Acumulação de neve vs permanência de Neve em Portugal

AJB

Nimbostratus
Registo
5 Mar 2009
Mensagens
997
Local
Baião
Acho que as fotos do Norther são de ontem, Geiras.

Quanto aos avisos, bom, se a Serra da Estrela, e principalmente o planalto > 1800m, fosse contemplado por esses avisos, os distritos de Castelo Branco e Guarda estariam em constante aviso vermelho.

E o mesmo teriam que fazer para os distritos de Braga e Vila Real, por causa do Gerês. Não que a neve lá seja tão frequente e permanente como na Serra da Estrela (a altitude é menor), mas quando dá para neve, é ao metro. (Dada a precipitação abundante).

De facto...concordo contigo!
Uma duvida que "transporto" ha ja alguns anos (ha muitos alias:)) é qual a serra (necessariamente tem que ser serra ou planalto) que, depois da serra da Estrela, tem mais dias de neve (de queda de neve e que mais dias a conserve)...
Isto pode parecer algo picuinhas, é pá mas de facto tenho interesse nisso...vejamos:
Serra do Gerês- tem na Nevosa o ponto mais alto com 1548 metros de altitude, mas esta demasiado proxima da influencia do oceano...
Serra do Larouco - mais afastada do oceano, tem no culminar do planalto 1536 metros...
Serra de Montesinho - BASTANTE mais "seca", esta serra atinge "só" 1486 metros...
Afasto previamente as Serras de Montemuro, Marão, Nogueira, Alvão e Planalto de Castro Laboreiro pois acredito estarem uns "furos" abaixo...
se alguem tiver esta "maluqueira" de saber qual o 2º lugar de portugal mais nevoso e que mais tempo conserve a neve e quiser partilhar opiniões...:thumbsup:
Ah! eu apostava no Larouco...no meio é que esta a virtude não é...:lol:
 

vitamos

Staff
Registo
11 Dez 2007
Mensagens
5,433
Local
Estarreja
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

De facto...concordo contigo!
Uma duvida que "transporto" ha ja alguns anos (ha muitos alias:)) é qual a serra (necessariamente tem que ser serra ou planalto) que, depois da serra da Estrela, tem mais dias de neve (de queda de neve e que mais dias a conserve)...
Isto pode parecer algo picuinhas, é pá mas de facto tenho interesse nisso...vejamos:
Serra do Gerês- tem na Nevosa o ponto mais alto com 1548 metros de altitude, mas esta demasiado proxima da influencia do oceano...
Serra do Larouco - mais afastada do oceano, tem no culminar do planalto 1536 metros...
Serra de Montesinho - BASTANTE mais "seca", esta serra atinge "só" 1486 metros...
Afasto previamente as Serras de Montemuro, Marão, Nogueira, Alvão e Planalto de Castro Laboreiro pois acredito estarem uns "furos" abaixo...
se alguem tiver esta "maluqueira" de saber qual o 2º lugar de portugal mais nevoso e que mais tempo conserve a neve e quiser partilhar opiniões...:thumbsup:
Ah! eu apostava no Larouco...no meio é que esta a virtude não é...:lol:

Talvez não seja o tópico mais adequado mas fica a minha opinião...

Acho que a Estrela compete de tal forma em outro campeonato que o chamado "2º lugar" é irrelevante. Passo a explicar: Falamos de um planalto extenso compreendido na barreira 1800-2000m. Comparando com os restantes sistemas estes segundos estarão todos em média nos 1500-1600m, sendo os seus topos geralmente picos, tirando alguns no Nordeste que, estando supostamente menos expostos ao atlântico, têm eles menos cota máxima. Assim o conjunto de picos a 1500 - 1600m estão sujeitos perante entradas diversas com temperaturas positivas a 850hPa, rápida deterioração do seu manto branco. A diferença em dias do seu "degelo" total é assim irrelevante. Pelo que daquilo que todos os anos se relata, os neveiros da estrela são os únicos (quer por cota, quer por acomulação) capazes de resistir mais tempo, por vezes de forma notável até Maio e, em alguns anos, mesmo Junho :)
 

AJB

Nimbostratus
Registo
5 Mar 2009
Mensagens
997
Local
Baião
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Talvez não seja o tópico mais adequado mas fica a minha opinião...

Acho que a Estrela compete de tal forma em outro campeonato que o chamado "2º lugar" é irrelevante. Passo a explicar: Falamos de um planalto extenso compreendido na barreira 1800-2000m. Comparando com os restantes sistemas estes segundos estarão todos em média nos 1500-1600m, sendo os seus topos geralmente picos, tirando alguns no Nordeste que, estando supostamente menos expostos ao atlântico, têm eles menos cota máxima. Assim o conjunto de picos a 1500 - 1600m estão sujeitos perante entradas diversas com temperaturas positivas a 850hPa, rápida deterioração do seu manto branco. A diferença em dias do seu "degelo" total é assim irrelevante. Pelo que daquilo que todos os anos se relata, os neveiros da estrela são os únicos (quer por cota, quer por acomulação) capazes de resistir mais tempo, por vezes de forma notável até Maio e, em alguns anos, mesmo Junho :)

sim, concordo contigo!
A questão do 2º lugar é mera curiosidade apenas e só!
De facto talvez este não seja o "seguimento" mais adequado...desculpem...mas criar um apenas por esta curiosidade não deve valer a pena...
Um aparte. Acompanho, através da webcam da estancia de Manzaneda (a que está a 1500 metros, na base da estação), a evolução de neve no solo nesse local e através disso (margem de erro significativa?) tento perceber a evolução da situação no Gerês e Larouco...o MeteoMontalegre talvez nos ajude daqui para a frente:thumbsup:
 

snowadd

Cirrus
Registo
4 Fev 2014
Mensagens
36
Local
Passos Mirandela (490 m)
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

sim, concordo contigo!
A questão do 2º lugar é mera curiosidade apenas e só!
De facto talvez este não seja o "seguimento" mais adequado...desculpem...mas criar um apenas por esta curiosidade não deve valer a pena...
Um aparte. Acompanho, através da webcam da estancia de Manzaneda (a que está a 1500 metros, na base da estação), a evolução de neve no solo nesse local e através disso (margem de erro significativa?) tento perceber a evolução da situação no Gerês e Larouco...o MeteoMontalegre talvez nos ajude daqui para a frente:thumbsup:

Concordo, com os dois.. A serra da Estrela "joga mesmo noutro campeonato", devido a diferença de quase 500 metros de altitude que significaria a média de 3ºC (aproximadamente) e que é uma diferença "monstruosa", a estas latitudes, onde a queda de neve está dependente da passagem de frentes.
Estes 3ºC são a diferença entre as frentes quentes serem na forma de chuva a maioria das vezes entre os 1500-1800 metros e acima disto continuarem a ser neve.
Contudo tenho seguido muitas vezes Manzaneda (mais baixa que a Serra da Estrela cerca de 200 metros e com o factor interioridade a ser quase o mesmo) e consta-se que a acumulação de neve nos seus topos ainda é maior do que a da Serra da Estrela, o que significa que a temperatura média nos topos será muito semelhante. Conclui-se assim (havendo claro outros factores envolvidos) que em média a região norte(Larouco e Gerês), à mesma altitude terá cerca de 1ºC em média a menos que a região da Serra da Estrela.
Ora como todos sabem, a Galiza e o norte de Portugal tem uma precipitação mais abundante que a região da serra da Estrela, sendo muito semelhante entre a serra do Larouco e Serra do Gerês, (ligeira vantagem para a serra do Gerês por ser mais litoral). Mas devido à maior interioridade (temperaturas mais baixas) e também o factor de não ser tão escarpada como o Gerês, eu diria que no seu topo a serra do Larouco levaria o segundo lugar do campeonato no que toca a acumulação e permanência de neve.

E desculpem a continuação do "off topic", mas também sou um entusiasta da neve...
 

AJB

Nimbostratus
Registo
5 Mar 2009
Mensagens
997
Local
Baião
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Concordo, com os dois.. A serra da Estrela "joga mesmo noutro campeonato", devido a diferença de quase 500 metros de altitude que significaria a média de 3ºC (aproximadamente) e que é uma diferença "monstruosa", a estas latitudes, onde a queda de neve está dependente da passagem de frentes.
Estes 3ºC são a diferença entre as frentes quentes serem na forma de chuva a maioria das vezes entre os 1500-1800 metros e acima disto continuarem a ser neve.
Contudo tenho seguido muitas vezes Manzaneda (mais baixa que a Serra da Estrela cerca de 200 metros e com o factor interioridade a ser quase o mesmo) e consta-se que a acumulação de neve nos seus topos ainda é maior do que a da Serra da Estrela, o que significa que a temperatura média nos topos será muito semelhante. Conclui-se assim (havendo claro outros factores envolvidos) que em média a região norte(Larouco e Gerês), à mesma altitude terá cerca de 1ºC em média a menos que a região da Serra da Estrela.
Ora como todos sabem, a Galiza e o norte de Portugal tem uma precipitação mais abundante que a região da serra da Estrela, sendo muito semelhante entre a serra do Larouco e Serra do Gerês, (ligeira vantagem para a serra do Gerês por ser mais litoral). Mas devido à maior interioridade (temperaturas mais baixas) e também o factor de não ser tão escarpada como o Gerês, eu diria que no seu topo a serra do Larouco levaria o segundo lugar do campeonato no que toca a acumulação e permanência de neve.

E desculpem a continuação do "off topic", mas também sou um entusiasta da neve...

:thumbsup:
Bem, para não continuar o Off topic e se houver mais alguns interessados que justifiquem...que tal um Seguimento Neve Portugal ou seguimento Serras...ou outro qualquer...srs Moderadores que dizem???;)
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,049
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Conclui-se assim (havendo claro outros factores envolvidos) que em média a região norte(Larouco e Gerês), à mesma altitude terá cerca de 1ºC em média a menos que a região da Serra da Estrela.
Ora como todos sabem, a Galiza e o norte de Portugal tem uma precipitação mais abundante que a região da serra da Estrela, sendo muito semelhante entre a serra do Larouco e Serra do Gerês, (ligeira vantagem para a serra do Gerês por ser mais litoral). Mas devido à maior interioridade (temperaturas mais baixas) e também o factor de não ser tão escarpada como o Gerês, eu diria que no seu topo a serra do Larouco levaria o segundo lugar do campeonato no que toca a acumulação e permanência de neve.

Atenção que o Gerês recebe muito mais precipitação que o Larouco. E não é uma diferença ligeira. Muito pelo contrário.
As serras do Gerês ultrapassam os 3000mm anuais. O Larouco fica muito longe disso. Cerca de 2000mm, se tanto. Muito atrás de outros sistemas montanhosos. Mesmo Pitões das Júnias, já tem menos uns 600-800mm anuais que a parte central do Gerês.

No que toca a acumulação de neve, se tal fosse possível contabilizar, não sei se o planalto da Serra da Estrela ganharia ao Gerês (Minas dos Carris e serras a sudoeste com vários pontos a 1400 e tal metros de altitude). Tenho bastantes dúvidas. são pontos que quando dá para nevar, neva ao metro. E não há forma contabilizar isso porque nenhuma estrada vai até lá. As que vão mais perto (Portela do Homem), fica a uma cota muito inferior (800-900m).

Em termos de permanência de neve, o segundo lugar - atrás da serra da Estrela - é capaz de ir para o Larouco. A muita precipitação (chuva) orográfica do Gerês, e que ali fica bloqueada (daí a diferença de precipitação do Gerês para Pitões), acaba por ser fatal para a neve.
Em Portugal, o muito degelo acaba por dever-se à chuva e não tanto à temperatura. E até a serra da Estrela, com os seus 2000m sofre com isso.

