Seca no Nordeste de Portugal

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,765
Local
Bragança (675m)
Trata-se de um período seco por ausência de precipitação ou, com alguma lógica, a persistência de altos valores de temperatura que favorecem o aumento do consumo de água e a evaporação?

:unsure:


Em termos pluviométricos o ano até nem se portou mal. A estação meteorológica de Bragança registou, no ano hidrológico de 2010-2011, 907mm (na normal de 1971-2000 o valor médio anual é de 758mm). Relativamente aos valores de temperatura a situação foi bem distinta. As brutais anomalias de temperatura que se verificaram nos meses de Abril, Maio e agora também em Outubro poderão ter alguma responsabilidade nesta situação.
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
Camiões cisterna começaram a reforçar reservas de Bragança por 10 mil euros por dia

A Câmara de Bragança activou hoje um plano de contingência com seis camiões cisterna a transportarem água para os depósitos da cidade, numa operação que custa dez mil euros por dia aos cofres do município. Ainda durante esta semana, o número de camiões subirá para nove, fazendo “cinco a seis viagens por dia” da albufeira do Azibo, no concelho vizinho de Macedo de Cavaleiros, e será assim “até chover em quantidade suficiente que reponha as reservas no sistema de abastecimento”, segundo disse o vice-presidente da autarquia.
Rui Caseiro sublinhou que “esta não é nenhuma solução para o problema, mas apenas uma ajuda para minimizar os efeitos negativos que possam ocorrer e para evitar que haja uma ruptura” no abastecimento de água à população. Os autotanques de várias corporações de bombeiros voluntários do distrito de Bragança estão a transportar diariamente cerca de mil metros cúbicos de água tratada que é depositada directamente nos reservatórios. Os cerca de 30 mil habitantes da cidade e aldeias limítrofes abastecidos pelo sistema consumem entre sete a oito mil metros cúbicos por dia.
O Outono sem chuva é apontado como factor responsável por as reservas estarem a esgotar-se, com todas as escorrências secas, tanto as que alimentam as linhas de água que servem de captação alternativa como as da barragem da Serra Serrada. Aquela que é a única reserva de água para abastecimento à população é utilizada apenas a partir do início do verão e tem capacidade para garantir o abastecimento durante meio ano sem chuva, um prazo que se esgota dentro de um mês.
Com as reservas a bater no fundo e sem previsões de chuva, a autarquia decidiu avançar com o plano de contingência para evitar o pior e que deverá vigorar por vários dias, de acordo com as estimativas do autarca. “Há previsões de chuva para o próximo fim-de-semana, mas são previsões de chuvas ligeiras, isso não passará mais do que amaciar o pó, o que nós aguardamos é que chova em quantidades suficientes para que as águas de escorrências quer para a barragem de Serra Serrada, quer para as linhas de água se façam sentir, e então aí haverá condições de terminarmos esta operação”, declarou.
Segundo Rui Caseiro, a autarquia está a tentar que as reservas aguentem, caso contrário seria “uma situação de catástrofe sem capacidade de resposta mesmo a nível nacional”. “Fizemos uma consulta à Protecção Civil nacional e, no caso mais grave de uma situação de rutura, fomos informados que os custos rondariam 1,8 milhões de euros por mês. Seriam necessários 70 camiões se a barragem bater no fundo e não existem esses meios a nível nacional para fazer face a essa necessidade”, concretizou.
O município não coloca, para já, a adopção de outro tipo de medidas como o racionamento no abastecimento e conta com a colaboração da população que já é visível nos consumos registados, inferiores a igual período do ano passado.

Fonte: PÚBLICO
 

Brigantia

Cumulonimbus
Registo
20 Jan 2007
Mensagens
2,204
Local
Norte de Portugal
Abastecimento de água - Actualização 21-10-2011

1 - O volume útil armazenado na barragem de Serra de Serrada em 21OUT2011 é de 300.000 m3 o que corresponde a 20% da sua capacidade total útil (valor teórico) (menos -24% que no mesmo período de 2010).

2 -A barragem de Serra Serrada foi aberta em 14 de Junho de 2011 (caudal actual de cerca de 170 m3/h);

3 - A estação elevatória do rio Sabor foi activada em 13 de Junho de 2011 (cerca de 60m3/h) e desactivada no dia 6 de Julho de 2011 (por falta de água).

4 -A captação do rio Baceiro foi activada no dia 6 de Julho (cerca de 90m3/h) e desactivada no dia 11 de Agosto;

5 - A estação elevatória de Cova de Lua foi activada no dia 11 de Agosto com cerca de 100m3/h;

6 - A captação do açude do Sabor já não alimenta o sistema do Alto Sabor por falta de água. Sendo que o actual consumo diário de água potável na Cidade de Bragança é de 8.060 m3 (cerca de 336/hora em média) (- 50 m3/hora que no mesmo período de 2010).

7 - O transporte de água da Barragem do Azibo foi iniciado no dia 17 de Outubro. No presente dia, estão a operar 9 autotanques que irão transportar um total de 1.100m3.



Face ao acima exposto, mantendo-se os actuais níveis de consumos de água na Cidade e não considerando a perdas por evaporação natural, prevê-se que as reservas em água potável actualmente disponíveis permitirão um aprovisionamento normal no máximo de 45 dias a contar de dia 21OUT2011 (-43 dias que mesmo período de 2010).



Com o inicio do transporte de água (1100m3/dia) e a diminuição dos consumos (-14m3/hora) que se verificaram na última semana, permitiu aumentar em 8 dias o tempo previsível de um abastecimento normal a cidade.


- Evolução comparativa da reserva de água na barragem de serra serrada:
. Anos 2010 e 2011
. Anos 205, 207 e 2011
© Câmara Municipal de Bragança


Vamos esperar pela actualização após as primeiras chuvas deste Outono.