O Estado do País 2017

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por Orion 1 Jan 2017 às 19:57.

  1. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,349
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Este ano será certamente marcado pela instabilidade a todos os níveis.

    Haverá muito tempo para abordar as eleições. Nos primeiros meses deste ano é possível que hajam flutuações significativas nos mercados e - a reboque - nos juros da dívida portuguesa e dos restantes países periféricos.

    Revisitando os dados, até Outubro de 2016 os EUA tinham um défice comercial de 609 mil milhões. Isto faz parte do petrodólar e o dilema de Triffin está a ficar cada vez mais evidente.

    O programa do Trump é apelativo para a população dos EUA que está num declínio contínuo. A renegociação da NAFTA e uma guerra comercial com a China irá traduzir-se em extrema incerteza com os 3 principais parceiros comerciais, responsáveis por 45% de toda a atividade comercial:

    [​IMG]

    Até Outubro eram estes os défices comerciais (em milhares de milhões):

    [​IMG]

    Os EUA têm um défice brutal com a Alemanha. Em 2015 a Alemanha exportou mais de 110 mil milhões de mercadorias para os EUA. Inevitavelmente as tarifas terão que ser implementadas nos produtos alemães para controlar o défice comercial.

    A eleição da Le Pen é uma ameaça direta para a Alemanha. Em 2015 a Alemanha exportou mais de 100 mil milhões para o vizinho (2ª maior parceiro comercial e um superavit de 35 mil milhões).

    O Brexit continua a ser um pântano. Em 2015 a Alemanha exportou 89 mil milhões para o RU (5ª maior parceiro comercial e superavit de 50 mil milhões).

    O status quo atual está a atingir o seu limite. Alterações são inevitáveis e, como é hábito, geralmente não são pacíficas. Mas no fim do dia é do interesse alemão manter a UE mesmo que haja um desastre. O que é voltar que ao marco traria? Uma moeda excessivamente valorizada que faria com a que indústria fosse para os vizinhos. E há muita malta imigrante para se 'integrar'.

    40% do PIB chinês são exportações. Globalmente é o maior parceiro comercial (superando os EUA). Quase 14% das exportações mundiais são chinesas. Mas quase 20% das mesmas vão para os EUA. Portanto, ninguém vai escapar ileso. Nem mesmo os especuladores que estão a contar com os - aparentes - estímulos permanentes dos bancos centrais ficarão indiferentes.

    Tendo em conta as perspetivas contrastantes, alguém terá que fazer concessões. E independentemente das escolhas feitas elas terão grandes consequências políticas e financeiras.
     
    #1 Orion, 1 Jan 2017 às 19:57
    Última edição: 1 Jan 2017 às 20:08
    Paelagius gostou disto.
  2. camrov8

    camrov8
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Set 2008
    Mensagens:
    2,148
    Local:
    Oliveira de Azeméis(278m)
    apesar das nossas diferenças que tenham um bom ano e força para criticar tudo e todos
     
    Aristocrata e Wessel1985 gostaram disto.
  3. guerrilla

    guerrilla
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    4 Dez 2016
    Mensagens:
    115
    Local:
    Aveiro
    O mundo está perigoso e durante anos diziamos sempre isso mas agora está mesmo com mau aspecto. E Portugal apesar da monumental propaganda política no ano que findou e que pelos vistos traz muita felicidade às pessoas e às sondagens, as festas do ano novo foram muito boas e se calhar até adiaram na máquina a morte do Soares para não incomodar este ambiente festivo, mas Portugal está longe de estar protegido contra essa instabilidade. Regressámos aos anos 2009/2010 em que as contas públicas são um embuste a esconder despesas , basta analisar a dívida a crescer bem mais que o défice ou o adiamento da recapitalização da CGD para este ano ou o crescimento das dívidas do Estado a fornecedores. Quem como eu vive a economia dia a dia percebe que a bota não bate com a perdigota, algo está podre aqui
     
    Collapse Signature Expand Signature
  4. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    7,652
    Local:
    Olhão (24 m)
    O Gasóleo subiu 4 cêntimos, só para o Costinha beneficiar as grandes empresas de transportes. As pequenas e médias pagam cada vez mais impostos.

    Já, nos hospitais, a coisa nunca funcionou tão bem, segundo o ministro da saúde.

    Se, ele viesse ao CHA logo via o que era bom, 18 horas de espera no Hospital de Portimão, o de Faro arrebentar pelas costuras, há meses que não existe ortopedia no Algarve, um familiar meu partiu um braço, andou um dia a passear, chegou a Faro mandaram para Portimão, em Portimão mandaram novamente para Faro e depois em Faro mandaram para Lisboa, mas está tudo a funcionar excelente. :buh:


    Tudo, neste país, é uma verdadeira vergonha, este governo tem falta duma coisa, mas não digo...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. camrov8

    camrov8
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Set 2008
    Mensagens:
    2,148
    Local:
    Oliveira de Azeméis(278m)
    tenta ir para os states se não tens o seguro para membros partidos boa sorte.
     
  6. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,349
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Tens razão. Quando houver uma pessoa cheia de dores na urgência e não houver pessoal disponível deve-se dizer a ela que podia ser pior. Há malta a morrer no Iémen e no Iraque :wacko:

    Será que dirias o mesmo se a constituição do governo fosse diferente? ...
     
    camrov8 gostou disto.
  7. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,349
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Complementando o que escrevi na primeira publicação deste tópico, 2017 é um ano de fogo (mas está longe de ser o último). Especialmente se os juros subirem (muito):

    [​IMG]

    Como não deve faltar muito para se saber o défice (que muito provavelmente será positivo para o governo)...

    ... há que dar um toque de realismo 'à coisa'...

    [​IMG]
     
  8. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    2,283
    Local:
    Viseu
    Os hospitais precisam de ser dotados de meios humanos adequados urgentemente! Esperas dessa ordem são absolutamente indesculpáveis e custam vidas, directa ou indirectamente !
    Dito isto, a toda a gente estúpida que vai a correr para as urgências de um hospital por causa da porcaria de uma gripe (excluo, naturalmente, idosos ou doentes com outras patologias crónicas) perante a impossibilidade de lhes dar um par de lambadas, deviam ser brindados com uma taxa moderadora de 100€. Há coisa de uma década parti um braço (mais concretamente um cotovelo - sou a pessoa certa para confirmar que a dor de cotovelo custa mesmo muito). Fui às urgências pela primeira vez na minha vida como doente. Entre entrar e sair passaram mais de 5 horas. Foi em Janeiro. A quantidade de idiotas aparentemente cheios de vitalidade que por lá passaram com queixas de tosse, ranho, dor de garganta e febre de 38 graus, deixou-me abismada. Em criança tive várias gripes como quase todas as crianças. Nunca a minha mãe me levou ao médico (e muito bem) por causa disso. Quanto mais ao hospital. As gripes curam-se em casa na cama, com medicação de venda livre, descanso e sopas, como se costuma dizer, salvo as excepções que já mencionei. Quando muito uma ida ao centro de saúde se a coisa se prolongar.
     
    Collapse Signature Expand Signature
    Wessel1985 gostou disto.
  9. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    4,902
    Local:
    Porto
    Isto nao e falado MAS quando entrei na faculdade ha 12 anos no primeiro ano aprendia-se que o primeiro ponto de contacto entre o doente e o profissional de saude deveria ser a FARMACIA e nao e por acaso que o numero de farmacias por habitante em praticamente toda a Europa e regulado, pois supostamente deveria ser um negocio com caracteristicas especiais por questoes eticas e deontologicas: nao poderia estar submetidos as normais regras da concorrencia e deveria prestar SERVICO PUBLICO. O licenciado em Ciencias Farmaceuticas supostamente deveria estar preparado para resolver alguns casos simples que vao parar as Urgencias nestas alturas do ano e tambem para prescrever pois os alunos aprendem Farmacologia no curso. Isto aprendia-se na faculdade MAS na pratica infelizmente as coisas nao funcionam assim pois nao ha campanhas de saude publica decentes ha muitos anos e a profissao farmaceutica tem sido degradada, tal como a formacao, em parte devido ao excesso de cursos de Ciencias Farmaceuticas (se eu mandesse so havia tres, em Lisboa, Coimbra e Porto).

    Quanto a falta de medicos... subam os salarios no SNS e obriguem os medicos a ter exclusividade... caminhamos para a emigracao de medicos e nao faz sentido nenhum o Estado gastar 40 ou 50 mil euros a formar um medico para depois ser aproveitado pelos ingleses ou alemaes. E quem diz medicos diz enfermeiros, dentistas, farmaceuticos, professores ou advogados. O problema ja nao esta nas vagas do curso de Medicina. As medias continuam altas porque muitos colegios privados continuam a inflacionar medias internas. Estou convicto que se o acesso fosse apenas por exames nacionais a media cairia para pouco mais de 16.