----------------

EDIT (21h50):

Aliás, em termos de permanência de neve, Montesinho, com os seus 1486 metros de altitude, talvez tenha mais dias de neve no solo que o Larouco. Embora a diferença não deva ser muita, digo eu.
 
  • Gosto
Reactions: Norther e snowadd

snowadd

Cirrus
Registo
4 Fev 2014
Mensagens
36
Local
Passos Mirandela (490 m)
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Atenção que o Gerês recebe muito mais precipitação que o Larouco. E não é uma diferença ligeira. Muito pelo contrário.
As serras do Gerês ultrapassam os 3000mm anuais. O Larouco fica muito longe disso. Cerca de 2000mm, se tanto. Muito atrás de outros sistemas montanhosos. Mesmo Pitões das Júnias, já tem menos uns 600-800mm anuais que a parte central do Gerês.

No que toca a acumulação de neve, se tal fosse possível contabilizar, não sei se o planalto da Serra da Estrela ganharia ao Gerês (Minas dos Carris e serras a sudoeste com vários pontos a 1400 e tal metros de altitude). Tenho bastantes dúvidas. são pontos que quando dá para nevar, neva ao metro. E não há forma contabilizar isso porque nenhuma estrada vai até lá. As que vão mais perto (Portela do Homem), fica a uma cota muito inferior (800-900m).

Em termos de permanência de neve, o segundo lugar - atrás da serra da Estrela - é capaz de ir para o Larouco. A muita precipitação (chuva) orográfica do Gerês, e que ali fica bloqueada (daí a diferença de precipitação do Gerês para Pitões), acaba por ser fatal para a neve.
Em Portugal, o muito degelo acaba por dever-se à chuva e não tanto à temperatura. E até a serra da Estrela, com os seus 2000m sofre com isso.

----------------

EDIT (21h50):

Aliás, em termos de permanência de neve, Montesinho, com os seus 1486 metros de altitude, talvez tenha mais dias de neve no solo que o Larouco. Embora a diferença não deva ser muita, digo eu.


Está certo que tem razão que a precipitação anual em certas zonas do Gerês
é muito mais elevada do que no Larouco, mas a esmagadora maioria dessa precipitação anual é sobre a forma de chuva, e de forma geral os eventos com maior acumulação de precipitação ocorrem com temperaturas elevadas onde só neva mesmo acima da cota destas Serras, ou nos pontos mais altos. Quando a temperatura baixa, à passagem da frente fria, a precipitação reduz-se, o que faz com que a diferença de precipitação na forma de neve entre os 2 sistemas montanhosos não seja assim tão grande.
Além disso também como referiu e bem, a chuva é o principal factor para o degelo, e o Gerês acusa o factor litoralidade, além da serra ser muito mais "escarpada", o que contribui para que o degelo nesta serra seja de forma muito mais acentuada, assim eu mantenho a minha opinião e continuo a dizer que o Larouco será a segunda "força" em termos de neve em Portugal.
Agora como disse, se houver anos com cotas de neve cerca dos 1200 metros ou algo similar constante (sem muito degelo), aí sem dúvida que o Gerês terá acumulações brutais muito superiores ao Larouco, o que não é o caso deste ano, onde tem havido muito degelo a estas cotas.
Montesinho não entrará para a corrida devido à sua MUITO menor acumulação, não dura tanto a neve, porque simplesmente não há tanta, pode até a região ter temperatura mais baixa, mas a energia necessária para fundir uma quantidade de neve maior será muito maior também..
 

