1. Postagens no fórum Off-Topic
    Para combater registos que têm por único objectivo o de participar em tópicos controversos, o acesso às postagens está condicionado a membros com um número mínimo de 100 mensagens. Membros que não tenham esta quantidade de mensagens não poderão submeter mensagens ou criar tópicos nesta secção.
    Condições Gerais de Utilização do MeteoPT

Política e economia internacional 2019

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por luismeteo3 4 Jan 2019 às 10:41.

  1. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,331
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    Agora parecia que estava mesmo no Facebook.
     
  2. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,331
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    Num mundo globalizado os riscos são partilhados a nível global, não podem ser só os benefícios.
     
  3. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    5,110
    Local:
    Estarreja; Costa da Caparica
    Acabei de ficar enojado. Como já disse para mim extremismos são lixo. Propaganda nacionalista para mim vale tanto como a comunista: é abjecta.
     
  4. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    6,846
    Local:
    Porto
    Radicalizar é impôr educação LGBT como já sucede em escolas na Europa contra a vontade dos pais. É tentar meter na cadeia quem é contra adopção por casais do mesmo sexo. É obrigar um notário a casar dois homens ou duas mulheres contra a sua consciência. É obrigar as populações a aceitar imigração em massa de culturas não-europeias contra a sua vontade. É pôr um médico em tribunal porque pediu a uma muçulmana para destapar o rosto na consulta.
     
    Aristocrata gostou disto.
  5. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,758
    Local:
    Viseu
    No Facebook, não. Na página de Facebook do PNR, talvez.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,758
    Local:
    Viseu
    Quem é que te chamou qualquer uma dessas coisas aqui?
    Curiosamente, até este post nunca tal me tinha ocorrido. Mas obrigada por deixares as coisas mais claras (no pun intended!). A transparência é sempre melhor do que o armário.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    4ESTAÇÕES gostou disto.
  7. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    6,846
    Local:
    Porto
    Radicalismo é haver gente que acha normal uma adolescente com depressão pedir eutanásia. Ainda hoje sinto tristeza e revolta pelo que sucedeu. E fiquei ainda mais convicto que a eutanásia tem de ser combatida e nunca deverá ser aprovada em Portugal.
     
    Aristocrata gostou disto.
  8. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    5,588
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    Não cara Claúdia, muito longe da verdade. Nunca será para mim uma hipótese porque está para lá da linha que separa a normalidade do extremismo, o tal extremismo que entra agora nas escolas e quer doutrinar crianças, o tal extremismo que quer uma Europa com povos que recusam a nossa cultura e que ao invés temos de aceitar a deles, o tal extremismo que quer passar a ideia que a pedofilia é apenas mais uma orientação sexual (imiscuída no movimento LGBT).Há tanto por onde pegar, tanto para falar que não cabe aqui neste espaço.
    Os debates na internet tem o senão de radicalização da opinião. Eu sei, é difícil entender a opinião dos outros se não couber naquilo que temos por assunto assumido, irredutível.

    Compreender o outro e a sua opinião não é necessariamente concordar. Mas de uma coisa tenho a certeza: há muitos pontos em comum quando se conversa, essas são as verdadeiras discussões, onde a troca de opiniões é construtiva.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    5,588
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    Não sei onde vês propaganda nacionalista.

    Se eu defender a minha cultura, o meu modo de vida, porque os políticos de Bruxelas acham que temos de nos adaptar aos recém-chegados, passo a ser nacionalista?
    Se entendo que são os que recebemos que tem de se adaptar ao nosso modo de vida, será por isso que tenho uma atitude de racista, de nacionalista?
    O respeito entre os povos tem de ser uma base de entendimento.
    Saber receber é uma obrigação, como também é uma obrigação aceitar as condições dos países para onde emigram.
    A Europa está a precisar de repensar-se. Estamos aqui no nosso cantinho "em paz" porque temos pouco para oferecer aos emigrantes (subsídios...). Mas no centro da Europa o problema agrava-se de dia para dia.
    Um dia destes, não resolvendo o problema de fundo, teremos a Europa em convulsão social. E sobrará para os portugueses parte disto.

    Sou moderado e não me digam que falo de extremismos. Tudo que o vai contra o politicamente correto, contra o que nos tentam impingir politica e socialmente, é alvo apenas e só por ter uma opinião contrária.
    O que escrevi é aquilo que penso e não aquilo que me dão para pensar. Procuro informar-me continuamente.

