitude durante menos tempo? Sei que é raríssimo mas pode acontecer.
     
  15. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,248
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    O IPMA estendeu o Aviso Vermelho, devido à agitação marítima, a todo o território continental.

    [​IMG]

    Ondas que podem atingir os 10 a 13 metros de altura.

    [​IMG]

    Além disso, encontram-se em Aviso Amarelo, os distritos de Viseu, Guarda, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Santarém, Lisboa e Setúbal, devido a precipitação que poderá ser forte.
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página