Seguimento vulcanismo Islândia 2011

Tópico em 'Sismologia e Vulcanismo' iniciado por irpsit 22 Jun 2011 às 19:57.

  1. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Dado que resido num país em que os vulcões têm erupções em média a cada 3-5 anos, decidi criar um tópico exclusivo para este tema, para não ter só os meus relatos no tópico do seguimento vulcanismo internacional.

    De qualquer maneira, só irei reportar aqui, quando os vulcões na Islândia apresentarem sinais importantes de mudanças, que podem indiciar erupções futuras.

    E como alguém pediu, vou colocar alguma informação relativa aos vulcões activos, adormecidos e extinctos da Islândia.

    Em primeiro lugar, convém realçar que a Islândia é a convergência de duas coisas.

    1) a dorsal médio-atlântico que atravessa a ilha ao meio, na qual as placas tectónicas europeia e americana se separam vários centímetros por ano. Esta actividade por si só está ligada a sismos e vulcanismo, como ocorre em muitos locais no Atlântico.

    2 ) a Islândia está também localizada sob um "hot spot", isto é existe também uma pluma de material vulcânico, que traz grandes quantidades de magma do interior do planeta; estas hot spots podem ocorrer em qualquer ponto do planeta, inclusivé no meio das placas continentais (ex. Complexo vulcânico Eiffel na Alemanha) ou em placas oceânicas (Hawaii)

    Por estes motivos, a Islândia apresenta vulcanismo intenso e frequente, com erupções que por vezes têm impacto global (ex. Laki 1783, Veidivotn 1477), e representando cerca de 30% de toda a lava emitida na Terra no Holoceno, algo que por si só é impressionante!

    Somente na proximidade da divisão das placas existem vulcões activos, à excepção de alguns vulcões longamente adormecidos (mas não extintos) na zona oeste do país (Snaefellsnes). Na zona das divisão das placas, as rochas têm somente alguns milhares de anos!

    As regiões oeste e leste da ilha, são as zonas mais antigas da ilha, com idades entre os 2 e os 16 milhões de anos.

    Vulcões activos:
    São cerca de 30 zonas vulcânicas activas, das quais a maioria apresenta um vulcão central e fissuras e cones laterais, que se alinham na direcção da divisão das placas tectónicas.

    Existem dois aneis vulcânicos principais, um oeste e um leste, que são resultado da deslocação da pluma vulcânica para leste. Por conseguinte, a actividade vulcânica na zona oeste está a diminuir e a da zona leste a aumentar gradualmente.

    Na zona oeste, perto de Reykjavik, existem os sistemas vulcânicos principais: Reykjanes, Krisuvik, Bláfjoll, Hengill e Langjokull (últimas erupções há cerca de 700-1000 anos para praticamente todos estes sistemas)!

    Na região leste, as Westman Islands, Eyjafjallajokull, Tindjafjallajokull, Katla e fissura Edlgjá, Hekla, Grimsvotn e fissura Laki, Bardarbunga e fissura Veidivotn, Askja, Oraefajokull, Kverfjoll, Esjufjoll e Krafla. Quase todos estes vulcões tiveram erupções frequentes nos últimos séculos, e a maioria com erupções relativamente recentes. São também os mais intensos, por estarem localizados por cima da pluma magmática islandesa.

    Neste mapa, podemos ver os principais vulcões, mais activos, e as duas zonas tectónico-vulcânicas.

    Devido à deslocação da pluma, o rift está a fragmentar-se em duas zonas de divisão e actividade. A zona intermédia, onde vivo, é muito sísmica, mas raramente vulcânica (pois as placas deslocam-se lateralmente). São apenas 100-150km entre as duas zonas.

    [​IMG]

    Aqui podemos ver o mapa da maioria dos vulcões activos. Além disso, existem muitas fissuras e cones secundários.

    [​IMG]

    A história eruptiva da Islândia conta com muitas erupções VEI0 a VEI3 (como o Hekla ou o Grimsvotn em anos recentes), algumas erupções VEI4 por século, quase todas do Katla (ou o Eyjafjallajokull e Grimsvotn em 2010 e 2011), e em mil anos de história, algumas VEI5 como o Oraefajokull em 1362 (um vulcão muito explosivo e que dorme durante séculos) ou o Askja em 1875 (uma erupção massiva após longo silêncio), e VEI6 como o Laki em 1783 e o Bardarbunga em 1477, com largas fissuras de lava e emissões de material. Não é conhecida nenhuma VEI7 mesmo em registos pré-históricos.

