Biodiversidade

lreis

Cumulus
Registo
22 Dez 2010
Mensagens
185
Local
Lisboa

Boa ideia.
Estas áreas que a Quercus está em negociações para comprar, colam com as áreas que já detém no Tejo Internacional, ou não fazem contínuo com essas?
Se calhar ainda é cedo para revelar este assunto, porque imagino que os processos estão a correr e ainda será cedo para falar sobre os seus pormenores.
O mercado de compra/venda de propriedades rústicas tem vindo a alterar-se nos últimos tempos, no sentido que este tipo de aquisições é provavelmente mais fácil hoje do que há um par de anos atrás. A crise economica que vivemos não é alheia a isto, mas eu penso que existem outros factores importantes que concorrem para este fim.
A boa noticia é que criam uma boa oportunidade para conservação da natureza, nas suas multiplas formas, sendo que Portugal tem dado poucos passos neste sentido.
Para além da Faia Brava, refiro também o caso da LPN em Castro Verde, entre os que me ocorrem como mais relevantes.
Uma dúvida falar-se populações de bisonte e de garranos selvagens, juntamente com veado, lobo, etc, em áreas de 2 a 3 mil hectares, não é curto? Eu sei que uma grande caminhada se faz com pequenos passos...
Numa primeira fase, este projecto deverá materializar-se em áreas cercadas, ou não?
 

Skizzo

Nimbostratus
Registo
24 Set 2007
Mensagens
1,389
Local
Porto (centro) - cerca de 7km da costa
LIFE project breeds and reintroduces freshwater mussels to Spanish lake


The Spanish LIFE Nature project, PROYECTO ESTANY (LIFE08 NAT/E/000078), has successfully reintroduced hundreds of freshwater mussels to Banyoles Lake in Girona, Catalonia. This success was built on the project’s efforts in developing the most successful captive breeding programme for freshwater mussels of the Unio genus in Europe.

The project recreated the delicate natural breeding cycle of the mussels in a laboratory near Banyoles Lake. They used water and sediment from the lake as well as 900 fish, on which the mussels depend during their parasitic larval stage. In multiple breeding cycles since 2011, the team have produced 130 000 young mussels - 80% U. mancus and 20% U. ravoisieri.

The team nurtured the mussels in the laboratory, thus avoiding the extremely dangerous early days of a mussel’s life in its natural environment. At two-and-a-half years old, they selected healthy mussels of around 3 cm in length for repopulation of the lake. A first batch of 278 individuals of U. mancus and 224 of U. ravoisieri have been fully released, with another 300 held in acclimatisation pens.

These releases represent a 40% increase in the population of U. mancus and a 200% increase in numbers of U. ravoisieri. In 2012, the project also successfully released into the lake some 3 500 autochthonous fish species carrying mussel larvae. Young mussels have already been found to have survived in the lake from these releases.

For more information on this project, which aims to stabilise endangered species and habitats of Community Interest in the Natura 2000 site Estany de Banyoles, please visit the project website.
 

Cadito

Nimbostratus
Registo
27 Fev 2010
Mensagens
547
Local
Ermesinde (Sampaio), 105m
Boa tarde.

Ontem encontrei estes dois "bichinhos" no planalto de Castro Laboreiro a cerca de 1200/1250m. Alguem sabe os nomes? Obrigado.

QsUlCFL.jpg


nFWvqBK.jpg


Ps.: A qualidade das fotos não é a melhor...
 

Seattle92

Nimbostratus
Registo
22 Set 2010
Mensagens
668
Local
Portugal
Será o primeiro passo para uma futura reintrodução?


Parque Biológico de Gaia acolhe tetrazes, espécie desaparecida do país há mais de um século


O Parque Biológico de Gaia conta com três novos habitantes, um grupo de tetrazes ou galos-montês, espécie desaparecida de Portugal há mais de um século, disse nesta sexta-feira à Lusa o director do parque.

O grupo, um macho e duas fêmeas, chegou ao parque “há algumas semanas” e tem passado por um “período de quarentena”, podendo ser visitado a partir de hoje”, afirmou à Lusa Nuno Oliveira.

Estes três tetrazes viviam em cativeiro num parque holandês, antes de chegarem ao Parque Biológico de Gaia, sendo que em Portugal, “exceptuando uma colecção particular, não existe mais nenhum exemplar da espécie”, esclareceu o responsável.

É agora objectivo do parque “assegurar a reprodução da espécie”.

O tetraz é um galináceo euroasiático que atinge, em média, os 86 centímetros, tem um corpo robusto e asas curtas, e os últimos tetrazes existentes em Portugal encontravam-se na serra do Gerês.

Na Península Ibérica, o tetraz ou galo-montês apenas pode ser encontrado em habitat natural na Cordilheira Cantábrica, no norte de Espanha.

A dieta do tetraz é à base de grão, sementes, pequenos invertebrados e mesmo agulhas de pinheiros, dado que é uma espécie de montanha e terrestre, o que inspira “cuidados especiais no solo, porque as aves terrestres são propensas a doenças”, adiantou Nuno Oliveira.

A cor do tetraz é maioritariamente negra, nos machos, e castanha, nas fêmeas, com manchas vermelhas nos olhos, sendo que a plumagem varia entre machos e fêmeas, com os primeiros a apresentarem maior diversidade e cor.

As penas de cor diferente dos machos da espécie não têm qualquer utilidade prática, sendo que a única função é atrair potenciais parceiras nos rituais de acasalamento.
http://www.publico.pt/local/noticia...parecida-do-pais-ha-mais-de-um-seculo-1629175
 

lreis

Cumulus
Registo
22 Dez 2010
Mensagens
185
Local
Lisboa
Nunca vi isso referido em lado nenhum.

Já ouvi é que têm bisontes europeus.

Eu também tenho essa ideia mas queria confirmar.
Mas seria interessante haver algum Parque/Zoologico ter exemplares de camurça, tanto mais que já andaram por cá.
Claro está, para além dos bisontes que também são benvidos
 

Cadito

Nimbostratus
Registo
27 Fev 2010
Mensagens
547
Local
Ermesinde (Sampaio), 105m
  • Gosto
Reactions: CptRena

james

Cumulonimbus
Registo
16 Set 2011
Mensagens
4,541
Local
Viana Castelo(35 m)/Guimarães (150 m)
Relativamente ao tetraz . lembrei - me de uma coisa que li a alguns anos .

Num livro que possuo , uma edicao do ICN de2001 ou 2002 . em relacao a fauna do PN Peneda -Geres , fala da possibilidade e que ha indicios do tetraz ou urogalo la ter regressado .

Isso sempre me intrigou .
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,670
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Portugal realiza estudo inédito sobre tubarão-baleia

A Universidade dos Açores está a realizar um estudo inédito sobre os tubarões-baleia que conta com investigadores de vários países. Já foram colocados transmissores em alguns exemplares desta misteriosa espécie. A equipa espera, por exemplo, compreender melhor as rotas de migração, a alimentação, a estrutura populacional e os hábitos reprodutivos do maior peixe do mundo.
http://boasnoticias.sapo.pt/noticias_Portugal-realiza-estudo-inédito-sobre-tubarão-baleia_19312.html
 
  • Gosto
Reactions: belem e CptRena

Cadito

Nimbostratus
Registo
27 Fev 2010
Mensagens
547
Local
Ermesinde (Sampaio), 105m
Ursos-Pardos saem da hibernação na Cordilheira Cantábrica (Abril 2014).

Fonte: Fundacíon Oso Pardo

 
Editado por um moderador:
  • Gosto
Reactions: CptRena e Dan