1. Postagens no fórum Off-Topic
    Para combater registos que têm por único objectivo o de participar em tópicos controversos, o acesso às postagens está condicionado a membros com um número mínimo de 100 mensagens. Membros que não tenham esta quantidade de mensagens não poderão submeter mensagens ou criar tópicos nesta secção.
    Condições Gerais de Utilização do MeteoPT

O Estado do País 2019

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por luismeteo3 4 Jan 2019 às 10:58.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,338
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Frederico, nem pareces tu a falares :lmao:... Pois eu já percebi tudo.

    Qual é o pai neste país que não quer ver o filho com um canudo na mão? Nem que seja apenas para coleccionar o troféu e ir a trabalhar para um supermercado a ganhar metade do salário mínimo nacional, fazendo apenas meio horário devido ao desgaste profissional :facepalm:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro gostou disto.
  2. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    5,042
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
    Sim, mas essa então faz disso a vida completa. Eu falava das que o fazem para complementar o vencimento doutros trabalhos
     
  3. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    5,042
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
    É, mas o tuga básico acha que a vida é um mar de rosas e que quem faz pequenas ilegalidades pela vida é que é o trafulha. Viver numa bolha não deixa as pessoas conhecer o Portugal real. Conheço-os piores, infelizmente
     
  4. Hawk

    Hawk
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Nov 2006
    Mensagens:
    1,007
    Local:
    Funchal
    Vamos fazer de conta que a qualquer momento alguém não pode dizer à D. Maria que não apareça mais. Gostava de saber se aqueles que dizem que a D. Maria leva 1000€/mês para casa se lhe deram um contrato válido, quantos dias de férias pagas lhe dão, quanto descontam para a segurança social e se têm o seguro de trabalho para a D. Maria, caso esta caia enquanto limpa a janela, em vigor. Há gente que não tem mesmo noção.
     
  5. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,710
    Local:
    Viseu
    Os e as que fazem disso complemento, recebem o seu salário mais o valor do que fazem por fora.
    Sim, no caso da senhora que ajuda cá em casa é a vida dela. Mas é a vida dela precisamente porque ela é muito boa no que faz. Por exemplo, ela faz limpezas diariamente numa empresa (para além de condomínios e casas particulares) há muitos anos. Há coisa de meia dúzia de anos, a sede da empresa deixou de permitir que a filial contratasse directamente a funcionária e obrigou a filial a usar uma empresa de limpezas. Ora, gostam tanto da D. Fernanda que mesmo assim ficaram com ela. Tiveram de dar umas voltas (não sei os detalhes burocráticos da coisa) mas ela agora tecnicamente é funcionária da empresa de limpeza mas mantém horário de trabalho e remuneração (que é razoavelmente acima daquilo que outra funcionária da empresa de limpezas ganharia). Quando somos mesmo bons no que fazemos, há recompensa, não tenhas dúvida. Já a convidaram 2 vezes para o condomínio do prédio onde vivo e ela não pode aceitar porque não tem tempo disponível. Já a senhora que limpa aqui o prédio está sempre à rasca para encontrar trabalho. Não preciso dizer o motivo, julgo...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro e 4ESTAÇÕES gostaram disto.
  6. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,338
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Eu vou ali ao Booking, alugo um apartamento no centro do Funchal, pago por cartão de crédito e faço concorrência aos hotéis da região. Depois ainda tenho que chatear-me com o dono do apartamento porque não entregou-me a factura da minha estadia no apartamento. É email `s para lá e para cá para conseguir a factura da estadia... karga de trabalhos sem fim !!!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,710
    Local:
    Viseu
    Não me dês lições sobre a realidade que eu testemunho todos os dias. É claro que não são todos. Isso é ridículo e eu não disse isso, obviamente. Mas que boa parte dos jovens universitários vive uma vida bem mais à larga do que os seus pais e avós, vive. Culpa de uns e de outros, diga-se, que tudo fazem para que os meninos e meninas vivam fora da realidade. O 31 vem depois quando os meninos e meninas deixam os estudos e são confrontados com o mundo real onde têm de pagar contas com o dinheiro que ganham e não com o dinheiro que aparece sem esforço na carteira. Isso também ajuda a explicar a obsessão com os créditos pessoais neste país. Há um nível de vida a manter...

    Mas qual é o problema? Se há procura, há oferta! É o mercado a funcionar. Não és um liberal de direita? Não consigo perceber o teu problema com isso. Eu sou de esquerda e não tenho absolutamente nada contra a iniciativa privada. Se um negócio é lucrativo, mantém-se. Se não é, fecha. Desde que não andem lá os meus impostos (como estavam habituados os amarelinhos agarrados à teta) , tudo bem.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    4ESTAÇÕES gostou disto.
  8. Hawk

    Hawk
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Nov 2006
    Mensagens:
    1,007
    Local:
    Funchal
    1. Peça o livro de reclamações do estabelecimento.
    2. Contacte e faça a exposição ao booking.com. Se conseguiram adicionar ao alojamento à plataforma é porque está registado.
    3. Problema resolvido.
    4. O que tem isso a ver com a D. Maria que come sushi 3x semana?
     
  9. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,158
    Local:
    Olhão (24 m)
    O caso das D. Marias é fabuloso, porque essas D. Marias um dia quando forem para a reforma se calhar nem têm e depois aparecem nas tv's a dizerem que trabalharam 40/50 anos e recebem uma reforma miserável, porque será, não descontaram quando era preciso. :rolleyes:

    Já trabalhei com contrato e hoje trabalho à comissão, ganho hoje mais do que quando tinha contrato e hoje tenho liberdade de horários. Os primeiros meses foram terríveis quando comecei, mas como gosto de cumprir com as minhas obrigações, abri logo actividade e fiz seguro de acidentes de trabalho, doeu pagar sem ter recebido, mas doía muito mais, quando fui parado parar numa operação stop com a AT e eles perguntaram logo se eu tinha actividade já que tinha material de amostra, como tinha tudo em ordem mandaram-me seguir e não tenho nenhuma dor de cabeça.

    Agora, é que meteste o dedo na ferida. Basta uma pessoa sair á noite que vê só desgraças.:rolleyes:

    Sim, e eu sou o Pai Natal, só não vê quem não quer. Então, explica lá, porque motivo a maioria compra o passe para todas as noites da semana académica, então explica lá porque fazem viagens de finalistas. Não, o pessoal que tu conheces deve ser estranho, ou então, extraterrestre. :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    4ESTAÇÕES gostou disto.
  10. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,710
    Local:
    Viseu
    As D. Marias inteligentes como a 'minha' não vão nessa. Ela desconta e trabalha a contrato. Já tem cinquentas mas está ali para as curvas. Tem mais energia do que eu!

    Não é preciso sair à noite. Basta lidar diariamente com adolescentes e jovens adultos. Telemóveis xpto, roupa de marca, mochilas de marca, férias, concertos, festivais, viagens de finalista, popó na mão. Já nem falo das saídas à noite, dos copos, dos jantares fora, etc. Dou isso de barato. Filhos de gente rica, dirás tu. Não. Até porque se fosse o caso, não seria de admirar. Filhos de gente comum, com salários comuns mas que se viram do avesso (e ainda recrutam os avós, os tios, os padrinhos) para dar aos meninos e meninas tudo o que querem. Pior, sem que eles tenham a noção do sacrifício que isso implica. Noutro dia tive que explicar a um puto de 11 anos que o telemóvel que ele não parava de pedir à família toda, custava mais do que aquilo que o pai e a mãe ganhavam num mês. Não pareceu ter grande efeito. A prima da minha afilhada pediu à mãe, pelo Natal, uma camisola. Pedido razoável, pensas tu. Também eu pensei. Quando a titulo de curiosidade lhe perguntei quanto custava, disse-me que custava 180€. A miúda tem 14 anos. Nem sei se a recebeu ou não porque não voltei a estar com ela mas dado o historial, acho bastante possível. Uma vez uma pessoa conhecida a quem eu prestei um serviço (40€) perguntou-me se me fazia diferença que me pagasse em Janeiro porque em Dezembro, com o Natal, havia muitas despesas e tal. Disse que não havia problema. Em Janeiro, quando lá me pagou, em conversa com ela e com o filho, perguntei ao miúdo se o 'Pai Natal' tinha sido generoso. Foi. Playstation novinha em folha com não sei quantos jogos. Lembro-me de na altura, por curiosidade, ter ido pesquisar e só a PSP custava mais de 300€. Ainda tive foi sorte de me pagar em Janeiro em vez de Junho ou Julho...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    4ESTAÇÕES, Gerofil e algarvio1980 gostaram disto.
  11. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,710
    Local:
    Viseu
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. Hawk

    Hawk
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Nov 2006
    Mensagens:
    1,007
    Local:
    Funchal
    O debate das europeias na SIC é a prova de que num país que tem a esquerda na forma de um BE ou PCP, o crescimento da direita é inevitável. O VOX é apenas um reflexo do Podemos. Fundamentalismo gera fundamentalismo. Desde o momento que BE e PCP colaram-se ao governo, era inevitável o crescimento do CDS. Nuno Melo liquidou a esquerda no debate e nem teve que se esforçar muito.
     
    Pedro gostou disto.
  13. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,303
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    E viva a miséria , o trabalho precário, as pensões de 200 e tal euros, e a baixa esperança de vida saudável!
    A minha avó (Maria Odete por acaso) sofria de asma e por causa da história das limpezas por extrema necessidade (e a receber dinheiro por fora) adoeceu, esteve em estado vegetativo imenso tempo e faleceu com 62 anos.

    Eu quero que o estado considere que toda a gente seja necessitada até ele (o estado) provar o contrário. Eu quero que para isso o estado cruze todas as informações a que tiver acesso. Eu queria que os impostos fossem tão progressivos que quem ganha pouco pague muito pouco e que quem ganhe muito pague muito e não seja discriminado com mais custos nos serviços públicos, porque já pagou os dele e os de outras pessoas. Os jovens não têm a culpa de terem a família que têm, têm direito á individualidade e a oportunidades iguais aos outros.

    No fim de tudo podem dizer que eu não tenho quereres, mas que queria queria e tenho todo o direito desde já a só querer.
     
  14. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    6,807
    Local:
    Porto
    O melhor que se pode fazer aos jovens.

    - Pôr a Imprensa Nacional a editar a baixo custo lançando livros escolares e obras de referência, em PDF e papel;
    - Criar uma rede de residências universitárias públicas;
    - Legislação que favoreça a mobilidade laboral e a contratação de jovens, para que comecem a trabalhar o mais cedo possível (mesmo os que estudam, nas férias do Verão, entre os 14 e os 18 anos);
    - Impostos mais baixos sobre o arrendamento, especialmente arrendamento a longo prazo de quartos;
    - Fim gradual das propinas com contrapartidas (prazo para terminar o curso com um ano extra de tolerância, depois pagariam custo integral e excepções para casos excepcionais -grávidas, doentes, trabalhadores, regresso dos exames em Setembro, plano de ataque às cadeiras com elevadas reprovações, possibilidade dos alunos poderem congelar a matrícula o tempo que entenderem e terem o regresso garantido, etc);
    - Plano de habitação social com foco nos jovens que precisem de casa.

    Gosto do que diz Maria Filomena Mónica sobre este tema.

    O «sistema» avalia a família do jovem e não o jovem em si. O sistema é generoso com os mais velhos e esquece os que garantem o futuro.
     
    4ESTAÇÕES gostou disto.
  15. Scan_Ferr

    Scan_Ferr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Ago 2010
    Mensagens:
    975
    Local:
    Maceda (Ovar)

    Isto é a sério? :lol:
     

Partilhar esta Página