EMA vs RUEMA

Tópico em 'Instrumentos Meteorológicos' iniciado por AnDré 8 Mar 2008 às 03:16.

  1. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,252
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    EMA = Estação Meteorológica Automática.
    RUEMA = Rede Urbana de Estações Meteorológicas Automáticas.

    Mas no fundo qual é a sua verdadeira diferença?
    Porque é a estação da Gago Coutinho (Lisboa) uma EMA e não uma RUEMA, se também está integrada numa zona urbana?
    Porque é considerada a estação do Aeroporto de Faro uma EMA e a estação do IM em Faro uma RUEMA?
    Porque é que Loures e Sintra têm uma RUEMA e não uma EMA?
    :huh::huh:

    Parto do principio, que mais do que ao urbanismo, a distinção das estações é feita a partir das características destas mesmas.

    Agora casos práticos:
    Já todos devem ter reparado que as temperaturas máximas medidas pelas RUEMAs são quase sempre mais elevadas do que as registadas pelas EMAs. A que se deve isso e o porquê disso? Poderia ser porque num lugar urbano há menor circulação de ar e daí um aumento de temperatura, mas como disse em cima também há EMAs em zonas urbanas. Nomeadamente as duas da cidade de Lisboa: Gago Coutinho e Geofisico. E quase me atrevo a dizer que a RUEMA de Loures tem um factor urbanistico bem menor do que as duas estações de Lisboa que enunciei.

    Outro ponto: tendo em conta que os valores das RUEMAs são "correctos", e atendendo de forma especial ao Verão, em que estas obtêm temperaturas máximas médias superiores às EMA, porque é que os seus valores não são tido em conta a quando o relatório mensal?
    Outro exemplo, se não estou em erro, quando Lisboa chegou aos 40ºC em Julho de 2007, mas RUEMAs de Benfica e Loures tocaram nos 43ºC. No entanto esse valor nunca foi referido. Porquê?

    Nem mais, ontem dia 7 de Março, a temperatura máxima na RUEMA de Lisboa (Benfica) chegou aos 23ºC e Lisboa (Baixa) aos 24ºC. A Gago Coutinho (EMA) ficou-se pelos 19ºC.

    Afinal, qual a utilidade de uma RUEMA?
    :huh:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  2. Daniel Vilão

    Daniel Vilão
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    22 Mar 2007
    Mensagens:
    6,966
    Local:
    Moscavide / Degracia
    Não sei muito acerca disso, mas penso que as RUEMA não estão instaladas da mesma forma que as EMA.

    As RUEMAS não ficam sobre solo coberto de relva (que evita o sobreaquecimento do ar acima desse

    solo), e parece-me que não cumprem uma série de outros critérios que as possam colocar num plano

    de igualdade em relação às EMA.

    A distância em relação ao solo deve ser outra, o solo tem outras características, as estações não

    estão tão expostas à circulação do ar, tudo isto para «recriar» e dar uma ideia das temperaturas

    medidas dentro de um local urbanizado.

    Penso que elas não constam nos relatórios mensais precisamente por isso, porque é uma «injustiça»

    comparar valores da baixa de Lisboa com valores medidos na Amareleja, porque esse calor é apenas

    artificial e deve-se ao elevado urbanismo do local.

    Assim, apenas as EMA cumprem certos critérios que fazem com que possam ser comparadas com

    outras EMA, pois a instalação deve cumprir o mesmo método em todas, colocando-as a um nível em

    que podem ser comparadas.

    Assim, dá-se apenas importância ao calor «real» e não ao calor gerado pelo efeito urbano.

    Lembro-me que há uns anos o IM tinha umas fotos das RUEMA e lembro-me de ver essas estações

    com prédios à frente e um pouco isoladas.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  3. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    1,902
    Local:
    Lisboa
    sim, supostamente as EMA'as teem de estar em condiçoes padrao (relva,espaçamento de obstaculos, etc) para os dados serem coerentes e "oficiais".. nao que as vezes nao haja falhas aqui, mas isso ja é outra historia......
    as RUEMA's nao teem de ter isso pelo que sei, simplesmente pretendem mostrar os efeitos do urbanismo, tipos de solo, poluiçao e mt mais coisas, logo nao obedecem necessariamente as condiçoes padrao.. dai terem valores mt mais extremos...
    portanto o que disse o Daniel Vilao parece-me bem..
    as EMA's pretendem ser comparaveis entre si, independentemente de onde estao situadas, ao estar supostamente nas mm condiçoes padrao, permitem comparar condiçoes e climas em cidades diferentes nas mesmas condiçoes...
    as RUEMA's basicamente valem por si proprias, pelo local concreto, e nao podem basicamente em situaçao alguma ser comparaveis entre si,mt menos com as EMA's... e claro, nem pouco mais ou menos podem ser utilizados em fins oficiais de climatologias, medias mensais, etc etc.. era a bandalheira total, e deixava-mos de ter bases climatologicas coerentes... era como entrarem nas medias mensais as estaçoes caseiras do pessoal !
     