    Os vulcões mais activos são o Hekla e Grimsvotn. Os mais intensos costumam ser o Bardarbunga, Katla e Oraefajokull.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  2. jorgepaulino

    jorgepaulino
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    30 Jan 2006
    Mensagens:
    207
    Local:
    N Arraiolos
    Excelente introdução ! Muito obrigado! Venham daí noticias e fotografias se possivel ! :palmas:
     
  3. Kispo

    Kispo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    17 Ago 2008
    Mensagens:
    188
    Local:
    Monte Abraão, Queluz (195m)
    Espectacular! Obrigado por partilhares ate aqui esta e outra info sobre a islândia!
    O mapa com os vários vulcões activos está muito bom; só é pena faltar a legenda de alguns deles!
    Continua a dar noticias desse país espectacular em termos de natureza! Cá estarei para as acompanhar! :)
     
  4. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Existem alguns vulcões não legendados na figura.

    No sul da Islândia onde se lê Eyjafjoll, deveria ler-se Eyjafjallajokull (a erupção de 2010). Ao lado direito, o glaciar, ligeiramente a norte do extremo sul da Islândia é o Katla!
    É esse o famoso par de vulcões do sul da Islândia.

    No meio do maior glaciar do país (Vatnjokull), no leste, existem dois vulcões não legendados. A leste do Laki.Frogufjoll está o também conhecido Grimsvotn (quase no meio dessa calote polar), e a norte, a leste do Bardarbunga (vulcão muito grande), no extremo norte do glaciar, está o vulcão Kverfjoll (que geralmente apresenta pequenas erupções).

    Entre a zona do Katla e do Vatnjokull, encontra-se uma zona de muitas fissuras: Eldgjá, Veidivotn e Laki, não indicadas no mapa.

    Há outro vulcão não legendado, no extremo sudoeste, o Krisuvik, ao lado do Reykjanes (que recentemente têm tido muita actividade sísmica)

    O mapa seguinte apresenta ainda mais vulcões activos da Islândia, praticamente todos. Basta saberem os mais famosos: Hekla, Katla, Grimsvotn, Bardarbunga, Oraefajokull, Askja e Krafla, e a zona adormecida entre Reykjanes e Langjokull (outra cadeia vulcânica, muito perto de Reykjavík).

    [​IMG]

     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Imagens desses vulcões mais famosos:

    Katla, vulcão muito largo, coberbo por um extenso glaciar, que no meio da caldeira cobre cerca de 600 metros de profundidade de gelo. Visto da estrada é isso mesmo. Somente do lado leste dá para apreciar a sua forma de vulcão gigante. À sua volta, toda a paisagem é um deserto preto. Erupções massivas cerca de duas vezes por século.

    [​IMG]

    Askja, mesmo no meio da Islândia, em local remoto e deserto de cinza, é o vulcão responsável por uma erupção VEI5, ou talvez ainda mais massiva, há 140 anos. Têm uma caldeira larga, também com 10km de diametro, que dá para visitar no verão, e uma cratera explosiva com um lago ainda quente, azul turquesa, na qual os turistas nadam. Desde então teve pequenas fissuras eruptivas em 1921 e 1961.

    [​IMG]

    Hekla, é um bonito vulcão, muito fotogénico quando fotografado, desde que as nuvens não o cubram (algo que acontece quase todos os dias!). Têm erupções muito frequentes, e por vezes muito explosivas quando é após longo silêncios. Erupções largas de lava. A forma do cone é na realidade uma longa fissura de 5km no topo.

    [​IMG]

    Irei postar mais em breve.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  6. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    7,140
    Local:
    Olhão (24 m)
    Espectacular Irpsit :thumbsup::thumbsup: Obrigado pela informação dada.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  7. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Continuando a descrição dos vulcões islandesas, chegámos aos vulcões debaixo do maior "glaciar" do país (é mais uma calote glacial - ice cap)

    Nessa calote glaciada, existem vários vulcões, todos com actividade muito explosiva devido a 2 motivos: primeiro a interacção do magma com o espesso glaciar produz violentas erupções (como o Grimsvotn demonstrou no mês passado), segundo porque a pluma islandesa (hot spot) está mesmo debaixo do glaciar, daí a actividade frequente e intensa nesta região.

    Os vulcões não podem ser observados directamente por estarem enterrados debaixo de 500 metros de gelo, numa calote que possui cerca de 100-150km de extensão!

    Aqui fica a imagem do novo lago na zona do Grimsvotn, resultante da última erupção. Este vulcão tem tido erupções a cada 6 anos, algumas erupções no passado foi catastróficas para o mundo inteiro, como a da fissura Laki, pertencente ao Grimsvotn que teve erupção em 1783-1785.

    A cadeira do Grimsvotn é algo larga, e debaixo do glaciar, está normalmente coberta por um lago (agora a descoberto). A fissura lateral do Grimsvotn, Laki, foi muita extensa, e abriu cerca de 50km de terra, e libertou uma quantidade colossal de lava, cinza e gases, que mataram milhões de pessoas na Europa nesses anos. A nuvem de cinza cobriu a Europa durante meses e sufocava as pessoas que trabalhavam ao ar livre.

    Aqui está o "pequeno" Grimsvotn, foto tirada há uns dias:

    [​IMG]

    O vizinho Bardarbunga, ainda mais largo que o Grimsvotn, é a segunda montanha mais alta da Islândia. A caldeira têm 2000 metros de altitude e 10km de diametro. O Bardarbunga teve também uma erupção VEI6 em 1477, que foi a maior erupção de cinza na Islândia em mil anos, apenas superada por erupções como a do Tambora ou do Krakatoa. Portanto é outro vulcão de respeito. Usualmente têm muita actividade sísmica mas está de momento dormente, há já 100 anos. A erupção de 1477 abriu uma fissura chamada Veidivotn, que se extendeu até 100km do vulcão Bardarbunga. Algo impressionante.

    Aqui está o gigante Bardarbunga. Assusta a imagem da caldeira não?

    [​IMG]

    Por último, O Oraefajokull. A montanha (e vulcão) mais alto do país. Uma cratera de 5km debaixo do gelo. Apenas são conhecidas duas erupções históricas, a primeira em 1362 foi das mais intensas na história do país, uma VEI5 ou até provavelmente VEI6, segundo algumas estimativas. A erupção libertou uma quantidade massiva de cinza quase comparável à do Bardarbunga em 1477.

    Aqui está o vulcão mais alto da Islândia, o Oraefajokull:

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature
  8. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    De um modo muito resumido, os 6 vulcões já descritos, são os mais poderosos da Islândia.

    Apesar do impacto catastrófico que o Grimsvotn e o Bardarbunga já tiveram, também o Katla teve uma erupção em 934 que abriu uma fissura (Eldgjá) que foi a mais longa e com mais lava do Holoceno.

    Aqui está a fissura contínua ao longo de 80km. Convém mencionar que esta fissura está próxima das outras duas fissuras catastróficas Veiditvotn e Laki, pertencentes aos outros dois vulcões.

    [​IMG]

    O Hekla teve também várias erupções altamente destrutivas na história do país, sendo um dos vulcões de todo o mundo com maior emissão de lava e tefra. Como a fotografia do meu post anterior mostra, o Hekla não está coberto por qualquer glaciar, apenas neve no topo.

    O Krafla, no norte do país, é uma caldeira larga com 10km de diametro (mais antiga), que ao longo dos últimos séculos teve algumas erupções explosivas mas sobretudo fissuras de lava, A última erupção entre 1975 e 1984, foi VEI0, somente lava, e foi possível observar episódios claros da separação das duas placas tectónicas, aquando das erupções. A erupção de 1724-1729, apresentou fontes de lava que podiam ser observadas de qualquer parte da Islândia, tal era a altura! O Krafla é de fácil acesso, sem glaciar, cheio de locais interessantes e o solo no vulcão ainda está quente.

    [​IMG]

    Um cone explosivo vários kms a sul do vulcão central.

    [​IMG]

    Cratera explosiva dentro da caldeira

    [​IMG]

    Outro vulcão também não glaciado, é o Torfajokull, com uma caldeira riolíto de 15km de diametro, portanto a mais larga do país, mas já muito erudida. As erupções são pouco frequentes e nos últimos milénios pouco intensas, mas apresenta uma área extremamente extensa de actividade geotérmica. Na realidade existe algum glaciar mas apenas na parte sul. Na parte norte é uma atracção turística famosa e muito bela, devido às multi-cores, obsidiana e cones vulcânicas, no limiar da caldeira. Aconselho a visita.

    [​IMG]

    [​IMG]

    Na zona norte dentro da caldeira, o cone Brennisteinsalda é muito colorido, e teve uma erupção em 1477, em simultâneo com a erupção catastrófica do vulcão Bardarbunga a mais de 150km de distância.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. Profetaa

    Profetaa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    20 Jan 2009
    Mensagens:
    323
    Local:
    Febres -Cantanhede(altitude 57m)
    "Vulcão Hekla, na Islândia, prestes a entrar em erupção
    De Pedro Ribeiro (LUSA) – Há 1 hora

    Reiquejavique, 06 jul (Lusa) - O vulcão Hekla, um dos mais ativos da Islândia, está prestes a entrar em erupção, disse à agência noticiosa francesa AFP um geólogo islandês.