    Boa noite.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Hawk, Scan_Ferr e Pedro gostaram disto.
  10. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,758
    Local:
    Viseu
    Se fosses uma pessoa bem informada (para isso é importante saber o que é jornalismo e o que não é!) saberias que a Noa (é o nome da adolescente) não foi eutanasiada. Pediu, efectivamente, para ser eutanasiada mas o seu pedido foi recusado. A Noa decidiu deixar de comer e de beber. Suicidou-se, portanto, como já havia tentado várias vezes. Numa altura anterior já tinha feito a mesma coisa (recusar comer e beber). Mas nessa altura os pais optaram pelo internamento compulsivo e pela alimentação e hidratação forçada. Desta vez desistiram de lutar contra os desejos da filha. Em internamentos anteriores, a Noa era vestida unicamente com tecidos muito resistentes, impossíveis de rasgar com as mãos, para evitar que ela se matasse. É provável que um dia (ainda que espero profundamente que não te aconteça) assistas a tanto sofrimento que até para ti a morte comece a parecer um alívio. A Noa não queria viver. Para a Noa, o sofrimento de viver era muito maior do que o medo de morrer. Não posso dizer que entenda a Noa porque nunca passei por nada semelhante ao que ela passou e porque nunca quis morrer. O que eu também não posso dizer é que a Noa devia ser obrigada a viver no sofrimento em que vivia. Não faço, naturalmente, a apologia do suicídio. Mas acho que a vida de cada um de nós a nós nos pertence.
    Comparar a proposta de lei da eutanásia que foi discutida neste país com este caso (que não foi um caso de eutanásia, repito!) não é ignorância. É má fé, mesmo. Tal como na IVG, tal como no casamento entre pessoas do mesmo sexo, tal como na adopção, um dia, Frederico, vais ser derrotado nisto também. Sabes porquê? Porque aquilo que tu achas, que defendes para ti, não pode, de modo nenhum, afectar a vida dos outros. Mandas na tua vida. Não mandas na dos outros. É esse o grande 'pecado' dos conservadores. Não se limitam a viver de forma conservadora (ironicamente, muito frequentemente, são apanhados de 'calças na na mão' a viver de forma nada conservadora...) mas querem impor a sua visão de vida aos outros. Mais tarde ou mais cedo, fracassam, claro. A História é, também uma sucessão desses fracassos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro gostou disto.
  11. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,758
    Local:
    Viseu
    O acento é no 'a'. Cláudia.

    Obrigada por confirmar a minha teoria.
    Passar bem.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    5,110
    Local:
    Estarreja; Costa da Caparica
    O panfleto eurabia é nacionalista e não contém nenhum dado objetivo. Lamento dizê-lo, seja de que prisma for, é propaganda nacionalista. Respeito pontos de vista e opiniões, com argumentação factual.
     
    Pedro e ClaudiaRM gostaram disto.
  13. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    1,331
    Local:
    Marinha Grande/Leiria/Fátima/Lisboa
    Educação LGBT é mostrar ás crianças que é perfeitamente natural duas pessoas do mesmo sexo se atraírem como a princesa e o príncipe? Então viva a educação radical!
    Um notário não é um padre. Se discrimina tem de ser responsabilizado. Os cidadãos são iguais perante a lei da República.
     
    ClaudiaRM gostou disto.
  14. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    5,758
    Local:
    Viseu
    Um notário não é obrigado a cumprir a lei? A discriminação não é punida por lei?

    Essa educação para a igualdade é uma verdadeira desgraça. Vê lá tu nas tragédias em que já resultou, do género negros e brancos a casarem uns com os outros. Um nojo! E como se não bastasse agora querem que se aceite negros e brancos e negras e brancas a casarem-se também! Não sei onde isto vai parar, sinceramente. Oh Cristo, anda cá abaixo ver isto!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    4ESTAÇÕES gostou disto.
  15. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    15,582
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Eu ainda não.

    És defensor da autodeterminação dos povos ao mesmo tempo que preferes ignorar que isto tipicamente implica o estabelecimento de uma diferenciação significativa relativamente aos vizinhos (linguagem, fronteiras, etc).

    Por exemplo, apesar de haver liberdade de movimentos entre Portugal e Espanha, os controlos fronteiriços podem voltar a ser implementados a qualquer momento. Ademais, os dois povos continuam a ter enormes diferenças (políticas, sociais e económicas) não obstante a proximidade.

    Basicamente, é sempre muito giro fazer odes à coexistência mas o tempo passa e pouco muda.

    Quando o governo sueco publica um guia de conduta sexual para os imigrantes, há que mesmo ter muito cuidado com as generalizações que se faz.

    De facto viu-se e vê-se muita indignação com os motivos subjacentes a tal ação governativa. A culpa é do patriarcado branco e dos misóginos indígenas que motivam tanta gente a mostrar cartazes extremamente informativos.

    ---

    Contrariamente à retórica dominante (e persistente), ainda não se ouviu o Obama dizer publicamente que a vitória do Trump se deveu aos 'istas'. Como poderia se na eleição anterior muitos deles votaram nele?

    Novamente, se calhar o principal culpado pelo facto de os EUA não terem tido uma mulher como presidente é mesmo o Obama. Em 2008 o acordo parecia simples: O castanho vence e a mulher passa algum tempo como secretária de estado à espera de 2018. Deu-se mal.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #960 Orion, 12 Jun 2019 às 09:54
    Última edição: 12 Jun 2019 às 10:03
    Scan_Ferr e Pedro gostaram disto.

Partilhar esta Página