Queda do satélite UARS na Terra

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Uma NOTAM lançada para a aviação

!FDC 1/2095 FDC .. SPECIAL NOTICE .. EFFECTIVE IMMEDIATELY UNTIL 1109252359 UTC. AIRCRAFT ARE ADVISED THAT A POTENTIAL HAZARD MAY OCCUR DUE TO REENTRY OF SATELLITE UARS INTO THE EARTH'S ATMOSPHERE. FURTHER NOTAMS WILL BE ISSUED IF SPECIFIC INFORMATION BECOMES AVAILABLE. IN THE INTEREST OF FLIGHT SAFETY, IT IS CRITICAL THAT ALL PILOTS/FLIGHT CREW MEMBERS REPORT ANY OBSERVED FALLING SPACE DEBRIS TO THE APPROPRIATE ATC FACILITY AND INCLUDE POSITION, ALTITUDE, TIME, AND DIRECTION OF DEBRIS OBSERVED. THE DOMESTIC EVENTS NETWORK /DEN/ TELEPHONE 202-493-5107, IS THE FAA COORDINATION FACILITY.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Ao final de cada órbita as previsões tem vindo a ser empurradas um pouco para mais tarde, situando-se agora entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado, pelo que nós ficaríamos mais ou menos no início e final desse intervalo sendo mais provável a queda algures entre uma e outra, a trajectória da madrugada de sábado de NO-SE volta assim a estar dentro da margem de erro. Continua a existir bastante incerteza nas previsões.


Update #9
Fri, 23 Sep 2011 03:01:35 AM GMT+0100

As of 9:30 p.m. EDT Sept. 22, 2011, the orbit of UARS was 110 mi by 115 mi (175 km by 185 km). Re-entry is possible sometime during the afternoon or early evening of Sept. 23, Eastern Daylight Time. The satellite will not be passing over North America during that time period. It is still too early to predict the time and location of re-entry with any more certainty, but predictions will become more refined in the next 24 hours.

predk.gif
 

Snifa

Furacão
Registo
16 Abr 2008
Mensagens
10,278
Local
Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
As previsões continuam a atrasar ligeiramente a reentrada, agora a apontar para a próxima madrugada.


Update #10
Fri, 23 Sep 2011 03:45:08 PM GMT+0100

As of 10:30 a.m. EDT on Sept. 23, 2011, the orbit of UARS was 100 miles by 105 miles (160 km by 170 km). Re-entry is expected late Friday, Sept. 23, or early Saturday, Sept. 24, Eastern Daylight Time. Solar activity is no longer the major factor in the satellite’s rate of descent. The satellite’s orientation or configuration apparently has changed, and that is now slowing its descent. There is a low probability any debris that survives re-entry will land in the United States, but the possibility cannot be discounted because of this changing rate of descent. It is still too early to predict the time and location of re-entry with any certainty, but predictions will become more refined in the next 12 to 18 hours.


De diversas pessoas ou instituições que tem feito previsões, a hora mais provável seria mais ou menos pelas 5 da manhã, com uma margem de erro de algumas horas.


Predicted Reentry Time: 24 SEP 2011 @ 04:04 UTC ± 3 hours
Prediction Epoch: 23 SEP 2011 @ 20:47:52.440 UTC
1991063b.jpg

http://reentrynews.aero.org/1991063b.html



De referir no entanto que a hora da reentrada assinalada nesses mapas ( no Pacífico) corresponde apenas ao valor central da simulação, existe uma margem de erro de várias horas. O transito orbital sobre o norte de Espanha penso que já não seria possível de ver na maior parte do país caso se se desse a reentrada e desintegração nessa altura, penso que o satélite já está demasiado baixo para isso, mas existe outra órbita sobre a Madeira dentro da margem de erro.
As simulações tem mudado ao longo das horas, a anterior até dava a queda mais provável em África pouco depois de cruzar o norte de Espanha e a NASA que desde ontem dizia que já não caia nos EUA agora já está mais cautelosa pois o satélite está a perder altitude de forma mais lenta do que se previa nas últimas horas.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Para já, as únicas órbitas dentro das previsões a passarem próximo, seria às 04:06 em Bragança olhar-se para NE, já bastante baixo no horizonte (30º) e provavelmente pouco tempo para merecer a pena aguardar, demasiado baixo o ângulo e já a ficar no início da margem de erro, ou na Madeira na órbita seguinte às 05:38, olhando para NO a 44º, esta última com maior probabilidade pois seria apenas cerca de meia hora depois do tal valor central das simulações. Para já esta da Madeira até é mesma a órbita prevista em que caia no Pacífico. Mas repito, são previsões sujeitas ainda a muita margem de erro. E isto se não for tudo novamente empurrado algum tempo mais para a frente .
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Vais-se estreitando a margem de erro, agora com o ponto médio a ser no Indico cerca de meia hora depois de passar próximo da Madeira.

1991063b.jpg
 

PTbig

Cumulus
Registo
17 Dez 2009
Mensagens
101
Local
Tapada Das Merçês - Sintra
Boas pessoal, axo k nao deve ter passado de um avião mas aki vai.

Acabei de ver a passar sobre a zona de cascais uma luz bastante forte que tanto tinha muita intensidade com a perdia e voltava a ter, possivelmente tinha alguma nuvem a cobrir. era bastante rápido mas não deixava rasto. o Sentido em que vi era cascais - Lisboa

PS. a hora a que vi isto era 05.32
 
Última edição:

ecobcg

Cumulonimbus
Registo
10 Abr 2008
Mensagens
4,877
Local
Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
NASA confirma queda de satélite na Terra


"É possível, que o UARS já esteja em terra. (Toda a gente está bem ai fora?). Esperamos confirmação do Centro Estratégico de comando dos Estados Unidos". Foi com esta curta mensagem, colocada há quatro horas na sua conta do Twitter, que a NASA deu a notícia da queda do satélite que se esperava que chegasse à terra algures esta madrugada. A localização provável de queda é no Canadá.

A possibilidade de pedaços do satélite terem atingido uma zona habitada ainda não foi totalmente afastada e estava a gerar preocupação desde que a NASA confirmou que o satélite estava finalmente em rota de queda, depois de orbitar a Terra desde 2005 como lixo espacial.

Embora fosse previsível que parte do satélite de desintegrasse na atmosfera, a grande dimensão do Upper Atmosphere Research Satellite (UARS), que pesava seis toneladas, fazia com que pudessem chegar a terra múltiplos destroços, que podiam atingir os 140 quilogramas, o suficiente para causar grandes estragos.

http://tek.sapo.pt/multimedia/nasa_confirma_queda_de_satelite_na_terra_1188397.html

Update #15
Sat, 24 Sep 2011 08:46:42 AM UTC+0100


NASA’s decommissioned Upper Atmosphere Research Satellite fell back to Earth between 11:23 p.m. EDT Friday, Sept. 23 and 1:09 a.m. EDT Sept. 24. The Joint Space Operations Center at Vandenberg Air Force Base in California said the satellite penetrated the atmosphere over the Pacific Ocean. The precise re-entry time and location are not yet known with certainty.
http://www.nasa.gov/mission_pages/uars/index.html

Parece que ainda não sabem ao certo onde caiu, mas não foi cá para estes lados.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Há uns quantos vídeos na Net mas são falsos. Há relatos do Canadá, mas também é difícil de comprovar a veracidade. Provavelmente caiu no Pacífico.
 

Gil_Algarvio

Nimbostratus
Registo
23 Mar 2009
Mensagens
1,772
Local
Manta Rota - Algarve
NASA confirma queda de satélite na Terra
"É possível, que o UARS já esteja em terra. (Toda a gente está bem ai fora?). Esperamos confirmação do Centro Estratégico de comando dos Estados Unidos". Foi com esta curta mensagem, colocada há quatro horas na sua conta do Twitter, que a NASA deu a notícia da queda do satélite que se esperava que chegasse à terra algures esta madrugada. A localização provável de queda é no Canadá.

A possibilidade de pedaços do satélite terem atingido uma zona habitada ainda não foi totalmente afastada e estava a gerar preocupação desde que a NASA confirmou que o satélite estava finalmente em rota de queda, depois de orbitar a Terra desde 2005 como lixo espacial.

Embora fosse previsível que parte do satélite de desintegrasse na atmosfera, a grande dimensão do Upper Atmosphere Research Satellite (UARS), que pesava seis toneladas, fazia com que pudessem chegar a terra múltiplos destroços, que podiam atingir os 140 quilogramas, o suficiente para causar grandes estragos.

UARS

Ontem a NASA tinha feito ainda um reajustamento da data e hora de queda do satélite, calculando que aconteceria esta madrugada sobre o Pacífico.

A NASA garante que desde o início da era espacial ninguém foi ferido com objetos espaciais, mas neste caso a possibilidade avançada era de um em 3.200 vezes.

Actualmente a NASA vigia mais de 21 mil objectos de lixo espacial, todos com mais de 10 centímetros de dimensão. Segundo a agência, existem ainda em órbita cerca de 500 mil objectos com dimensões entre 1 e 10 centímetros e dezenas de milhões com menos de um centímetro.

Atualizaremos a notícia assim que houver confirmação do local da queda.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico


Fonte:
Sapo TEK
http://tek.sapo.pt/multimedia/nasa_confirma_queda_de_satelite_na_terra_1188397.html
 

Profetaa

Cumulus
Registo
20 Jan 2009
Mensagens
329
Local
Febres -Cantanhede(altitude 57m)
Enquanto todos no Planeta Terra se questionam sobre o local de queda do Satélite UARS, foi hoje divulgado no site da RSOE EDIS a queda de um meteorito numa habitação da California no passado dia 13 de Agosto.
Este meteorito , não fez vitimas, apenas avultados estragos numa habitação que ficou com buraco de cerca de 4 a 6 metros.
Esta chuva de meteoritos aconteceu no passado mês de Agosto e a California foi local previligiado de observação conforme o video seguinte.

[ame="http://vimeo.com/14133160"]Perseid Meteor Shower Failure on Vimeo[/ame]

PS:Desculpem o off topic
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Explosão em Buenos Aires lança suspeitas sobre queda do satélite da NASA
Uma explosão ocorrida nos subúrbios de Buenos Aires, capital argentina, está a levantar suspeitas nas autoridades locais. Testemunhas afirmam ter visto uma bola de fogo a cair dos céus, e as suspeitas não excluem a possibilidade de ter sido um fragmento do satélite espacial que caiu na Terra no sábado.

O incidente ocorreu esta segunda-feira e causou a morte de uma mulher e o ferimento de pelo menos oito pessoas, avança o diário argentino El Clarin. Os danos materiais incluem a destruição de duas casas e consequências em pelo menos outras quinze, aponta o La Nacion, além de, um edifício empresarial e de vários carros.

Durante a passada semana, diversos responsáveis da NASA avançaram com previsões sobre os locais onde poderiam cair os fragmentos do satélite que se encontrava em órbita no espaço e que estava destinada a cair na Terra, mas nenhum território da América do Sul constava nas previsões.

A imprensa argentina especula em torno das possíveis causas da explosão, especulação que é intensificada pelos relatos das testemunhas de residentes da zona. «Vi algo luminoso a cair do céu», confessou uma das testemunhas, num relato que é reiterado por uma fotografia tirada outro residente, que mostra uma bola vermelha a a rasgar o céu.

O ministro da Segurança argentino, Ricardo Casal, revelou que os peritos envolvidos na investigação «estão a avaliar todas as teorias e possibilidades, desde uma explosão até algo estranho que veio do céu». «Nada é descartado», acrescentou, em declarações que acresceram o mistério que paira sobre a explosão.

SOL com AP