    Paul Einarsson, professor na Universidade da Islândia, disse à AFP, com base nas observações de movimentos de magma na orla da cratera, que o Hekla (situado no sudoeste do país) estará prestes a entrar em atividade.

    "Isso não significa contudo que a erupção se vá produzir imediatamente", acrescentou Einarsson.

    © 2011 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A."

    google

    Webcam Hekla
     
    Collapse Signature Expand Signature
  10. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Tenho estado a viajar, curiosamente perto do Hekla (but not anymore!)

    E ia postar isso. Sim, o Hekla teve um pico súbito de inflação ontem, muito invulgar. Já teve o mesmo comportamento há uns dias. E algo que nunca se verificou antes de outras erupções passadas.

    Eu já achava que o vulcão estava próximo da erupção, devido a alguns raros sismos e mudanças no solo e em linhas de água. Agora, parece estar muito claro.

    Não quero estar a especular, mas acho que uma erupção pode ocorrer no espaço das próximas semanas.

    O Katla deu há 2 semanas sinais muito claros de estar também perto de uam erupção. Mas até à altura a actividade sísmica mais intensa limitou-se a esse período de uns dias, há semanas. Creio que uma erupção deste poderá também ocorrer este ano ou no próximo.

    Vivendo a 50km do Hekla e 100km do Katla, estes são sinais que não me agradam muito, apesar do espectáculo extraordinário que iria ser. Já a última do Grimsvotn foi assustador....

     
    Collapse Signature Expand Signature
  11. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Hekla registra agora uma ligeira deflação. O magma certamente moveu-se bem debaixo da montanha, e estes parecem ser os sinais preliminares de uma erupção num futuro próximo. Os cientistas islandeses instalaram recentemente sensores muito sensíveis neste vulcão que quase nunca avisa a erupção (os sismos ocorrem apenas 30 min antes!).

    Estes sensores detectaram agora estes movimentos há 2 dias, mas ontem e hoje a montanha deflacionou.

    Não me preocupo com isto, apesar de estar a 50km do Hekla. Portanto, acho absurdo cada vez que há "fear-mongering" destes vulcões islandeses.

    Por outro lado, o Katla têm registado inflação considerável nos últimos 2-3 meses, outro sinal de o magma tem acumulado mais debaixo do vulcão.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    7,140
    Local:
    Olhão (24 m)
    Na 2ªfeira à noite vi uma reportagem na RTP2 sobre os vulcões da Islândia e não só, mas fiquei completamente fascinado pela Islândia. Segundo os meteorologistas islandeses o próximo vulcão a entrar em erupção será o Katla.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  13. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Algarvio, isso é falso.

    Nenhum cientista pode afirmar com certeza que o próximo vulcão é X ou Y.

    Há vulcões mais prováveis de serem o próximo (Hekla, Katla, Askja, etc), mas ninguém têm a certeza de qual, e quando será.

    Existe muita tolice a ser dito nos media acerca dos vulcões.

    Do mesmo modo, não existem vulcóes "overdue". Os vulcṍes entram em erupção quando têm que entrar, nem mais cedo, nem tarde. O magma acumula-se e quando a pressão é suficiente, ocorre uma erupção. Noutros casos, o magma sobe e fica perto da superfície sem sair (ocorre uma intrusão dike), como ocorreu no Askja neste passado Maio.

    O único facto cientificamente correcto é que existe dentro do Hekla e Katla movimentos de magma dentro das últimas semanas. E inflação considerável em ambos os vulcões. Mas no caso do Katla este comportamento já ocorre esporadicamente há desde vários anos.

     
    Collapse Signature Expand Signature
  14. |Ciclone|

    |Ciclone|
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    13 Mai 2009
    Mensagens:
    172
    Local:
    Lisboa
    Mais uma série de sismos na zona do katla.
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature
  15. Kispo

    Kispo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    17 Ago 2008
    Mensagens:
    188
    Local:
    Monte Abraão, Queluz (195m)
    É. O Katla ultimamente tem evidenciado uma actividade sísmica elevada, ou seja, "swarm" sísmicos frequentes. A ideia com que fico é que o Katla está com uma "vontade" enorme de entrar em erupção. Também pode não acontecer nada, mas tendo em conta que o Eyjafjalla entrou em erupção há cerca de um ano e pouco atrás e que no passado o Katla entra em erupção após uma erupção no Eyjafjalla, eu diria que a probabilidade do Katla entrar em erupção nos próximos tempos (semanas, meses) é elevada.
     

Partilhar esta Página