Biodiversidade

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,792
Local
Bragança (675m)
Uma noticia muito triste.
 

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,989
Local
Porto
Estou mais ou menos dentro do mundo da caça, na região Sul, e sei que é prática comum em algumas reservas associativas e turísticas o abate de animais não cinegéticos, especialmente cegonhas, águias e outras aves de rapina e pequenos mamíferos. A situação piorou e tornou-se péssima desde que acabou o regime livre e começaram a proliferar as reservas de caça turística. Por isso não acredito no futuro do lince-ibérico no Algarve e acho que em breve todas as espécies de predadores da região vão estar extintas. É muito difícil resolver este problema, mas também não tem havido vontade política para tal.
 

psm

Nimbostratus
Registo
25 Out 2007
Mensagens
1,509
Local
estoril ,assafora
Estou mais ou menos dentro do mundo da caça, na região Sul, e sei que é prática comum em algumas reservas associativas e turísticas o abate de animais não cinegéticos, especialmente cegonhas, águias e outras aves de rapina e pequenos mamíferos. A situação piorou e tornou-se péssima desde que acabou o regime livre e começaram a proliferar as reservas de caça turística. Por isso não acredito no futuro do lince-ibérico no Algarve e acho que em breve todas as espécies de predadores da região vão estar extintas. É muito difícil resolver este problema, mas também não tem havido vontade política para tal.





Infelizmente também sei o que é o mundo da caça:disgust:, aqui falo pelo o que é as associativas. É o desrespeito de perimetros de segurança das casas, é de o não caçar em pomares, é o respeitar o pôr do sol:disgust: ,malditas quintas-feiras e domingos que existem em determinada altura do ano:angry:.


Quanto à noticia da Aguia real é a cultura civica que ainda se tem em Portugal.

Vê-se um pais pela maneira como se trata os animais:( e o nosso tem muito a desejar nesse aspecto.

Concordo entre aspas com a caça, pois dá emprego e ainda por cima é o lobby mais poderoso em Portugal por muito que possa parecer estranho, mas tem que haver respeito e educação pelos os outros que não gostam de caça, e que têm as suas herdades e quintas devassadas.
 

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,792
Local
Bragança (675m)
Estou mais ou menos dentro do mundo da caça, na região Sul, e sei que é prática comum em algumas reservas associativas e turísticas o abate de animais não cinegéticos, especialmente cegonhas, águias e outras aves de rapina e pequenos mamíferos. A situação piorou e tornou-se péssima desde que acabou o regime livre e começaram a proliferar as reservas de caça turística. Por isso não acredito no futuro do lince-ibérico no Algarve e acho que em breve todas as espécies de predadores da região vão estar extintas. É muito difícil resolver este problema, mas também não tem havido vontade política para tal.

Não há vontade política porque, infelizmente, a maior parte dos portugueses não tem qualquer interesse por este tipo de problemas.
 

psm

Nimbostratus
Registo
25 Out 2007
Mensagens
1,509
Local
estoril ,assafora
Esqueci-me todas as classes sociais caçam, é um desporto sem classes dai ser muito forte este lobby.
 

Minho

Cumulonimbus
Registo
6 Set 2005
Mensagens
4,091
Local
Melgaço
Infelizmente também sei o que é o mundo da caça:disgust:, aqui falo pelo o que é as associativas. É o desrespeito de perimetros de segurança das casas, é de o não caçar em pomares, é o respeitar o pôr do sol:disgust: ,malditas quintas-feiras e domingos que existem em determinada altura do ano:angry:.

Nem me fales....

Ainda este ano assisti a dois caçadores de caçadeira em punho pelo meio das videiras a pouco mais de 100 metros das habitações mais próximas.

