Monitorização do Clima de Portugal - 2022



N_Fig

Cumulonimbus
Registo
29 Jun 2009
Mensagens
3,741
Local
Figueira da Foz
Boletim relativo ao dia 14 de julho -> https://www.ipma.pt/pt/media/noticias/documentos/2022/Boletim_IPMA_14_julho2022.pdf

"O dia 13 de julho, com uma temperatura média do ar de 30.8 °C (cerca de + 1.3 °C em relação ao dia 12), é o mais quente de 2022, e o 5º dia mais quente dos últimos 23 anos em Portugal continental; o dia 14 de julho será o 2º dia mais quente de 2022 e o 6º mais quente desde 2000".

De acordo com a observação nas estações da rede IPMA (consideradas 93 estações no continente), verifica-se que foram registados, no dia 14 de julho (17 UTC):
- o valor mais elevado da temperatura máxima do ar, 47.0 °C ocorreu na estação do Pinhão, e constitui um novo extremo para o mês de julho em Portugal Continental (anterior valor extremo 46.5 °C, registado em 23 de julho de 1995, na estação da Amareleja
- Valores de temperatura máxima do ar iguais ou superiores a 45 °C ocorreram em 3 estações Pinhão, Alvega e Mirandela);
- Valores de temperatura máxima do ar iguais ou superiores a 40 °C ocorreram em 46 % das estações;
- Valores de temperatura máxima do ar iguais ou superiores a 35 °C ocorreram em cerca de 75 % do território;
- Valores de temperatura máxima do ar iguais ou superiores a 30 °C em praticamente todo o território (excepto Cabo Carvoeiro, Cabo Raso e Cabo da Roca).

No dia 14 de julho, em 26 estações foram ultrapassados os anteriores maiores valores da temperatura máxima do ar para este mês.
A mínima da Figueira para dia 14 está errada, diz 21,7 ºC mas na verdade foi de 20,5 ºC. Devem ter usado a mínima da madrugada, mas a mínima foi batida no fim do dia, não sei se será a única estação com este erro
Editado: Afinal são dados das 9 às 9, falha minha!
 

frederico

Furacão
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
10,124
Local
Porto
O valor do Pinhão levanta a hipótese de existirem valores mais altos que aquele registado na Amareleja no Alto Douro e vales adjacentes. Não temos contudo estações no vale do Águeda ou do Coa e de outros rios com áreas super quentes na Terra Quente mas nas zonas com pouca ou nenhuma vegetação destes vales deve haver certamente máximas impressionantes.
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
20,431
Local
Açores
cont_latlon_tm_reg6.png


cont_latlon_td_reg6.png
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
20,431
Local
Açores
Se querem ter melhores resultados nas apostas, recomendo guardarem todas as previsões vs observações que puderem (de todos os eventos)

Dá (muito) mais trabalho mas os modelos são periodicamente atualizados (nem sempre para melhor). Vitória = menor margem de erro


QImtRxV.gif


kzCrU2f.gif
 
Última edição:

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
17,774
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
Registo diário de ontem dia 16:

Máximas basicamente ainda muito elevadas no interior, a mancha de quarentas continua semelhante aos dias anteriores:

r8N0XMt.jpg



Continuam as noites tropicais no litoral sul e no interior, mas não em todas; no litoral ocidental deixou de haver mínimas iguais ou superiores a 20ºC.

0O3wioo.jpg



A Humidade Relativa mantém-se muito baixa no interior:

zakEJNb.jpg
eacPfAM.jpg



Rajadas máximas sem direcção dominante, mas poucas do quadrante NO.

ktnah0x.jpg



A evapotranspiração potencial mantém-se muito elevada (onde a água no solo ainda estivesse disponível), sobretudo do centro para Leste na Região Sul :

lX9RcXp.jpg
fbqtFiS.jpg

951sUM9.jpg
isY9LBo.jpg



E o conteúdo estimado de água no solo continua a descer em todo o território. A Serra da Estrela, um dos grandes centros dispersores de água, já não se distingue de serras alentejanas. Apenas uma parte do Gerês/Peneda ainda apresenta os maiores valores, superiores a 60%, mas também reduzindo-se de dia para dia:

yaJkzf6.jpg
FyBfHjZ.jpg

JuA1dqd.jpg
h74USa1.jpg
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
20,431
Local
Açores
Se querem ter melhores resultados nas apostas, recomendo guardarem todas as previsões vs observações que puderem (de todos os eventos)

Dá (muito) mais trabalho mas os modelos são periodicamente atualizados (nem sempre para melhor). Vitória = menor margem de erro


QImtRxV.gif


kzCrU2f.gif

Os gráficos não são propriamente espetaculares, mas para recurso gratuito está muito bom.

Para a malta que gosta de encontrar analogias (Açores e Madeira estão incluídos) -> https://cds.climate.copernicus.eu/analogues/

Mero exemplo:

N7VFOJG.png
 

joralentejano

Super Célula
Registo
21 Set 2015
Mensagens
8,213
Local
Arronches, Portalegre (272m)
Persistência de tempo muito quente em julho 2022 - 18 de julho

"Nos primeiros 17 dias de julho, o valor médio da temperatura média do ar em Portugal continental foi 25.7 °C, +3.6 °C superior ao valor médio; o valor médio da temperatura máxima do ar foi de 33.9 °C, +5.2 °C e o valor médio da temperatura mínima do ar, 17.6 °C, + 1.9 °C.
De referir neste período a persistência de valores muito altos da temperatura média do ar, superiores a 25 °C, desde o dia 7 de julho, e mesmo superiores a 30 °C nos dias 13 e 14; valores de temperatura máxima superiores a 35 °C, de 8 a 10 e de 11 a 14) e valores da temperatura mínima superiores a 20 ° C, nos dias 12 a 14 julho;"

"O período 1-17 de julho foi o mais quente desde 2000."

Comparação entre 2003 e 2022 (até dia 18 julho às 17 UTC)

Em termos da onda de calor de julho de 2022 e comparando com a onda de calor que ocorreu em julho e agosto de 2003 podemos afirmar que a Onda de Calor em:

2003
- teve uma maior duração
, 9 a 17 dias e foi registado o maior valor absoluto da temperatura máxima do ar em território Continental. Considerando a média do território, em 2003 foram obtidos os maiores valores da temperatura máxima, mínima e média do ar;
- maior número de dias consecutivos com valores temperatura máxima ≥ 40 °C, variou entre 11 (Elvas), 12 em Alvega, 13 em Avis e 14 na estação da Amareleja

2022

- tem uma maior extensão espacial, 35 estações meteorológicas em onda de calor, bem como um número maior (62) de estações meteorológicas com temperatura máxima do ar acima dos 40°C;

- maior número de dias consecutivos com valores temperatura máxima ≥ 40 °C foi 10 em Alvega e Mora.

- mais intensa com maior duração e extensão espacial no mês de Julho desde 1941;

IPMA
 

"Charneca" Mundial

Cumulonimbus
Registo
28 Nov 2018
Mensagens
4,467
Local
Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
Saiu há uns poucos dias (e com um grande atraso) o boletim climatológico sazonal do inverno de 2021/22. Essencialmente veio provar aquilo que toda a gente já sabia: que foi um inverno extremamente quente e muito seco. A chuva de dezembro "salvou" o inverno de ser um dos mais secos de sempre: :scared:
Boletim sazonal inverno 2021/22

O que é mais interessante ainda é que o último inverno foi uma clara anomalia no que toca aos invernos em Portugal. Os invernos quentes geralmente costumam ter mais precipitação, já os invernos frios costumam ser aqueles com maior predominância do anticiclone - no entanto o inverno de 2021/22 foi ao mesmo tempo seco e muito quente (um caso praticamente único desde que há registos). Interessante... :intrigante: