Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - 17 a 22 de Setembro 2008

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,907
Local
Bragança (675m)
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Bom dia

Céu nublado e 14,9ºC por aqui.

Noite de chuva com um valor mínimo de 13,6ºC.
 

manchester

Cumulus
Registo
25 Ago 2007
Mensagens
264
Local
Ermesinde
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Comprovo, trabalho em Matosinhos e vivo em Ermesinde e já há muito tempo que não me lembrava de demorar tanto tempo a fazer o trajecto. A via norte completamente parada nos 2 sentidos, na A4 não se circulava a mais de 70/80 km/h e as ruas na Senhora da Hora (concretamente 7 bicas) completamente alagadas....
Ainda chove moderadamente aqui por matosinhos.


Bom dia,

Por aqui não para de chover torrencialmente desde as 7 da manhã!:rain:

Segundo notícia TVI de última hora há grandes inundações em Matosinhos!:rain::rain:
 

filipept

Cumulus
Registo
11 Out 2006
Mensagens
492
Local
Bico-Amares-Braga
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Bom dia,

Imagem de Radar (aemet.es) das 8:20 (hora espanhola) em camada no googleearth.



A camada está mais ou menos bem centrada (perdi muitio tempo a acertar), contudo é mais fiável a norte. :thumbsup:
 

Rog

Cumulonimbus
Registo
6 Set 2006
Mensagens
4,515
Local
Norte Madeira (500m)
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Ainda chove moderadamente.
Mas donde saiu tanta água?
Já há pequenas inundações em Matosinhos,Porto e Maia.

Na última hora uns impressionantes 30,2mm por hora no Porto (aeroporto).

 

vegastar

Cumulus
Registo
28 Set 2007
Mensagens
230
Local
Porto
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Olá vegastar !
Nunca tinha percebido que eras o mesmo vegastar do S2k e que também andavas por aqui. Então que pensas sobre isto tudo ?

Bom dia.

Sim, sou o mesmo vegastar do S2k.

Sobre este sistema eu penso que durante quase um dia ele se pode considerar sub-tropical. Na minha opinião o que se está a passar é que o sistema depressionário em altitude está a fazer um forte windshear que impede a convecção de se manter perto do centro de circulação. Ontem durante a tarde o windshear ainda foi baixo o suficiente para por algumas horas deixar o centro debaixo do extremo oeste da convecção.

Se analisarmos o quickscat de sábado podemos ver que junto ao centro a intensidade do vento era muito baixa, com os ventos mais fortes claramente destacados do centro:

WMBds31.png


Já ontem, devido ao efeito que a convecção organizada perto do centro proporcionou, os ventos além de se intensificarem, também houve uma forte contracção do campo de ventos:

WMBds31.png


Isto é típico dos sistemas tropicais. Se não fosse o windshear se calhar hoje as coisas no Algarve podiam estar complicadas.
 

vitamos

Staff
Registo
11 Dez 2007
Mensagens
5,442
Local
Estarreja
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Bom dia!

Como já foi aqui sobejamente dito ontem foi um dia complicado aqui por Coimbra... Infelizmente escolhi o fim de semana errado para ir a Lisboa e descubro que cada vez mais mais sofro de uma doença: Azar meteorológico:D:mad:!

Felizmente e por alguns milímetros (uma rampita de cimento...) não tive nenhuns danos materiais em consequência das chuvas de ontem. NA baixa da cidade, aí sim diversos problemas.

Que surpresa esta Dulce...

De momento céu encoberto... não chove!
 

jpmartins

Cumulonimbus
Registo
16 Out 2007
Mensagens
2,322
Local
Vila Nova da Palhaça (Aveiro)
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Bom dia!

Como já foi aqui sobejamente dito ontem foi um dia complicado aqui por Coimbra... Infelizmente escolhi o fim de semana errado para ir a Lisboa e descubro que cada vez mais mais sofro de uma doença: Azar meteorológico:D:mad:!

Felizmente e por alguns milímetros (uma rampita de cimento...) não tive nenhuns danos materiais em consequência das chuvas de ontem. NA baixa da cidade, aí sim diversos problemas.

Que surpresa esta Dulce...

De momento céu encoberto... não chove!

Bom dia
Poie é Vitamos, nem sabes o que perdeste ontem por volta das 15h:D:surprise:.
Neste momento ceu mto nublado, com alguns aguaceiros fracos.
 

vitamos

Staff
Registo
11 Dez 2007
Mensagens
5,442
Local
Estarreja
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Não provocou o caos, mas causou uma grande confusão. A intensa queda de chuva que se abateu sobre Coimbra, durante um curto período da tarde de ontem, por volta das 16h00, deixou as ruas inundadas, com as valetas a não darem resposta à água que corria desgovernadamente e sem rumo seguro. As zonas da cidade mais afectadas foram, como sempre são nestas situações, as mais baixas.
Foi precisamente na Baixa de Coimbra, em concreto na Igreja de Santa Cruz, que a situação atingiu contornos de maior desassossego. A água invadiu, sem contemplações, o espaço de culto religioso, que, num determinado momento, chegou a ter água com 50 centímetros de altura. Sempre que a chuva cai com grande intensidade e em pouco tempo, a Praça 8 de Maio fica alagada, pois não existem saídas de água suficientes para escoar o caudal naturalmente criado.
A solução passará pela construção de uma conduta entre a Praça 8 de Maio e o Rio Mondego. Pelo menos, foi essa a hipótese enunciada pelos bombeiros para resolver o problema. Além da Igreja de Santa Cruz, vários estabelecimentos comerciais na Baixa foram inundados, nomeadamente nas artérias adjacentes, como são os casos das ruas da Louça, dos Sapateiros e do Corvo.
A chuva que caiu com intensidade, durante cerca de meia hora, não permitiu o escoamento eficaz pelo sistema de drenagem das ruas. Com o Outono “à porta”, as folhas caducas começam a cair das árvores. Uma situação que agravou os problemas, uma vez que a enxurrada arrastou-as para as valetas, bloqueando o correcto escoamento das águas pluviais.

Tampas levantadas
Contactada pelo Diário de Coimbra, fonte da Companhia dos Bombeiros Sapadores de Coimbra revelou que «podemos estar muito bem preparados, mas com esta chuva toda não se consegue chegar a todo o lado». «Desde as 15h50 até às 18h10, caíram chamadas que foi uma coisa louca», confidenciou, antes de terminar: «O número de saídas, no espaço de 10/15 minutos, foi para aí de 20, mas, depois, aumentou».
Apesar de não conseguirem dar um número exacto, os Sapadores devem ter respondido a «perto de meia centena» de pedidos de auxílio. Os bombeiros louvam a preocupação de alguns lojistas da Baixa de Coimbra, que já têm barreiras de ferro para colocar nas portas, evitando, assim, que a água entre livremente no interior. Afinal de contas, a situação já não é nova, mas ainda há quem facilite.
Na Estrada da Beira, junto à Ponte da Portela, a rotunda encheu. Na Rua Paulo Quintela e na Rua do Brasil, junto à Caixa Geral de Depósitos, as caves receberam a “visita” indesejada da água. A força e a quantidade eram tais que as tampas do saneamento foram levantadas. Foi o que aconteceu, por exemplo, na Avenida Fernando Namora.
As pequenas pedras, uma espécie de brita mais grossa, colocadas para embelezar o separador central da Avenida Gouveia Monteiro deram que fazer aos bombeiros. A água arrastou-as para o meio da estrada, provocando problemas aos automobilistas. A entrada do Centro de Cirurgia Cardiotorácica dos Hospitais da Universidade de Coimbra também não foi poupada.

