Progressos interessantes na Previsão Sismos

Tópico em 'Sismologia e Vulcanismo' iniciado por Vince 11 Jul 2008 às 11:43.

  1. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    De acordo com um estudo divulgado ontem na Nature, nos EUA aparentemente conseguiram prever 2 sismos. Vou tentar obter o estudo original para saber um pouco mais.


     
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Sapos podem prever sismos

    Investigadores britânicos garantem que os sapos podem ajudar a prever sismos. Os cientistas dizem que o comportamento dos animais se altera cinco dias antes do abalo.
    A prova conclusiva, dizem os biólogos britânicos, foi dada por uma população de sapos que fugiu da sua colónia três dias antes do sismo que abalou a cidade italiana de Aquila a 6 de Abril 2009. E o local que abandonaram situava-se a 74 quilómetros do epicentro do sismo, revelam os cientistas no Journal of Zoology.
    A bióloga Rachel Grant, da britânica Open University, esteve a estudar diariamente o comportamento de várias colónias de sapos em Itália pela altura do sismo. A investigação compreendeu um período de 29 dias antes, durante e depois do abalo. Rachel Grant estava a estudar os sapos em San Ruffino, a 74 quilómetros do epicentro, quando começou a notar comportamentos estranhos nos animais. Cinco dias antes do abalo reparou que a população de sapos tinha diminuído.
    “Este estudo é o primeiro a documentar o comportamento animal antes, durante e após um terramoto”, afirma a bióloga que acredita que os sapos fugiram para terrenos mais elevados, possivelmente para locais com menos probabilidade de caírem pedras ou de haver inundações.
    Como é que os sapos pressentiram a actividade sísmico ainda é um mistério, mas a cientista acredita que os animais detectaram algo. “A nossa investigação sugere que os sapos são capazes de detectar sinais pré-sísmicos como a libertação de gases”, explicou em declarações à BBC.

    SIC Online
     

Partilhar esta Página