Seguimento - Incêndios 2009

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Gerofil 7 Fev 2009 às 23:06.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Portugal/Incêndios - 114 fogos 2ª feira que mobilizaram 727 bombeiros

    Na segunda-feira ocorreram 114 incêndios florestais em Portugal continental, o dia com mais fogos dos últimos 12 dias, de acordo com dados disponíveis hoje (terça-feira) no site da Autoridade Nacional de Protecção Civil. Desde que deixou de chover, por volta do dia 10 de Fevereiro, o número de incêndios tem vindo a aumentar, registando-se no total 648 até esta segunda-feira.
    Na sexta-feira foram contabilizadas 85 ocorrências, no sábado 82, no domingo de Carnaval 110, e na segunda-feira 114, que obrigaram à mobilização de 727 bombeiros e 214 viaturas. O dispositivo de combate a incêndios encontra-se na fase Alfa desde 01 de Janeiro e até 14 de Maio.
    Segundo as previsões do Instituto de Meteorologia para os próximos 10 dias, elaborada com base em modelos numéricos, a chuva só voltará a Portugal continental no próximo fim-de-semana.

    AngolaPress
     
  3. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    8,529
    Local:
    Bragança (675m)
    Estes dias têm sido favoráveis ao aparecimento de pequenos incêndios florestais. Este aqui evoluía perto do Parque de Montesinho no passado dia 22.
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature
  4. Iceberg

    Iceberg
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Jun 2006
    Mensagens:
    689
    Local:
    Braga
    Hoje fiz a viagem de automóvel desde Miranda do Douro até Braga, passando pelo Alvão, e testemunhei 5/6 pequenos focos de incêndio, o primeiro em plena Serra do Alvão (com alguma neve como imagem de fundo, curioso este contraste), e o maior perto de Fafe, todos eles aparentemente resultantes de queimadas.
     
  5. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,078
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
    Hoje a descer da estrela pa covilha vi ao longe o que me parecia fumo, mas pode ter sido so uma queimada.
     
  6. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    7,132
    Local:
    Olhão (24 m)
    Fogo permanece por circunscrever
    Incêndio florestal lavra desde início da tarde em Monção

    Um incêndio florestal lavra desde o início da tarde em Rio Bom, Monção, e ainda não está circunscrito, disse fonte da Protecção Civil, que espera dominar as chamas em breve até porque as operações "estão a evoluir muito bem".

    "Se tudo correr como prevemos, dentro de pouco tempo teremos o incêndio circunscrito", referiu o segundo comandante do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo.

    O incêndio deflagrou às 14h00, num monte isolado, não havendo qualquer habitação em risco. No combate às chamas estão três dezenas de bombeiros das corporações de Monção, Valença e Paredes de Coura, apoiados por duas brigadas do Grupo de Intervenção Protecção e Socorro da GNR e uma brigada de sapadores florestais. A área ardida e as causas do incêndio ainda não estão apuradas.

    Fonte: Público
     
    Collapse Signature Expand Signature
  7. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,078
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
    VALDOZENDE-Terras do Bouro- Braga

    Inicio: 21:47m

    Incêndio não circunscrito, 3 frentes activas, arde mato. No local 2 equipas do Grupo Intervenção Protecção e Socorro, 1 equipa de Sapadores Florestais, Adjunto de Operações Distrital e Eng. da Autoridade Florestal Nacional.
     
