Quercus - Mete o pé na poça!

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por Knyght 13 Jun 2009 às 14:51.

  1. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,013
    Local:
    Madeira - Funchal
    Vou partinhar a minha opinião pessoal, já tansmitida em outros tópicos e referindo desde já para quem não leu o tópico das apresentações que sou um técnico responsável pela coordenação da rede electrica.

    Creio que é profundamente ilógico e ridiculo uma associação ambientalista vir fazer protestos contra uma das duas hipoteses energeticas limpas possíveis em Portugal. Estes senhores protestam contra o CO2 e depois fazem isto. Espere-se que venham publicitar carros a electricidade proviniente da combustão de carvão o gás natural ou fuel, sim porque para estes senhores armazenar água fará destruir ecosistemas, para estes senhores é poluição visual a colocação de aerogeradores para aproveitar o vento que varre e nos gela o corpo no inverno, ou propaga os fogos.

    Porque eles não fazem algo de util e investigam a eletricida em pó??? :disgust:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  2. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    6,687
    Local:
    Figueira de Castelo Rodrigo (650m)
    As barragens são importantes na produção de energia electrica e armazenamento de água. Mas também é verdade que as estas causam grandes impactos ambientais e humanos que não podem ser esquecidos.

    Como por exemplo algumas especíes de peixes nessecitam de fazer migrações ao longo do rio, para completar o seu ciclo de vida e as barragens são barreiras intransponiveis,para estes peixes.

    É obvio que uma barragem destroi ecosistemas, mas esta destuição pode ser minimizada.

    Eu não sou contra a construção de barragens mas não nos devemos esquecer que estas são um pau de dois bicos;)

    A Quercos é na minha opinião demasiado radical em algumas questões, não podemos olhar para os problemas apenas de uma prespectiva como a Quercos faz muitas vezes.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  3. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    8,530
    Local:
    Bragança (675m)
    Qual é a contribuição dessas novas barragens para o total da energia eléctrica produzida em Portugal? Terá de ser algo realmente importante para justificar o desaparecimento de milhares de hectares do nosso território e o gasto de muitos milhões de euros.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  4. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    3,514
    Local:
    Oeiras / Portel
    A maioria das associações ambientalistas são mais prejudiciais ao ambiente que qualquer barragem. Ao serem tão radicais não conseguem alertar as populações para aspectos importantes da defesa do meio ambiente e descridibilizam-se a si próprios. Para eles, provavelmente, deveríamos todos viver à luz das velas e em cavernas. São contra a produção de energia a partir de combustíveis fósseis, são contra barragens, parques eólicos, centrais nucleares... É óbvio que todas as barragens têm impactes negativos sobre ecossistemas, mas que outras opções é que eles propõem? Ou acontece como no Algarve que está à espera da construção de Odeleite à vários anos só porque uma associação destas fez uma queixa na UE por causa de uma poia de lince descoberta no local onde se situaria a futura albufeira. E quais serão os impactes negativos da seca no Algarve, com racionamento de água para a agricultura e consumo humano durante os últimos anos?
     
  5. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    3,514
    Local:
    Oeiras / Portel
    O contributo é relevante, não sei quantificar, mas é o suficiente para Portugal poupar uma valente multa por incumprimento de protocolo de Quioto. Algumas albufeiras serão de fins múltiplos, quer dizer que serão usadas também para abastecimento público e agrícola, armazenando água, fazendo face a eventuais secas.
     
  6. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,040
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)

    Só para precisar. A barragem de Odeleite está feita há mais de 10 anos e o único problema que teve foi os antigos proprietários dos terrenos terem andado durante algum tempo a pagar contribuição autárquica de áreas que estavam debaixo de água. Esqueceram-se de desafectar os terrenos do domínio privado. A barragem na ribeira de Odelouca é a que esteve com os fundos da UE na gaveta por causa dos linces e serve para tornar o actual sistema de furos da AdA sobre o aquífero Querença-Silves como recurso extraordinário e não como captação principal de água.

    Sobre o fundo da questão que é a construção das barragens, tudo o que possa atenuar o nosso deficit energético é sempre bom, no entanto acho a campanha da EDP altamente pirosa e gostava que os tipos do marketing e do departamento de imagem usassem o dinheiro na eficiência energética e não no espalhafato da obra nova, até porque, voltando ao Algarve, e falando na REN, precisamos urgentemente de mais linhas de Alta Tensão...
     
  7. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    3,514
    Local:
    Oeiras / Portel
    Era Odelouca que queria dizer, também meti a pata na poça, peço perdão.
     
  8. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,013
    Local:
    Madeira - Funchal
    Antes de mais peço desculpa pela quantidade de erros contidos no meu primeiro post. Foi feito a pressão...

    Quanto a percentagem se é o não importante tendo em conta que o petróleo tem o seu declínio sem retorno da produção marcado para 2035 é urgente criar alternativas urgentemente.

    Ter água armazenada serve para duas coisas para armazenarem de água para consumo público e agrícola, importante visto as alterações climáticas afiguram-se não pela falta de água mas pela enorme quantidade no inverno e seca no verão. E serve para Turbinar.

    Se a quantidade de investimento vs verdadeira percentagem de produção custo/benefício posso dizer que grupos a fuel gastam a cada arranque 20 minutos de combustível para por a rodar e estar no ponto ideal para entrar com carga na rede, isto é 20 minutos de combustão é para simplesmente desperdiçar. Desde que essa produção de para fazer pontas é deverás importante pois o rendimento da produção térmica é muito maior se for utilizado apenas para fazer a base da solicitação da rede.

    Claro que a eficiência energética bem como os hábitos dos consumidores de utilizarem as horas de vazio é consciência cívica que o povo tem de criar.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora



    Vou fazer uma pergunta que já fiz noutro topico:

    Qual é o lugar na terra com mais barragens por km2?

    É uma pergunta com resposta incluida.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  10. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    7,148
    Local:
    Olhão (24 m)
    Tens toda a razão, linhas de alta tensão é urgente senão algum dia temos um colapso em todo o Algarve, e não será culpa da cegonha, mas sim da REN que já devia ter feito a linha de muito alta tensão entre Tunes e Estói, para que o Algarve não tenha um apagão histórico.:disgust:. Quanto à barragem de Odelouca para minimizar o impacto ambiente foi criado um parque para o lince ibérico em que está em vias de extinção. Há anos que sei que o Algarve algum dia fica às escuras e nada é feito, algum dia acontece e vai sobrar a culpa para a cegonha, ou algum pardal que poisou na linha:lol::angry:.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  11. trepkos

    trepkos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    10 Out 2008
    Mensagens:
    1,409
    Local:
    Eborae
    Acho que os senhores da Quercus deviam ir protestar para o Tua, a barragem vai matar uma das mais bonitas linhas férreas do mundo.
     
  12. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,013
    Local:
    Madeira - Funchal
    Certo... :shocking:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  13. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora

    Tentem se informar!!!:huh:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  14. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    tens que ver que as barragens podem perturbar os ciclos de vida de certos peixes que sobem os rios para desovar e que podem submergir areas de interesse ecologico....apesar disto as albufeiras podem ter efeitos positivos como areas de caça paras aves que se alimentam do peixe , fornecimento de agua para agricultura e consumo humano, produção de energia,etc.
    nestas alturas deve-se sempre ponderar os efeitos secundarios antes de fazer uma barragem pois tudo tem prós e contras.
    ás vezes os seres humanos sao um pouco extremistas seja no caso da quercus ou num jogo de futebol ou na religiao....
     
    Collapse Signature Expand Signature
  15. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga

    Eu não gosto muito de ecologistas radicais, os "ecotalibans", acho que temos que ser um pouco flexíveis em tudo, nem 8 nem 80, e concordo que muitos ecologistas acabam por afundar-se em imensas contradições. Mas se queres a minha opinião, aquela campanha da EDP das barragens é um insulto à inteligência das pessoas, no vídeo mostram-se muitas coisas que as barragens costumam destruir, e não o contrário.

    E como já foi referido nas discussões das eólicas no topo das nossas poucas serras de alguma altitude, há que saber parar e guardar alguns redutos sem moinhos e sem barragens. Novamente o 8 ou o 80. As eólicas agora obrigam a construir mais barragens, algo que já se sabia ser inevitável desde há muito, mas não podemos continuar nesta política de ir sempre em frente em impor umas coisas devido à existência de outras, sem parar para pensar no que andamos a fazer ou sem considerar que há um limite final que não se deve ultrapassar.

    Eu sou todo pró-renováveis, acho que se pode pagar mais por energia renovável pois considero que outras formas de energia mais poluente nao pagam certas externalidades que deveriam pagar e o seu baixo preço é artificial perante os impactos que tem sobre o homem e que não são contabilizados, mas isto para a EDP pouco tem de limpo e ecológico, é apenas um grande negócio, e isso é outra coisa que tem vindo a chocar os portugueses nos últimos 2 ou 3 anos, os custos das renováveis tem sido ocultados e tem vindo a acumular num deficit escondido, e os lucros da EDP tem sido pornográficos mesmo em anos de crise quase sem paralelo nas últimas décadas.

    A melhor forma de melhorar a eficiência energética é as pessoas pagarem o custo real, como se viu nos combustíveis, em que houve enormes poupanças no pico dos preços do petróleo e aumentou bastante o uso de transporte público. Ora em Portugal relativamente à energia eléctrica isso não tem sido feito, as pessoas consomem um produto a preço subsidiado (em que os contribuintes suportam a diferença, aumentando por exemplo as concessões de barragens à EDP), quando deveriam pagar o seu real valor e pouparem. Como isso não sucede, o beneficiado é a EDP que factura mais devido à pouca eficiência e poupança que existiria comparativamente se os preços fossem os reais.
     

Partilhar esta Página