Desrespeito por regras de segurança, desrespeito pela propriedade dos outros e mais aquilo que não se vê... uma vergonha!!! :disgust:
 

Kodiak

Cumulus
Registo
7 Fev 2009
Mensagens
109
Local
Braga
Este é o dia-a-dia do País onde vivemos. Agora as autoridades vão proceder a uma investigação, vão apurar responsabilidades. E todos sabemos onde vai terminar a investigação. Mas o mais extraordinário é que este crime, porque se trata de um crime, foi cometido já a época venatória tinha acabado. Porque não processar, ou responsabilizar, as entidades gestoras da zona de caça onde se cometeu o crime? Lembro que a águia-imperial, extinta logo após o 25 de Abril pelos mesmos motivos, dava agora os primeiros sinais de recuperação.
 

Nuno Pimenta

Nimbostratus
Registo
27 Jan 2006
Mensagens
1,334
Local
Portalegre
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1367354&idCanal=2100
ICNB apresentará queixa-crime
Encontrado morto o macho do único casal de águia-imperial que nidificou no país
02.03.2009 - 15h33 Helena Geraldes
O macho do único casal de águia-imperial Aquila adalberti que nidificou com sucesso em Portugal em 2008 foi encontrado morto na sexta-feira passada com chumbos de caçadeira, na área do Vale do Guadiana. O Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) vai apresentar queixa-crime contra incertos.

O corpo da ave, de uma espécie classificada como Criticamente em Perigo, foi encontrado junto ao seu ninho na sexta-feira, na área do Vale do Guadiana, em zona de caça associativa.

A cria já tinha abandonado o ninho e é actualmente autónoma em relação aos pais.

Segundo o ICNB, que já informou o SEPNA da GNR, a necrópsia entretanto realizada revelou que a ave terá morrido entre os dias 21 e 23 de Fevereiro, atingida por chumbos de caçadeira.

O abate desta águia configura uma contra-ordenação ambiental muito grave, em conformidade com o Regime Jurídico da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, de 24 de Julho de 2008.

Segundo o Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal, deverão existir em Portugal entre dois a cinco casais de águia-imperial. No entanto, no ano passado apenas um conseguiu nidificar e reproduzir-se com sucesso. Os principais factores de ameaça são o envenenamento, a perseguição directa e a perturbação dos locais de nidificação.
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,700
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Esta é sem duvida uma triste noticia:(

Na minha opinião, e como caçador que sou acho um pouco injustas algumas criticas aqui feitas à actividade cinegética. Não podem por os caçadores todos no mesmo saco, só por aquilo que alguns fazem...
Os verdadeiros caçadores amam a natureza e os animais, e são dos mais interressados na preservação dos habitats e das espécies, pois só assim se conseguem continuar uma actividade que tanto gostam.
Muitas associações de caçadores já fizeram e fazem muito pelas espécies através da criação bebedouros e comedouros muito uteis em tempos de seca, e que não são só utilizados pelas espécies cinigéticas, mas sim por todas.
Em relação ao chamado "controlo de predadores", realizado em algumas zonas de caça, é uma practica que discordo profundamente. Mas é um facto que para quem investe muito tempo e dinheiro, na preservação de uma especie e depois vê os predadores levarem grande parte fruto do seu trabalho, é por vezes um pouco frustrante.
Sei por experiência propria que as melhores reservas de caça são provavelmente dos melhores locais para se avistarem águias, raposas, texugos, ginetas e outros predadores, que se não fossem os caçadores não seriam tão abundantes.


Muitas oraganizações ambientalistas são na minha opinião demasiado extremistas em relação à caça, mas posso garantir que se não fossem os caçadores e suas associações certamente algumas espécies estariam a beira da extinção.
 

psm

Nimbostratus
Registo
25 Out 2007
Mensagens
1,509
Local
estoril ,assafora
Esta é sem duvida uma triste noticia:(

Na minha opinião, e como caçador que sou acho um pouco injustas algumas criticas aqui feitas à actividade cinegética. Não podem por os caçadores todos no mesmo saco, só por aquilo que alguns fazem...
Os verdadeiros caçadores amam a natureza e os animais, e são dos mais interressados na preservação dos habitats e das espécies, pois só assim se conseguem continuar uma actividade que tanto gostam.
Muitas associações de caçadores já fizeram e fazem muito pelas espécies através da criação bebedouros e comedouros muito uteis em tempos de seca, e que não são só utilizados pelas espécies cinigéticas, mas sim por todas.
Em relação ao chamado "controlo de predadores", realizado em algumas zonas de caça, é uma practica que discordo profundamente. Mas é um facto que para quem investe muito tempo e dinheiro, na preservação de uma especie e depois vê os predadores levarem grande parte fruto do seu trabalho, é por vezes um pouco frustrante.
Sei por experiência propria que as melhores reservas de caça são provavelmente dos melhores locais para se avistarem águias, raposas, texugos, ginetas e outros predadores, que se não fossem os caçadores não seriam tão abundantes.


Muitas oraganizações ambientalistas são na minha opinião demasiado extremistas em relação à caça, mas posso garantir que se não fossem os caçadores e suas associações certamente algumas espécies estariam a beira da extinção.




Pois deves ser uma gota no oceano da caça:), e posso dizer, o que uma pessoa sofre na pele(meus pais mais os vizinhos) nas malditas quintas-feiras e domingos e feriados, é o que está referido no meu post anterior
 

belem

Cumulonimbus
Registo
10 Out 2007
Mensagens
4,323
Local
Sintra/Carcavelos/Óbidos
Pois deves ser uma gota no oceano da caça:), e posso dizer, o que uma pessoa sofre na pele(meus pais mais os vizinhos) nas malditas quintas-feiras e domingos e feriados, é o que está referido no meu post anterior

Conheço também um caso desses.
É de facto vergonhoso.
Penso que a caça devia ser só para alguns, embora não goste lá muito de caça ( apenas a que serve para sobreviver).
 

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,989
Local
Porto
Sei que no passado houve um biólogo, o Félix Rodrigues de la Fuente, responsável por uns documentários sobre a fauna espanhola que muito sensiblizaram os espanhóis para a protecção do seu património ambiental. Nunca vi nada do género em Portugal. Em vez de telenovelas e concursos estúpidos, a RTP bem que podia fazer uma coisa do género no nosso país.
 

psm

Nimbostratus
Registo
25 Out 2007
Mensagens
1,509
Local
estoril ,assafora
Sei que no passado houve um biólogo, o Félix Rodrigues de la Fuente, responsável por uns documentários sobre a fauna espanhola que muito sensiblizaram os espanhóis para a protecção do seu património ambiental. Nunca vi nada do género em Portugal. Em vez de telenovelas e concursos estúpidos, a RTP bem que podia fazer uma coisa do género no nosso país.



Era dos melhores documentários que a tv tinha sobre fauna:thumbsup:, e foi a partir de ver esses documentários, que me interessei por tudo o que seja ambiente, infelizmente a coleção de livros que tenho sobre ele a documentar a fauna na peninsula ibérica está imcompleta:(:(.
 

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,989
Local
Porto
Hoje a mata da Albergaria esteve em iminente perigo de desaparecer do mapa devido a um enorme incêndio que assolou a região do PNPG. Só que segundo o jornal Público, o incêndio foi identificado às 6h45, ou seja, de madrugada, o que nos leva a concluir que a probabilidade de mão criminosa é elevadíssima.



Se um dos grandes problemas de criminalidade da Colômbia é o tráfico de droga, do Paquistão o terrorismo islâmico, de Espanha a violência doméstica e os países de Leste o tráfico humano, arrisco-me a dizer que neste momento os incêndios florestais são o grande crime que caracteriza o nosso povo.


Importa salientar que só nesta década o património ambiental perdido é incálculável. Ardeu grande parte do Caldeirão, do pinhal interior da região Centro, ardeu a Serra da Estrela, Montezinho, Gerês, ardeu a mata do Pontal (Faro), entre tantos outros locais de valor inquestionável.


Quais as razões que levam os incendiários a agir?