AJB

Nimbostratus
Registo
5 Mar 2009
Mensagens
997
Local
Baião
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Atenção que o Gerês recebe muito mais precipitação que o Larouco. E não é uma diferença ligeira. Muito pelo contrário.
As serras do Gerês ultrapassam os 3000mm anuais. O Larouco fica muito longe disso. Cerca de 2000mm, se tanto. Muito atrás de outros sistemas montanhosos. Mesmo Pitões das Júnias, já tem menos uns 600-800mm anuais que a parte central do Gerês.
No que toca a acumulação de neve, se tal fosse possível contabilizar, não sei se o planalto da Serra da Estrela ganharia ao Gerês (Minas dos Carris e serras a sudoeste com vários pontos a 1400 e tal metros de altitude). Tenho bastantes dúvidas. são pontos que quando dá para nevar, neva ao metro. E não há forma contabilizar isso porque nenhuma estrada vai até lá. As que vão mais perto (Portela do Homem), fica a uma cota muito inferior (800-900m).

Em termos de permanência de neve, o segundo lugar - atrás da serra da Estrela - é capaz de ir para o Larouco. A muita precipitação (chuva) orográfica do Gerês, e que ali fica bloqueada (daí a diferença de precipitação do Gerês para Pitões), acaba por ser fatal para a neve.
Em Portugal, o muito degelo acaba por dever-se à chuva e não tanto à temperatura. E até a serra da Estrela, com os seus 2000m sofre com isso.

----------------

EDIT (21h50):

Aliás, em termos de permanência de neve, Montesinho, com os seus 1486 metros de altitude, talvez tenha mais dias de neve no solo que o Larouco. Embora a diferença não deva ser muita, digo eu.


Está certo que tem razão que a precipitação anual em certas zonas do Gerês
é muito mais elevada do que no Larouco, mas a esmagadora maioria dessa precipitação anual é sobre a forma de chuva, e de forma geral os eventos com maior acumulação de precipitação ocorrem com temperaturas elevadas onde só neva mesmo acima da cota destas Serras, ou nos pontos mais altos. Quando a temperatura baixa, à passagem da frente fria, a precipitação reduz-se, o que faz com que a diferença de precipitação na forma de neve entre os 2 sistemas montanhosos não seja assim tão grande.
Além disso também como referiu e bem, a chuva é o principal factor para o degelo, e o Gerês acusa o factor litoralidade, além da serra ser muito mais "escarpada", o que contribui para que o degelo nesta serra seja de forma muito mais acentuada, assim eu mantenho a minha opinião e continuo a dizer que o Larouco será a segunda "força" em termos de neve em Portugal.
Agora como disse, se houver anos com cotas de neve cerca dos 1200 metros ou algo similar constante (sem muito degelo), aí sem dúvida que o Gerês terá acumulações brutais muito superiores ao Larouco, o que não é o caso deste ano, onde tem havido muito degelo a estas cotas.
Montesinho não entrará para a corrida devido à sua MUITO menor acumulação, não dura tanto a neve, porque simplesmente não há tanta, pode até a região ter temperatura mais baixa, mas a energia necessária para fundir uma quantidade de neve maior será muito maior também..

Concordo com parte do que voçês dizem, mas discordo de outras!
Acho que realmente a precipitação que o Gerês tem a mais que o Larouco é motivada sobretudo por entradas de Oeste e Sudoeste... e nesta última até a Estrela tem dificuldade em ter neve, a não ser na vertente sul após uma situação de AA...é nessas situações que Trás-Os-Montes recebe bons nevões, mas que rapidamente desaparecem!
Concordo que realmente a precipitação será o principal factor para derreter a neve no solo...aí Montesinho esta a frente...assim, apesar de achar que o Larouco será o 2º lugar neste ranking...estou seriamente convencido que Montesinho (a Norte da casa do Parque na Lama Grande) terá muitos dias de neve no solo...
Quando falo nestas serras, limito a uma pequena porção de território...no Gerês a zona dos Carris, Nevosa, Altar de Cabrões e Fonte fria (todos acima dos 1450 metros)...no Larouco na zona do planalto central (Fonte da Pipa ou na zona do parapente, tambem acima da cota 1450 metros)...por fim em Montesinho, seria na Lama Grande, acima dos (aqui, pois é mais interior) 1400 metros!
Ah! Não nos esqueçamos de um pormenor que aqui me parece importante: Montesinho esta inserido na Serra de La Gamoneda e Trevinca que habitualmente tem bons nevões:thumbsup:
Pena este seguimento ser teórico pois infelizmente não ha webcams, estações meteo nem quem tenha visibilidade diaria para estes locais...
 

