Astronomia e Ciências Espaciais 2021

Toby

Nimbostratus
Registo
25 Mar 2011
Mensagens
1,701
Local
Alcobaca (160 m)
@Albifriorento :thumbsup:

231937 (2001 FO32) astéroïde

2001FO32_19mar2021_pw17.gif


2021FO32.jpg.04e8394f156f59103ccb6161d53682a9.jpg



Observação online a 22 de Março : https://www.virtualtelescope.eu/202...se-encounter-online-observations-22-mar-2021/

image.png.389569ffbd837b9b0a3790729ca60d5e.png

image.png.a3d8dfb639cbcb19e0a4e7895f961ad3.png
 

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
14,197
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)

Sent from my SM-A705FN using Tapatalk

No intervalo de +- 4 h dá quase mais ou menos 3 voltas ao globo. Não sei qual a probabilidade associada a este intervalo mas há ali longos segmentos sobre África e sul da Europa e Ásia, assim como Austrália e Américas mais centrais.
Edição: a probabilidade de erro do intervalo (fora daquelas horas, entre as 23.30 de hoje e as 7:30 utc de amanhã) é 20%.
 
Última edição:

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
14,197
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
Acompanhamento:

Este, aparentemente, tem mais informações:

Nova previsão talvez apareça aqui:
https://twitter.com/AerospaceCorp

EDIÇÃO: os destroços serão multi-fragmentados e atingirão a superfície ao longo de uma faixa de comprimento entre 500 e 2000 Km e 100 Km de largura. Os destroços maiores caem mais à frente nessa faixa e os menores mais atrás. A relação entre o peso/volume e a superfície do objecto exposta à fricção atmosférica ditam esta diferenciação: os detritos menores têm uma proporção entre superfície e peso/volume maior, logo sofrem uma travagem mais intensa e caem mais cedo. Penso que é esta a explicação.
 
Última edição: