Previsão e Seguimento de Furacões (Atlântico 2020)

Thomar

Cumulonimbus
Registo
19 Dez 2007
Mensagens
2,594
Local
Cabanas - Palmela (75m)
Primeira Tempestade Tropical deste ano no Atlântico norte de nome Arthur.

Q1yNqAt.png
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,773
Local
Azambuja / Rio Maior
A época de furacões no Atlântico inicia-se oficialmente no dia 1 de junho e termina no dia 30 de novembro.


Nomes dos Furacões Época 2020

Arthur | Bertha | Cristobal | Dolly | Edouard | Fay | Gonzalo | Hanna | Isaias | Josephine | Kyle | Laura | Marco
| Nana | Omar | Paulette | Rene | Sally | Teddy | Vicky | Wilfred


Links úteis


Entidade responsável pelos avisos no Atlântico:
NHC (avisos oficiais em inglês e espanhol)

Imagens de Satélite
NRL Monterey - Tropical
NOAA Atlantic and Caribbean Tropical Satellite Imagery
Tropical RAMDIS RealTime
Tropical RAMDIS
CIMSS Tropical Cyclones
EUMETSAT Airmass
NASA Interactive Global Geostationary Weather Satellite Images

Modelos Meteorológicos
NOAA NCEP Model Analyses and Forecasts
Experimental forecast Tropical Cyclone Genesis Potential Fields
Tropical Cyclone Model Guidance
NOAA ESRL Tropical Cyclone Tracks from Ensemble Models
ECMWF Tropical
ECMWF
SFWMD Hurricane Models Plots
FSU Phase Diagrams
PSU E-Wall Tropical
SFWMD Model Plots


Outros Dados
Tropical Cyclone Formation Probability Product
SSMI/AMSRE-derived Total Precipitable Water - North Atlantic
Current Observations Across the Caribbean
GOES-East Wind Shear Analysis
Surface Wind Analysis
WAVETRAK - Tropical Wave Tracking
QuikSCAT Storm Page
ASCAT Storm Page
Tropical Cyclone Heat Potential
Reynolds SST Anomaly
Operational SST Anomaly Charts
Maximum Potential Hurricane Intensity
NOAA Dvorak
National Data Buoy Center
NHC Aircraft Reconnaissance
NHC TAFB Forecasts and Analyses
Saharan Air Layer Analysis

Radares Meteorológicos
Aruba
Bahamas
Belize
Bermuda
Cuba
EUA Nexrad
EUA WU Nexrad
Martinica
México
Panamá
Porto Rico
Republica Dominicana


Serviços Nacionais ou Regionais de Meteorologia

Antígua e Barbuda
Barbados
Belize
Bermudas
Cabo Verde
Ilhas Caimão
Costa Rica
Cuba
Dominica
El Salvador
EUA
Guatemala
Guiana Francesa
Antilhas Francesas
Jamaica
Antilhas Neerlandesas e Aruba
México
Nicarágua
Panamá
Portugal
República Dominicana
Santa Lúcia
Suriname
Venezuela


Ferramentas
Pressure and Wind Conversion Tool
Experimental Reconnaissance Decoder
Layer Google Earth Reconnaissance



Climatologia

Época
A época de ciclones tropicais no Oceano Atlântico começa, oficialmente, no dia 1 de Junho e prolonga-se até 30 de Novembro. Estas são as datas oficiais, no entanto, por vezes, há anos com exceções.


Origem e Trajetos (1851-2017)


kD2tn7P.jpg



Pico

O pico estatístico da época é o dia 10 de Setembro.

ifnXZ4I.gif



N.º Médio Cumulativo de Sistemas no Atlântico por Ano (1966-2009)

d07Iq78.gif



N.º Médio de Ciclones Tropicais por Meses (1851-2017)

gf71w3f.png







Origem e Trajetos por Meses
A atividade no Atlântico varia ao longo de toda a época. Apesar de o Oceano Alântico não estar ativo da mesma forma ao longo dos meses, há um padrão geral, representado nas seguintes imagens.

Junho

kG7n69e.gif



Julho

c7vHn8t.gif



Agosto

gW0sPoq.gif



Setembro

BaoePUE.gif



Outubro

MbJpcOk.gif



Novembro

4t0OzSP.gif


Última edição: 25 Ago 2019 às 02:48
 
Última edição:

lserpa

Cumulonimbus
Registo
29 Dez 2013
Mensagens
3,606
Local
Horta, Matriz, (90m)
No NOAA dá para ver que pode haver a formação de dois ciclones tropicais na mesma zona.

Que poderá acontecer, caso realmente aconteça? Juntam-se?

M5rUZoT.png

Pelo que vi, mais tarde poderão acabar por se juntar, o que provavelmente poderá, numa fase inicial, limitar o desenvolvimento dos dois sistemas. Poderá estar em cima da mesa um “Fujiwara” efect. Ou seja, poderão orbitar entre si. O sistema mais forte será o dominante, normalmente o sistema mais fraco acaba por ser absorvido pelo mais forte.


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk
 

lserpa

Cumulonimbus
Registo
29 Dez 2013
Mensagens
3,606
Local
Horta, Matriz, (90m)
Pelo que vi, mais tarde poderão acabar por se juntar, o que provavelmente poderá, numa fase inicial, limitar o desenvolvimento dos dois sistemas. Poderá estar em cima da mesa um “Fujiwara” efect. Ou seja, poderão orbitar entre si. O sistema mais forte será o dominante, normalmente o sistema mais fraco acaba por ser absorvido pelo mais forte.


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk

O shear também não é o ideal para grande desenvolvimento neste momento.
Condição que provavelmente irá melhorar à medida que os sistemas se aproximarem das Antilhas.
162a487bd98435bff3df680ab7c72b45.gif




Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk
 

Dias Miguel

Cumulonimbus
Registo
26 Jan 2015
Mensagens
2,330
Local
Portalegre
Parece-me que a animação no Atlântico irá estar vibrante durante a próxima semana e, como sabemos, sistemas com desenvolvimento próximo das Ilhas de Cabo Verde, podem seguir uma trajectória próxima das nossas ilhas (principalmente dos Açores) e do Portugal Continental.

qspoF5z.png


E o ECM é concordante com as previsões, colocando o desenvolvimento de um furação praticamente desde as costas do Senegal, da Gâmbia e da Guiné Bissau, com impacto directo nas ilhas sul de Cabo Verde...

kYgfafN.gif
 
Última edição:

Ricardo Carvalho

Cumulonimbus
Registo
23 Jul 2015
Mensagens
2,959
Local
Azeitão/Sesimbra
:malandro:

5N1z20i.gif
 

Thomar

Cumulonimbus
Registo
19 Dez 2007
Mensagens
2,594
Local
Cabanas - Palmela (75m)
Ainda falta muito tempo e previsão a uma distância de mais 10 dias vale o que vale, mas aqui ficam as previsões do GFS para o vento:

Byq07LB.png

w105Rjo.png

cUkYbas.png