Seg. Previsão do Tempo e Modelos - Dezembro 2012

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por SpiderVV 1 Dez 2012 às 00:00.

  1. SpiderVV

    SpiderVV
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2010
    Mensagens:
    4,859
    Local:
    Portalegre / Lisboa
    Regras deste tópico:


    ->Regras Análise Modelos, Previsão e Alertas
    ->Nota sobre a utilização dos dois tópicos de Previsões


    Aviso MeteoPT

    As análises, previsões ou alertas neste forum são apenas a opinião dos utilizadores que as proferem e são da sua inteira responsabilidade. Não são previsões ou alertas de entidades oficiais, salvo indicação em contrário, não devendo portanto ser usadas como tal.
    Para previsões, avisos e alertas oficiais, consulte sempre os produtos do Instituto de Meteorologia, Protecção Civil ou outras entidades com essa função.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  2. CptRena

    CptRena
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    16 Fev 2011
    Mensagens:
    1,482
    Local:
    Gafanha da Encarnação, Aveiro
    O GFS andou a tomar uns speeds


    +120 Thu 06/12 06H 24 SSO 57 SO 4.2 19 7.4 553 1470 5650 13.0 90 4.3 -15.4 1015.1 100 2000
    +123 Thu 06/12 09H 25 SO 71 SOO 12.7 19 5.7 553 1475 5651 13.4 93 6.0 -16.1 1015.3 99 2200
    +126 Thu 06/12 12H 16 SO 52 OSO 20.0 70 4.2 552 1476 5644 13.9 94 5.7 -16.4 1014.6 100 2150
    +129 Thu 06/12 15H 13 SSO 45 O 6.0 71 4.3 552 1463 5628 14.1 91 5.5 -16.3 1013.1 100 2100

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature
  3. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    8,044
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    O modelos têm estado a colocar uma depressão interessante para o final da semana que vai entrar. 56mm no litoral norte não é anormal.
     
  4. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    Analise de médio e longo prazo-

    Durante esta semana a tendencia é de bloqueio no Atlantico e nos EUA, e de manutenção de um cavado na Europa Ocidental em direcção ao Mediterraneo.

    Portugal continental e os Açores serão afectados por uma depressão algo intensa, bem carregada de ar tropical, que deverá andar aos ziguezagues passando pelos Açores na 2f-4f, onde trará uma situação de ventos forte e precipitação intensa por vezes acompanhada de trovoada, e depois chegará ao Continente pelo final da semana, mais fraca..mas ainda com alguma instabilidade.

    Associada a esta depressão no Atlantico e á sua interacção com os cavados mais a leste na Europa, Portugal continental ficará sob influencia de uma complexa região frontal, que separa ar frio a norte do ar mais quente que vai sendo empurrado pela depressão nos Açores ( com uma ajudinha do AA)...esta região frontal deverá causar precipitações fracas mas persistentes em especial no norte.

    Na Madeira o AA deverá manter o tempo estavel.

    [​IMG]


    :::::::::::::::::::::::::::::::::



    No longo prazo


    Até dia 7-9 espera-se este padrão complexo, com bloqueio no Atlantico e injecção de ar mais quente nas latitude médias do Atlantico e pelos EUA...este tipo de padrão não é favoravel ao establecimento de uma faixa de ciclogeneses no leste dos EUA, mas sim de uma situação de zonalidade fraca em todo o hemisferio ocidental.


    Entretanto espera-se que começe a haver uma movimentação do vortice polar desde o Alaska em direcção ao Atlantico ( o el niño fraco e o PDO- ajudam a isto), enquanto do lado Europeu os restos do cavado desta semana começam a bloquear sobre a dorsal que sobe a leste do vortice e a outra dorsal que entretanto subiu e pegou ao AT Siberiano..gerando um bloqueio poderosissimo sobre a Asia.

    Dada a presença de ar energético nos EUA e no Atlantico, prevejo que teremos uma reactivação da frente polar, com o avanço de varias perturbações para SE sobre os EUA e o Atlantico.

    Portanto, a começar pela America do norte, teremos o desenvolvimento de uma faixa de instabilidade associada á entrada do vortice Polar, com a formação de boas depressões na fronteira das massas de ar:

    [​IMG]

    Este processo vai-se alastrar ao Atlantico:

    [​IMG]

    Enquanto no Polo e na Siberia se acentua o bloqueio...o que empurra para o Atlantico, onde há muita energia, uma grande bolsa do vortice polar, facilitando e muito a entrada num padrão de zonal forte a latitudes baixas com formação de fortes tempestades Atlanticas.

    Enquanto isto sucede, o AA respoderá ficando bastante forte numa faixa entre a Bermuda e a Madeira.


    Portanto, aquela ideia de situação bloqueada e quase imprevisivel está a desvanecer.
    Agora começam a surgir indicios que teremos mais uma semana, ou uma semana e pouco de padrão completamente desnorteado no Atlantico, mas que depois, para meados de Dezembro, acabará subitamente com o establecimento de uma zonal forte e extensa.

    Isto leva-me a crer que o periodo central deste mês, e talvez uma porção da ultima dezena de dias do mês, venham a ser bastante chuvosos e activos, especialmente nos Açores e em boa parte do continente, com maior enfase no norte e centro.
    Na RAM..Dezembro poderá ser um mês em geral tranquilo, pouco chuvoso e ameno.


    Bem...como é que isto se integra na previsão sazonal...bom, acontece que a tendencia para Dez-Fev favorece mais um AA a emergir na zona dos Açores, com entradas de NW mais frias na PI, e talvez alguma actividade, como nos invernos de 09-10 e 10-11, a surgir na RAM para NE em direcção á PI.
    Portanto, algo diferente daquilo que poderá vir para meados deste mês, mas não muito diferente daquilo que temos tido desde finais de Outubro.
    Acho que o padrão de finais de Outubro e Novembro regressará lá para finais deste mês...e entrará depois por Janeiro.

    Esta quebra de padrão a meio de Dez deve-se provavelmente ao facto de termos tido cerca de 2 meses com circulação atmosferica estavel, que esgotou a energia nos locais onde estavam a incidir as faixas de ciclogenese, e acumulou muita onde predominava o bloqueio anticiclonico...sucede que para equilibrar por vezes forma-se estes grandes movimentos atmosféricos que geram a quebras do padrão.
    Portanto..um padrão sazonal é algo que nos é dado pelas teleconexões, que indicam que a atmosfera tenderá a comportar-se preferencialmente de um certo modo, mas não significa que pelo meio surja uma ou outra fuga ao padrão geral...no nosso caso, tenho ideia que lá para finais de Dezembro poderá voltar este padrão de Novembro...talvez com um bom evento frio e humido de NW..quem sabe um bom nevão na passagem de ano hehe :)
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    3,514
    Local:
    Oeiras / Portel
    De momento, o que dizem os modelos para meados do mês:

    Média do ensemble do GFS:

    [​IMG]

    [​IMG]

    Atlântico completamente bloqueado, storm-track Terra Nova - Islândia, calmaria total nos Açores, no continente só teríamos algo de interessante em forma de cut-off vinda de norte ou do Mediterrâneo.

    Média do ensemble do GEM-CMC:

    [​IMG]

    [​IMG]

    Semelhante ao GFS, mas com tendência ainda mais forte.

    Média do ensemble do ECMWF:

    [​IMG]

    Só chega às 240 horas, mas nota-se claramente a tendência para bloqueio a meio do Atlântico, se bem que haja ali uma zona junto aos Açores com ligeiro cavamento, que indicia que alguns membros estejam a colocar ali uma cut-off. Nota-se também a dorsal a começar a subir junto à costa leste americana, o que geralmente origina um padrão que rechaça as depressões da Terra Nova para NE, em direcção à Islândia, ficando o Atlântico bloqueado.

