Malhada do Louriçal 21/Nov/2010

Tópico em 'Natureza e Viagens' iniciado por StormRic 22 Nov 2014 às 00:25.

  1. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    Fez ontem quatro anos que estas imagens foram recolhidas na agreste enseada na base do Cabo da Roca, do lado sul. Um dos meus muitos locais de passeio preferidos.

    O nome de Malhada vem dos calhaus rolados pelas ondas que nesta enseada têm dimensões consideráveis, desde centímetros até um metro. Louriçal é o nome da ribeira que drena um vale a oeste da Azóia, entre a crista do Cabo da Roca e outra que a separa da Enseada de Assentiz.

    O trilho de descida começa no miradouro sul do Cabo da Roca, onde acaba o resguardo. A primeira parte desce até ao topo da Cascata do Louriçal e é de dificuldade fácil, pode ser feito sem recurso às mãos. Da cascata para baixo é necessária ajuda das duas mãos, havendo uma velha corda de apoio moral.

    Vista desde o trilho antes da cascata:
    [​IMG]

    Onde a Ribeira do Louriçal começa a precipitar-se para a Cascata:
    [​IMG]

    Depois de descer a parte difícil do trilho que contorna a cascata pelo lado esquerdo desta imagem, lanço intermédio da Cascata:
    [​IMG]

    Lanço final da Cascata do Louriçal, com caudal de chuva mas bastante inferior ao débito máximo que pode ter:
    [​IMG]

    Aspecto dos lanços intermédio e superior da Cascata, sempre bastante ocultos, vistos já da Malhada:
    [​IMG]
     
    #1 StormRic, 22 Nov 2014 às 00:25
    Última edição: 22 Nov 2014 às 00:43
  2. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    11,959
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    Sitio espectacular, essa linha de costa selvagem é mesmo um espanto.
    Faço ideia como deve estar essa cascata neste preciso momento. :assobio:

    Quando vejo essa cascata, lembro-me sempre de uma prenda que recebi, já ha muitos anos atras:
    http://www.milcores.pt/livros/cr_livro_apresent.htm
     
    Collapse Signature Expand Signature
    StormRic gostou disto.
  3. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    A Malhada do Louriçal e as pedras gigantes.

    À chegada a primeira visão é dos Pináculos. Aqui, ainda da parte final do trilho da cascata:
    [​IMG]

    E a Pedra Pombeira, mas que eu baptizei de Ciclope. Tem dois arcos, ou melhor, dois túneis que perfuram a sua base. De certos ângulos parece um monstro de três pernas.
    [​IMG]

    Afastando-nos um pouco da falésia acabada de descer, vemos o topo do esporão sul do Cabo da Roca.
    [​IMG]

    E na continuação do esporão, a gigantesca Pedra da Azóia (48m) que fita o infinito:
    [​IMG]

    Vista mais próxima do Ciclope:
    [​IMG]

    Retrato lateral da Pedra da Azóia. É possível subir ao topo da Pedra da Azóia sem material de escalada. Fiz essa subida uma única vez, por um trilho de pescadores resguardado com uma corda amarrada a ferros cravados na rocha, do lado direito. É necessária maré baixa de Lua cheia ou nova para aceder à base do rochedo sem nos molharmos. A rocha pode ser escorregadia.
    [​IMG]
     
  4. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    O grande livro do José Romão, pioneiro e inspirador, especialmente para mim.
    Posso dizer que já percorri todos os trilhos que ele percorreu e muitos mais. Estive em locais de que nunca vi registos fotográficos.

    Exacto, porque a cascata drena uma bacia pequena e curta, só mesmo nas poucas horas a seguir a uma chuvada é que é possível vê-la em todo o seu esplendor. Mas porque é muito esquiva a ser observada é preciso ir a pontos da falésia que na sequência de chuva forte são sempre perigosos.
     
    jonas_87 gostou disto.
  5. Vitor TT

    Vitor TT
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    21 Jan 2014
    Mensagens:
    539
    Local:
    .
    Muito bom mesmo, gostava de "ir ai a baixo", mas manda o bom senso não o fazer sozinho, resta-me contemplar estas imagens ou ver das partes altas das falésias, um dia tenho de me preparar para fazer algum "todo-terreno" :lol: pelas falésias mas a pé ( que mesmo isto indo sózinho pode não ser boa ideia, mas é o que se arranja ), e carregar a maquina fotográfica e fazer alguns registos.
     
    Collapse Signature Expand Signature
    StormRic gostou disto.
  6. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    Não é difícil, não é necessaria condição física especial, este trilho é muito usado pelos turistas. Para mim, os únicos requisitos indispensáveis são tempo e paciência, cada passo, cada gesto devem ser pensados antes, não é como andar num caminho. Fora isto, é fácil, não é preciso dar saltos, nem ter muita força. Claro que não se pode ter vertigens... ;)
     
    Vitor TT gostou disto.
  7. Vitor TT

    Vitor TT
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    21 Jan 2014
    Mensagens:
    539
    Local:
    .
    Tenho de ver, mas quando os dias forem maiores, é uma ideia que tenho há algum tempo para fazer.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  8. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    E um passeio à Malhada do Louriçal não está completo se não se ficar para o pôr-do-sol!

    [​IMG]

    Nos meses de Novembro, Dezembro e Janeiro é possível ver o ocaso à esquerda dos Pináculos desde que fiquemos no extremo sul da Malhada (cuidado com as ondas). Desse ponto também se vê melhor os túneis da Pedra Pombeira/Ciclope:
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]

    O enigmático Ciclope:
    [​IMG]

    Sonho...
    [​IMG]
    [​IMG]

    Nas ocasiões em que o céu está limpo, especialmente de inverno, ficar para lá do crepúsculo é uma experiência... cósmica.
    Neste dia havia muitas nuvens. Para a primeira visita nunca se deve ficar até ao escurecer pois não sabemos os truques da subida, que são diferentes da descida. A subida dever ser feita pelo menos uma vez com luz do dia antes de experimentar uma nocturna.
     
  9. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    Alguns pormenores importantes:

    Trilho alternativo que só permite atingir a Malhada do Louriçal na maré baixa da Lua cheia ou nova: pode ver-se do miradouro do Cabo da Roca a serpentear pela encosta verde virada ao mar. O início encontra-se percorrendo com atenção o trilho que desce depois do último resguardo, sempre encostando à beira para perceber onde começa o caminho. É mais fácil que o trilho da cascata embora a parte final seja sobre blocos; e logo após o início tem um pequeno ressalto de dois metros com uma cordita atada para ajudar.
    O trilho irá pela direita do esporão e depois a passagem é pelo estreito entre o esporão e a Pedra da Azóia. Esse estreito nesta imagem está repleto de água porque não estava maré-baixa.
    [​IMG]

    Nesta foto vê-se do lado esquerdo a corda de apoio no trilho da cascata. Apesar de se poder achar que outros percursos seriam mais fáceis, o uso da corda é preferível, o terreno é instável noutros locais, sem aviso.
    [​IMG]

    Algumas "Malhas" são gigantes e muito polidas. Se estiverem molhadas ou, pior ainda, cobertas por uma fina camada de algas microscópicas que lhes dão uma tonalidade avermelhada, negra ou esverdeada, são extremamente escorregadias mesmo com solas de borracha.
    [​IMG]

    Nestes locais de enseadas rochosas, o mar não se comporta como estamos habituados. É preciso observar qualquer local durante 10 minutos pelo menos antes de avançar para perto da água. Mesmo parecendo que o mar está recuado e as ondas estão a rebentar a uma distância segura, numa sequência de ondas cada uma vai fazendo o nível da água subir na enseada e por isso a onda seguinte encontra a água mais funda e rebenta um pouco mais à frente e assim sucessivamente. Por vezes neste processo complexo uma onda chega a sítios onde durante mais de 5 minutos as outras não chegaram, mesmo com a maré a vazar.
    [​IMG]

    A cascata dos Pináculos. Do lado do mar, entre as duas torres dos pináculos, a rocha faz uma rampa afunilada que as ondas sobem rapidamente. Se houver ondulação significativa e o nível da água fôr suficiente, vale a pena esperar pela formação da cascata, que por vezes sai em enorme jacto. Na altura destas fotos as condições não eram as melhores para obter o efeito. A segunda é tirada de cima do trilho da cascata:
    [​IMG]
    [​IMG]

    A rocha em primeiro plano, um dos "queijos", é um bom mirante fácil de subir se não estiver molhada, desde que esteja acessível e a maré a vazar:
    [​IMG]
     
  10. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,030
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Cheiro a mar... rebolos... limo castanho. Parece que estou em casa. Gostei. :D

    E não fazem barulho os rebolos mais pequenos quando as ondas os atiram pra cima e depois os rolam pra baixo de novo? :)
     
    StormRic gostou disto.
  11. Garcia

    Garcia
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    5 Jan 2014
    Mensagens:
    397
    Local:
    Santa Bárbara (Lourinhã)
    tu és assim um bocadinho...:maluco: :D:D

    muito bom mesmo.. estás de parabéns.. :thumbsup::thumbsup:
     
  12. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,030
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Essas pedras roladas são achados... ficam polidas de uma maneira que à mão ou numa máquina seria difícil.
     
  13. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    11,959
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    StormRic, este video feito por um drone mostra bem a zona:

     
    Collapse Signature Expand Signature
    #13 jonas_87, 22 Nov 2014 às 23:42
    Última edição: 22 Nov 2014 às 23:51
    Vitor TT, StormRic e Agreste gostaram disto.
  14. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    :thumbsup::thumbsup: Grande achado! Muito obrigado! Uma vez eu ouvi este "bichinho" a zumbir mas não conseguia vê-lo, claro, é minúsculo comparado com uma avioneta que se vêem frequentemente a passar em vôos turísticos ou de acrobacia.
    Pois aqui o drone consegue mostrar os trilhos de que falei, especialmente o trilho alternativo da encosta verde do Cabo do qual com atenção se consegue identificar o ponto de início.
     
    jonas_87 gostou disto.
  15. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    10,151
    Local:
    Carcavelos (praia) alt.20m / Póvoa de Sta.Iria
    Fazem barulho e é assustador por vezes, parece trovoada. É também um bom avisador, quando estamos distraídos, de que as ondas estão a aumentar. Apercebemo-nos logo se esse ruído de fundo fica mais violento.
    E àparte esse som, o silêncio destes lugares é fascinante.
     

Partilhar esta Página