snowadd

Cirrus
Registo
4 Fev 2014
Mensagens
36
Local
Passos Mirandela (490 m)
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Concordo com parte do que voçês dizem, mas discordo de outras!
Acho que realmente a precipitação que o Gerês tem a mais que o Larouco é motivada sobretudo por entradas de Oeste e Sudoeste... e nesta última até a Estrela tem dificuldade em ter neve, a não ser na vertente sul após uma situação de AA...é nessas situações que Trás-Os-Montes recebe bons nevões, mas que rapidamente desaparecem!
Concordo que realmente a precipitação será o principal factor para derreter a neve no solo...aí Montesinho esta a frente...assim, apesar de achar que o Larouco será o 2º lugar neste ranking...estou seriamente convencido que Montesinho (a Norte da casa do Parque na Lama Grande) terá muitos dias de neve no solo...
Quando falo nestas serras, limito a uma pequena porção de território...no Gerês a zona dos Carris, Nevosa, Altar de Cabrões e Fonte fria (todos acima dos 1450 metros)...no Larouco na zona do planalto central (Fonte da Pipa ou na zona do parapente, tambem acima da cota 1450 metros)...por fim em Montesinho, seria na Lama Grande, acima dos (aqui, pois é mais interior) 1400 metros!
Ah! Não nos esqueçamos de um pormenor que aqui me parece importante: Montesinho esta inserido na Serra de La Gamoneda e Trevinca que habitualmente tem bons nevões:thumbsup:
Pena este seguimento ser teórico pois infelizmente não ha webcams, estações meteo nem quem tenha visibilidade diaria para estes locais...


Concordo consigo, mas só acrescentar que Montesinho não está inserido na Serra de Sanabria (para ser geral), na parte portuguesa chega perto dos 1500 metros, e ultrapassa-os na parte Espanhola, mas depois há um vale, antes de se atingir a serra de Sanabria. Em entradas de noroeste, (mais "nevosas") montesinho localiza-se um pouco na zona de sombra de precipitação,( efeito de Fohen), e a precipitação da serra de sanabria decresce muito.. Mas o que não invalida que montesinho também tenha bastantes dias com neve no solo...
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,049
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Tenho mesmo pena que não hajam estações, registos ou mesmo estradas nessas regiões "remotas".
E que por isso esta discussão não passe muito além da teoria.

De qualquer forma, de dizer que Montesinho não tem muito menos precipitação que o Larouco.

O Larouco fica altamente prejudicado pelo Gerês. A precipitação fica bloqueada lá.
E isso percebe-se essencialmente num pós frontal, em que se nota perfeitamente toda a região desde Lamas de Mouro a Pitões das Júnias coberta de uma nebulosidade constantes, e a região de Montalegre fica como que a espaços. Entre os aguaceiros e as abertas.

As serras do Gerês acumulam muita precipitação, mesmo num pós frontal.

Não sei se algum de vocês se lembra de um membro do fórum de nome Lince. Andou aqui pelo fórum nos anos de 2008 - 2011.
Habitava em Bouça dos Homens, e aqui partilhou fotografias dos maiores nevões que eu já aqui vi em Portugal.
E algumas de eventos para os quais não se esperava grande coisa.

Até brincávamos dizendo que toda a neve ficava ali, na região dele.
 
  • Gosto
Reactions: snowadd

vinc7e

Nimbostratus
Registo
30 Nov 2008
Mensagens
1,043
Local
Vila Verde
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Relativamente à quantidade de neve e de dias com neve no solo deixo aqui um exemplo elucidativo.

