Seg. Especial - Depressão «Dina» e «Érica» 28 Jan/2 Fev 2009

criz0r

Cumulonimbus
Registo
11 Abr 2008
Mensagens
4,445
Local
C.Piedade/Belver/Porto
Sim Pedro foi por volta dessa hora que se desencadeou aquele Temporal..como disses-te que estavas á espera de + acção pensei que tivesses estado a dormir :) pelo - aqui pela minha casa e redondezas observei bastantes pequenas inundações e muitos estragos ( de realçar que até moro numa zona alta), mas foi uma noite de registo para estes lados.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Mau tempo provoca 12 desalojados em Lisboa e quedas de árvores em todo o país

Várias estradas mantêm-se cortadas por causa do mau tempo. A maioria dos estragos acontece devido a inundações e quedas de árvores. Em Lisboa, 12 pessoas ficaram desalojadas.

Devido ao mau tempo que tem atingido todo o país várias estradas estão cortadas ou condicionadas. A maioria das situações está relacionada com quedas de árvores e inundações.

A forte precipitação e vento forte que se fez sentir, esta noite, chegou a deixar 12 pessoas desalojadas em Lisboa devido a uma queda de árvore.

Verificaram-se «81 quedas de árvores, 84 inundações e dez deslizamentos de terras», adiantou à TSF, Patrícia Gaspar, adjunta do Comando da Autoridade Nacional da Protecção Civil.

Patrícia Gaspar explicou ainda que a Linha de Cascais esteve cortada, mas o problema já está resolvido. Neste momento a Linha do Norte, na zona de Santa Iria, está condicionada.

O capitão Marco Nunes, da Unidade Nacional de Trânsito adianta que pelo menos 11 vias estão cortadas e três condicionadas.

«No distrito de Castelo Branco a Estrada Nacional 2, entre o quilómetro 354 e 355, junto ao Chão da Telha está condicionada devido a desmoronamento, o mesmo acontece com todas as estradas junto ao maciço central,a Estrada nacional 338 e 339, devido à queda de neve e gelo», explica o capitão.

Marco Nunes acrescenta ainda que existe um condicionamento na A1, junto ao quilómetro 72,6 no sentido Norte-Sul e na A23, em Santarém, perto de Torres Novas, devido a abatimento do pavimento.

A situação em Lisboa também preocupa a GNR. A marginal esteve cortada durante a madrugada, consequência do estado agitado do mar. Nesta altura isso já não acontece, ainda assim há outras situações a ter em conta.

«Relativamente ao distrito de Lisboa temos a Estrada Nacional 247, junto a Colares, devido a queda de árvore e poste, temos duas estradas em Setúbal, a dos espanhóis cortada devido à queda de um poste e a Estrada Nacional 377 junto à Lagoa de Albufeira devido à queda de árvore», explicou.

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=1125835



Mau tempo corta marginal em Lisboa
Bombeiros da capital não tiveram mãos a medir. Inundações, quedas de árvores, derrocadas e um acidente mortal. Nas terras altas há estradas cortada

Entre as 20:00 de sábado e as 03:00 de domingo, os Sapadores de Lisboa atenderam 104 pedidos de socorro, mobilizando todos os seus 200 efectivos e 49 viaturas, disse à Lusa um porta-voz do Regimento.



Um leitor do PortugalDiário, do Estoril, enviou-nos este relato:
«Boa noite
À 1.00H do dia 01.02.09 parte da cobertura do telhado do Tamariz foi levado pelo vento, indo as placas parar aos jardins do Casino. Nao consegui ver se fez alguns estragos pois estava a meter combustível na BP. Também uma placa de dimensões razoáveis da discoteca Bahaus caiu.»

A Lusa relata que os bombeiros tiveram de acudir a 40 inundações em edifícios, quatro na via pública, 19 quedas de árvores e três casos de chapas soltas em edifícios. Apesar de tudo, não houve vítimas.

Também a forte ondulação do mar obrigou na madrugada de domingo ao corte do troço entre a Torre e Santo Amaro de Oeiras da Avenida Marginal, disse à Lusa uma fonte dos Bombeiros de Oeiras.

O corte na Avenida Marginal (Estrada Nacional 6) ocorreu às 02:20 de domingo, devido às areias que se acumularam na estrada, trazidas pelas altas ondas que inundaram a via, disse aquela fonte.

Na limpeza do local estão a trabalhar bombeiros de Oeiras e pessoal camarário de Oeiras, prevendo-se que talvez cerca das 06:00 se possa reabrir o troço ao trânsito, informou aquele porta-voz.

Em Oeiras encontra-se alagada e cortada ao trânsito, desde cerca das 01:30 de domingo, a artéria conhecida por Sobe-e-Desce, prevendo-se também a sua reabertura para cerca das 06:00.

Toda a Avenida Marginal está com trânsito condicionado devido à forte ondulação e queda de árvores.

Noutros locais do País, há também registo de deslizamento e de um acidente na EN105, em Guimarães, que causou um morto e dois feridos. A nível nacional, a Protecção Civil registou 81 quedas de árvores, 84 inundações e 10 deslizamentos de terras.

A circulação na linha do Norte també está condicionada na zona de Santa Iria devido à submersão dos carris.

Devido à queda de neve, no distrito da Guarda há estradas cortadas, nomeadamente a EN338, entre Piódão e Manteigas e a EN232, entre Manteigas e Gouveia. O trânsito está também condicionado no IP4, A7 e A24.

Em Aveiro, as cheias obrigaram aos corte de várias estradas municipais.

http://diario.iol.pt/sociedade/mau-tempo-cheias-derrocadas-inundacoes-lisboa-neve/1038550-4071.html
 

Nuno Pimenta

Nimbostratus
Registo
27 Jan 2006
Mensagens
1,334
Local
Portalegre
Ana Luísa Silva (arquivo)

Os distritos de Coimbra e Santarém terão sido os mais afectados


notícias relacionadas

Bombeiros receberam mais de cem pedidos de ...
Mar invadiu a Avenida Marginal e troço e de ...







Twingly procura de blogueBlogue sobre este artigo
Se comentar este artigo no seu blogue, o link aparecerá aqui.

Efectue o ping do seu blogue no Twingly para nós o encontrarmos.
Mau tempo
Árvores caídas e pequenas inundações na região Centro
01.02.2009 - 11h17
O mau tempo provocou na madrugada de hoje a queda de árvores para a via pública e pequenas inundações um pouco por toda a região Centro, disseram à Lusa fontes dos Centros Distritais de Operações de Socorro.

Os distritos de Coimbra e Santarém, que terão sido os mais afectados, registaram, respectivamente, 38 e 60 ocorrências de quedas de árvores, que não causaram danos materiais nem pessoais.

Os acessos à Serra da Estrela, através das Estradas Nacionais 338 e 339, mantêm-se encerrados ao trânsito devido à queda de neve.

No distrito de Viseu, encontra-se também encerrada a EN 321, ente Castro Daire e Cinfães, que deverá reabrir ainda durante a manhã de hoje, de acordo com fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro.

No distrito de Aveiro não se registaram queda de árvores nem inundações.


www.publico.pt