Previsão sazonal- Verão 2012

Tópico em 'Meteorologia Geral' iniciado por stormy 15 Abr 2012 às 16:03.

  1. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    Boas:)

    Lanço hoje a primeira analise sazonal para o verão, em meados de Maio farei o resumo final.

    No contexto de Portugal faz sentido tomar como periodo de Verão os meses de Junho a Setembro.
    Para esse periodo esperam-se algumas mudanças no padrão das teleconexões, nomeadamente uma transição do ENSO para uma fase neutra, com um E based El niño e uma W based la niña, ou seja, uma anomalia positiva da temperatura da agua do mar mais proxima á costa oeste da America do sul, e a prevalencia de valores neutros ou abaixo da média no pacifico central.
    O PDO manter-se-há negativo e a AMO provavelmente tornar acentuará a tendencia positiva.

    As influencias disto na circulação Atmosferia entre os EUA e a Europa serão a bipartição da dorsal subtropical, com a formação de uma area de cavados semi permanentes numa região proxima aos Açores, e o fortalecimento de dois nucleos de altas pressões em altura na região de Marrocos-Argelia e na zona da Bermuda.
    O storm track terá dois focos de actividade principal, um entre a zona dos Grandes lagos-Ohio valley extendendo-se pela terra nova até proximo da Gronelandia, e outro a sair das proximidades dos Açores, extendendo-se pela Europa NW/N.

    Este track que evolui desde os Açores talvez seja mais activo em Agosto e Setembro, dado o incremento da actividade tropical e a consequente transferencia de energia para as latitudes mais elevadas.

    Finalmente, as consequencias disto em Portugal continental serão um Junho-Julho com temperatura acima da média, mas com a precipitação tambem acima da média dada a possibilidade elevada de entrarem perturbações de W, associadas a tempo quente, humido e instavel.

    Em Agosto e Setembro, com o fortalecer do track Atlantico, é provavel que a precipitação tenha uma anomalia menos significativa do que em Jun/Jul, e a temperatura terá uma anomalia positiva um pouco mais significativa...no entanto, a proximidade ás perturbações Atlanticas pode gerar algum episódio convectivo mais intenso....

    Resumindo, na minha opinião, poderemos ter um Verão em geral quente, com actividade convectiva acima da média, possibilidade de algumas entradas quentes significativas, mas tambem de um ou outro episodio de tempo mais fresco associado a um fortalecimento da nortada e da circulação de W em altura.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  2. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    Encontro desde já 3 anos com algumas analogias nas teleconexões.
    2003
    1965
    1960
     
    Collapse Signature Expand Signature
  3. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    802
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
    Isso o que significa? Aguardo a informação na maior expectativa. É que não me lembro de como foi o Verão de 2003 :unsure:

    Bom, efectivamente, gostaria de saber quando posso estrear as lindas sandálias que comprei em Março :rolleyes:

    Vá lá, please, quero um Verão fantástico :)
     
  4. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    A Atmosfera é regida por padrões globais, que variam de modo mais ou menos oscilatório.
    Esses padrões teem a ver com a temperatura do Oceano em diversos locais do mundo, a força do vortice polar ( temperatura na media Atmosfera dos polos), as flutuações da temperatura e humidade ao longo de longas faixas, etc.

    Há anos em que esses padrões são similares a outros anos passados, e esses anos são chamados anos análogos.
    Anos analogos partilham entre si uma Atmosfera com teleconexões parecidas, e como as teleconexões ( os tais padrões que falei acima) são parecidas, pode-se fazer uma previsão com base no que aconteceu no passado, mas sempre tentando ajustar as pequenas diferenças que são normais.

    Tanto 2003 como 1965 foram anos com verões bastante quentes.:thumbsup:
    Há outros dois anos que partilham uma situação similar, 73/4, só que os anos mais analogos são mesmo 03 e 65.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,252
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    :huh:

    [​IMG]

    Tirando 2003, que foi o 5ºverão mais quente desde 1931, todos os outros verões que referiste estão longe de ter sido verões bastante quentes.
    O verão de 60 até foi fresco.

