Portugal Antigo

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por trepkos 2 Set 2010 às 22:31.

  1. trepkos

    trepkos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    10 Out 2008
    Mensagens:
    1,409
    Local:
    Eborae
    Este tópico serve para falar de Portugal Antigo, desde os tempos primordiais do nosso país até meados do século XX, com imagens, textos e discussão histórica.

    Para inaugurar:

    Salatia (Alcácer do Sal)

    Localizada estrategicamente na rota de escoamento marítimo de produtos do interior do Alentejo, (cereais, minérios e a lã), cedo as populações de Alcácer do Sal estabeleceram contactos com mercadores do Mediterrâneo Oriental...

    Com a chegada dos Romanos assistiu-se à constituição da Urbes Imperatoria Salatia, mantendo-se a cunhagem própria de moeda e capital administrativa.

    [​IMG]
    Imagem: http://purl.pt/5528/1/
     
  2. trepkos

    trepkos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    10 Out 2008
    Mensagens:
    1,409
    Local:
    Eborae
    Évora​


    O nome Lusitano da cidade de Évora era Eburobrittium, provavelmente relacionado com a divindade celta Eburianus. A raiz etimológica viria do Celta *eburos, a árvore do Teixo. A cidade teve o nome de Ebora Cerealis durante a República Romana, tomando o nome de Liberalitas Julia no tempo do general Júlio César, sendo então já uma cidade importante, como o demonstram as ruínas de um templo clássico e os vestígios de muralhas romanas.

    Conquistada aos Mouros em 1165 por Geraldo Sem Pavor, data em que se restaurou a sua diocese. Foi residência régia durante largos períodos, essencialmente nos reinados de D.João II, D.Manuel I e D.João III. O seu prestígio foi particularmente notável no século XVI, quando foi elevada a metrópole eclesiástica e foi fundada a Universidade de Évora (afecta à Companhia de Jesus), pelo Cardeal Infante D.Henrique, primeiro Arcebispo da cidade. Um rude golpe para Évora foi a extinção da prestigiada instituição universitária, em 1759 (que só seria restaurada cerca de dois séculos depois), na sequência da expulsão dos Jesuítas do país, por ordem do Marquês de Pombal. Évora é testemunho de diversos estilos e corentes estéticas, sendo ao longo do tempo dotada de obras de arte a ponto de ser classificada pela UNESCO, em 1986, como Património Comum da Humanidade.

    [​IMG]
     
  3. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Stanley Kubrick, Nazaré, 1948

    [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG]
     
  4. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Jean Dieuzaide, 1950, vários locais de Portugal continental e ilhas

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]
     
  5. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O lendário "Clipper" da Pan American Airways, nos Açores e em Lisboa, em 1940.
    Os voos transatlânticos eram feitos com hidroaviões. Já agora, o aeroporto da Portela seria inaugurado nesse ano.




    Açores

    [​IMG]

    [​IMG]



    Lisboa

    [​IMG]

    [​IMG]
     
  6. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
  7. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
  8. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,705
    Local:
    Porto
    Mário, as más línguas dizem que o Antero copiou as ideias do Alexandre Herculano... Já li o texto há uns tempos atrás, é muito bom mas face aos conhecimentos históricos actuais está desactualizado.

    Portugal sempre foi periférico e mais pobre que outras regiões europeias, como os Estados Italianos, a Inglaterra ou os Países Baixos. Mas a partir de um dado ponto da nossa História, deixámos de conseguir acompanhar o desenvolvimento cultural do resto da Europa. E foi uma queda muito rápida, que coincide mais ou menos com a perda da Independência e o fim do domínio do Índico, aquele que foi um dos maiores desastres da nossa História, juntamente com o terramoto de Lisboa.

    EDIT: no país sempre houve uma elite muito reduzida que acompanhava o que se passava lá fora. Mas nos últimos três séculos essa elite sempre se revelou medíocre na resolução dos problemas do país.

    Um exemplo de alguém que agiu é o do Marquês de Pombal. Ainda hoje odiado, tanto por liberais como por esquerdistas, a verdade é que se muitas daquelas reformas tivessem prosseguido após a morte do rei D. José I Portugal poderia ser um país muito mais rico.

    O Marquês tentou que a Metrópole produzisse e deixasse de estar dependente das importações, pagas com os lucros das colónias, enquanto a Inglaterra, o Norte de Itália ou os Países Baixos enriqueciam com os produtos manufacturados que exportavam para cá.

    VRSA foi fundada para explorar os recursos pesqueiros do sotavento algarvio e para se tornar no pólo «industrial» da foz do Guadiana. Então, os recursos pesqueiros da baía de Monte Gordo eram dominados por catalães e andaluzes. O Marquês ordenou a plantação de uma mata de amoreiras, para que houvesse produção de seda na cidade. E tentou que várias companhias comerciais e industriais se instalassem na nova cidade. Quando o Marquês saiu do poder, o projecto foi «abandonado» e a nova cidade ficou quase desabitada durante décadas...
     
  9. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,030
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    E incompleta... a poesia é sempre bonita mas não conta toda a verdade... :cool:
     
  10. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,705
    Local:
    Porto
    O Estado Novo adorava as grandes construções de Regime, mesmo que isso implicasse a destruição de património histórico. Foi o que fizeram em Belém ou em Coimbra. Para quem não sabe, o Regime destruiu quase toda a Alta histórica da cidade, incluindo igrejas, colégios pombalinos, um observatório astronómico setecentista, palácios e palacetes. E na altura, havia muitos locais alternativos para construir a nova universidade. Isto para não falar dos azulejos de estilo mudejar tirados a picareta da Sé Velha de Coimbra, da destruição de parte de um claustro de Santa Cruz, etc.
     
  11. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Bom, a galeria não é só da Exposição do Mundo Português, embora seja isso que apareça na primeira página, mas isso são as fotos mais recentes, porque ainda há 325 páginas de fotos mais pra trás.

    Aqui ficam os álbuns.

    http://www.flickr.com/photos/biblarte/sets/
     
  12. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Portugal reteve aviões e deu guarida a pilotos no Alentejo durante a II Guerra Mundial

     
  13. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,030
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    [​IMG]

    Estão 7 jazigos no cemitério de Aljezur, mantidos durante vários anos pelos familiares e mais tarde comprados pelo governo da Alemanha nos anos 70, no tempo da RFA, que pagava pela limpeza e arranjo do espaço.
     
  14. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    1919, Londres

    D.Manuel II (último rei de Portugal exilado em Londres) e Augusta Vitória na tribuna de honra de Jorge V, a rainha Mary e o príncipe de Gales (futuro Eduardo VII) no desfile da vitória aliada na 1ª guerra mundial.

    [​IMG]

    - > contexto histórico
     
  15. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Algumas fotos da Lisboa antiga que adoro.

    Rua Garret, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    [​IMG]

    Praça Francisco Sá Carneiro, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    Alameda Dom Afonso Henriques, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    [​IMG]

    Rua Dom João V, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    Praça do Império, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    Rossio, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    Estação de Caminho de Ferro do Rossio, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    Praça Marquês de Pombal, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    Revolta de 26 de Agosto de 1931, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    Metropolitano de Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    [​IMG]

    Praça do Comércio, Lisboa, Portugal

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Fotografias sem data. Produzida durante a actividade do Estúdio Mário Novais: 1933-1983.
     

Partilhar esta Página