Trânsito interrompido
Entre as chamadas recebidas estiveram algumas da zona de Celas, Quinta de Voimarães, Travessa dos Gatos, Ceira, Calçada do Gato, Bairro Norton de Matos, Lages e Coselhas. No Rego do Bonfim, a água galgou o curso normal da vala que ali corre e voltou a invadir a estrada, subindo até meio do túnel que ali existe. O túnel da Estação Velha, onde ficou bloqueado um veículo, e a zona junto às instalações da EDP, no Alto de São João, foram outros dos locais afectados pela “tromba de água”, que causou inundações pontuais e obrigou a interrupções momentâneas do trânsito automóvel.
A estrada que liga Almalaguês a Miranda do Corvo ficou condicionada à circulação automóvel, devido a pequenos desabamentos de terras. Sem “mãos a medir” entre as 16h15 e as 20h00, os Bombeiros Voluntários de Coimbra registaram 18 saídas e foram chamados a diversas residências, sobretudo a águas furtadas, pois as caleiras não davam escoamento à água, que se acumulava nos terraços e entrava pelos tectos.
A Rua Almeida Garrett, paralela ao Jardim da Sereia, que dá acesso à Praça da República, ficou com a calçada bastante danificada. A força da água abriu autênticas “crateras” no pavimento. Ao princípio da noite, os bombeiros ainda se mantinham em trabalhos de limpeza das zonas inundadas, que ficaram repletas de lama. Uma tarde/noite de trabalho intenso provocada por uma intensa queda de água, que se prolongou por apenas 30 minutos.

Muitas
chamadas
mas nenhuma
foi grave

Apesar do elevado número de saídas concretizadas pelos Sapadores e pelos Voluntários, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra revelou não ter recebido nenhuma chamada grave. «No período de queda mais intensa de água, foram muitas as chamadas de pedido de cidadãos, embora nenhuma delas grave», referiu o CDOS, antes de informar: «Não houve derrocadas de paredes, nem feridos, nem desalojados».
Cristóvão Queirós, proprietário da loja de vestuário infantil Joaninha, na Rua da Louça, foi um dos afectados pela forte chuvada que se abateu sobre Coimbra. «Tenho aqui muita lama e lixo para limpar. A água tinha para aí 10 centímetros de altura», afirmou, recordando ter acontecido «o mesmo há dois ou três anos». Apesar de se ter deslocado para o estabelecimento comercial assim que começou a chover, Cristóvão Queirós já não chegou a tempo de evitar a entrada da água.


In: Diario de Coimbra


Tirando a habitual "tromba de água" :mad: , nada como a imprensa local para saber mais ao pormenor as ocorrências verificadas ontem em Coimbra
 

Relâmpago

Nimbostratus
Registo
19 Mai 2007
Mensagens
613
Local
Lisboa (80m)
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Bom dia

Como era (?) de prever, nada por aqui:(.
Adeus 'Dulce'. Nem te cheguei a conhecer:angry:

Esperemos pela próxima 'senhora'. Talvez seja mais simpática para Lisboa. Por ora só me resta aguardar que haja alguma convecção para a tarde, por estas bandas. Sem fé:(
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,913
Local
Olhão (24 m)
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Boas, por aqui, céu nublado com alguns pingos, noite complicada em Albufeira com inundações na baixa. Neste momento, segundo o radar aproxima-se algo de sudoeste, agora se vem direito aqui ou não, é outra questão, Tavira já regista quase 3 mm e aqui nada.
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Por cá noite calma de muita humidade, céu limpo e alguma neblina.

O dia assim se mantem calmo com algumas nuvens que sempre dão para lavar a vista :D:D
 

LuisFilipe

Cumulus
Registo
18 Set 2008
Mensagens
238
Local
coimbra
Re: Seg.Esp. Chuva e Trovoada: Sistema depressionário «Dulce» - Setembro 2008

Bom Dia.

Quais sao as previsoes para o resto da semana?

A chuva vai continuar, ou vai vir o sol ?