Mar pode descer meio metro até 2100

Tópico em 'Climatologia' iniciado por Ecotretas 28 Jul 2009 às 21:12.

  1. Ecotretas

    Ecotretas
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    29 Jan 2008
    Mensagens:
    80
    Local:
    Lisboa
    [​IMG]
    A análise de 53 marégrafos, distribuídos um pouco por todo o mundo, permite perspectivar uma descida de cerca de meio metro do nível do mar até 2100, se se mantiver a tendência de descida observada nos últimos três anos.

    A análise começou por encontrar dados das estações de Douglas (1997). Os dados utilizados foram obtidos a partir de Universidade do Hawaii, que possui os dados mais actualizados que foi possível obter na Internet. Para a realização do estudo foram excluídas todas as estações sem dados em 2009, bem como todas aquelas que não tivessem dados relevantes desde 2000/07/01.

    Como não foi possível recolher sequer metade das estações do estudo de Douglas, com dados relevantes, o estudo foi alargado para agrupar o máximo de estações GLOSS a nível mundial. Com excepção de algumas regiões do Mundo, sem dados no site da Universidade do Hawaii, encontrou-se uma distribuição que cobre praticamente todos os continentes/oceanos. Essa distribuição de estações está clara na imagem acima, onde as estações utilizadas neste estudo estão marcadas com uma cruz.

    A tabela seguinte revela a tendência de crescimento do nível dos mares, se se mantiverem as tendências de 2000, 2003 e 2006, ao presente. Os valores são em centímetros, e referem-se ao valor da tendência extendida a 100 anos. Os valores a vermelho denotam subidas, enquanto a verde significam uma descida do nível dos mares. A tabela está ordenada pelas estações onde se espera que se obtenha maior descida no nível dos mares, de acordo com a tendência observada entre 2000 e 2009.

    Da análise dos dados, pelo valor médio, expresso na última linha, se conclui que a manter-se a evolução observada nos últimos nove anos (2000/07/01 - 2009/06/30), o nível médio dos mares subirá uns míseros 3cm durante o século XXI. Mas se olharmos para a tendência dos últimos seis anos, a descida dos mares seria de 22cm este século, o suficiente para compensar a subida observada no século passado. Mas, a manter-se a tendência dos últimos três anos, haveria uma descida superior a meio metro até ao ano 2100!

    Porque são os dados oficiais do IPCC, e outros, tão diferentes? Simplesmente, porque não levam em linha de conta com os dados actualizados. De acordo com a página do Wikipedia sobre a subida dos mares, os dados mais recentes utilizados em estudos internacionais dizem respeito a dados de 2003! Os dados utilizados no recente estudo estão actualizados até Maio deste ano (com a notável excepção de Marselha, que é referenciada em Douglas), e muitas registam dados já depois de 30 de Junho (embora não contabilizados).

    A análise geográfica dos dados revela que a costa do Pacífico da América do Norte, Centro e Sul, é a que maior descida regista. Em sentido contrário, a evolução observada no Oceano Índico é claramente de subida. De uma forma geral, a preocupação dos alarmistas, de que haverá grandes prejuízos com a subida dos mares, não se verifica, sendo até os Estados Unidos, terra do Gore, particularmente beneficiado...

    Note-se finalmente como os maiores outliers estão dos lados das subidas! Na tendência dos últimos nove anos, as três maiores variações em termos absolutos são de subidas. E na tendência dos últimos três anos, três das quatro maiores variações são de subida. Quando assim é, e quando a média mesmo assim é a referida, a exclusão dos outliers daria uma tendência para uma descida dos mares ainda mais acentuada!

    Ecotretas
    Nota: para ver a tabela, consultar post em http://ecotretas.blogspot.com/2009/07/mar-pode-descer-meio-metro-ate-2100.html
     
  2. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    4,574
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
    Gostava que me esclarecesses uma coisita(está a vermelho...)...:unsure:


    Ou seja, aquela teoria que diz que o mar poderia subir mais de 1 metrro até 2150, e que quase metade de Portugal estaria submersa está ultrapassada, certo?:(:huh:
     
    #2 Pedro, 28 Jul 2009 às 21:23
    Editado por um moderador: 28 Jul 2009 às 21:40
  3. Ecotretas

    Ecotretas
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    29 Jan 2008
    Mensagens:
    80
    Local:
    Lisboa
    Sim. 1 metro de subida é qualquer coisa do passado. Infelizmente, as nossas estações do Continente (especialmente Cascais) parecem estar out. Das que estão à nossa volta, a tendência é de descida nos últimos anos, com a notável excepção de Ponta Delgada, nos Açores, em que se regista uma subida do nível dos mares (ou uma submersão dos Açores?)

    Pode dormir descansado. Se comprar uma moradia à beira-mar, os seus netos poderão ter a praia mais longe, mas pode ganhar uns metritos de terreno! :lol::lol::lol:

    Ecotretas
     
  4. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    6,687
    Local:
    Figueira de Castelo Rodrigo (650m)

    O nivel do mar teria de subir bem mais de 1 metro para submergir metede de Portugal;)
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. N_Fig

    N_Fig
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    29 Jun 2009
    Mensagens:
    1,682
    Local:
    Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
    se estivesse sempre a subir até 2150 subiria mais que 1 metro... Mas duvida-se que esteja sempre e em todo o lado a subir ou a descer. Deverá haver alturas e locais onde suba e outros onde desça. No final poderá descer um bocado ou subir um bocado (não mais de meio metro).
     
  6. Rog

    Rog
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2006
    Mensagens:
    4,515
    Local:
    Norte Madeira (500m)
    Como é que conseguem fazer previsões a tão longo prazo (até 2100) baseadas apenas em dados ou tendências dos últimos três anos?:confused:
    Isso tem tanta fiabilidade como utilizarem os dados dos últimos 3 dias, e preverem o tempo até ao fim do ano...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  7. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    1,902
    Local:
    Lisboa
    Pois.. Isto não me convence nada.. :p
     
  8. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    7,145
    Local:
    Olhão (24 m)
    Eu vejo com cada uma, esta então é magnifica:lol:, aqui no Algarve nota-se bem a descida as praias de ano para ano tem vindo a "aumentar", pena é que todos os anos quando vou à praia que frequento há anos noto que a praia vai desaparecendo e as dunas vão recuando essa notícia não tem ponta que se pegue, claro é a erosão da costa e não o aumento do mar, daqui a uns 10 anos esta praia nem deve existir só se for no meio da mata:lmao::disgust:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Pois uma coisa é a erosão da costa e outra coisa é a subida do mar. Eu explico.
    Podemos ter um mar junto á costa com 5 metros de altura e avançar em 50 anos por exemplo 10 metros na costa, mas podemos ter também um mar com 5 metros de altura na costa e subir esse nível nos mesmos 5 anos mais 20 cm (em altura) e contudo ter avançado somente 20 cm na costa !!
    Perceberam ou não perceberam nada :huh::D

    Depende-se mais das tempestades que se tem do que da meia duzia de cm que o mar possa subir !!
     
  10. joseoliveira

    joseoliveira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    18 Abr 2009
    Mensagens:
    2,889
    Local:
    Loures (Moninhos) 128m
    Olá a todos!

    Existirá algum "final" específico ou baseado em algo específico ou foi uma força de expressão? :confused:

    Partilho dessa opinião! :thumbsup:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  11. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Adoptando a mesma filosofia, chamemos-lhes tendências de curto prazo, apesar da contradição, eu posso fazer uma previsão da época futebolística. Baseado no diferencial de golos marcados e sofridos do FCP nos últimos 3 jogos da pré-época, eu consigo assim anunciar ao mundo uma tendência que diz que lá para o Natal, não obstante as vitórias, o FCP perderá todos os jogos com pelo menos 3 ou 4 golos de desvantagem. Grandes cabazadas que se advinham !

    [​IMG]

    Como doentio e convicto benfiquista , garanto que não estou a brincar, estou mesmo a falar a sério, tão a sério como a mensagem do autor do post.



    * Só espero é que todos tenham o sensor de ironia funcional.
     
  12. joseoliveira

    joseoliveira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    18 Abr 2009
    Mensagens:
    2,889
    Local:
    Loures (Moninhos) 128m
    Curiosa analogia!!! :D

    Então se o FCP perder todos os jogos de acordo com as tendências é como se perdesse as bolas lançadas à superfície do mar já tão distantes devido ao processo de recuo do mar! :lmao: :lmao: :lmao:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  13. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    4,547
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    Não creio que isso aconteça tão rápido; mesmo que aconteça!;)

    Penso que um dos males que temos é sermos, no geral, egocentristas...pensamos sempre que tudo se passará no tempo das nossas vidas ou, quiçá, na dos nossos filhos. Parece que tudo gira à nossa volta...

    O fim do mundo (?), as grandes catástrofes (os cometas que virão, o aquecimento\arrefecimento global, o sol que deixará de brilhar), etc, etc. Parece que ainda somos o centro do universo, num tempo finito. Quantos segundos, minutos, horas, dias, semanas, meses, anos, séculos, milénios passaram na evolução do homem, sem que este visse o fim do mundo anunciado? A expectativa de vida num curto espaço de tempo (relativo) leva-nos a um egocentrismo errado a meu ver - parece que tudo se condensa num determinado momento...

    Apontamos previsões de catástrofes dentro de um limite temporal que encaixe na razoabilidade da expectativa de vida nossa e dos nossos directos descendentes. Tudo o que seja "palpável" é para nós motivo de grande extra-polação; de um isolado fenómeno saltamos logo para uma generalização massiva do mesmo.

    Tenhamos sempre a noção (de um lado e do outro;)) que a história natural do mundo que vivemos fez-se e far-se-á ao longo de milhões e milhões de anos, e que o momento presente é apenas uma pequeníssima fracção desse tempo - tentemos perceber o mundo que nos rodeia de mente aberta; só assim seremos capazes de progredir no conhecimento.

    Meio metro acima, meio metro abaixo: nenhum de nós tem a certeza absoluta do que se passará; ninguém pode ousar dizer que não tem dúvidas se o mar realmente vai aumentar até final do séc XXI; o mesmo também se aplica aos que advogam noutro sentido. Afinal cresce também em número os adeptos do cepticismo - não me parece um fenómeno sobrenatural (tem sido assim ao longo dos séculos do conhecimento).
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página