Descontruir a Lady Gaga: Uma Nova Perspectiva

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por frederico 28 Mai 2011 às 20:39.

  1. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    Desconstruir a Lady Gaga: Uma Nova Perspectiva

    Nos últimos anos, emergiu um fenómeno da música pop à escala internacional, que acabou por monopolizar as vendas de singles, discos e o airplay na larga maioria dos mercados discográficos do Ocidente. Falo, evidentemente, na famigerada Lady Gaga.

    Desde meados de 2008, ninguém teve tanto sucesso no panorama internacioanal quanto Lady Gaga. E provavelmente, o seu impacto já é tão abrangente quanto o de Madonna nos anos 80 e 90, altura em que foi coroada como rainha da pop. É que Lady Gaga não se limita a lançar singles e discos; a sua influência artística vai para além disso, e é bem visível nos seus vídeos musicais, nas suas aparições em público, na sua ligação à moda. Arrisco a dizer que já é o maior ícone pop dos últimos dez anos, e a sua influência está ao nível de outros nomes do passado, como Prince, Madonna, Michael Jackson ou David Bowie.

    Do ponto de vista musical, a verdade é que não estamos perante nenhum fenómeno qualitativo. Há qualidade vocal, mas as letras são medíocres, as sonoridades electrónicas banais, as produções ao nível de outros nomes contemporâneos da indústria discográfica. Mas Lady Gaga soma e segue, disco após disco, single após single, e nada a destrona da liderança do mercado.

    O objectivo deste tópico é dar uma perspectiva diferente deste fenómeno do mercado discográfico, e mostrar o quão perigosa pode ser a sua influência para as gerações actuais.
     
  2. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    O exemplo mais óbvio da raiz da verdadeira mensagem transmitida por Lady Gaga e pelos senhores da indústria discográfica é o single «Born This Way».

    A mensagem, difundida pela letra, e pelas aparições em público mais recentes, é simples «aceita-te como és, com as tuas virtudes e defeitos, pois assim nasceste». Na verdade, esta filosofia difundida por várias estrelas do pop e do rock vai beber a uma das suas maiores influências, o mago Aleister Crowley. O famoso ocultista britânico dedicou a maior parte da sua vida a estudar sistemas antigos de magia, esoterismo ou vidência. Desenvolveu sistemas de magia sexual, semelhantes aos que existiram na Antiguidade, no mundo pagão, e há quem lhe atribua a morte de crianças na Sicília, em rituais que envolviam sacrifícios humanos. Aleister Crowley visitou Fernando Pessoa, acompanhado de uma astrólogo alemã. O nosso poeta, que dedicava boa parte do seu tempo ao estudo das ciências ocultas, chegou a ajudar o mago britânico a simular o seu suicídio na Boca do Inferno.

    Aleister Crowley:
    [​IMG]

    Fernando Pessoa, a astróloga alemã e A. Crowley:

    [​IMG]


    Fernando Pessoa terá detectado um erro na carta astral de Aleister Crowley, facto que motivou o interesse do inglês em realizar uma viagem a Lisboa. Durante a sua estada aproveitou para discutir assuntos místicos e esotéricos com o autor da obra «Mensagem». Raul Leal, escritor de origens nobres, terá também sido influenciado pela obra do mago; o seu interesse pelo oculto está bem visível na cartas que trocou com Jorge de Sena, as quais demonstram um conhecimento aprofundado sobre o livro de Enoch ou sobre satanismo.

    Durante uma visita ao Egipto, Aleister Crowley alega ter sido contacto por uma entidade sobrenatural que lhe transmitiu os princípios da Lei de Thelema. Saliento a frase mais emblemática, e também mais perigosa:

    «Do what you will should be the whole of the law».
     
  3. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    Aleister Crowley reformou a OTO, uma sociedade secreta ocultista e elitista, que se dedica a estudar e executar rituais de magia que vão beber a conhecimentos esotéricos da cabala, do misticismo cristão, da magia medieval ou renascentista ou de religiões antigas.

    A sua importância no Reino Unido, ao longo do século XX, foi de tal forma elevada que actualmente é considerado uma das personalidades mais influentes do séculos passado.

    Aleister Crowley surge na capa do CD St Peppers Lonely Hearts, dos Beatles, que é considerado por muitos críticos como o melhor disco de música ligeira do século XX:

    [​IMG]
     
  4. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    Bem dizia eu que a uma filosofia de vida que prime pelo aperfeiçoamento moral do indivíduo, surge uma alternativa hedonista, e de certa forma, destrutiva.

    Adiante.

    Na primeira metade do século XX, quando Aleister Crowley estava em voga nos círculos ocultos, surgiam também teorias sobre a construção de uma nova sociedade, sem a influência, que consideravam nefasta, do judaísmo-cristianismo, controlada por um Estado policial, que garantiria uma liberdade, em boa verdade, ilusória. E houve várias tentativas de instalar a tal sociedade «limpa», na Alemanha de Hitler, ou na Rússia de Estaline. No entanto, existiu uma terceira via, para a instalação do Estado policial, centralizado, controlador, doutrinador, defendida pelos Socialistas Fabianos, que advogava o gradalismo. A instalação da sociedade sem religião, «livre», sem classes, controlada por uma elite deveria ser lenta, gradual, para ter sucesso.

    A literatura e o cinema trataram de imediato do tema. Já leram estes dois livros? Já ouviram falar?
    [​IMG]
    [​IMG]
     
  5. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    O novo vídeo da Lady Gaga, para o primeiro single do mais recente disco, versa sobre o nascimento de uma nova raça, e de um novo mundo, recorrendo a símbolos ocultos. Tudo está «empacotado» para parecer que se trata de uma inocente transmissão de uma mensagem de tolerância e liberdade, e de uma banal história de ficção científica. No entanto, na verdade, o vídeo narra o aparecimento de uma nova raça na humanidade. E versa de uma maneira muito especial sobre a maternidade.


    Laurieann Gibson, o responsável artístico pelo vídeo, disse o seguinte:

    “At first, when I thought about birthing a new race and adding the prosthetics, I thought that maybe they should have a certain way they should walk or maybe they move a certain way, but then I realized it is actually a race within our race; it’s a mindset.”


    A Lady Gaga não está a dar origem a um novo ser humanóide, mas sim a uma nova raça dentro da humanidade. Através de técnicas de controlo mental e de propaganda, a metamorfose ocorrerá na mente dos seus seguidores. A imagética esotérica descreve uma mudança que ocorre de acordo com princípios da alquimia: a realização de magia segundo a unificação de forças opostas através da utilização de símbolos e mensagens (arquétipos).

    O realizador foi Nick Knight. O famoso fotógrafo trabalhou com Alexander McQueen, Calvin Klein, Christian Dior, Kylie Minogue ou Gwen Stefani. O seu trabalho artístico tem várias alusões ao Monarch mind control program.


    [​IMG]

    Nesta fotografia de Nick Knight a cicatriz na testa significa controlo da mente, ao passo que o olho cego tem uma simbologia ocultista muito especial relacionada com a Maçonaria e com religiões ocultas.

    (continua)
     
  6. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    Bem, para já vejamos o vídeo, para começarmos a perceber, lentamente, a simbologia e a mensagem oculta:



    Gostaria de destacar o texto inicial.

    «This is the manifesto of Mother Monster. On G.O.A.T., a Government Owned Alien Territory in space, a birth of magnificent and magical proportions took place. But the birth was not finite, it was infinite. As the wombs numbered and the mitosis of the future began, it was perceived that this infamous moment in life is not temporal, it is eternal. And thus began the beginning of the new race, a race within the race of humanity, a race which bears no prejudice, no judgement, but boundless freedom. But on that same day the eternal mother hovered in the multi-verse, a more terrifying birth took place, the birth of evil. And as she herself split into two, rotating in agony between two ultimate forces, the pendulum of choice began its dance. It seems easy to imagine, to gravitate instantly and unwaveringly towards good. But she wondered, how can I protect something so perfect without evil?»


