Seguimento - Moçambique 2009

Tópico em 'Brasil e outros países de expressão portuguesa' iniciado por Gerofil 2 Jan 2009 às 19:39.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Inundações destroem culturas no centro de Moçambique

    O rio Pungue saiu do seu leito na província de Sofala, no centro de Moçambique, inundando centenas de hectares de culturas nos distritos de Nhamtanda e Dondo, informou o diário "Notícias". O nível do Pungue subiu rapidamente devido às chuvas torrenciais que se abateram nos últimos dia sobre a zona.
    Mais ao Sul, na cidade de Inhambane, chuvas torrenciais fizeram cerca de dois mil desabrigados, indica o jornal. Na cidade vizinha de Maxixe, as chuvas destruíram as canalizações e as estradas, interrompendo o abastecimento de água potável.
    A circulação na principal autoestrada que atravessa a zona do norte ao sul foi interrompida devido as chuvas que destruíram uma ponte sobre o rio Chiotive. A estrada que liga Maxixe à cidade de Homoine foi cortada e uma profunda ravina cavada pelas chuvas arrisca-se a isolar o Hospital Rural de Chicuque do resto da província.

    África 21
     
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Moçambique: 25 mil pessoas ameaçadas pelas cheias

    Caudais de rios Zambeze, Púnguè, Buzi e Save ultrapassaram níveis de alerta

    Os caudais de quatro rios moçambicanos ultrapassaram os níveis considerados de alerta e já há registo de cheias em algumas regiões do centro de Moçambique, disse esta quarta-feira o director do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), escreve a Lusa. Segundo Paulo Zucula, as bacias hidrográficas dos rios Zambeze, Púnguè, Buzi e Save ultrapassaram já os níveis de alerta.
    Como consequência, cerca de 25 mil pessoas serão afectadas pelas inundações, resultantes das descargas da Hidroeléctrica de Cahora Bassa e da queda de chuvas no Zimbabué e Malaui, países vizinhos de Moçambique. «Os rios estão acima do nível crítico. Em algumas partes há uma situação clara de inundações», afirmou o director do INGC.
    De acordo com o Boletim Hidrológico da Administração Regional de Águas (ARA-Sul) de Moçambique, o nível do rio Save atingiu mais de sete metros, ultrapassando em dois metros o nível de alerta, que é de 5,5 metros. O rio Buzi também transbordou inundando Govuro e Machanga, na província de Sofala, distritos que ficaram sem comunicação com o resto do país. Esta situação forçou a retirada da maior parte da população, que se albergou nas escolas e igrejas.
    As previsões meteorológicas apontam para a possibilidade de o rio Zambeze também transbordar durante o mês de Janeiro.

    Portugal Diário
     
  3. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Moçambique: Teixeira Duarte entrega obra para travar degradação de fortaleza na Ilha de Moçambique

    A construtora portuguesa Teixeira Duarte entrega formalmente quinta-feira as obras que se destinaram a estancar a degradação da Fortaleza de São Sebastião na Ilha de Moçambique (norte). De acordo com o representante da empresa em Moçambique, Carlos Timóteo, a empreitada orçada em 1,6 milhões de dólares envolveu cerca de 200 trabalhadores e foi levada a cabo pela Bel - Engenharia e Reabilitação de Estruturas (parte do grupo).
    A obra consistiu na impermeabilização total da fortaleza, construída em 1507, bem como dos edifícios existentes no interior da estrutura, que apresentavam já "grandes infiltrações" que a prazo ameaçavam comprometer a sua solidez. Também foram recuperados os estragos causados em 2008 na fortaleza pela passagem do ciclone tropical "Jokwe" junto à ilha de Moçambique, que foi classificada como Património Mundial da Humanidade em 1991.
    A fortaleza de São Sebastião foi a primeira fortificação portuguesa no Índico para assegurar a defesa do caminho marítimo para a Índia. A "fase dois" do projecto, que está elaborada em termos técnicos e incidirá também essencialmente sobre a fortaleza, custará entre cinco e seis milhões de dólares, não estando para já assegurado o seu financiamento.
    O financiamento da primeira fase das obras foi assegurado pela União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), que contribuiu com 500 mil euros, e pela cooperação japonesa, que comparticipa o restante. Com apenas um quilómetro quadrado, a Ilha de Moçambique tem cerca de 16 mil habitantes.

    MacauHub
     
  4. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Tropical storm strengthens of Mozambique

    Tropical storm Izilda gained strength off Mozambique on Friday and meteorologists raised fears of flooding in the African nation. Mozambique's National Institute of Meteorology (INAM) upgraded Izilda to a category two storm and forecast a possible Saturday landfall, raising fears of storm-related emergencies in flood-prone Mozambique.
    "INAM continues to recommend that maritime authorities and everyone who carries out activities on the open sea to take preventive measures," INAM said in a statement. Meteorologists warned that seven metre (23 feet) high waves, low visibility and winds up to 130 kilometres (105 miles) per hour would make navigation dangerous.
    Heavy rains have already caused floods and storm damage across northern and central Mozambique in recent days. In the northwestern province of Niassa, 4,000 people are receiving emergency food aid because of flooding, state broadcaster TVM reported Friday.
    In 2000-2001 about 700 people were killed in disastrous floods after heavy rains.

    Copyright © 2009 AFP. All rights reserved
     

Partilhar esta Página