Chuva torrencial nas Canárias - Evento "Júlia"

Tópico em 'Internacional' iniciado por Rog 17 Nov 2009 às 22:00.

  1. Rog

    Rog
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2006
    Mensagens:
    4,515
    Local:
    Norte Madeira (500m)
    Alguns videos dos efeitos do mau tempo dos últimos nas Canárias 16 e 17 Nov.2009:











    [ame="http://www.youtube.com/watch?v=gEYCZP0jP-E"]YouTube- Lluvias torrenciales en las palmas 2009/11/17. video 1/6[/ame]

    [​IMG]

    fonte http://www.cazatormentas.net
     
    Collapse Signature Expand Signature
    #1 Rog, 17 Nov 2009 às 22:00
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:52
  2. profgeo

    profgeo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    8 Abr 2008
    Mensagens:
    140
    Local:
    Caniço- Funchal!!!
    impressionante o que a mesma frente pode fazer em locais tao distintos!!!

    sei, que grande parte das ilhas canarias estavam alguns meses, sem grabndes quantidades de precipitaçao, o que é "normal"....
    mas esta veio em demasia!!!

    :surprise:

    que videos!!!!:shocking:
     
  3. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    6,685
    Local:
    Figueira de Castelo Rodrigo (650m)
    Ipressionante a força das águas:shocking:

    As Canárias não são propriamente conhecidas pela chuva que lá cai...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  4. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,244
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Assustador! :surprise:

    A quantidade de água que deve ter caído para provocar uma enxurrada dessas...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. Madragoa

    Madragoa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    10 Jan 2009
    Mensagens:
    276
    Local:
    Conde Barão,(Lisboa)(25M) Almórnos,(Sintra
    Impressionante...!!!!:surprise:

    Obrigado Rog.



    Cumprimentos...
     
  6. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Que cena impressionante :surprise::surprise::surprise:

    Não tenho palavras pra descrever tal tempo extremos :shocking:
     
  7. trovoadas

    trovoadas
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    3 Out 2009
    Mensagens:
    1,734
    Local:
    loule-caldeirao
    Sem palavras...sonho com uma situação dessas no Algarve!!!
     
  8. Costa

    Costa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    14 Abr 2007
    Mensagens:
    391
    Local:
    PT
    Espero que a casa ou o automóvel que fique destruído seja o teu. :thumbsup:
     
  9. Veterano

    Veterano
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Fev 2009
    Mensagens:
    4,017
    Local:
    Porto-Aviz-2,5 km do mar (46 m)/Matosinhos
    Parece ser o futuro (presente): chuva intensa, muito concentrada, períodos longos de seca:(.
     
  10. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,504
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
    Minha nossa! Que brutalidade!!!
    Grande quantidade de água que deve ter caido naquela zona!!!:surprise:

    PS: Cuidado com os esses sonhos "extremos", que rapidamente podem passar a "pesadelos" quando nos começam a afectar directamente!
     
  11. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora
    Existe um promenor, de que estão se a esquecer e que o veterano abordou de uma outra maneira, e que é: não tinha chovido antes, e os solos estavam secos duros como cimento, o que vai originar é que quando chove torrencialmente eles não consigam absorver agua, e que depois vai dar neste resultado.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. Daniel Vilão

    Daniel Vilão
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    22 Mar 2007
    Mensagens:
    6,966
    Local:
    Moscavide / Degracia
    Absolutamente brutal. :shocking:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  13. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    7,132
    Local:
    Olhão (24 m)
    No mínimo assustador. Tanto tempo sem chover, e depois quando chove é o que se vê. Eu quero chuva mas com esta brutalidade não.:disgust:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  14. profgeo

    profgeo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    8 Abr 2008
    Mensagens:
    140
    Local:
    Caniço- Funchal!!!
    pois nao são conhecidas pelo chuva, no entanto na foto enviada pelo ROG, nota-se que o homem tambem faz das suas.....

    os carros estavam estacionados , no BARRANCO de SAN Felipe o que traduz na falta de responsabilidade do mesmo.

    sei que esse barranco, ja nao corria agua desde a decada de 60:shocking:

    e com as construçoes desenfreadas quase em cima da linhas de agua, aqui estao as consequencias.

    :confused::(
     
  15. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    4,547
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    Como é óbvio qualquer um de nós adoraria visualizar um fenómeno destes "in loco"...agora nenhum de nós quer assistir a tragédias humanas (e animais), mesmo perdas de bens, como ali aconteceu.

    Os desejos que muitas vezes manifestamos não são mórbidos como alguns pensarão. Gostar de fenómenos extremos, violentos, não é o mesmo que desejar a mal alheio ou regozijar-se com ele. É apenas querer participar nele, da mesma forma que a curiosidade nos traz aqui todos os dias.

    As canárias são de há muito conhecidas pelos extremos climatológicos, principalmente nas ilhas de maior relevo. O outono é a estação privilegiada para assistir a estes.

    A ilha da Gran Canária, na sua metade sul é praticamente desértica ou semi-desértica; as dunas de Maspalomas são dunas naturais próprias de zonas áridas ou semi-áridas e mesmo ali encostado a elas há um canal, um leito de rio que habitualmente está seco. Normalmente só tem água a passar no outono. Mas quando passa é normalmente com caudais repentinos e torrenciais, pelo que a sua ocupação é interdita. As águas que vem das montanhas ganham grandes velocidades e é isso que muitas vezes leva às tragédias - a população muitas vezes acostuma-se a ver na maior parte do tempo os leitos dos rios secos e depois quando as chuvas são fortes são apanhadas desprevenidas...
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página