1. Postagens no fórum Off-Topic
    Para combater registos que têm por único objectivo o de participar em tópicos controversos, o acesso às postagens está condicionado a membros com um número mínimo de 100 mensagens. Membros que não tenham esta quantidade de mensagens não poderão submeter mensagens ou criar tópicos nesta secção.
    Condições Gerais de Utilização do MeteoPT

As redes sociais vão derrubar as ditaduras ?

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por Vince 28 Jan 2011 às 20:28.

  1. Vicente Limberg

    Vicente Limberg
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    15 Mar 2007
    Mensagens:
    59
    Local:
    Porto Alegre
    O fato dos egípcios pedirem a saída de Mubarak não quer dizer que eles queiram democracia, vale lembrar que o xá do Irã foi deposto numa revolução popular. Que os egícpios não gostem da democracia liberal, isso não é um problema, já que eu mesmo vejo sérios defeitos nesse modelo que pode ser facilmente subvertido. O que me preocupa é a situação dos coptas num futuro governo liderado pela IM, além do poder de infiltração desta no ocidente, que será multiplicado caso tenham o estado egícpio para servi-la.
     
  2. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,116
    Local:
    Lisboa
    Mas isso não faz muito sentido, porque os revolucionarios, a maior parte jovens, demostraram um enorme civismo e muito espirito de tolerancia inter cultural e religiosa...duvido que um outro regime opressivo extremista regresse ao egipto, muito menos por eleições livres, já que o povo demonstra efusivamente ( mesmo na maneira com que conceberam a revolução) estar farto desse tipo de regimes..

    E na dinamica do seculo XXI, a disponibilidade de internet deverá adverter os Egipcios quanto á realidade do que é ser governado por um regime extremista..
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Vicente Limberg

    Vicente Limberg
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    15 Mar 2007
    Mensagens:
    59
    Local:
    Porto Alegre
    Será? Mais de 80% dos egícpios aceitam apedrejamentos e morte de apóstatas ( http://www.jihadwatch.org/2011/02/p...or-of-democracy-and-stoning-for-adultery.html ).

    Muito cuidado com o que está a sair na grande mídia.
     
  4. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,687
    Local:
    Porto
    stormy,

    o Cairo tem cerca de 6 ou 7 milhões de habitantes, o Egipto tem 70 ou 90 milhões. Nós não sabemos qual é a posição da população nas zonas rurais e noutras cidades. Para além disso, nós não sabemos qual é a posição daqueles jovens, e o partido no qual votarão em democracia. Como já disse, há uns anos conheci cientistas da Jordânia, em Londres, e eles rejeitavam o evolucionismo, acreditavam que Alá nos criou, e para além disso, eram muito tradicionalistas noutras coisas, como divórcio, casamento, etc. Não estejas assim tão optimista, a Alemanha nos anos 30 era um país de gente alfabetizada e culta, e no entanto deram o poder a Hitler. Para além disso, quando houve as manifestações em Teerão, em tempos recentes, estavam lá imensos jovens a apoiar o Regime.
     
  5. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,116
    Local:
    Lisboa
    Apenas acho que nos tempos actuais há que ser mais optimista..e não tratar o caso como se estivessemos em meados do seculo passado...

    Resta saber agora qual será o futuro governante do pais...e fazer figas para que esta revolução seja o inicio de um processo de mudança naquela zona do mundo...para que o sofrimento daquelas gentes não tenha sido em vão.

    De facto aquilo que vai circulando na net e na Tv não é significativo face á totalidade dos egipcios...mas mesmo assim houve atitudes e todo um contexto dentro desta revolução que levam a querer que aquelas pessoas são muito civilizadas e tolerantes..:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,687
    Local:
    Porto
    A verdade é que o mundo islâmico já foi mais tolerante. Diz-se que nos tempos do Império Britânico quase não havia mulheres com o rosto tapado, nas ruas da cidade do Cairo e de Alexandria... e em Teerão, nos tempos do Xá, a esposa de Pahlevi foi coroada, e não usava traje, facto que muito revoltava os líderes religiosos de então. É um erro pensar-se que a humanidade caminha no sentido da liberdade, da democracia, da fraternidade e da igualdade, eu não acredito no fim da História. No passado, vários focos de progresso caíram rumo ao obscurantismo, os egípcios, os babilónios, os caldeus, os fenícios, os gregos, os romanos...

    O islamismo radical tem crescido, e extraordinariamente, tem tido um crescimento sustentado entre os jovens. A Indonésia, por exemplo, é um importante foco do crescimento do islamismo mais extremista. Mas há mais, Sudão, Somália, Irão, antiga Birmânia, etc. Muitas das universidades destes países não são seculares, como as nossas, são sim islâmicas! E estes jovens licenciados que andam nas ruas saíram dessas universidades.
     
  7. nimboestrato

    nimboestrato
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Jan 2008
    Mensagens:
    1,865
    Local:
    Pedras Rubras-Aeroporto
    Peço desculpa pelo off-topic:
    ...À passagem de um "sistema frontal "( revolução), que provocou a abundante queda de "mubaraks" (ditadores) desta tarde, seguir-se-á já amanhã no Nilo, um dia com períodos de céu ainda nublado , mas agora, de esperança . Mudam-se os tempos , trocam-se as texturas , inverte-se até , a realidade,que, cada vez mais parecida com o tempo, será tanto mais imprevisível, quanto mais quisermos ver, mais adiante...
    Mas agora é tempo de comemorar, porra. É a 1ª Revolução seguida ao vivo e em directo, à escala global.
    Mas caraças ..Ali no Nilo, aquilo é uma zona propícia às "baixas (altíssimas) pressões"... O bom tempo anunciado, aguentar-se-á?
     