  4. Daniel Vilão

    Daniel Vilão
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    22 Mar 2007
    Mensagens:
    6,966
    Local:
    Moscavide / Degracia
    Concordo com o que disseste, mas, mesmo assim, há estações amadoras que mereciam ser destacadas, quer pela fiabilidade dos seus dados, quer pela qualidade da sua localização e do hardware.
    Quanto a estações dessas, posso referir, como exemplo mais claro e correcto, a estação do HotSpot, no Penteado.
    O hardware é de grande qualidade e a localização também, o anemómetro está a cerca de 10 metros de altura e o sensor de temperatura e humidade encontra-se cerca de 1,75 metros acima do solo, cumprindo os critérios mínimos para uma medição bastante fiável da temperatura, humidade, vento, precipitação, radiação solar e UV.
    Mesmo não sendo uma estação oficial, penso que podia haver parcerias entre o IM e este tipo de pessoas, que disponibilizam dados com bastante rigor e podiam ajudar a contribuir para uma melhor cobertura nacional de estações meteorológicas.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    1,902
    Local:
    Lisboa
    eu nao disse que nao ha estaçoes amadora fiaveis, longe disso.. a do hotspot é um bom exemplo disso.. nao foi nada disso que eu disse..
    apenas disse que apesar de tudo, a maior parte delas, tal como as REUMA, sendo boas ou nao (e muitas ate sao) nao sao de modo geral comparaveis com as EMA's por questoes de coerencia. tao simples como isso ;)

    mas como disseste, sim era interessante parcerias entre o IM e donos de estaçoes com condiçoes mt boas como essa.. mas o IM é mt fechado a essas coisas infelizmente.. portanto resta-nos divulgar o mais possivel redes amadoras onde esses dados sao disponibilizados, do tipo wunderground e afins! e claro, fazer um esforço por distinguir as estaçoes amadoras que no fundo sao quase "profissionais", pois apesar de todas as amadoras serem de louvar, essas em particular merecem uma atençao especial..

    pois realmente um dos problemas da rede nacional do IM, alem da obvia falta de $ para material, é falta de $ para pessoal que cuide das estaçoes, manutençao, e tambem escolha de localizaçoes, etc etc.. e realmente algo do tipo dum mapa como o que esta no site do IM, ao qual fossem acrescentadas as estaçoes amadoras que obedecem a criterios minimos (ate podiam la estar assinaladas de forma diferente para os visitantes do site saberem o que se trata), era de facto brilhante, a cobertura era maior, e as pessoas donas das estaçoes, sao de facto pessoas que o fazem com gosto e prazer.. servia aos 2..
    mas é assim...
     
  6. HotSpot

    HotSpot
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Nov 2006
    Mensagens:
    3,613
    Local:
    Moita, Setubal
    Obrigado pelos elogios à minha AMQRUEMA (Amadora Melhor Que RUEMA)

    Acho que já foi tudo dito por voces em relação aos 2 tipos de estações.

    Já uma vez contactei o IM em Janeiro para "contestar" uns dados apresentados no relatório de Dezembro/2007 e apresentei como prova os dados recolhidos pela minha AMQRUEMA :p

    Foi uma forma de também dar a conhecer a estação e disponibilizar-me para fornecer qualquer informação e apresentar o site onde eles podiam verificar os valores recolhidos por mim.

    Até hoje não obtive qualquer resposta....

    O IM tem toda a legitimidade para dizer que o meu hardware ou a localização da estação não teem a mesma qualidade que as estações deles. E tem razão ...

    Vou estar sempre disponivel para fornecer qualquer informação ao IM até porque os dados são públicos e não precisam de os pedir para comercial@meteomoita.com para eu ter que fazer um orçamento.

    Depois do investimento que tive no equipamento e na despesa mensal de manter um PC ligado 24 Horas/dia, ligação à Internet, registo de dominio, licenças de software, etc.... o que me dá motivação para continuar a ter estas despesas e dispensar algum do meu precioso tempo, são as palavras como as escritas mais acima e reconhecimento de amigos, desconhecidos, comunicação social local, etc...

    Tenha eu muita saude e algum $ para poder continuar com este projecto.

    E também um agradecimento a tantos outros como eu que mantém estas estações a funcionar pelo pais e mundo fora...cada vez vamos ser mais.

    :thumbsup:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  7. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,252
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Acho muito pouco o que disseram! :unsure:
    Não é nada contra o que vocês responderam, nada disso! ;) Aliás, agradeço muito a vossa resposta.
    Mas pensem comigo:hehe: :
    Há tantos lugares em Portugal que mereciam ter EMAs (olho para o mapa de Portugal do IM e existem tantos espaços vazios sem qualquer tipo de informação meteorológica), no entanto há RUEMAs espalhadas "por aí", quando então poderiam ser EMAs e dar uma informação digna de relatórios climatológicos.
    Quanto aos efeitos do solo e urbanismo, nada melhor do que uma EMA com mais um sensor de caracteristicas RUEMA. Aí sim, poder-se-iam tirar conclusões directas do efeito do urbanismo. Por exemplo EMA Cago Coutinho + RUEMA Gago Coutinho. De forma a haverem valores a comparar.
    Agora de que vale uma RUEMA em Benfica se não há lá nenhuma EMA para se determinar as verdadeiras consequências do urbanismo?

    Percebem? Não sei se me estou a fazer entender...:hehe:

    Deve haver qualquer coisa que nos escapa nas diferenças entre RUEMAs e EMAs. É que tendo razão no que disseram, parece-me bastante descabido não haver $$ para EMAs mas existiram RUEMAs cujos dados, uma vez que não podem ser tidos em conta, são puramente para "enfeitar"...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  8. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    1,902
    Local:
    Lisboa
    qto ao facto de serem importantes e utilizados os dados das RUEMA's nao vou dizer grande coisa.. de facto para mim é duvidoso ate que ponto sao realmente usados ou nao.. provavelmente sim de alguma forma, que nos escape a nós como meros observadores a ver os dados sem lhes dar o intuito ou tratamento para o qual realmente o IM ou outras entidades os usam.. isso nao sei.. é uma hipotese, como é 1 hipotese mal serem usados, e sim, nesse caso seria desperdicio de $ que poderia ser usado para outras EMA's e uma melhor cobertura do pais.. até aí tudo bem
    mas se forem realmente usados, nao estao ali para enfeitar, estao para um proposito especifico diferente do das EMA's e da meteorologia e climatologias "standard"... parece-me obvio.. como ja disse, apenas desconheço ate que ponto sao ou nao usados com interesse esses dados das RUEMA's...

    agora a parte de falares em comparar EMA's com RUEMA's, do tipo EMA gago coutinho e RUEMA gago coutinho, a meu ver nao faz sentido algum.. entao.. mas os sensores ou o material é o mesmo! ias ter 2x a mesma coisa? aí era desperdicio a dobrar! entao se queres fazer uma EMA e uma RUEMA no mesmo sitio tens a mm coisa, o sitio e os dados sao os mesmos! nao vao por construir uma parede ao lado de um dos sensores para ter dados diferentes ne? :p
    claro que so teem interesse estando noutros locais nao isolados ou nao espaçados, logo nunca podem estar ao pe das EMA's nem ser comparados a elas.. ai nao vejo mt por onde pegar... :unsure:
     
  9. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,252
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Bem pessoal, eis o que me foi dito por pessoas do IM sobre RUEMAs e EMAs.

    Então, parece que a função das RUEMAs é dar a conhecer à população uma espécie de indice de bio-conforto de uma determinada localização - rua. Isto porque os efícios funcionam como uma espécie de armazenadores de calor. Daí as temperaturas das RUEMAs serem sempre mais elevadas. Ao contrário do que as pessoas pensam o CO2 não contribui em nada para esse aumento. Os prédios funcionam como uma espécie de “pelos capilares” em que o solo é a derme. Como impedem de correr o vento livremente, a derme (solo), perde menos calor, e por isso aquece mais.

    Quanto à sua utilidade ao nível climático, neste momento é nulo.

    Perguntei se não se poderia então, uma vez que são pouco uteis, utilizar as RUEMAs como EMAs de modo a aumentar a rede de EMAs no nosso país para uma melhor caracterização diária/mensal/anual de uma dada região. Curiosamente a resposta que obtive foi mais ou menos isto:

    “Portugal tem estações mteorológicas em excesso. Não são necessárias tantas para se estudar o clima do país.”
    Referiram também que isso aumentaria a factura para a manutenção dessas mesmas estações.
    Em relação a uma estação no ponto mais alto de Portugal continental, esqueçam lá isso. Parece que uma a meia altura basta.

    Segundo eles, os radares dão cada vez informações mais precisas e minunciosas do tempo de um dado local.
    Qualquer dia nem vão ser precisas estações.
    :confused:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  10. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,252
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Ah! Fiquei também a saber que num antigamente recente houveram as chamadas estações clássicas, mas ninguém me soube dizer o que lhes aconteceu. :disgust:

    Penso que um exemplo dessas estações era a estação da Lagoa Comprida.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  11. Minho

    Minho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2005
    Mensagens:
    4,091
    Local:
    Melgaço
    Bem André, pela má notícia dos Relatórios Mensais parece-me que mais dia menos dia também vamos deixar de ter as temperaturas on-line das estações automáticas :(
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,252
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Epá, isso seria o cumulo!:angry:

    Mas não.. Eles devem estar a seguir os passos do INM.
    Emfim...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  13. Daniel Vilão

    Daniel Vilão
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    22 Mar 2007
    Mensagens:
    6,966
    Local:
    Moscavide / Degracia
    Eu acho absolutamente ridículo que o I.M. tenha material obsoleto e degradado e que não cuide dele, dizendo que já há estações meteorológicas a mais.
    Para além de que na revista Visão saiu um comentário de um ex vice-presidente do I.M. que disse que as estações nem sequer eram devidamente calibradas e que havia um supercomputador que, quando ligado, mandava o quadro eléctrico do I.M. abaixo, ficando sem dados.
    Se o I.M. não quiser saber destes assuntos, quem é que irá querer saber ?
     
    Collapse Signature Expand Signature
  14. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    1,902
    Local:
    Lisboa
    Quanto à questão das estações a mais.. é ambígua..
    Para o curioso como nós e para o habitante de cada terra concreta.. São obviamente estações a menos, falta sempre aquela estação naquela terra que queremos saber, a nossa.. etc etc..
    Mas se formos pensar na dimensão do nosso país, realmente vendo bem, para definir climatológicamente as regiões e isso, bastariam menos do que as que temos.. isso até é verdade..
    Agora.. dizer algo do tipo "temos estações a mais".. ainda por cima da boca de alguém do IM.. minha nossa.. que "tiro no pé"! :lmao: É que por mais que possa ser algo verdade no ponto anterior que referi... Nunca vi nem verei informação extra de estações ser "demais". Tudo o que vier em condições é bom e serve, mais que não seja para informação geral... :unsure: Onde é que uma pessoa da ciência se pode dar ao luxo de dizer isso.. Devia era dizer o contrário: "precisamos de mais estações".. puxar a brasa à sua sardinha, para ter sempre mais e melhor.. mas enfim... :disgust:
    Também é verdade que os orçamentos e custos de uma rede muito grande são complicados para o IM, isso é verdade, daí ser difícil ter mais EMA's.. tudo bem é a realidade.. agora.. dizer o que foi dito.. enfim! Por acaso tinah curiosidade em saber quem foi :p

    Quanto às clássicas.. algumas acho que ainda existem mas não tenho certeza.. reparem que antes das EMA's claro que tinham que ser clássicas.. mas ainda é uma fonte extra de despesa com a pessoa que vai lá de 6 em 6 horas ver os dados.. e vamos lá ser realistas.. muitas vezes são pessoas sem formação e que podem tar num dia "sem paciência" ou como já vi nas férias da pessoa não haver dados da estação um mês.. e afins.. portanto, a partir do momento que as EMA's são instaladas no local onde estava a clássica, desde que garantida a fiabilidade dos dados.... os erros humanos e esse tipo de falhas acabam.. isso é sem dúvida uma mais-valia, e aí as clássicas no mesmo local.. tornam-se redundantes.. não é? claro que as EMA's depois teêm os seus problemas.. mas isso tudo tem não é? ;)

    Foi como te disse André, obviamente que as RUEMA's não poderiam ter algum interesse a nivel de climatologia.. O seu intuito não é esse como confirmaste...

    Resumindo o mais importante a meu ver..
    As EMA's que temos, se formos ver em termos operacionais, da verdadeira relevância da monitorização das condições no país, e em termos de protecção civil, são de facto suficientes.. podem não concordar comigo mas eu aí acho que até são. Claro que gostávamos de mais detalhe, que na verdade no intuito mais geral não é INDISPENSÁVEL, é acessório.. Mas.. é sempre INTERESSANTE e BEM-VINDO, coisa que não foi dita na bela frase “Portugal tem estações mteorológicas em excesso. Não são necessárias tantas para se estudar o clima do país.” :disgust::lmao: Enfim.. deve ter sido alguém com um posto elevado que já pensa mais na parte monetária.. Só pode:lmao:
    Agora o que falta realmente há anos e anos... e já sabemos, foge aqui do tema, mas aí sim é indiscutível.. O RADAR DO NORTE! ;)
     
  15. Luis França

    Luis França
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Mai 2006
    Mensagens:
    1,467
    Local:
    Hades
    Ainda assim há uma coisa que me faz bastante confusão. Será que neste "país" ninguém sabe o que é a Lei do Mecenato? É que essa legislação existe há anos e ajudaria a descontar menos nos impostos.

    Não deve é haver vontade de trabalhar e negociar...:disgust::disgust::disgust:
     

Partilhar esta Página