Seta esquerda Gerês, seta direita Larouco.
dia 10-02-2009
3iv2.jpg


Após 7 dias sem precipitação
dia 19-02-2009
6yyv.jpg

Após 15 dias sem precipitação
dia 27-02-2009
ixsa.jpg
 
  • Gosto
Reactions: snowadd e AnDré

AJB

Nimbostratus
Registo
5 Mar 2009
Mensagens
997
Local
Baião
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Concordo consigo, mas só acrescentar que Montesinho não está inserido na Serra de Sanabria (para ser geral), na parte portuguesa chega perto dos 1500 metros, e ultrapassa-os na parte Espanhola, mas depois há um vale, antes de se atingir a serra de Sanabria. Em entradas de noroeste, (mais "nevosas") montesinho localiza-se um pouco na zona de sombra de precipitação,( efeito de Fohen), e a precipitação da serra de sanabria decresce muito.. Mas o que não invalida que montesinho também tenha bastantes dias com neve no solo...

Julgo que isso sera mais em entradas de Norte...de Noroeste nem tanto pois MOntesinho esta "acoplado" a Serra de La Gamoneda (1700 e tal metros acho)...do lado Português não chega aos 1500 metros por pouco (1486) mas com a sua interioridade compensa a pequena diferença para o Gerês e Larouco...
 
  • Gosto
Reactions: snowadd

AJB

Nimbostratus
Registo
5 Mar 2009
Mensagens
997
Local
Baião
Ah! obrigado Anfré pela criação do seguimento:thumbsup:
Espero que tenha interesse...:rolleyes:
 

AJB

Nimbostratus
Registo
5 Mar 2009
Mensagens
997
Local
Baião
Tenho mesmo pena que não hajam estações, registos ou mesmo estradas nessas regiões "remotas".
E que por isso esta discussão não passe muito além da teoria.

De qualquer forma, de dizer que Montesinho não tem muito menos precipitação que o Larouco.

O Larouco fica altamente prejudicado pelo Gerês. A precipitação fica bloqueada lá.
E isso percebe-se essencialmente num pós frontal, em que se nota perfeitamente toda a região desde Lamas de Mouro a Pitões das Júnias coberta de uma nebulosidade constantes, e a região de Montalegre fica como que a espaços. Entre os aguaceiros e as abertas.

As serras do Gerês acumulam muita precipitação, mesmo num pós frontal.

Não sei se algum de vocês se lembra de um membro do fórum de nome Lince. Andou aqui pelo fórum nos anos de 2008 - 2011.
Habitava em Bouça dos Homens, e aqui partilhou fotografias dos maiores nevões que eu já aqui vi em Portugal.
E algumas de eventos para os quais não se esperava grande coisa.

Até brincávamos dizendo que toda a neve ficava ali, na região dele.

Sim sim, lembro me perfeitamente....aliás a zona de Castro Laboreiro (Giestoso 1335 metros salvo erro, deve ser a zona em Portugal Continental mais próxima do mar que conserva mais tempo a neve no solo) existem Brandas e Inverneiras por alguma razão...sabes, não deixo de concordar contigo com a tua observação, até pode ser o Gerês mais nevoso (vamos chamar -lhe assim) que o Larouco...não sei...de qualquer forma acredito numa situação muito semelhante entre as duas serras...
 

snowadd

Cirrus
Registo
4 Fev 2014
Mensagens
36
Local
Passos Mirandela (490 m)
Re: Seguimento Interior Norte e Centro - Fevereiro 2014

Relativamente à quantidade de neve e de dias com neve no solo deixo aqui um exemplo elucidativo.

Seta esquerda Gerês, seta direita Larouco.
dia 10-02-2009
3iv2.jpg


Após 7 dias sem precipitação
dia 19-02-2009
6yyv.jpg

Após 15 dias sem precipitação
dia 27-02-2009
ixsa.jpg


Como se pode ver, trata-se de uma diferença mínima, a serra do Gerês tem é uma área bastante maior acima dos 1300 metros o que se vê na imagem.. E claro que só um exemplo não faz um panorama global.. Mas vê-se que mesmo que a serra do Gerês acumule mais, o "rate" a que a neve derrete é muito semelhante..