  8. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,687
    Local:
    Porto
    Espero que a camada mais «ocidentalizada» da população consiga organizar um partido que vença as eleições e organize um governo laico, motivado para fazer as reformas necessárias para a sedimentação de uma democracia «ocidental», com todas as suas qualidades e defeitos. O fundamentalismo religioso continua a ser uma série ameaça para a humanidade.
     
  9. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,040
    Local:
    Madeira - Funchal
    Normalmente existem revoluções deste das religiões, os templários e os jesuítas foram os principais responsáveis para a quebra do fundamentalismo cristão, e esse principalmente contra muçulmanos...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,562
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Intrigante observação sobre os outros, os islâmicos, quando nós ainda nem sequer arrancamos os crucifixos das paredes das nossas escolas públicas. Isto diz muito do que é a Europa hoje. Nós podemos ser o que quisermos, eles não podem... :(
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. Gil_Algarvio

    Gil_Algarvio
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Mar 2009
    Mensagens:
    1,727
    Local:
    Manta Rota - Algarve
    Argel: Polícia já deteve 20 manifestantes contra o regime

    A polícia da Argélia já deteve entre dez a 20 pessoas que faziam parte de uma marcha, realizada este sábado, contra o regime. Os cerca de dois mil manifestantes forçaram o cordão policial, desafiando as ordens do governo de Argel, e dirigem-se agora para a Praça dos Mártires.

    A manifestação, convocada há algumas semanas por vários partidos da oposição e movimentos cívicos, acontece um dia depois de o presidente do Egipto, Hosni Mubarak, ter renunciado ao poder, na sequência de inúmeras manifestações, deixando o país nas mãos da chefia militar. «Temos o mesmo problema, o mesmo regime corrupto e o mesmo destino», afirmou Elias Falali, um activista ouvido pela televisão Al Jazeera.

    As autoridades argelinas proibiram a marcha e milhares de elementos da polícia de choque estão mobilizados nas ruas de Argel, tentando impedir a concentração da multidão. As principais entradas na capital da Argélia foram encerradas, assim como o acesso à Praça dos Mártires. Os comboios não circulam e os autocarros, por sua vez, são poucos.

    «Argel é um imenso estabelecimento prisional», escreve o jornal argelino El Watan, adiantando que há postos de controlo um pouco por toda a cidade.


    Fonte:
    Diário Digital
    http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=493839


    E a bola de neve continua a rolar e a aumentar...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    4,325
    Local:
    Oeiras / Portel
    O 'regime' que vigora actualmente na Argélia, ao contrário do que se passava na Tunísia e no Egipto, é uma democracia com mais de 40 partidos políticos. O presidente foi eleito por 3 vezes com maioria absoluta em eleições que foram consideradas legítimas pela comunidade internacional. Embora seja uma democracia musculada é completamente diferente dos outros países do Magreb. Acresce a isso o historial recente, com guerra civil, o desvio do avião francês, os massacres levados a cabo por terroristas contra a população argelina, acho que neste caso é claramente preferível a manutenção do actual 'regime'.

    Quanto ao Egipto, não duvidem que de umas eleições livres e democráticas sairá vencedora a irmandade islâmica. Se os partidos religiosos vencem em países muito mais ocidentalizados como a Turquia, facilmente chegarão ao poder no Egipto. E não vejo que seja a juventude a mudar o as mentalidades, o fundamentalismo tem maior expressão nos jovens, basta ver a lista dos alegados autores do 11 de Setembro ou do 11 de Março, todos jovens, na sua maioria que estudaram em países ocidentais.

    O problema não é a religião islâmica, mas sim o fundamentalismo. Não nos esqueçamos que em nome do deus católico queimaram-se pessoas vivas na praça pública há séculos atrás. O fundamentalismo islâmico está agora na crista da onda, muito por culpa do aproveitamento feito pelos seus líderes do conflito entre Israel e a Palestina, a fonte de quase todos os problemas geopolíticos do momento.
     
  13. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,687
    Local:
    Porto
    Eu temo que o fundamentalismo só seja enterrado depois de uma tragédia, ou seja, uma guerra ou um massacre interno num destes países. Foi assim que foi enterrado o Absolutismo em França, o fundamentalismo católico na Península Ibérica -depois de milhares de vítimas nas fogueiras da Inquisição- ou o nazismo na Europa.
     
  14. Chingula

    Chingula
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Abr 2009
    Mensagens:
    326
    Local:
    Lisboa
    Os fundamentalismos (civis - fascismos ditos de direita ou de esquerda ou religiosos - teocracias) sobrevivem com a ignorância dos povos e com o caciquismo dos governantes...seja em que parte do mundo for.
     
  15. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,687
    Local:
    Porto
    De facto, a Alemanha era muito ignorante nos anos 30...
     

Partilhar esta Página