  8. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    VILA REAL: Bombeiros combateram 150 incêndios desde o início do ano

    Os bombeiros de Vila Real combaterem 150 incêndios florestais, entre 01 de Janeiro e quinta-feira, que resultaram numa área ardida de 347 hectares, revelou hoje fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS). O comandante distrital da Protecção Civil, Carlos Silva, referiu que a grande maioria dos fogos que deflagraram são de pequena dimensão e ocorreram em zonas de montanha dos concelhos de Vila Real (serra do Alvão), de Montalegre, Boticas, Chaves e Vila Pouca de Aguiar.
    O responsável referiu ainda que os incêndios ocorreram ainda em zonas de pastoreio, pelo que se supõe que os fogos possam estar relacionados com queimadas para a renovação de pastagens. Cento e trinta e um fogos ocorreram em área de inculto, com 330.52 hectares queimados, e apenas 17 deflagraram em zonas de povoamento florestal, com 16.52 hectares de área ardida. Os bombeiros combateram ainda dois incêndios agrícolas.
    Entre sexta-feira e terça-feira, registaram-se cerca de 80 ignições no distrito de Vila Real. "É um fenómeno normal nas regiões de montanha", frisou a fonte. Apesar dos dias de sol que se têm feito sentir na região transmontana, Carlos Silva salientou que "a propagação dos fogos não é grande porque ainda há alguma humidade nos solos", o que, na sua opinião, "tem facilitado a intervenção dos bombeiros".
    Os meios de combate aos incêndios no distrito foram reforçados com um helicóptero, que vai ficar estacionado em Vila Real até segunda-feira, dia em que prevêem alterações meteorológicas, nomeadamente a queda de precipitação.

    © 2009 LUSA
     
  9. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Portugal Continental com três fogos activos

    De acordo com a Autoridade Nacional da Protecção Civil, no distrito da Guarda, o incêndio no concelho do Sabugal mobiliza dez homens, com três veículos e um helicóptero. Este incêndio deflagrou por volta das 14h13, numa zona de mato, na localidade de Teixedas.
    Em Braga, no concelho de Vieira da Minho, desde as 13h30 que combatem um incêndio em zona de mato cerca de 17 homens, acompanhados por cinco veículos.
    Em Montalegre, no distrito de Vila Real, cerca de 11 homens e dois veículos combatem as chamas na localidade de São João da Fraga, no Parque Natural Peneda Gerês.
    Numa época pouco normal para incêndios, esta sexta-feira, os bombeiros já andaram a braços com outros dois incêndios em Castro Daire, distrito de Viseu, e outro em Vila Real, no concelho de Vila Pouca de Aguiar.

    Fábrica de Conteúdos
     
  10. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    8,529
    Local:
    Bragança (675m)
    No Parque de Montesinho observa-se também lavrado um pequeno incêndio durante esta tarde.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  11. DRC

    DRC
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    15 Set 2008
    Mensagens:
    1,528
    Local:
    Póvoa de Santa Iria
    Se o incêndio ocorreu nas Teixedas (aldeia habitada por cerca de 5 pessoas) rapidamente foi extinto devido á sua grande proximidade com a Barragem de Nossa Srª da Graça, no Sabugal.
    Já no domingo, dia 22 de Fevereiro ocorreu também um incêndio no concelho do Sabugal perto das localidadades de Alfaiates, Aldeia Velha, Fóios e Soito. Incêndio esse que penso ter tido pequenas proporções e tendo rapidamente sido extinto.
     
  12. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Fogos em Vieira do Minho e no Parque Natural da Peneda Gerês em fase de rescaldo

    Os incêndios que deflagraram hoje no Parque Natural da Peneda Gerês e numa zona de mato em Vieira do Minho, Braga, já estão em fase de rescaldo, afirmou fonte da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).
    Segundo a ANPC, o incêndio numa zona de mato do Concelho de Vieira do Minho, Distrito de Braga, encontra-se sob vigilância, em rescaldo desde as 17:48, e esteve a ser combatido desde as 13:20 por duas equipas dos Grupos de Intervenção Protecção e Socorro da GNR (GIPS) e uma dos Sapadores Florestais.
    O fogo que deflagrou em Montalegre (Vila Real), em São João da Fraga - Parque Natural Peneda Gerês, está em rescaldo desde as 18:31, tendo sido combatido desde as 13:30 numa zona de difíceis acessos por 11 bombeiros, com dois veículos, e duas equipas de Sapadores Florestais.
    Na quinta-feira, a ANPC registou 105 incêndios florestais por todo o País, tendo sido destacados para o terreno 598 bombeiros, apoiados por 156 veículos.

    © 2009 LUSA
     
  13. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,078
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
    POBRAIS - PEDROGAO GRANDE- leiria

    Incêndio florestal. Helicóptero de Emergência Socorro e Assistência no local.


    Combatentes- 74 apoiados por 18 veiculos.
     
  14. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Chamas por circunscrever em quatro distritos

    Seis incêndios lavram nos Distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Braga e Porto, quatro dos quais permaneciam por circunscrever às 19:00, de acordo com a página de Internet da Autoridade Nacional de Protecção Civil.
    Um fogo que teve início pelas 15:00 em Vilarinhos, Concelho de Póvoa de Lanhoso, Distrito de Braga, está a ser combatido por 12 bombeiros com o apoio de quatro viaturas, enquanto as chamas que, desde as 15:26, ardem numa zona de mato em Oliveira, Concelho de Marco de Canaveses, no Distrito do Porto, mobilizam 19 homens, cinco veículos e uma equipa do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro da GNR.
    Mais pequenos mas igualmente por circunscrever estão os fogos em Mourilhe, Concelho de Montalegre, Distrito de Vila Real, onde as chamas, que lavram desde as 15:35, estão a ser combatidas por cinco bombeiros apoiados por uma viatura, e em Mosteiro, Concelho de Ponte da Barca, Distrito de Viana do Castelo.
    Em Mosteiro, localidade situada no Parque Nacional da Peneda-Gerês, o fogo, que teve início pelas 18:00 numa área de mato, está a ser combatido por seis bombeiros auxiliados por duas viaturas.
    Ainda em curso mas já circunscritos estão os incêndios em Xertelo, também no Parque Nacional da Peneda-Gerês, e em Santa Marta, Concelho de Amares, Distrito de Braga. Em Xertelo, o incêndio, que ardia desde as 15:00, ficou circunscrito às 17:34, tendo mobilizado cinco bombeiros e um veículo, e em Santa Marta o fogo que lavrava desde as 10:20 foi circunscrito às 17:47, estando no local 19 homens e seis viaturas, além de uma equipa do Grupo de Análise e Uso do Fogo.

    @ Agência LUSA 2009
     
  15. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Fogo na Serra da Estrela tem frente activa de 1,5 km

    O incêndio florestal que lavra desde as 23:15 de segunda-feira, numa zona de mato em Covão de Santa Maria, Gouveia, continua por circunscrever e tem uma frente activa com cerca de 1,5 quilómetros, disse à Lusa fonte dos bombeiros.
    Segundo o comandante dos bombeiros voluntários de Gouveia, Carlos Soares, o fogo «ainda se mantém forte com uma frente activa com cerca de 1,5 quilómetros, que lavra em direcção à zona do Vale do Rossim».

    «O resto está circunscrito, mas esta frente arde com intensidade», disse o comandante sobre o incêndio que eclodiu na Serra da Estrela.

    Carlos Soares indicou que as chamas queimam «numa zona de mato rasteiro», mas os bombeiros vão ter que «o debelar entes de chegar às matas do Parque Natural da Serra da Estrela» que se situam naquela zona do concelho de Gouveia.

    «Já estamos à espera de mais reforços e daqui a duas ou três horas penso que teremos o incêndio circunscrito», disse o comandante à Lusa.

    Referiu que o combate às chamas «está a ser dificultado pelo vento forte, que tem tido rajadas da ordem dos 70 a 80 quilómetros, e pelos acessos».

    Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda disse que o incêndio está a ser combatido por dois helicópteros, 12 viaturas e 52 bombeiros.

    Diário Digital / Lusa
     

Partilhar esta Página