    Destaco a última frase:

    «But she wondered, how can I protect something so perfect without evil?»

    Criar beleza, praticando o mal. Não é um tema novo, e é, por exemplo, a principal mensagem de uma influente obra do Marquês de Sade, Justine. Para muitos, não passa de um livro de literatura erótica; mas é muito mais que isso.
    [​IMG]

    Praticar o Mal para atingir o Bem.
     
    #6 frederico, 28 Mai 2011 às 22:06
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:52
  7. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    A Lady Gaga é a Madonna do século XXI, nada mais.

    Pra mim é música de rádio.
     
  8. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,013
    Local:
    Madeira - Funchal
    Música comercial, fica no ouvido, só isso.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. hurricane

    hurricane
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    11 Nov 2007
    Mensagens:
    469
    Local:
    Bruxelas, Bélgica
    Eu sou bastante fã de Lady Gaga e do seu trabalho!

    E por amor de deus acreditam menos nessas cenas do ocultismo? Isso para mim é uma fantochada! Afinal este forum que preza tanto pela ciencia vai publicar cenas deste genero?

    A Lady Gaga é sem duvida um fenonemo mundial que espero que dure por muitos anos! é uma artista completa que sabe fazer musica e dar espectaculos absolutamente fantasticos! Ela revoluciona o mundo da moda, da musica, é uma maquina de marketing que sabe aproveitar o sucesso para difundir os seus ideiais para além de que a sua paixao é a musica e nao o fazer dinheiro!
    Adoro o seu pop electronico que mesmo comercial ligeiramente comercial nao existia ja desde o tempo de Madonna! Ela tem boas influencias musicais e nao tenho a menor duvida que vai somar muitos e muitos mais premios, mais records e sucessos; é uma mulher inteligente que nunca vai deitar a sua carreira a perder ate se tornar na cantora pop mais influente e conhecida que o mundo alguma vez teve. Nao é por acaso que ela foi considerada pela forbes como a mais influente de 2010.

    e quanto a isso de controlo das mentes eu nao acredito. ela nao me controla mente nenhum eu gosto dela porque me identifico com ela e com a sua musica!

    :D
     
  10. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    Comecemos então pelo início do videoclip.

    [​IMG]

    O que temos aqui? Um triângulo invertido e um unicórnio.

    1) Triângulo invertido cor-de-rosa

    Muitos de nós saberão que nos campos nazis os homossexuais eram marcados com um triângulo invertido cor-de-rosa. Aliás, boa parte dos fãs masculino da Lady Gaga são homossexuais, tal como no passado muitos dos fãs da Madonna e de outros «ícones» femininos da pop. A letra de «Born This Way», visto como um hino à liberdade e à tolerância, foi de imediato acarinhada pelos fãs gay da cantora. Actualmente, o triângulo invertido continua a ser um símbolo utilizado pelos activistas da ideologia homossexual. Por isso, à primeira vista o início do videoclip parece uma alusão à homossexualidade. Mas não é.

    No esoterismo, o triângulo invertido representa o orgão reprodutor feminino, por oposição ao triângulo, que representa o falo masculino.

    Na mulher, o monte-de-Vénus, a região onde se dispõem os pêlos púbicos, tem tradicionalmente a forma de um triângulo invertido. O útero feminino também tem a forma de um triângulo invertido. Este representa o princípio feminino, passivo, que espera pelo princípio masculino.

    Curiosamente, o vídeo termina com um triângulo não invertido, que representa o princípio masculino. É o culminar do processo alquímico pela união dos opostos que se complementam, para alcançar o fim do processo mágico: a transformação interna das massas.

    [​IMG]

    (continua)
     
  11. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Mas o que é perigoso ?
     
  12. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,712
    Local:
    Porto
    Vai acompanhando o tópico. Irás perceber a pouco e pouco.
     
  13. SpiderVV

    SpiderVV
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2010
    Mensagens:
    4,859
    Local:
    Portalegre / Lisboa
    Posso não ouvir muito a Lady Gaga mas acho que estas mensagens são um pouco exageradas, tipo aqueles vídeos em que revertem o som e dizem "está aqui uma mensagem diabólica".
     
    Collapse Signature Expand Signature
  14. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Mas dá lá um cheirinho :D
     
  15. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    3,514
    Local:
    Oeiras / Portel
    Ou então, a Lady Gaga e o seu staff usam símbolos do ocultismo para criar uma aura mística à sua volta, o que só ajuda ainda mais ao seu sucesso.

    O videoclip nada tem de beleza, é mais um freak show. As letras são péssimas, a música entretém mas não é nada de especial, é daquelas artistas que alcança o sucesso por ser diferente, o que não implica que tenha alguma qualidade.

    Não acho que algo tão oco e superficial como a Lady Gaga possa ter algo de oculto, controlo de mentes ou alienação colectiva.

    O que não quer dizer que não concorde contigo em algumas partes do que expuseste, acho brilhante o 1984, revejo naquele livro a sociedade ocidental dos dias de hoje, visto com uma antecedência de mais de meio século. Uma sociedade controlada pela propaganda, por truques de linguagem, parcialmente alienada, não tendo grande consciência disso. Os três mandamentos do "partido" aplicam-se na perfeição:

    "Guerra é paz", na obra de Orwell, o país vivia sempre numa guerra fictícia, guerra essa que mantinha a população unida contra um inimigo externo, permitindo a paz interna não pondo em causa o "partido".

    "The rocket bombs which fell daily on London were probably fired by the Government of Oceania itself, "just to keep people frightened."

    "That's not a matter if wether the war it's not real of if it is. Victory it's not possible. The war it's not meant to be won. It's meant to be continuous. A high archical society is only possible on the basis of poverty and ignorance"

    Hoje o inimigo externo são o terrorismo, qualquer maluco que rebente uma bomba num café é um membro da Al-Qaeda, e os ditadores, que oprimem a população. E isso justifica diversas guerras, os governantes ocidentais fazem uma boa gestão do medo na maioria da população, tornando-a mais controlável. No dia a seguir à morte de bin Laden, não fosse o medo diminuir, foram logo lançados um monte de alertas de possíveis atentados.

    "Liberdade é escravidão", "Freedom is the freedom to say that two plus two make four. If that is granted, all else follows.", é mais ou menos o que se passa hoje, todas as nossas opiniões "livres" são condicionadas pelos media, opinion makers, pela lábia dos nossos políticos,...

    "Ignorância é força", quanto mais ignorante a população se mantiver mais moldável será a sua "liberdade". Hoje em dia a sociedade ocidental está a criar a mais qualificada, mas ao mesmo tempo a mais ignorante, acrítica, fútil e inculta geração de sempre. A falta de exigência na escola, o sentimento da incultura e da bestialidade ser fixe na adolescência, a falta de valores éticos, como se viu no caso recente do vídeo de um espancamento no Facebook (pelo menos há uns anos os rufias e os criminosos eram espertos o suficiente para não colocarem as provas do crime em público). No Brasil, pelo menos há uns anos, havia um exame de acesso ao ensino superior (vestibular) de cultura geral. Cá em Portugal seria uma boa ideia, mas duvido que a maioria dos alunos passasse num exame deste tipo se não houvesse uma grelha de perguntas tipo que eles pudessem decorar.

    Mas é sempre bom questionarmo-nos, pôr em causa as informações que nos passam, não ver tudo preto ou branco, connosco ou contra nós:

    "Mas depois de lê-lo tinha maior certeza de não estar louco. Estar em minoria, mesmo em minoria de um, não era sintoma de loucura. Havia verdade e havia mentira, e não se está louco porque se insiste em se agarrar à verdade mesmo contra o mundo todo."
     

Partilhar esta Página