IPMA - Novidades, dúvidas, sugestões e críticas

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
16,935
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
Estação de Oeiras/Vila Fria tem o pluviómetro solto (?) e parece estar a registar "precipitação fantasma" devido ao vento hoje:

CmCwPHl.jpg
 


algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
11,175
Local
Olhão (24 m)
Acrescente-se o terceiro dia com vento forte e rajadas > 80 Km/h.
Cabo Carvoeiro tem o registo mais elevado: 86,8 Km/h de rajada máxima. Destaque também para Dois Porto (Torres Vedras).

7t8goSo.jpg
Pegando neste post, vemos que a página do IPMA apresenta um bug na direcção do vento quando consultamos o vento máximo, a imagem da esquerda apresenta a velocidade média e a direcção do vento correcta, já na imagem da direita apresenta que as rajadas são de Este.

@Jorge_scp , avisa aí o pessoal para corrigirem o bug.
 

Thomar

Cumulonimbus
Registo
19 Dez 2007
Mensagens
2,664
Local
Cabanas - Palmela (75m)
Pegando neste post, vemos que a página do IPMA apresenta um bug na direcção do vento quando consultamos o vento máximo, a imagem da esquerda apresenta a velocidade média e a direcção do vento correcta, já na imagem da direita apresenta que as rajadas são de Este.

@Jorge_scp , avisa aí o pessoal para corrigirem o bug.
Eu acho que não é bem assim. Podes ter perfeitamente um vento médio a soprar, por exemplo, do quadrante norte na maior parte do dia e por algum tempo sopra do quadrante este e aí ser obtido o valor de rajada máximo de um dia.
 

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
16,935
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
Pegando neste post, vemos que a página do IPMA apresenta um bug na direcção do vento quando consultamos o vento máximo, a imagem da esquerda apresenta a velocidade média e a direcção do vento correcta, já na imagem da direita apresenta que as rajadas são de Este.

@Jorge_scp , avisa aí o pessoal para corrigirem o bug.

Essa aparente contradição é perfeitamente normal, os registos estão correctos. As rajadas são produzidas quando há turbulência e isso significa momentaneamente mudanças bruscas de direcção do vento. Se se consultarem os registos das estações WU observa-se o mesmo em muitas delas, mudanças de direcção bruscas, por vezes de um ou dois quadrantes. Vento médio refere-se não só à velocidade mas também à direcção média ou mais frequente.
 

Duarte Sousa

Staff
Registo
8 Mar 2011
Mensagens
6,246
Local
Loures
Seria interessante verificar em que estado está a estação meteorológica do aeródromo da Lousã, pois parece-me que aqueles 46,3ºC poderão estar inflacionados, e não é de agora que a estação apresenta valores um pouco estranhos...

Como sabemos o IPMA tem poucos recursos humanos e não é descabido que esta e outras estações meteorológicas não estejam com a devida manutenção em dia.
 

Thomar

Cumulonimbus
Registo
19 Dez 2007
Mensagens
2,664
Local
Cabanas - Palmela (75m)
Seria interessante verificar em que estado está a estação meteorológica do aeródromo da Lousã, pois parece-me que aqueles 46,3ºC poderão estar inflacionados, e não é de agora que a estação apresenta valores um pouco estranhos...

Como sabemos o IPMA tem poucos recursos humanos e não é descabido que esta e outras estações meteorológicas não estejam com a devida manutenção em dia.
Concordo contigo, e existem mais estações que levantam dúvidas, a de Santarém hoje com um registo superior a +46°C com um salto muito elevado num curto espaço de tempo...
 

guisilva5000

Super Célula
Registo
16 Set 2014
Mensagens
5,978
Local
Belas
Percebo o cepticismo mas até os modelos apontavam toda essa encosta norte do sistema da Serra da Estrela entre os 44-46ºC. O efeito de Foehn esteve no seu esplendor, o vento vinha de SE, até Pampilhosa da Serra a quase 1000 metros pode ter chegado aos 38ºC. As estações da CIM Arganil e Penacova podem muito bem ter tocado nos 45ºC.

Podem haver motivos para desconfiar como também para confiar.

O facto da estação estar no aeródromo pode influenciar algumas décimas, o alcatrão aquece muito mais que o ar como é óbvio e a estação com o vento de SE leva com esse excesso também por convecção.
 