    Em 2003 tivemos uma brutal onda de calor que em alguns locais durou mais de 20 dias.
    Temperaturas excepcionalmente altas em especial entre 29 de Julho e 14 de Agosto.
    Mas relembro que o mês de Julho foi fresco e de nortada forte. Mesmo tendo-se registado temperaturas de 10ºC acima da médias nos últimos 3 dias do mês. Não fosse isso, e Julho teria acabado com uma anomalia de uns -2ºC.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  6. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    802
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
    [QUOTE=stormy;3264...)

    ok obrigada. Eu espero por novos desenvolvimentos. :)
     
  7. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    802
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
     
  8. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    André, padrões sinopticos parecidos podem não ter as mesmas consequencias.
    O verão, a meu ver, vai ser globalmente quente, mas com uma elevada probabilidade de precipitação acima da média, com um padrão dado a periodos quentes, seguidos por instabilidade.

    Acho que vamos ter uma situação mais similar a Agosto e Setembro do ano passado, talvez um pouco mais quente.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    802
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
    Pronto. Está tudo dito. Se a probabilidade é essa então ou vou ter o melhor Verão de Portugal :) - o que é uma probabilidade credível - ou vai mesmo chover "cats and dogs" durante Julho e Agosto. Acreditem, a ericeira é um micro clima que os seus fâs ousam dizer: Ou se adora ou se odeia!
    O que somos é teimosos :lol:
     
  10. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,252
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Ambos sabemos disso. 500km mais para oeste ou mais para este fazem toda a diferença.

    O que é errado, e já o ano passado incorreste no mesmo erro, é dizeres que o ano x foi quente, quando não o foi.
    A discussão que tivemos e a chamada de atenção.
    Portanto o gráfico já não é novo para ti.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  11. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    André, falhei o ano passado na previsão, e depois?
    Tenho andado a tentar fazer previsões o melhor possivel, por vezes falho...tambem só as começei a fazer o ano passado...tenho muito que aprender ainda.

    Este ano a minha intrepetação dos modelos é esta...logo se vê como vai correr:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Os modelos de maior confiança (europeus) a apontarem para um Verão com temperaturas um pouco acima da média e sem sinal na precipitação. O IRI também aponta para esse cenário. O CFS parece querer ensaiar mais um desastre prevendo uma 2ª metade do Verão abaixo da média e com precipitação acima. Logo veremos, e também ainda temos as rodadas de Maio dos modelos para ver a tendência. O meu mero palpite pessoal (não faço previsões deste tipo) é de um Verão quente, seco e problemático a nível de incêndios.


    ECMWF

    [​IMG]

    [​IMG]





    EUROSIP (ecmwf+metoffice+meteofrance)

    [​IMG]

    [​IMG]





    IRI

    [​IMG]

    [​IMG]





    CFS

    [​IMG]

    [​IMG]
     
  13. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Só por curiosidade, que dados usaste para encontrar essas analogias.
     
  14. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    ENSO, PDO, AMO, winter AO, winter NAO.
    Por vezes os graficos são dificieis de analisar...portanto não excluo que possa ter feito algum erro ao ler...distraido como ás vezes sou:lol:


    Para fazer a sazonal, utilizo os anos analogos para uma base do padrão sinóptico, á qual faço alterações consoante as anomalias da SST, e outros factores locais, como a anomalia térmica na estação anterior, isto para todo o HN.

    As alterações quefaço não são mais do que uma intrepetação das consequencias da distribuição dos padrões de anomalia na dinamica geral.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  15. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    E que peso dás a cada um, como funciona a tua metodologia ? Pergunto porque dos anos que deste como analogia, pegando no ENSO por exemplo, 1965 é análogo, quase um perfect match, mas 2003 tem um ponto de partida radicalmente diferente, não só no ENSO como também nas anomalias da água do Atlântico. E usar o ENSO é um quebra cabeças para previsões sazonais aqui em Portugal, por exemplo o último Inverno teve um ENSO radicalmente diferente do ENSO que antecedeu o Inverno de 2004/2005, e esse Inverno foi parecido ao deste ano. Como entram essas disparidades significativas no teu método ?
     

Partilhar esta Página