Análise de Modelos, Previsões e Alertas - Agosto 2011

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,049
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Regras deste tópico:

->Regras Análise Modelos, Previsão e Alertas
->Nota sobre a utilização dos dois tópicos de Previsões


Aviso MeteoPT
As análises, previsões ou alertas neste forum são apenas a opinião dos utilizadores que as proferem e são da sua inteira responsabilidade. Não são previsões ou alertas de entidades oficiais, salvo indicação em contrário, não devendo portanto ser usadas como tal.
Para previsões, avisos e alertas oficiais, consulte sempre os produtos do Instituto de Meteorologia, Protecção Civil ou outras entidades com essa função.
 

Geiras

Cumulonimbus
Registo
16 Jun 2010
Mensagens
4,247
Local
Qta. do Conde / Sintra
Re: Análise de Modelos, Previsões e Alertas - Julho 2011

Instituto de Meteorologia





:trovao:
 

Geiras

Cumulonimbus
Registo
16 Jun 2010
Mensagens
4,247
Local
Qta. do Conde / Sintra
O Instituto de Meteorologia alargou o aviso de trovoadas e aguaceiros por vezes fortes para o distrito de Leiria.
Já o distrito de Beja e Faro apenas têm aviso para aguaceiros fortes.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,049
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Mês de agosto inicia-se com precipitação em todo o continente
2011-08-01 (IM)

Hoje e amanhã, 1 e 2 de agosto, o continente está condicionado pelo cavamento de uma depressão na região do Golfo de Cádiz associado à aproximação de um vale em altitude. Assim, o Centro de Previsão do Tempo do IM prevê a ocorrência de aguaceiros acompanhados de trovoada, mais significativos na região sul durante a tarde de hoje, e na região Norte e interior Centro no final do dia de hoje e início de amanhã. A temperatura irá registar uma descida no interior Norte e Centro e o vento soprará moderado de noroeste, em particular no litoral a sul do Cabo Carvoeiro durante a tarde.

Esta situação terá como consequência a diminuição do risco de incêndio, para hoje e amanhã, que será reduzido em todo o País.

Durante a tarde de amanhã prevê-se, para a região sul, a diminuição de nebulosidade sem ocorrência de precipitação.

Para dia 3, o continente estará sob a acção do anticiclone dos Açores, apresentando-se o céu pouco nublado ou limpo e haverá uma ligeira subida da temperatura máxima nas regiões do interior.

Nos dias 4 e 5, com a aproximação e passagem de sistemas frontais no norte da Península Ibérica, irá aumentar a nebulosidade nas regiões do Norte e litoral Centro, com probabilidade de ocorrência de precipitação fraca.

De acordo com a análise, efetuada pelo Centro de Previsão do IM, à informação disponível para o médio-prazo, as temperaturas terão tendência para um ligeiro aumento gradual a partir de 3 até ao dia 5, aproximando-se dos valores normais para a época a partir de dia 8.

Fonte: IM
 

Geiras

Cumulonimbus
Registo
16 Jun 2010
Mensagens
4,247
Local
Qta. do Conde / Sintra

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Temperaturas vão subir até 8 graus, mas vaga de calor não está prevista
As temperaturas no litoral oeste vão sofrer um aumento significativo na terça-feira, estando previsto que em Lisboa os termómetros subam até oito graus, disse hoje fonte do Instituto de Meteorologia.

“Amanhã [terça-feira] vai haver uma subida significativa da temperatura no litoral oeste. Em Lisboa, por exemplo, a temperatura pode subir sete a oito graus”, disse o meteorologista Ricardo Tavares.

Para Lisboa estão previstos 28 graus para hoje e 36 para terça-feira.

A cidade de Leiria, onde hoje são esperados 25 graus, pode chegar aos 32 na terça-feira, acrescentou o meteorologista.

No entanto, o especialista ressalvou que “não está prevista qualquer onda de calor” porque não estão reunidas as condições necessárias para ser decretada essa condição.

“Para se decretar uma onda de calor é preciso ter três dias consecutivos de temperaturas elevadas - cinco graus acima da média máxima dos últimos 30 anos para cada estação meteorológica”, explicou.

Segundo Ricardo Tavares, a temperatura vai subir nos próximos três dias, mas a partir de quinta-feira “é possível que haja alguma instabilidade”.

Quanto ao vento, o meteorologista disse que a “tendência é ir diminuindo”.

Apesar de não estarmos perante uma onda de calor, as temperaturas vão subir bastante no litoral oeste. Nestas condições, as autoridades afirmam habitualmente que é útil ter presentes alguns cuidados a ter, nomeadamente, beber água e evitar bebidas alcoólicas e com elevados teores de açúcar.

Devem fazer-se refeições leves e mais frequentes, evitar a exposição direta ao sol, usar protetor solar, chapéu e óculos de sol, entre outros.

Destak/Lusa
 

N_Fig

Cumulonimbus
Registo
29 Jun 2009
Mensagens
3,440
Local
Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
Temperaturas altas nos próximos dias em Portugal Continental
2011-08-08 (IM)

Com o anticiclone dos Açores a estender-se em crista até à Europa central, o Centro de Análise e Previsão do Tempo do Instituto de Meteorologia, I.P. (IM) prevê para hoje e até à próxima quarta-feira, dia 10 de agosto, uma subida da temperatura máxima em todo o território do continente, que será mais acentuada durante o dia de amanhã, em especial no litoral oeste.