DaniFR

Nimbostratus
Registo
21 Ago 2011
Mensagens
1,925
Local
Coimbra (75 m)
Seria interessante verificar em que estado está a estação meteorológica do aeródromo da Lousã, pois parece-me que aqueles 46,3ºC poderão estar inflacionados, e não é de agora que a estação apresenta valores um pouco estranhos...

Como sabemos o IPMA tem poucos recursos humanos e não é descabido que esta e outras estações meteorológicas não estejam com a devida manutenção em dia.
O membro StormRic relatou no seguimento do centro que várias estações na zona da Lousã registaram valores semelhantes e até superiores, por isso não duvido da realidade desse valor.
 

jonas_87

Furacão
Registo
11 Mar 2012
Mensagens
16,479
Local
Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
O membro StormRic relatou no seguimento do centro que várias estações na zona da Lousã registaram valores semelhantes e até superiores, por isso não duvido da realidade desse valor.

Verdade, não podemos ter memória curta de eventos passados onde a estação da Lousã teve valores brutais.
Tanto gozam com os modelos com 46/47 graus de previsão...
 

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
16,935
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
O membro StormRic relatou no seguimento do centro que várias estações na zona da Lousã registaram valores semelhantes e até superiores, por isso não duvido da realidade desse valor.

Sim, valores semelhantes, ou igual, na casa dos 46ºC, mas até ao momento não encontrei superior.

Mesmo assim, concordo que para tirar dúvidas a EMA da Lousã devia ser verificada.
É de notar que uma das estações WU que registou uma temperatura próxima, 46,2ºC, está bastante perto da estação CIM de Vila Nova de Poiares, a qual registou "apenas" 43,5ºC.
É conhecido o problema da instalação de algumas estações WU, por vezes por terem RS ineficazes ou deteriorados, o que inflaciona as temperaturas máximas medidas.
 

DaniFR

Nimbostratus
Registo
21 Ago 2011
Mensagens
1,925
Local
Coimbra (75 m)
Seria interessante verificar em que estado está a estação meteorológica do aeródromo da Lousã, pois parece-me que aqueles 46,3ºC poderão estar inflacionados, e não é de agora que a estação apresenta valores um pouco estranhos...

Como sabemos o IPMA tem poucos recursos humanos e não é descabido que esta e outras estações meteorológicas não estejam com a devida manutenção em dia.
O que dizer então dos 47°C do Pinhão?
 

Duarte Sousa

Staff
Registo
8 Mar 2011
Mensagens
6,246
Local
Loures
O que dizer então dos 47°C do Pinhão?

O Pinhão sempre teve temperaturas elevadas e toda a gente sabe que é um local propício a isso.

Agora em relação à Lousã acho que apenas nos tempos recentes começou a registar temperaturas deste calibre. Ou pode ser a minha memória que me está a atraiçoar (que é bem possível) e não me recordo de esta estação registar este tipo de valores (não falo apenas dos 46,3ºC, mas sim dos que tem vindo a apresentar ultimamente).

Vou fazer umas pesquisas a ver se encontro valores de anos anteriores desta estação, para tirar algumas dúvidas.

Para esclarecer as dúvidas dos mais céticos, nos quais me incluo, era bom esclarecer esta questão. Bom era o IPMA disponibilizar ao público dados diários de todas as estações desde que entraram em funcionamento, ou pelo menos dos últimos 30 anos :D

PS - peço desculpa se feri susceptibilidades apenas por duvidar de um valor registado por uma estação meteorológica...
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,788
Local
Estremoz (401 metros)
A minha dúvida poderá ser pertinente... na imprensa surge que "na quinta-feira (dia 14), o valor mais elevado da temperatura mínima do ar foi registado em Portalegre (29,3°C)". No entanto, se consultarmos o site do IPMA, observa-se temperaturas de 27,8 ºC às 23h00 em Portalegre. Seria bom que o IPMA esclarecesse afinal qual o valor de temperatura mínima de ontem que considera para Portalegre... era bom que o assunto ficasse esclarecido de vez, sem confusões.

Dentro de 3 ou 4 anos, quando quiser consultar dados históricos, qual o valor que irá aparecer?
 
Última edição: