O Dust Bowl dos anos 30

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
As tempestades de areia que afectaram os Estados Unidos nos anos 30

Designa-se por Dust Bowl um fenómeno climático de tempestade de areia que ocorreu nos Estados Unidos na década de 1930 e que durou quase dez anos. Foi um desastre natural que afectou severamente boa parte dos Estados Unidos da América nessa altura.
Ocorreu em três eventos: 1934, 1936 e 1939-40, mas algumas das regiões das Planícies Altas (High Plains) experimentaram condições de seca por quase oito anos. O efeito "dust bowl" (taça de pó) foi provocado por condições persistentes de seca, favorecidas por anos de práticas de manejo do solo que o deixaram susceptível às forças do vento. O solo, despojado de umidade, era levantado pelo vento em grandes nuvens de pó e areia tão espessas que escondiam o sol durante vários dias. Estes dias eram referidos como "brisas negras" ou "vento negro".

290px-Dust_Storm_Texas_1935.jpg

Texas 1935 - o Dust Bowl

Os prejuízos agrícola e económico devastaram os residentes das Grandes Planícies (Great Plains). A seca Dust Bowl piorou as já graves crises económicas que muitos dos agricultores enfrentavam durante a Grande Depressão. No início da década de 1930, muitos deles procuravam recuperar das perdas económicas. Para compensar começaram a incrementar as colheitas. A grande produção baixou os preços, forçando os agricultores a incrementar as colheitas para pagar as suas terras e as suas dívidas. Quando a seca fez impacto, os agricultores já não puderam produzir a quantidade suficiente para pagar empréstimos e as suas necessidades básicas. Mesmo com a ajuda federal de emergência, muitos agricultores das Grandes Planícies não puderam suportar a crise económica da seca. Muitos foram forçados a deixar as suas terras, com uma em cada dez explorações a mudar de dono no momento alto das transferências.

320px-Dust_Bowl_-_Dallas%2C_South_Dakota_1936.jpg

Dallas, South Dakota 1936 Dust Bowl

Uma vez passado o Dust Bowl, observava-se claramente que muitos factores contribuíram para o severo impacto da seca. Era preciso desenvolver uma melhor compreensão das interacções entre elementos naturais (clima, plantas e solo) e as actividades humanas (prática agrícola, economia e condições sociais) das Grandes Planícies. As lições foram aprendidas, e devido a esta seca os agricultores adoptaram novos métodos para ajudar a controlar a erosão do solo nos ecossistemas de terras secas. As secas subsequentes nesta região tiveram menor impacto devido a estas práticas de cultivo.

CopyRight @ Wikipédia, a enciclopédia livre
 

Veterano

Cumulonimbus
Registo
2 Fev 2009
Mensagens
4,026
Local
Porto-Aviz-2,5 km do mar (46 m)/Matosinhos
Desculpem a malícia, mas pior do que o Dust Bowl dos anos 30 terá sido a Lei Seca nos EUA, que vigorou de 1920 a 1933 e proibia a fabricação, transporte e importação de bebidas alcoólicas neste país:(.

Como sabemos, o contrabando e o fabrico clandestino se encarregaram de minorar os efeitos desta Lei:p.

Não existe, claro, qualquer nexo de causualidade entre estes dois acontecimentos...:D
 

Iceberg

Nimbostratus
Registo
5 Jun 2006
Mensagens
809
Local
Braga
Admira-me desconhecerem este acontecimento, mas respeito a vossa surpresa. Foi de facto uma tragédia nacional nos EUA, e que inspirou John Stainbeck, para redigir a obra prima "As Vinhas da Ira", que relata este mesmo fenómeno.
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Foi o evento que ajudou à Grande Depressao nos EUA, entre 1930 e 1940, e pessoas houve que chegaram a comer ervas daninhas para nao morreram à fome, devido à crise económica e falha da agricultura.

Foi tb a década mais quente do século, depois dos noventas.
Depois da Segunda Guerra Mundial, voltou o fresquinho, até aos anos setenta.

Se querem eventos igualmente interessantes, vejam o Ano Sem Verão de 1816, a fome irlandesa nos 1840s, ou a Grande famine (fome) em 1315-1317, que matou a maioria da populaçao europeia. Ou igualmente a crise climática de 535-536. Ou 1453.
Estas foram verdadeiras catástrofes, pequenas à beira do que costumámos ouvir. Comparável só é a gripe espanhola (1918) e a peste negra (1340s).

http://en.wikipedia.org/wiki/Great_Famine_of_1315-1317
http://en.wikipedia.org/wiki/Irish_famine
http://en.wikipedia.org/wiki/Year_Without_Summer
http://en.wikipedia.org/wiki/Extreme_weather_events_of_535-536
http://en.wikipedia.org/wiki/Kuwae
 

Fil

Cumulonimbus
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
3,926
Local
Bragança (740 m)
Foi tb a década mais quente do século, depois dos noventas.
Depois da Segunda Guerra Mundial, voltou o fresquinho, até aos anos setenta.

Não é bem assim. Os EUA tiveram alguns dos seus verões mais quentes nessa década e alguns invernos amenos, mas não passa disso. Globalmente essa década foi bem mais fria que qualquer década actual ou recente. Em Portugal todos os anos dessa década tiveram anomalia negativa e é a mais fria desde o inicio dos registos (1931).

 

Agreste

Super Célula
Registo
29 Out 2007
Mensagens
9,996
Local
Aljezur (48m) - Faro (11m)
Terão o Dust Bowl e o Holodomor a mesma raiz?

Modelos de Estado e de Mercado em exclusividade não funcionaram e ambos tiveram de lidar com a destruição dos seus modelos agrícolas...
Terão comunistas e capitalistas sido derrotados pelos ciclos climáticos?

«In conclusion, the Ukrainian famine was mainly a result of the unsuccessful collectivization policy. Primarily, the collective farms themselves failed to provide the kolkhozniki with sufficient agricultural machinery and livestock. This was worsened by ineffective management, often by people with little agricultural knowledge. Based on the over-ambitious reports, the Central Committee set unrealistic quotas that could never be reached. In addition, the severe drought in the early 1930s pushed the famine to its apex.»



«In the early 1920s, farmers saw several opportunities for increasing their production. New technology and crop varieties were reducing the time and costs-per-acre of farming, which provided a great incentive for agricultural expansion. This expansion was also necessary to pay for expensive, newly developed equipment (such as listers and plows) that was often purchased on credit, and to offset low crop prices after World War I.

When the national economy went into decline in the late 1920s because of the Great Depression, agriculture was even more adversely affected. In addition, a record wheat crop in 1931 sent crop prices even lower. These lower prices meant that farmers needed to cultivate more acreage, including poorer farmlands, or change crop varieties to produce enough grain to meet their required equipment and farm payments.

When drought began in the early 1930s, it worsened these poor economic conditions. The depression and drought hit farmers on the Great Plains the hardest. Many of these farmers were forced to seek government assistance.

Many circumstances exacerbated the effects of the drought, among them the Great Depression and economic overexpansion before the drought, poor land management practices, and the areal extent and duration of the drought. The peculiar combination of these circumstances and the severity and areal coverage of the event played a part in making the 1930s drought the widely accepted drought of record for the United States. To cope with and recover from the drought, people relied on ingenuity and resilience, as well as relief programs from state and federal governments. Despite all efforts, many people were not able to make a living in drought-stricken regions and were forced to migrate to other areas in search of a new livelihood.»