Monitorização Clima de Portugal - 2010

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
Funchal: Chuva em Fevereiro sete vezes acima da média

A superfície frontal polar que assolou o Atlântico durante o mês de Fevereiro deu origem a 80 por cento de dias com precipitação (acima de 0,1 mm) na Região Autónoma da Madeira, quando a média é de 20 por cento. Até agora, o mês de Fevereiro mais chuvoso dos últimos 30 anos tinha ocorrido em 1969, com 438,1 mm (1 mm de chuva equivale a 1 litro de água em 1 metro quadrado), valor este que foi já ultrapassado. Entre 1 e 28 de Fevereiro, e segundo dados do Observatório de Meteorologia, a média é já de 470 milímetros (mm), sendo que 70 por cento deste valor caiu nos dias 2 e 20 de Fevereiro.
«Na minha vida profissional, nunca tinha visto chuva como no dia 20, nem em quantidade nem intensidade», diz mesmo Victor Prior, delegado regional da Madeira do Observatório Meteorológico do Funchal. O total do mês de Fevereiro para o Funchal representa sete vezes mais que a média dos últimos 30 anos (1971-2000), que é de 66 mm.
Outro valor alto é o do Areeiro, onde a quantidade de precipitação em Fevereiro foi de 1.380 mm, quando a média dos últimos 30 anos era de cerca de 380 mm. «Isto dá quatro vezes mais aquilo que é normal. Vamos pensar, por exemplo, numa piscina particular que tenha 2,5 metros de profundidade numa ponta e 1 metro noutra. A quantidade de precipitação que foi registada no Areeiro, em Fevereiro, quase dava para enchê-la», explica o nosso interlocutor.
Neste início de 2010, a média é já de cerca de 600 mm, sendo o valor normal da precipitação no Funchal da ordem dos 610 mm. «Só nestes dois meses, estamos próximos daquilo que é normal»., prossegue.
Fevereiro rigoroso e muito severo - O máximo de precipitação anual na Região está, actualmente, nos 1.006 mm, registado em 1969. Questionado sobre a possibilidade de, em 2010, a Região aproximar-se destes valores, Victor Prior salienta que a época da chuva está quase a terminar, embora a partir de 1 de Outubro se inicie novo ano hidrológico, com Novembro e Dezembro associado. «Neste momento, ninguém sabe qual é que vai ser o futuro, mas teremos um ano que será muito acima do normal, seguramente», adverte.
Relativamente a esta última quinta-feira, o nosso interlocutor refere que os valores da precipitação registados entre as 15 horas e as 20 horas foram de 110 mm no Areeiro e 10mm no Funchal Entre as 9 horas de 4 de Março e as 9 horas de dia 5 de ocorreram 140,8 mm no Areeiro e 19 mm no Funchal.
Valores que estão dentro do previsto, embora a terra já não consiga absorver mais água. «Em Outubro já foram registados 100 mm, em Novembro quase 70 mm, em Dezembro 290 mm. Os solos já estão saturados e praticamente não permitem absorver mais água. Tudo aquilo que cai, neste momento, é em excesso», justifica.
Sobre as teorias que dizem que a Madeira está mais vulnerável a intempéries, Victor Prior diz que «estudos são estudos, teorias são teorias, mas nada me leva a crer que haja qualquer tipo de alteração no clima da Madeira».
Radar já tem processo a decorrer - Victor Prior continua a dizer que o radar meteorológico é um dos melhores instrumentos no que respeita à vigilância do estado do tempo, com duas a três horas de antecedência. Depois do que sucedeu a 20 de Fevereiro, refere mesmo que «justifica-se ter essa informação aqui na Madeira».
Ao JM revelou que, da parte do Observatório, já foi desencadeado o processo, assim como do Instituto de Meteorologia. «De acordo com informações o presidente do Instituto, também da parte do Ministério também já foi dado o acordo – não sei em que termos – para avançarmos já. Uma das coisas que me pediram - e já foi feito - foi o projecto de telecomunicações que é necessário para receber a informação de grande volume do radar, tanto para aqui como para Lisboa», contou.
A localização deste equipamento será no Porto Santo, dadas as caraterísticas da ilha. «Será um bom ponto para cobrir cerca de 200 km à volta do arquipélago», complementou.
Diz ainda que o próximo passo será o de contactar entidades regionais, por forma a ver como é possível ao Observatório ter um espaço para colocar um radar no Porto Santo. «Um obstáculo que será ultrapassado facilmente», acredita.
Anticiclone de regresso protege a Região - Os próximos cinco dias serão caracterizados por bom tempo. Poderão ocorrer aguaceiros pontuais e chuviscos, mas estarão essencialmente associados à orografia da Madeira, segundo Victor Prior.
«Não há nenhum alerta de tempo muito severo. Precipitação pontual e aguaceiros vão continuar a ocorrer, mas nada de grave. O vento nas zonas mais baixas poderá atingir os 70 quilómetros, sendo entre 90 a 100 km/hora nos pontos mais altos», especifica.
Esta situação fica a dever-se ao facto de o anticiclone dos Açores estar a regressar ao seu ponto normal, conforme explica. «A frente polar - linha que dá a volta ao globo no Pólo Norte a uma determinada latitude - desceu ligeiramente em relação aos outros anos, dando origem a esta passagem sucessiva de superfícies frontais de pressões que atingiram a Madeira de forma bastante severa. Esta frente já tem associada consigo as condições favoráveis para que se formem tempestades formadas sobre o Atlântico e que surgem de sudoeste. Podem ser mais ou menos graves de acordo com a temperatura do ar, da água do mar e da quantidade de água que trazem. Por sua vez, o anticiclone estava bastante a sul. Neste momento, está a tomar as suas dimensões e a sua realidade e aparentemente caminha para uma posição normal. Ao mesmo tempo, está formado um anticiclone com pressões bastante elevadas na zona da Grã-Bretanha. A partir de agora, a Madeira fica suficiente protegida», concluiu.

Celso Gomes

Fonte: Jornal da Madeira
 

Skizzo

Nimbostratus
Registo
24 Set 2007
Mensagens
1,389
Local
Porto (centro) - cerca de 7km da costa
Inverno chuvoso em Portugal
2010-03-12 (IM)

O Inverno de 2009/2010 (Dezembro, Janeiro e Fevereiro), no Continente, classificou-se como chuvoso a extremamente chuvoso, sendo o 11º mais chuvoso desde 1931/32.

Em termos locais, em algumas estações foi este Inverno o mais chuvoso desde que existem registos de observações. É o caso de Lisboa (na estação do Instituto Geofísico), em que o Inverno de 2009/2010 foi o mais chuvoso desde 1870, com 775 mm.

O número de dias com ocorrência de precipitação foi muito superior ao valor médio, tendo sido este Inverno, em alguns locais, aquele que regista o maior número de dias, desde a década de 1981/1990.

Em termos de temperatura do ar, este Inverno apresenta valores de temperatura do ar inferiores aos respectivos valores médios de 1971-2000, com anomalias de -1,1ºC na temperatura máxima e -0,5ºC na temperatura média. A temperatura mínima registou valor igual ao valor médio. O valor médio da temperatura máxima, de 12,7ºC, corresponde ao 2º valor mais baixo dos últimos 38 anos. Apesar dos valores observados de temperatura do ar, não se registou a ocorrência de nenhuma onda de frio.

Em relação à Madeira, o Inverno de 2009/2010 foi o mais chuvoso desde 1865, com 853,9 mm, valor cerca de 3 vezes superior ao normal de 1971-2000, sendo que Fevereiro é o mês que apresenta um total de precipitação mais elevado, no Funchal, com 458,7 mm, cerca de 7 vezes acima do valor médio para este mês, sendo assim o valor mais elevado desde o início dos registos, em 1865. O Porto Santo apresenta o 3º Inverno mais chuvoso desde 1940, com 302,1 mm.

Os valores da temperatura do ar são superiores aos valores normais de 1971-2000, com anomalias de + 1,1ºC na temperatura máxima, + 2,0º C na temperatura mínima e + 1.6º C na temperatura média. No Funchal, com o valor médio da temperatura máxima do ar, de 20,7ºC este Inverno corresponde ao 4º valor mais alto desde 1865 e o valor de 18,1ºC na temperatura média, corresponde ao 2º valor mais elevado desde 1865.

Nos Açores, o Inverno 2009/2010 registou igualmente valores de precipitação total muito superiores ao valor médio, como é caso da Horta que registou cerca do dobro do valor médio, com 581mm, o que corresponde ao valor mais alto desde 1901. Em Ponta Delgada registaram-se 528mm, o que corresponde ao 5º valor mais alto desde 1865.

Em relação ao valor de temperatura do ar (máxima, mínima e média), no Inverno de 2009-2010 este foi inferior ao valor médio 1971-2000 em quase todos os grupos do Arquipélago, excepto em Santa Maria onde se registou uma temperatura mínima ligeiramente acima do valor médio.

- Relatório Clima Inverno 2009-2010
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,062
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Estava a ler os boletins climatológicos dos Açores, de Janeiro e Fevereiro, publicados hoje pelo IM, e reparei num dado que não poderia ser esquecido.

No dia 27 de Fevereiro, a Horta teve uma temperatura mínima de 1,8ºC. No período 1961-1990, o valor mais baixo havia sido 4,9ºC.


As temperaturas mínima e máxima do ar foram, respectivamente, 1,8ºC no Faial (Centro Meteorológico do Aeroporto) e 20,0ºC em S. Miguel (Observatório Afonso Chaves). Sendo a temperatura máxima (20,0ºC) inferior à máxima observada no período de referência (20,8ºC), já a mínima (1,8ºC) foi inferior à mínima observada no mesmo período (4,9ºC).

Nesse dia, ocorreu precipitação sob a forma de neve em vários pontos do arquipélago.
Algumas fotografias:

-> Será que vamos ter neve nas montanhas Açorianas nos próximos dias?
-> Neve na Serra de Santa Barbara (Ilha Terceira)
 

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,987
Local
Porto
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

É o normal. Já o ano passado pouco Verão tivemos, e Inverno parece que nunca mais acaba...

Está um tempo perfeitamente normal para a época do ano. Na normal 61-90 Março é mês para 15 dias com precipitação, 111.9 mm, 16.2ºC de máxima e 6.8ºC de mínima (Porto). Nos últimos anos temos andado mal habituados, isso sim. E se tudo continuar na média, teremos 14 dias com precipitação em Abril. Estamos no Noroeste, não se pode esperar mais do que dois ou três meses de verão, o qual, aliás, costuma ter manhãs de nevoeiro, noites frescas, e ocasionalmente precipitação. Sol? Algarve e Andaluzia!
 

blood4

Cumulus
Registo
27 Nov 2009
Mensagens
156
Local
Ponte de Lima
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

Está um tempo perfeitamente normal para a época do ano. Na normal 61-90 Março é mês para 15 dias com precipitação, 111.9 mm, 16.2ºC de máxima e 6.8ºC de mínima (Porto). Nos últimos anos temos andado mal habituados, isso sim. E se tudo continuar na média, teremos 14 dias com precipitação em Abril. Estamos no Noroeste, não se pode esperar mais do que dois ou três meses de verão, o qual, aliás, costuma ter manhãs de nevoeiro, noites frescas, e ocasionalmente precipitação. Sol? Algarve e Andaluzia!

muito boas palavras :thumbsup:
 

Daniel Vilão

Super Célula
Registo
22 Mar 2007
Mensagens
6,977
Local
Ribafria-Alenquer / Moscavide / Degracia
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

Está um tempo perfeitamente normal para a época do ano. Na normal 61-90 Março é mês para 15 dias com precipitação, 111.9 mm, 16.2ºC de máxima e 6.8ºC de mínima (Porto). Nos últimos anos temos andado mal habituados, isso sim. E se tudo continuar na média, teremos 14 dias com precipitação em Abril. Estamos no Noroeste, não se pode esperar mais do que dois ou três meses de verão, o qual, aliás, costuma ter manhãs de nevoeiro, noites frescas, e ocasionalmente precipitação. Sol? Algarve e Andaluzia!

Exacto. Aliás, o Porto nunca foi famoso pelos dias de sol nem pelo calor no Verão. Isso é apenas no Interior Norte e Centro e no Sul em geral.

Fazendo uma comparação, aqui por Lisboa é que estamos com bastante anomalia positiva na precipitação. Aqui sim, a média normal 71-00 para o mês de Março é de 51,2 mm para o Geofísico.

E, até agora, já com 129,4 mm pela minha estação de Moscavide. Valor certamente muito idêntico ao do Geofísico até hoje, desde que começou o mês de Março.

Precipitação deste mês aqui pela região de Lisboa já a 252,7 % em relação ao valor normal, feitas as contas.
 

pedrofreak

Cirrus
Registo
26 Jan 2009
Mensagens
31
Local
gaia
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

É o normal. Já o ano passado pouco Verão tivemos, e Inverno parece que nunca mais acaba...

mas porque é que o tempo esta assim?muda sempre de repente?um dia temos um exelente tempo de primavera,no dia seguinte uma brutal tempestade de chuvas fortes,frio e vento muito forte,ainda me lembro ha uns anos atrás que tinhamos bom tempo a primavera inteira,ate ja se fazia praia nesta altura,agora esta tudo virado do avesso :(.
Haverá explicação logica para estas mudanças tao radicais? :rain:
será das tempestades do oceano atlântico?huminade a mais?poluiçoes do ser humano?
nao compriendo :S
 

Costa

Cumulus
Registo
14 Abr 2007
Mensagens
410
Local
PT
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

Está um tempo perfeitamente normal para a época do ano. Na normal 61-90 Março é mês para 15 dias com precipitação, 111.9 mm, 16.2ºC de máxima e 6.8ºC de mínima (Porto). Nos últimos anos temos andado mal habituados, isso sim.

Ou seja, segundo o frederico uma normal 61-90 é mais válida e verdadeira por ter sido mais fria do que uma normal mais quente 91-2009? Belo raciocino. :intrigante:
 

Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,167
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

...
Haverá explicação logica para estas mudanças tao radicais? :rain:
nao compriendo :S
As mudanças que referes não são assim tão radicais como pensas. A primavera é uma estação de transição e por isso caracteriza-se por ter uma dinâmica climatológica muito grande.
De facto um dia de sol seguido de um dia de mau tempo é perfeitamente natural; se pensarmos bem até em pleno inverno isso acontece: temos 1 dia com muita chuva e vento e no dia seguinte a situação tende a acalmar. Só que agora é mais notória porque no dia calmo o sol e o aumento da temperatura fazem-se sentir com mais vigor.

Ou seja, segundo o frederico uma normal 61-90 é mais válida e verdadeira por ter sido mais fria do que uma normal mais quente 91-2009? Belo raciocino. :intrigante:
Estás a referir-te a situações diferentes: enquadrar 30 anos de climatologia em contraponto com apenas 20 anos (91-09) não é a mesma coisa.
É sabido que há ciclos climáticos, em boa parte das vezes associados a períodos de retorno de 30 anos e por vezes mais.
Se o teu raciocínio se mantivesse sempre válido, este ano hidrológico seria não apenas húmido mas um inverno extremamente rigoroso se analizassemos a média destas últimas 2 décadas. Este ano é apenas mais um dos muitos já reportados de há décadas para cá.
Qualquer média que haja é feita por 2 opostos: os mais e os menos. Tivemos certamente nas últimas 2 décadas anos secos e ensolarados e outros mais sombrios e húmidos. Mas se analisar-mos estes anos vemos que a maior parte deles foi tendencialmente seco e quente - bastaram 4 ou 5 anos bastante húmidos e quentes para elevar as médias de precipitação e de temperatura. Nas décadas de 61-90, as médias de precipitação foram superiores porque a prevalência de anos húmidos foi maior o que elevou a referida média. Mas as médias de temperatura foram em geral inferiores.
Nos anos secos a uma maior insolação, em regra, corresponde um aumento de temperatura média nos meses de primavera, verão e em parte no outono (embora esta regra no pico do inverno não seja aplicável - ver o sucedido no inverno 2009 seco e frio).
 

pedrofreak

Cirrus
Registo
26 Jan 2009
Mensagens
31
Local
gaia
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

As mudanças que referes não são assim tão radicais como pensas. A primavera é uma estação de transição e por isso caracteriza-se por ter uma dinâmica climatológica muito grande.
entao quer dizer ,que um belo tempo de sol num dia,e no seginte um brutal temporal de chuvas fortes e ventos fortes,e completamente normal na primavera certo? :intrigante:
e ja agora no verao podera também ser normal este tempo?
:intrigante:
 

Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,167
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

e ja agora no verao podera também ser normal este tempo?
:intrigante:
Não sei se já tiveste experiências destas - num dia o calor apertava, mais de 35ºC, e no dia seguinte chuva e trovoada com força. Não é uma situação típica mas pode acontecer em pleno verão e não ser algo incrível.

O que quero dizer é dentro da normalidade associada a cada estação, também podemos ter características de outras estações. Mas o que diferencia a normalidade da anormalidade climática é termos fenómenos nunca antes observados na estação em questão. Nevar em pleno verão é uma anormalidade, nevar na primavera e no outono pode acontecer e há registos, embora muito raro. Nevar no inverno é normal mesmo que pouco usual na nossa zona (pelo menos nas zonas mais baixas e litorais):thumbsup:
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,062
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

Ou seja, segundo o frederico uma normal 61-90 é mais válida e verdadeira por ter sido mais fria do que uma normal mais quente 91-2009? Belo raciocino. :intrigante:

Não esquecer que uma normal tem sempre 30 anos consecutivos.
Também é importante saber a noção de variabilidade climática.
E quanto a extrapolações, mais do que alterações nas temperaturas, na próxima normal (1981-2010), haverão quebras importantes na precipitação.
É que apesar deste inverno estar a ser chuvoso, toda a década foi de escassez de chuva, e de secas importantes. E isso terá um reflexo nas próximas normais.


entao quer dizer ,que um belo tempo de sol num dia,e no seginte um brutal temporal de chuvas fortes e ventos fortes,e completamente normal na primavera certo? :intrigante:
e ja agora no verao podera também ser normal este tempo?
:intrigante:

No verão, o que acontece até com alguma frequência, em especial para quem vive junto à costa, é ter uma série de dias ventosos e com neblina/nevoeiro (máximas a rondar os 22/25ºC), e dias com vento de leste em que a temperatura supera por vezes os 35ºC.
É o preço a pagar por um atlântico tão vasto e fresco a oeste, e um interior ibérico que quando aquece, aquece bem.
 

N_Fig

Cumulonimbus
Registo
29 Jun 2009
Mensagens
3,449
Local
Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

Não esquecer que uma normal tem sempre 30 anos consecutivos.
Também é importante saber a noção de variabilidade climática.
E quanto a extrapolações, mais do que alterações nas temperaturas, na próxima normal (1981-2010), haverão quebras importantes na precipitação.
É que apesar deste inverno estar a ser chuvoso, toda a década foi de escassez de chuva, e de secas importantes. E isso terá um reflexo nas próximas normais.

No caso particular do mês de Março a precipitação não deverá baixar na próxima normal. Poderá inclusivamente subir um pouco, mas o mais provével é que se mantenha na mesma.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,062
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Re: Seguimento Litoral Norte - Março 2010

No caso particular do mês de Março a precipitação não deverá baixar na próxima normal. Poderá inclusivamente subir um pouco, mas o mais provével é que se mantenha na mesma.

Certo.
Tudo, porque Março de 2001 foi excepcionalmente chuvoso.
Nesse mês, a estação de P.Rubras acumulou 570mm, e Viana do Castelo 629mm, quando o normal (na normal 1961-1990), seria 112mm e 117mm respectivamente. E como esses, houveram mais alguns valores record.