1. Postagens no fórum Off-Topic
    Para combater registos que têm por único objectivo o de participar em tópicos controversos, o acesso às postagens está condicionado a membros com um número mínimo de 100 mensagens. Membros que não tenham esta quantidade de mensagens não poderão submeter mensagens ou criar tópicos nesta secção.
    Condições Gerais de Utilização do MeteoPT

O Estado do País 2019

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por luismeteo3 4 Jan 2019 às 10:58.

  1. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    5,169
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
    É mesmo? Achas que uma companhia de seguros é capaz de garantir uma autópsia em condições? Eu não li nada de regulação ou supervisão. Isto foi só mais uma demonstração da incapacidade de o Estado assegurar funções básicas. Tenho familiares que trabalham na Medicina Legal e o problema já se arrasta há cerca de ano e meio a dois anos
     
    Hawk e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,375
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    "OS HOSPITAIS PRIVADOS VIVEM À CUSTA DOS PROFISSIONAIS (médicos, etc.) DO SNS A QUEM PAGAM À PERCENTAGEM OU POR ATO REALIZADO, NÃO TENDO DE SUPORTAR OUTROS TIPO DE CUSTOS (Segurança Social, etc.) . ESTA FORMA DE PROMISCUIDADE PUBLICO-PRIVADO É UMA FORMA IMPORTANTE DE FINANCIAMENTO DOS GRANDES GRUPOS PRIVADOS DE SAÚDE PELO SNS PORQUE ASSIM NÃO TÊM DE PAGAR UM CORPO CLINICO PRÓPRIO E PERMANENTE (só têm 12,9% de médicos e 10,3% enfermeiros) . OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE SUJEITAM-SE A TAL EXPLORAÇÃO PORQUE O SNS (O ESTADO ) PAGA MAL E NÃO LHES OFERECE UMA CARREIRA DIGNA . A promiscuidade não são apenas as PPP mas também a de profissionais. Nenhum proposta sobre a nova lei de bases da saúde em discussão na Assembleia da Republica introduz regras visando a exclusividade dos profissionais no SNS com carreiras e remunerações dignas. Neste campo importante para sobrevivência do SNS tudo continuará na mesma e o SNS a ser destruído."

    http://eugeniorosa.com/Sites/eugeni...2019-SNS-40ANOS.pdf?ver=2019-06-01-174649-193

    "a destruição do SNS e a promoção do negócio privado de saúde em Portugal está a ser feita à custa da promiscuidade público-privadados profissionais de saúde que trabalham simultaneamente no setor público (SNS) e no setor privado (Hospitais privados). E isto acontece porque o Estado trata muito mal os seus profissionais de saúde, pagando-os mal, não assegurando uma carreira digna, não impondo a exclusividade só possível com salários e carreiras dignas."

    http://eugeniorosa.com/Sites/eugeni...-destruicao-SNS.pdf?ver=2019-06-09-103738-483
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    4ESTAÇÕES gostou disto.
  3. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,430
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    Eu sou opositor. Foi total sarcasmo.
    O ultra-liberalismo, o neo-liberalismo, como lhe quiserem chamar acha que os privados são capazes de tudo.
    As divergências pessoais e científicas do que os privados são ou não capazes de fazer não interessam á ideologia e lucro.
    Eu não acredito na IL porque aquilo é bem capaz de derrapar para qualquer coisa, ao estilo do PSL.
     
  4. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    5,169
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
    Não, rapaz, essas coisas têm nomes a sério e não esse epítopos engraçados atirados sem critério. Libertarianismo e anarco-capitalismo é o que tu procuras para essa descrição. Sim, existirão uns quantos na IL, mas assim que se oficializar o Partido Libertário migram

    Há à esquerda uma certa fixação com a política brasileira. A necessidade da defesa de Lula e amigos e ataque a Moro/Bolsonaro e amigos, um ímpeto ao constante paralelismo com a política nacional. Nunca hei de compreender isto
     
    Scan_Ferr e Hawk gostaram disto.
  5. Hawk

    Hawk
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Nov 2006
    Mensagens:
    1,067
    Local:
    Funchal
    Um bom artigo que explora algumas (não todas) das principais diferenças entre regalias dos funcionários do sector público e do sector privado. Um bom "guia de bolso" para quando somos confrontados com o "choradinho" habitual de alguns FP´s.

    https://observador.pt/especiais/pub...a-de-aulas-dos-filhos-e-outras-11-diferencas/

    E um bom gráfico com os PIGS´s (como carinhosamente somos apelidados na Europa do Norte) à cabeça.

    [​IMG]
     
    Fil e Pedro gostaram disto.
  6. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,239
    Local:
    Olhão (24 m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Gerofil gostou disto.
  7. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,430
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    Não é fixação nenhuma. Também não fazem comparações internacionais acerca da queda do centro-esquerda? Ninguém aqui defendeu Lula, sou advogado por acaso?

    É engraçado esse gráfico Hawk . Como se o setor privado nos “PIG’s” fosse muito generoso com os trabalhadores como nos Nórdicos. O problema dos ultra-liberais vs ultra-socialistas é que só sabem ver 1 lado.
    Anarco-capitalistas querem justiça privada, felizmente a IL não chega a tanto, até ver.
     
  8. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,375
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Já deixei numa mensagem atrás como o governo "controla" a política económica do sector privado (o @Pedro e o @frederico que o digam), onde hoje existe menos liberdade económica em Portugal do que antes do 25 de abril de 1974 (se for preciso republico esse link).
    O resto é simples atirar de poeira aos olhos... :surprise:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro gostou disto.
  9. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    5,169
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
    Se te desses ao trabalho de ler programas e manifestos políticos de todo o espectro político saberias bem que não. Nem os libertários abdicam do Estado enquanto garante de justiça

    Hoje fazem 18 meses que espero pela marcação duma consulta em Psicologia Clínica nos CHUC. Felizmente desenmerdo-me bem sozinho, mas tenho pena de quem não consiga. Esperei também 7 meses por uma consulta em Ortopedia e a minha mãe receber esta semana um cheque-cirurgia para operação ORL porque o Hospital de Viseu ultrapassa em mais de 200% o tempo máximo de resposta. Vai tudo bem na República das Bananas
     
  10. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,430
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    Estou na mesma situação que tu, no caso Psiquiatria. Para antecipar uma consulta por prescrição médica é impossível, mandam telefonar para o hospital em vez de ser presencialmente, passam o telefone infinitas vezes até a pessoa perder a paciência e desligar.
    É assim com a Saúde, com a SS, tudo.
    Se é assim com o PS não quero imaginar como seria se um partido que quer reduzir despesa até ao tutano controlasse os serviços.
    Há que ressuscitar a social-democracia.
     
    #3910 4ESTAÇÕES, 25 Jun 2019 às 16:59
    Última edição: 25 Jun 2019 às 17:04
  11. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,246
    Local:
    Bragança (675m)
    Mas o gráfico não é sobre o setor privado, é sobre o setor público. Sobre o peso do setor público no GDP ou PIB de cada um desses países.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,430
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    Mentira. Salários da função pública.
    O setor público é grande no Norte.
     
  13. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,246
    Local:
    Bragança (675m)
    O peso dos salários da função pública. O esforço que cada economia faz para pagar os salários do setor público.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Hawk e Pedro gostaram disto.
  14. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    5,169
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
    Um partido que se diz x não tem que ser x. Redução da despesa não imperícia pior serviço, se for acompanhado de melhor escrutínio e avalição, e melhoria da produtividade. Os trabalhadores portugueses têm uma produtividade muito baixa, tal como o resto da Europa Mediterrânica, e aí reside o problema. Não vai ser a contratar FPs a torto e a direito que vais resolver o que quer que seja, se se mantiver uma burocracia excessiva, falta de avalição dos serviços e funcionários e os vícios de hoje.
    A saúde é uma área que está deficitária de pessoas, é verdade, mas isso não se aplica em todas as áreas do Estado, há muitas que tem muita gente a mais porque não produzem nas horas que trabalham como seria expectável para um dinamarquês ou um alemão. E essa é uma das razões pelas quais temos um Estado tão ineficiente.

    Continuando com o raciocínio, a teoria não é a prática. E na prática, PS, BE e PCP têm contribuído de forma mais ou menos ativa para a decadência do SNS nos últimos anos, nem que seja pela hipocrisia da aprovação dos OEs, para horas depois estar a lamuriá-lo à comunicação social. Há um serviço aqui no hospital onde não há PCs na secretaria há semana porque não há dinheiro para arranjo, é tudo feito à mão. Este governo está a aplicar um austeritarismo cego e escondido, bem mais forte que o do final da legislatura anterior. Enganem-se a vocês mesmos, mas nem toda a gente vai na cantiga
     
    Fil gostou disto.
  15. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,430
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    É muito bonito falar em redução da despesa na generalidade.
    O problema é outro.
    Há pessoas a ganhar demasiado e pessoas a ganhar muito pouco.
    Há pessoas a trabalhar muito e pessoas a trabalhar pouco ou nada.
    Há desigualdade injustas.
    Inclusive entre os jovens.
    O trabalho tem que ser melhor repartido e deveria de haver gente mimada e que não suja as mãos a trabalhar (choquem-se, é a que depois chega ao setor público com os tais “vícios”) ao lado de gente pobre.
     
    Gerofil gostou disto.

Partilhar esta Página