    Descontados os impostos o salario medico base e ligeiramente inferior a 1500 euros (14 salarios por ano). Quanto ganham os juizes? Quanto ganham os gestores de muitas empresas municipais? Quanto ganham os assessores de empresas municipais ou de ministerios? Ou alguns motoristas que trabalham para o Estado? Quanto ganham os funcionarios da CP? O salario medico e excessivamente baixo tal como o salario de outros profissionais de saude.

    E possivel aumentar os salarios medicos, exigir a exclusividade e resolver alguns problemas da saude mas falta dinheiro e para isso seria necessario tomar medidas que ninguem tem coragem. Por exemplo. Acho que quem tem mais rendimentos deveria pagar muito mais pelo acesso ao SNS.

    Ja agora, creio que o programa do PS levantava o veu sobre o fim das Ordens profissionais. Parece que a medida foi esquecida. Mais uma boa reforma que ninguem tem coragem de aplicar, nem a Direita nem a Esquerda.
     
    Wessel1985 gostou disto.
  10. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    4,662
    Local:
    Estarreja; Costa da Caparica
    Desta vez confesso que fiquei surpreendido. Sempre te julguei incapaz de este tipo de argumentação demagógica à "la facebook" com a célebre pancadaria, mata e esfola e generalizações bem puxadinhas e confesso, apelativamente popularuchas. Faltaram os erros ortográficos porque felizmente já constatei que és uma pessoa de elevada literacia.

    Vamos à realidade:

    1 - Se não tiveres um médico de família há largos meses, se te recusarem médicos de substituição e se, perante tal facto, tanto centros de saúde como saúde 24 te aconselharem hospital, vais onde? Doutor Karamba?
    2 - Como é que avalias que um não idoso (e não criança, que te esqueceste) não tem uma patologia crónica, doença rara ou condição temporária debilitante e perigosa? Pelo aspecto? Então parabéns. Btw... Sabias que certas condições genéticas ou adquiridas podem matar um individuo com a tal mísera febre de 38 graus? Se quiseres posso explicar-te melhor, mas por MP que o assunto não é para aqui chamado.

    Sobre a temática hospitais, só me chateia que as televisões só montem o circo em ciclos gripais (quando no resto do ano é muitas vezes igual ou pior). Depois falta claro toda a vergonha que é o funcionamento do SNS (e não o SNS em si). Teria tantas histórias para contar mas fico por aqui...
     
    Rachie gostou disto.
  11. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    2,283
    Local:
    Viseu
    Como o resto do post não merece o meu tempo, respondo à única coisa que considero merecê-lo. Se tanto o centro de saúde como a linha saúde 24 aconselharem o hospital............. vais ao hospital! Duh? O meu post referia-se, precisamente, aos palermas que ao primeiro espirro se põem a caminho do hospital sem fazer o que quer que seja antes.
    Quanto a histórias de hospitais, não sei qual de nós terá mais. Dou alguns exemplos dos mais caricatos, porque de constipações e febres de 37,5 é diário. Unha encravada, azia depois das Festas ou comemorações, picadas de melgas (esta é muito comum nas urgências pediátricas), manchas na pele devido à idade, aftas, caspa (sim, caspa!) e a minha preferida de todas, 'dê qualquer coisa à minha filha, doutor, que já não a posso aturar' . Algumas não passam do balcão. Outras chegam mesmo aos médicos, quer por via da dramatização quer por via da mentira pura na triagem. E nem falo das chamadas para o 112 que davam uma tese de mestrado (na área da saúde mental).
     
    Collapse Signature Expand Signature
    Wessel1985 gostou disto.
  12. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    2,283
    Local:
    Viseu
    E agora lembrei-me de um conhecido que tinha uma filha pequena (dois anitos) e que a levava (contra a vontade da mulher e mãe do rebento) à urgência de todas as vezes em que a pobre criança espirrava, tossia, ficava ranhosa ou tinha uma ponta de febre. Tantas vezes lá foi (apesar de avisado pelos profissionais de saúde de que não era motivo para tal), que uma vez, uma médica que já tinha visto a criança várias vezes, perdeu a cabeça e desatou a berrar com ele, perguntando-lhe se a intenção dele era ver-se livre da miúda, levando-a lá com uma simples tosse para ver se apanhava uma infecção qualquer... Escusado será dizer que apresentou queixa contra ela.
     
    Collapse Signature Expand Signature
    Wessel1985 gostou disto.
  13. Wessel1985

    Wessel1985
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    21 Set 2013
    Mensagens:
    609
    Local:
    Angra do Heroismo, Ilha Terceira, Açores
    Bom Dia a todos ...

    Confesso que venho aqui por causa do tempo mas de quando em vez comecei a espreitar este tópico que considero bastante interessante pela diversidade de pensamentos e pela nota geral de alguma elevação nos comentários não tão comum em espaços de discussão em que se prefere matar o mensageiro ao invés de ler e sobretudo respeitar a mensagem mesmo não concordando com ela.

    É bom ver que a malta para alem de se preocupar com o tempo preocupa-se com o seu país e assim com o mundo que se torna cada vez mais um sítio impróprio para se viver.

    Em relação à discussão acima descrita que diz respeito às urgências e ao estado caótico em que algumas se encontram não poderia estar mais de acordo com os argumentos da ClaudiaRM no que a esta situação diz respeito que longe de serem argumentos demagógicos transmitem uma realidade infelizmente cada vez mais comum nos nossos hospitais.

    Para alem de uma reforma da saúde que entendo ser necessária para dotar o SNS de melhores meios, reforma esta que vem sendo adiada com o passar dos anos e que vai custando vidas é essencial alterar uma coisa fundamental e que sem essa alteração nenhuma reforma poderá ter sucesso ... E essa coisa passa por alterar a cultura e a educação tanto dos doentes como de alguns profissionais de saúde.

    Aqui na terra onde vivo não temos estes problemas visto ser uma terra mais pequena e não haver normalmente estes surtos generalizados de gripe ... Mas tivemos um caso há bem pouco tempo de mais uma vez alguém que faleceu por negligência médica ...

    Por esta e por outras situações lamentáveis como esta sou de acordo que os serviços de triagem devem ser os melhores possíveis ... Para que à ultima linha cheguem os casos realmente graves e que os chamados doentes de baixa prioridade sejam rapidamente encaminhados para um centro de saúde ou até uma farmácia como disse um utilizador acima ...

    Não se pode é continuar a entupir as urgências com situações que podem e devem ser resolvidas noutros estabelecimentos de saúde que apoiem as urgências pois corre-se o risco depois de ter cada vez mais problemas para quem realmente necessita de cuidados de saúde urgentes.

    E depois ... os próprios profissionais de saúde devido a tanta coisa menor que lhes chega ali muitas das vezes menorizam algumas situações que essas sim podem indiciar algo mais grave ... Mas ninguém pensa que estas pessoas também são humanos? Se colocarem a um controlador aéreo 70 aviões para controlar em meia hora pode existir sempre um que seja negligenciado ... Parece me uma questão óbvia e por isso a importância da triagem que no meu ponto de vista é capital ...

    Em relação à outra discussão paralela que vi por aqui no que diz respeito ao ano de 2017 e ao pessimismo generalizado que se vê não só por aqui mas um pouco por todo o mundo continuo a achar uma coisa.

    A verdade é que vejo cada vez mais gente consciente das coisas e isso é um enorme sinal de esperança ... E relembro que nos momentos na história supostamente mais complicados surgiram sempre homens e mulheres que nos marcaram pela positiva ... Porque no fim de tudo ganhará sempre a esperança e a justiça perante as maldades que nos querem fazer ...

    Quando o governo islandês por exemplo investigou os responsáveis pela sua dívida pública e os colocou no banco dos réus fez o que qualquer governo deveria fazer ... Não colocar o ónus dessa dívida nos seus cidadãos que não foram directamente responsáveis por isso e não devem ser castigados por um crime que não cometeram.

    Sim ... porque muita da dívida pública contraída foi criminosa e não há outra palavra para isso ... Que se responsabilize quem a cometeu e que no futuro em decisões de grande escala se querem que seja o povo a ser responsabilizado que coloquem o povo a votar nas decisões que implicam grandes alocações de capital ...

    Assim ... é só massacrar quem é um alvo fácil ...

    Um bom ano a todos ... :)
     
    ClaudiaRM gostou disto.
  14. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    2,283
    Local:
    Viseu
    Se alargares isso à vida, tens 'uma larga maioria dos problemas do mundo' resolvidos. Simplisticamente, claro.
     
    Collapse Signature Expand Signature
    Wessel1985 gostou disto.
  15. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    2,283
    Local:
    Viseu
    Podíamos prescindir de uma boa parte da legislação se na sociedade imperasse o bom senso e o civismo. Como não impera, temos legislação que parecendo ridícula faz algum sentido porque de outro modo não vamos lá. Foi uma excelente medida decretar que quem vá às urgências por indicação do centro de saúde ou da linha Saúde 24 fique isento de taxa moderadora. Fica a faltar a taxa moderadora a quadruplicar para quem para lá vá por motivos patéticos, assim como fortes penalizações para quem efectue chamadas falsas/patéticas para o 112.
     
    Collapse Signature Expand Signature
    Wessel1985 gostou disto.

Partilhar esta Página