Furacão BILL (Atlântico 2009 #2)

Tópico em 'Tempo Tropical' iniciado por Vince 15 Ago 2009 às 22:25.

  1. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    [​IMG]


    No Atlântico por estimativa Dvorak foi considerado que a Depressão Tropical nº3 formada esta manhã já possui ventos de 35kt e com convecção finalmente a surgir no centro acabou de ser considerada a Tempestade Tropical «Bill».
    Os antecedentes do «Bill» estão no tópico de seguimento geral:
    -> Previsão e Seguimento Furacões (Atlântico 2009)


    Está previsto que Bill se torne um furacão daqui a 3 ou 4 dias.

    [​IMG]

    [​IMG]



    Além do Bill está em seguimento a Tempestade Tropical Ana, também nomeada hoje
    -> Tempestade Tropical ANA (Atlântico 2009 #1)



    As análises, previsões ou alertas neste fórum são apenas a opinião dos utilizadores que as proferem e são da sua inteira responsabilidade. Não são previsões ou alertas de entidades oficiais, salvo indicação em contrário, não devendo portanto ser usadas como tal. Para previsões e alertas oficiais, consulte sempre os produtos do NHC (National Hurricane Center) ou outras entidades com essa função.

    Links úteis:
    Links Úteis e Climatologia da Época de Furacões no Atlântico
     
  2. S.Miguel-Azores

    S.Miguel-Azores
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m
    Sim tudo indica que "Bill" evolua para Furacão. Neste momento é tudo muito precoce e prognósticos só no fim!

    As águas do Golfo do México são por natureza mais quentes e se tudo correr bem, este sistema provavelmente irá fortalecer-se.

    Não esqueçamos que uma forte onda tropical instável a sul de Cabo Verde está a criar condições propícias para o surgimento de ciclogeneses.

    Os ciclones tropicais obtêm a energia que necessitam do calor latente de evaporação da água do Oceano, e atrás do "Bill" ou de "Ana" está uma atmosfera muito húmida deixada por estes e que poderá servir de porta para o surgimento de um sistema ainda mais forte.

    Em relação ao tempo aqui nos Açores posso dizer que as pressões continuam altas o que é normal para esta época do ano e chuva a sério nem vê-la há já largos meses. Contudo, as perturbações (poucas) que cá chegam já atingem o arquipélago com muito fraca actividade originando tempo muito húmido, chuviscos e vento fraco. A falta de água está cada vez mais a fazer-se sentir dado que os Açores são especialmente sensíveis a pequenas alterações do clima, uma vez que são muito dependentes de água dada a sua natureza humida e chuvosa, e como resultado da falta de chuva algumas lagoas de São Miguel estão a baixar consideravelmente os seus níveis de água, coisa nunca dantes vista por aqui.

    Vamos lá ver se é desta que a natureza faz-nos uma surpresa a sério e manda um furacão directamente para os Açores (como em alguns anos anteriores), para nos presentear com a bendita água tão essencial aos ecossistemas! :rain::thumbsup:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  3. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    [​IMG]

    A Tempestade Tropical Bill continua lentamente a intensificar-se, tendo agora 40kt de velocidade estimada.

    Mantém-se as previsões de que se torne furacão na noite de 2ª para 3ªfeira, intensificando-se depois até à categoria 3 embora alguns modelos prevejam intensidades superiores. O trajecto previsto tem vindo a ser ajustado lentamente para norte poupando um impacto directo nas Caraíbas (mas mantendo lateral) sendo contudo de realçar que estas ainda se mantém no cone de incerteza. Outros modelos estão assim a aproximarem-se um pouco previsão que o ECM tem desde há vários dias. E no fim do período do previsão (5 dias) essa curvatura para norte poderia ser ainda mais pronunciada poupando mesmo a costa leste americana devido à formação de um cavado nessa região. Mas são previsões já a muitos dias e o cone ainda permite diferentes cenários e a margem de "tranquilidade" não é muito grande.

    [​IMG]
     
  4. S.Miguel-Azores

    S.Miguel-Azores
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m
    Sim tudo indica que o Bill passe de tempestade a Furacão!
    A ver vamos...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    [​IMG]

    «Bill» torna-se o primeiro Furacão da temporada no Atlântico, para já Categoria 1.
    Ontem construiu o CDO (Central Dense Overcast) e boa parte do dia esteve ligeiramente a norte do trajecto previsto, o que permite começar a respirar de alívio nas Caraíbas e EUA sendo quase certo que o Furacão curve antes, a maioria dos modelos aponta para isso sendo o UKM uma das poucas excepções. Pelo contrário, nas Bermudas cresce a preocupação. Bill deverá tornar-se um «major» nos próximos dias, pelo menos categoria 3, à medida que foi encontrando água cada vez mais quente



    [​IMG]



    OCH (Ocean Heat Content)

    [​IMG]



    [​IMG]

     
  6. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    6,687
    Local:
    Figueira de Castelo Rodrigo (650m)
    O furacão BILL continua a deslocar-se para Oeste, atravessando o Atlântico, Para já não representa ameaça mas as previsões indicam que continue a fortalecer-se...

    [​IMG]

    Se as previsões se mantiverem BILL pode por a Bermuda em grande perigo:(
     
    Collapse Signature Expand Signature
  7. Rog

    Rog
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2006
    Mensagens:
    4,515
    Local:
    Norte Madeira (500m)
    Furacão Bill continua a sua intensificação, já se encontra em categoria 2.

    O NHC prevê que continue a se intensificar e dentro de horas pode tornar-se um "major hurricane" de categoria 3.

    [​IMG]


    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature
  8. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    ainda nao tem um olho decente..:(
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O Bill durante noite e madrugada esteve num EWRC (Eyewall replacement cycle) um pouco prematuro nesta fase, mas por vezes acontece. Após o fim de ciclos desses por norma seguem-se fases muito explosivas se as condições forem boas, que julgo que é o que irá suceder agora ao Bill pois esse ciclo parece ter chegado ao fim.

    [​IMG]
     
  10. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O olho do Bill é bastante largo, cerca de 60km. Por vezes avistam-se mesovórtices no interior dele.
    Mais logo haverá o primeiro voo de reconhecimento ao Bill, um voo inicialmente previsto para a Ana mas cancelado, e poderemos verificar se as estimativas coincidem com a realidade.

    [​IMG]
     
  11. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    o que é que faz com que uns furacoes tenham grandes olhos e outros tenham pequenos? o que leva a formação do olho?
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    A estrutura de um ciclone tropical é bastante complexa, às vezes é confusa de entender pois há coisas que parecem contraditórias mas olhando bem para este esquema percebe-se bem e a formação do olho está associado a subsidência/descida de ar no centro. O esqueme também responde à tua pergunta do outro dia do anticiclone nos níveis altos sobre o ciclone tropical.

    [​IMG]

    A dimensão presumo que dependa de todos os factores, começando na dimensão e estrutura do próprio ciclone e da dinâmica da restante atmosfera, pressão, etc, nunca há 2 ciclones rigorosamente iguais. À medida que um ciclone vai passando por uma grande intensificação o olho tende a comprimir (m as nem sempre) e por vezes colapsa e uma parede exterior à original passa a ser a nova parede do olho.
     
  13. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    6,687
    Local:
    Figueira de Castelo Rodrigo (650m)
    O furacão BILL fortaleceu-se e é agora um Major Hurricane de categoria 4:shocking:

    [​IMG]

    NHC
     
    Collapse Signature Expand Signature
  14. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    SIm, já é Categoria 4. Ontem no voo de reconhecimento encontraram ventos ligeiramente mais fortes que o estimado, e hoje continuou a intensificar-se e pelas 10:00 da manhã consideraram um Cat4.

    Em princípio deverá manter-se nesta categoria a partir de agora pelas razões abaixo explicadas, embora na tabela probabilística do NHC haja 10% de probabilidade de chegar a Categoria 5.

    As previsões do NHC tem corrido bem até aqui, ele tem subido gradualmente de latitude, as Caraíbas já parecem a salvo. Foi bastante sorte para as Caraíbas e muito provavelmente para os EUA.

    Segundo a explicação do NHC, a subida tem a ver com o enfraquecimento da crista do Anticiclone devido a uma pequena mas oportuna ULL e pequeno cavado em altura bem a norte. Vou tentar mostrar isto em imagens:

    [​IMG]

    O mapa de fluxo 300/850 que se usa para furacões intensos mostra bem a fraqueza da crista que está a ser aproveitada pelo Bill dada a forte tendência de furacões intensos subirem de latitude, se o anticiclone deixar, que é o caso.

    [​IMG]

    Após este pequeno enfraquecimento, a crista do Anticiclone recompõe-se mas em contrapartida, sorte novamente, forma-se um cavado mais profundo no leste dos EUA (indicado na imagem também) que lhe dará o derradeiro impulso para norte. Quer estas perturbações quer o novo cavado mais profundo que está previsto, gerarão em princípio mais windshear que o Bill não tem tido até aqui, inicialmente não será muito significativo mas deverá ser o suficiente para impedir que se intensifique muito mais.


    [​IMG]


    Mas claro que há sempre alguma incerteza, até porque sobre esse cavado mais profundo a chegada dele está mais adiantada ou mais atrasada conforme os modelos, e o "timing" de tudo terá implicações no trajecto final.

    Mas até agora as previsões tem corrido muito bem.
     
  15. ct5iul

    ct5iul
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Mar 2008
    Mensagens:
    771
    Local:
    Lisboa Ajuda (110m)
    O furacão Bill, o primeiro da temporada de furacões do Atlântico este ano, foi elevado à categoria 4 nesta quarta-feira, com ventos máximos de 215 km/h, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA.o centro do Bill esta localizado a cerca de 740 quilómetros a leste das Ilhas Leeward e segue em direcção a oeste-noroeste a 26 km/h a perigosa tempestade pode fortalecer ainda mais e deve seguir em direcção ao noroeste, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

    A temporada de furacões, de seis meses, começou em ritmo lento este ano, sem tempestades nos primeiros dois meses e meio, mas ganhou força no fim de semana passado com o avanço de três tempestades tropicais, Ana, Bill e Claudette, formadas em apenas um dia.

    A escala Saffir-Simpson vai de 1 a 5, e o nível máximo prevê ventos de mais de 251 km/h
    Furacões nas categorias 3, 4 e 5 na escala de intensidade Saffir-Simpson são os do tipo mais destrutivo.
    A temporada de furacões vai de 1º de Junho a 30 de Novembro.

    imagem do furacão Bill no Oceano Atlântico, ainda distante do Caribe
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página