    Claro que são tudo tendências dos modelos a muito longo prazo, mas tanta concordância e o historial recente (este ano têm andado bastante bons a prever o padrão global) apontam de forma clara para um bloqueio no Atlântico (resta saber o seu lugar exacto).

    O que eu acho que vai ocorrer (deixa-me lá arriscar outra vez, a semana passada saiu furada a minha previsão a longo prazo):

    Fazendo fé na média do ensemble do ECMWF, os centros de acção estão até bem definidos, o que indica um grau de confiança elevado, teremos:

    - Vórtice polar claramente desviado para a América;
    - Anticiclone siberiano bastante forte, um padrão típico de fevereiro, bastante inusual em dezembro;
    - Bloqueio algures no Atlântico, ainda indefinido ao certo;
    - Cavado na Europa Central.

    [​IMG]

    Se este padrão se confirmar, teremos frio na Europa, que dependendo da posição do bloqueio atlântico pode ou não afectar a Europa Ocidental. Seria inevitável a união entre o anticiclone dos Açores e o Siberiano, através do norte da Escandinávia. Entre eles uma vasta região fria e depressionária centrada na Europa Central ou no Mediterrâneo.
    Tanto o ensemble do GFS como o do GEM mantêm este padrão bem para lá das 240 horas, sendo que a previsão a 32 dias do ECMWF o mantém até ao Natal.

    Isto é uma análise do padrão global, é impossível extrapolá-la para a previsão do estado do tempo a nível local. Por cá, o mais provável é que tenhamos tempo seco, mais ou menos frio, dependendo da posição do bloqueio atlântico, mas a esta distância é impossível saber se seríamos afectados por uma cut-off vinda do Atlântico, do Mediterrâneo ou de norte.
     
  6. Rainstorm

    Rainstorm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Ago 2012
    Mensagens:
    541
    Local:
    Massamá
    Vamos a ver se esse bloqueio não dura muito tempo, porque pareçe-me semelhante ao ano passado:(, mas estou bem positivo em relação á segunda metade do mês:rain::cold::D
     
  7. trovoadas

    trovoadas
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    3 Out 2009
    Mensagens:
    1,738
    Local:
    loule-caldeirao
    Para já parece que teremos alguma precipitação na semana que vem. Terça-feira uma frente de fraca actividade deverá deixar precipitação fraca a moderada nas regiões do Norte e Centro (mais no litoral). Há também a possibilidade de neve nas montanhas do Norte. O IM anuncia uma cota de neve entre os 1400/1600m baixando ao longo da manhã para 800/1000m mas já numa situação de aguaceiros fracos.
    Depois lá para Sexta-feira uma frente já com mais actividade deverá afectar todo o país mas com maior incidência nas regiões a Norte do eixo Lisboa-Portalegre, isto no que toca a precipitação.

    Daí em diante é que parece que entra o bloqueio mas numa situação ainda muito indefinida(não parece ser para durar muito tempo...), mas pronto é uma previsão a médio/longo prazo por isso mais vale cingir-nos à previsão para esta semana que parece não vir a ser assim tão má;)
     
  8. boneli

    boneli
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Jan 2008
    Mensagens:
    833
    Local:
    Braga. Lomar
    Concordo em pleno...para já esta semana teremos alguma chuva pelo menos no Norte e Centro.
    Quando olho para os modelos a partir da próxima semana, frio com fartura e pelo que os colegas mais exeprientes vão dizendo aqui também o confirmam, pois é o que os modelos atualmente mostram, mas eu ( falo por mim) não dou grande valor ao que os modelos mostram de 5 dias para a frente. Mas dá para sonhar como por exemplo ter-mos a ISO -4/-6 em cima de nós lá para dia 15 (segundo o GFS).

    Um bom Domingo para todos. :thumbsup:
     
  9. c.bernardino

    c.bernardino
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    31 Dez 2010
    Mensagens:
    642
    Local:
    Loures
    Grande Boneli. Nesta situação os 5 dias são um limite razoável:thumbsup:, além do qual é muito arriscado. Noutras sinópticas poderemos ir bem mais além mas neste caso, nesta semana, os 5 dias são um máximo de segurança

    Para teres uma ideia ainda acho muito indefinido a intensidade do pseudo-evento de 5ª-6ª feira, aquela depressão que parecia forte está cada vez menos cavada. A intensidade e localização a precipitação... não é de arriscar.
    O GFS está a ser inconstante na sua modelação.

    o desenrolar do resto do mês que o David SF e Stormy têm discutido está muito dependente do final desta semana e do desatar da depressão e encaixar/encher da AA.:hmm::hmm:

    por acaso vou estar bastante atento, não por esperar um evento, mas para ver o desenrolar desta meada.
     
  10. boneli

    boneli
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Jan 2008
    Mensagens:
    833
    Local:
    Braga. Lomar
    Então vamos esperar pelo final da semana e ver o que eles dizem...gosto de ver o que escrevem e aprendo muito com eles e outros foristas.
    Atenção eu falo muito no GFS porque para mim é o modelo mais fácil de intrepertar, visto que no ECM não consigo intrepertar a precipitação.
    Até lá venha a desejada :rain: que pouca ou muita continua a fazer falta ( continuo a ver as albufeiras por aqui ainda muito em baixo )
     
  11. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,100
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André
    Eu na minha opinião, que é diferente e algo oposta á do DavidSF, acredito que para meados ou mesmo até finais de Dezembro poderemos ter um padrão de circulação perturbada de Oeste.

    [​IMG]

    Cada vez mais há bloqueio a desenvolver-se no longo termo, numa faixa entre a Gronelandia e porções da Asia, e parace ser algo solido.

    Estamos a olhar para um possivel evento de desintegração do vortice polar, mas acompanhado por um padrão que estimula a aparição entre o Canadá e o UK de uma faixa intensa de actividade associada a uma porção mais activa do vortice polar.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. ferreira5

    ferreira5
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Mar 2007
    Mensagens:
    1,794
    Local:
    Bragança (alt.665m) Lamego (alt.558m)
    E essa situação o que é que significa para Portugal?
    Desde já obrigado pela explicação!:thumbsup:
     
  13. Jorge_scp

    Jorge_scp
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    17 Fev 2009
    Mensagens:
    644
    Local:
    Sesimbra/Amadora
    Um bloqueio na região da Gronelândia e latitudes mais elevadas em princípio "obriga" o storm-track a desviar para Sul. Assim, esse padrão é favorável a uma circulação zonal a latitudes mais baixas que o normal, podendo eventualmente estabelecer um fluxo de Oeste em Portugal continental e também nos Açores. Normalmente esta circulação está associada a tempo chuvoso e ameno, com depressões atlânticas a entrar pelo continente. Algo desde género:

    [​IMG]

    Porém, e como muito bem explicou o David, nem tudo aponta para que tal aconteça a meados deste mês. Eu apostaria mais para o final do mês/Janeiro para que se estabeleça algo deste género. Mas vale o que vale...
     
  14. ferreira5

    ferreira5
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Mar 2007
    Mensagens:
    1,794
    Local:
    Bragança (alt.665m) Lamego (alt.558m)
    Obrigado. Esta situação com uma anomalia negativa na temperatura era favorável a alguns eventos de neve, não seria?
     
  15. João Sousa

    João Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    1 Dez 2010
    Mensagens:
    199
    Local:
    Covilhã
    Havendo em perspectiva uma anomalia negativa da temperatura, o mais provável é que venhamos a ter um mês de Dezembro relativamente seco. Mais uma vez a a metáfora da manta adequa-se na perfeição. "Tapa de um lado, destapa do outro".
    Um abraço
     

Partilhar esta Página