Para amanhã em Lisboa prevê-se uma temperatura máxima de 36ºC e para o Porto de 30ºC, valores acima da normal 1971-2000 para esta época. Para quarta-feira, dia 10, prevê-se novo aumento da temperatura, em especial nas regiões do interior norte e centro, com temperaturas máximas que poderão atingir 33ºC no Porto, 32ºC em Bragança, 38º em Évora, 37ºC em Beja e 32ºC em Faro.

A temperatura mínima registará também uma ligeira subida em todo o território.

O vento soprará em geral fraco do quadrante norte, com intensidade moderada de noroeste no litoral oeste.

O Instituto de Meteorologia, I.P. recomenda para este período alguns cuidados na exposição ao Sol e ao calor, particularmente aos grupos populacionais mais vulneráveis.
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
Alerta Especial de Nível Amarelo - Calor Intenso | Aumento do perigo de incêndios florestais

As previsões disponibilizadas pelo Instituto de Meteorologia (IM) para os próximos dias, apontam para o aumento generalizado das temperaturas máximas e mínimas, a diminuição acentuada da humidade relativa para patamares abaixo dos 30% e a permanência de um corrente de vento fraca do quadrante Leste.
Face a estas previsões, a ANPC determinou a passagem para o NÍVEL AMARELO do Estado de Alerta Especial do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais, entre as 14h00 de hoje, dia 9 de Agosto, e as 21h00 do dia 12 de Agosto, sexta-feira, para todos os distritos do território Continental.
Risco de Incêndio - Assim, a ANPC, através dos OCS, recomenda à população a tomada das necessárias medidas de prevenção e precaução e informa que, de acordo com a lei em vigor, para os locais onde o índice de risco temporal de incêndio seja superior ao nível ELEVADO, não é permitido(a):
-Realização de queimadas, nem de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos;
-Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
-Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
-O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
-Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;
-A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.
Efeitos do calor sobre a saúde - Considerando ainda os possíveis efeitos do calor sobre a saúde, sobretudo dos grupos populacionais mais vulneráveis (idosos e crianças, sem-abrigo e doentes do foro cardio-respiratório), a ANPC recomenda as seguintes medidas de autoproteção:
-Beber água com regularidade ou sumos de fruta natural sem adição de açúcar;
-Evitar bebidas alcoólicas e com elevados teores de açúcar;
-As pessoas que sofram de doença crónica, ou que estejam a fazer uma dieta com pouco sal, ou com restrições de líquidos, devem aconselhar-se junto do seu médico;
-Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes, podem não sentir - ou não manifestar - sede, pelo que estão particularmente vulneráveis – É fundamental oferecer-lhes água e estar atento;
-Evitar fazer atividades que exijam muito esforço físico, particularmente nos períodos e maior calor;
-Escolha as horas de menor calor, quando se viaja de carro. Não permitir que pessoas (especialmente crianças e idosos) e/ou animais fiquem dentro da viatura ao sol;
-Nas praias, evitar a exposição ao sol no período entre as 11h00 e as 17h00;
-No exterior, aplicar5 protetor solar várias vezes ao dia, com fator de proteção igual ou superior a 30;
Todos estes cenários podem ser prevenidos se, atempadamente, forem tomadas medidas que anulem ou minimizem os seus efeitos. Para informação adicional sobre os efeitos das temperaturas elevadas sobre a saúde, deve ser consultada a página da Direcção-geral da Saúde (www.dgs.pt).
Portugal sem fogos depende de todos

Fonte: ANPC
 

SpiderVV

Staff
Registo
26 Ago 2010
Mensagens
8,291
Local
Portalegre (400m)
O IM acaba de actualizar os avisos, apesar de o MeteoAlarm ter chegado primeiro :p

P7eZx.png


yFq8O.png
 

PauloSR

Nimbostratus
Registo
14 Dez 2009
Mensagens
915
Local
Póvoa de Lanhoso
IM põe o país pintado de AMARELO até as 23h de amanhã



 

jorge1990

Cumulus
Registo
26 Nov 2010
Mensagens
320
Local
Lamego
Boas

De acordo com o mapa de avisos do IM actualizado às 13:39 UTC, Portugal Continental já se encontra sob ALERTA AMARELO devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, acompanhados de trovoadas e granizo.
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
PORTUGAL CONTINENTAL: Tempo instável, com previsão de ocorrência de aguaceiros e trovoadas

01_09_2011_06h00.JPG

Wetter3.de

O estrangulamento de um cavado a oeste da Península Ibérica e consequente isolamento de um núcleo de ar relativamente frio em altitude passará a condicionar o estado do tempo em Portugal Continental, a partir da tarde de hoje.
Assim, prevê-se a formação de um núcleo de baixas pressões a oeste de Portugal Continental, estendendo o seu raio de acção a todo o território de Portugal Continental. A entrada de ar quente e húmido de sudoeste, conjugado com a presença de ar frio em altitude, favorecera o desenvolvimento de nebulosidade de carácter convectivo, propicio à ocorrência de aguaceiros, por vezes fortes, acompanhados por trovoadas, frequentes e dispersas, e queda de granizo.
Sugere-se o acompanhamento dos avisos meteorológicos emitidos pelo Instituto de Meteorologia e os alertas para as condições meteorológicas adversas emitidos pela Autoridade Nacional de Protecção Civil.