Previsões sísmicas colocam Portugal em alto risco

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,714
Local
Olhão (24 m)
O jornal francês 'Le Monde' publicou um mapa que revela previsões sísmicas na Europa, para os próximos 50 anos. Entre os países de risco está Portugal, que poderá vir a sofrer um sismo igual ou pior que o de 1755, que matou mais de 100 mil pessoas.

[ame="http://videos.sapo.pt/gZdAvdP5pHi2wDyhhlvN#share"]http://videos.sapo.pt/gZdAvdP5pHi2wDyhhlvN#share[/ame]

Fonte: CMTV
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Claro, e depois veio um unicórnio e destruiu o supermercado :disgust::malandro:.

Para mim as previsões sísmicas são iguais ás previsões sazonais da meteorologia ou mesmo o aquecimento global. E já agora, que excelente conclusão, são países que nem sequer costumam ter sismos.
 

Cenomaniano

Cumulus
Registo
20 Ago 2011
Mensagens
132
Local
Lisboa
Já fizeste o estado da arte relativamente ao conhecimento sísmico actual?
E não é em português, tens de procurar melhor ....

Quando não se tem conhecimento científico actualizado às vezes dizemos umas bacoradas valentes!
 

camrov8

Cumulonimbus
Registo
14 Set 2008
Mensagens
3,288
Local
Oliveira de Azeméis(278m)
Já agora vem de um país que disse que o verão ia ser frio. E não querendo ser fundamentalista essa do do sismo igual ao de 1755 já há muito que se fala e num país como o nosso é mesmo que dizer que vai chover e trovejar um dia mas ninguém sabe quando , não vale a pena andar a pensar nisso
 

Cenomaniano

Cumulus
Registo
20 Ago 2011
Mensagens
132
Local
Lisboa
Podem ter todos razão quanto à vossa opinião pessoal.
Mas os autores desse estudo não pertencem ao jornal que publicou o estudo ... O projecto EFEHR, integrado no Earthquake Data Portal (emsc-csem.org) publicou um mapa de risco sísmico, onde mostra a probabilidade, por excesso a 10%, de ocorrerem picos de aceleração do solo, de origem sismogénica, nos próximos 50 anos

mean_SA000_RP475_nologo.png


Há que saber ler, objectivamente, o que está descrito na fonte e não opiniões "analfabetas" de quem quer vender jornais ou telejornais.

Tal como na climatologia e meteorologia, a linguagem utilizada não é a mais correcta.
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Portugal espera constantemente sismos, de pequena e grande intensidade, antes do sismo de 1755 houve muitos mais ao longo da história tanto antes como depois, embora o de 1755 tenha sido o maior de todos. Agora, prever tanto com probabilidades como por distâncias temporais de x em x anos é sempre muito arriscado e uma autêntica roleta russa. Acharia muito mais útil torrrar o dinheiro em prevenção e sensibilização a nível europeu que andar a brincar aos modelos.

Também diziam que o Katla iria entrar em erupção logo de seguida ao Eyjafjallajökull mas já estamos desde 2010 para ver isso acontecer. Tal como o Yellowstone entra em erupção de 600 em 600 mil anos e desde a ultima já vão 670 mil.

O mundo das previsões tanto meteorológicas como geológicas e até mesmo astronómicas estão ainda num processo de amadurecimento muito forte, é totalmente impossível prever o que quer que seja com anos de antecedência, os estudo deveriam ficar pelas discussões dos comités de ciência e não vir cá pra fora, só ajuda ao pânico e alarmismo que se vive nos dias de hoje feito pela comunicação social.
 

Cenomaniano

Cumulus
Registo
20 Ago 2011
Mensagens
132
Local
Lisboa
Portugal espera constantemente sismos, de pequena e grande intensidade, antes do sismo de 1755 houve muitos mais ao longo da história tanto antes como depois, embora o de 1755 tenha sido o maior de todos. Agora, prever tanto com probabilidades como por distâncias temporais de x em x anos é sempre muito arriscado e uma autêntica roleta russa. Acharia muito mais útil torrrar o dinheiro em prevenção e sensibilização a nível europeu que andar a brincar aos modelos.

Não te esqueças que a abertura do Atlântico ocorreu naquela que é agora a costa ocidental portuguesa (mais precisamente, as Berlengas são o testemunho da 1ª "tentativa" de abertura). Tal foi noticiado há alguns meses, fortes indícios apontam para uma nova zona de subducção, tanto a Oeste como a Sul, no Algarve.
Por isso, o teu argumento parece-me redundante e vindo de alguém pouco esclarecido nesta matéria. Devias ler mais, em inglês se possível e com espírito crítico, cientificamente falando. Não é a atirar postas de pescada, como nos jornais que tanto criticas, que lá chegas.

Também diziam que o Katla iria entrar em erupção logo de seguida ao Eyjafjallajökull mas já estamos desde 2010 para ver isso acontecer. Tal como o Yellowstone entra em erupção de 600 em 600 mil anos e desde a ultima já vão 670 mil.

Essas notícias deves tê-las lido noutros fóruns sensacionalistas e quejandos.
Uma passagem pelo meio académico abrir-te-ia perspectivas mais interessantes e prudentes. Este tipo de argumentos cheira-me a conversa de café.

O mundo das previsões tanto meteorológicas como geológicas ..... é totalmente impossível prever o que quer que seja com anos de antecedência, os estudo deveriam ficar pelas discussões dos comités de ciência e não vir cá pra fora, só ajuda ao pânico e alarmismo que se vive nos dias de hoje feito pela comunicação social.

Se leres bem, a legenda do mapa diz probabilidade e não certeza. Quer isto dizer que não leste no sentido lato ... talvez na diagonal. Tu mesmo contribuis com o teu post para o "pânico e alarmismo", ao não compreenderes o que lês. É esse, também, um mal que reina entre os leitores de fóruns ou qualquer outro meio de comunicação social.

Espanta-me que um Moderador, deste fórum, tenha parca informação e pouco conhecimento científico para estar aqui a "alarmar" os leitores, em geral.
Já agora, tens algum curso superior?
;)
 

vitamos

Staff
Registo
11 Dez 2007
Mensagens
5,433
Local
Estarreja
Espanta-me que um Moderador, deste fórum, tenha parca informação e pouco conhecimento científico para estar aqui a "alarmar" os leitores, em geral.
Já agora, tens algum curso superior?
;)

Independentemente da opinião do moderador em causa o que eu garanto é que nenhum moderador deste fórum será escolhido em função de ter ou não um curso superior. Essa espécie de supremacia do canudo e algo que não diz absolutamente nada em termos de cumprimento das funções referidas.

Quanto ao estudo em si traz poucas novidades em relação ao que já se sabe. Obviamente que Portugal se encontra em zona de risco sísmico e com elevada probabilidade de vir a ocorrer numa escala temporal relativamente curta... é sabido. E o mapa probabilistico tem obviamente fundamento científico. Quanto á forma como a notícia é dada.... é lixo, nada mais.
 

Cenomaniano

Cumulus
Registo
20 Ago 2011
Mensagens
132
Local
Lisboa
Longe de mim acusar qualquer moderador só porque não tem curso superior. Não tem nada a ver.

Só falei na formação académica tendo em vista uma maior imparcialidade quando se faz certo tipo de comentários sensacionalistas e redundantes, pouco científicos.
Um curso de Ciências da Terra/ Geofisíca ensina-nos várias maneiras de compreender e divulgar o conhecimento científico.

Peço desculpa à moderação pelo meu comentário menos feliz, em relação à opinião pessoal do MB.

:thumbsup:
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,698
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Parece-me que esse estudo não apresenta nenhuma novidade, já todos sabemos do elevado risco sísmico que existe em Portugal, e recentemente tivemos conhecimento da existência uma zona de subducção em formação ao largo da nossa costa, portanto nada de novo. ;)
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,714
Local
Olhão (24 m)
Que raio, as probabilidades de ocorrer em Lisboa são maiores que no Algarve, alguma falta de coerência nesse estudo. Porque tanto Lisboa como a região do Algarve são as zonas do país com o risco de sismicidade mais elevado e que eu saiba a falha está bem mais próxima do Algarve do que de Lisboa. No Algarve existe falhas por todo o lado. Se eu fosse pensar nisso, acho que não dormia e entrava em parafuso. :lol:
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,698
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Que raio, as probabilidades de ocorrer em Lisboa são maiores que no Algarve, alguma falta de coerência nesse estudo. Porque tanto Lisboa como a região do Algarve são as zonas do país com o risco de sismicidade mais elevado e que eu saiba a falha está bem mais próxima do Algarve do que de Lisboa. No Algarve existe falhas por todo o lado. Se eu fosse pensar nisso, acho que não dormia e entrava em parafuso. :lol:

Também existem falhas perigosas no vale do Tejo capazes de produzir violentos sismos como o de Benavente de 1909.
 

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,311
Local
Ponta Delgada - Açores
E os Açores, não fazem parte desse estudo? :huh:


Que raio, as probabilidades de ocorrer em Lisboa são maiores que no Algarve, alguma falta de coerência nesse estudo. Porque tanto Lisboa como a região do Algarve são as zonas do país com o risco de sismicidade mais elevado e que eu saiba a falha está bem mais próxima do Algarve do que de Lisboa. No Algarve existe falhas por todo o lado. Se eu fosse pensar nisso, acho que não dormia e entrava em parafuso. :lol:

A zona de Lisboa nos últimos séculos já tiveram diversos sismos de magnitude 6 e sismos desta magnitude localizados em zonas densamente povoadas costumam provocar imensos danos e vítimas. Sismos na zona de Gorringe/Josephine de magnitude 6/7 não tem praticamente impacto no continente..serão sentidos largamente no continente, mas danos? Muito dificilmente.

Exemplos: Sismo de Mw 5.9 este ano em S.Miguel, ocorreu a poucas dezenas de km da costa de S.Miguel, foi largamente sentido em toda a ilha, mas não provocou qualquer tipo de danos.
Sismo de Mw 5.8 na ilha do Faial em 1998, ocorreu a pouco menos de 10 km da costa, provocou danos muito graves em toda a ilha e vitimou diversas pessoas.


epic-351a.jpg


Aproveito para deixar este documentário sobre as dificuldades em prever sismos (Documentário produzido uns meses depois do sismo de Mw 7.8 de 2008 na China, que vitimou 70000 pessoas):

 
Editado por um moderador: