Seguimento - África 2009

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,792
Local
Bragança (675m)
Parece que este episódio já terá passado.

Esta manhã em Agadir a mínima foi de 21,1ºC e às 9h tinha 25,3ºC com vento de W.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,098
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
Foi uma onda de calor terrivel.
Segundo o wetteronline, a temperatura média das máximas para os meses de Julho e Agosto rondam os 28-30ºC.
Nos últimos oito dias, as máximas estiveram mais de 16ºC acima do normal.

 

filipept

Cumulus
Registo
11 Out 2006
Mensagens
492
Local
Bico-Amares-Braga
O Norte de Africa está com forte actividade. Espero que não me interpretem mal mas está lindo de se ver, isto em termos de animaç.ão, claro. (ver animação sat24.com 15:30 17:45)
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
África Ocidental com quase 600 mil pessoas afectadas pelas inundações

Mais de 592 mil pessoas estão a ser afectadas pelas inundações na África Ocidental, numa dezena de países, revelou hoje, em Dacar, um representante regional do Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas.
No Senegal, aquele Gabinete estima em 264 mil as pessoas afectadas pelas inundações em consequência das chuvas de Inverno das últimas semanas. No Burkina Faso, 263 milímetros caíram na terça-feira só em 12 horas, segundo os serviços meteorológicos. Morreram oito pessoas (sete na capital) e 150 mil pessoas estão desalojadas, refere o Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários.

© 2009 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A
 

psm

Nimbostratus
Registo
25 Out 2007
Mensagens
1,509
Local
estoril ,assafora
Ajudando a noticia do Gerofil ponho também outra noticia englobando a Africa ocidental e incluindo Cabo Verde da onda tropical que veio dar na tempestade tropical Fred


ÁFRICA OCIDENTAL: 592 MIL PESSOAS AFECTADAS PELAS INUNDAÇÕES
De referir que, hoje, o céu na Cidade da Praia esteve muito nublado em consequência de uma onda tropical que cobria o arquipélago. Na capital cabo-verdiana acabou por cair alguma precipitação ...

Dacar, 07 Setembro - Mais de 592 mil pessoas estão a ser afectadas pelas inundações na África Ocidental, numa dezena de países, revelou hoje, em Dacar, um representante regional do Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas.

No Senegal, aquele Gabinete estima em 264 mil as pessoas afectadas pelas inundações em consequência das chuvas de Inverno das últimas semanas.

No Burkina Faso, 263 milímetros caíram na terça-feira só em 12 horas, segundo os serviços meteorológicos. Morreram oito pessoas (sete na capital) e 150 mil pessoas estão desalojadas, refere o Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários.

No Níger há cerca de 67 mil pessoas afectadas, no Benim 20 mil, na Guiné-Conacri 15 mil, na Gâmbia 8.700, na Mauritânia entre oito mil e dez mil, na Costa do Marfim cerca de duas mil e na Serra Leoa 1.500, segundo as estimativas adiantadas pelas Nações Unidas.

Estas intempéries são consequência das alterações climáticas, com as chuvas de Inverno a serem muito mais abundantes do que em anos anteriores.

PRAIA COM CHUVAS E RAJADAS DE VENTO

De referir que, hoje, o céu na Cidade da Praia esteve muito nublado em consequência de uma onda tropical que cobria o arquipélago. Na capital cabo-verdiana acabou por cair alguma precipitação acompanhada de algumas rajadas de vento nalgumas regiões, sem consequências de maior.






http://liberal.sapo.cv/noticia.asp?idEdicao=64&id=24833&idSeccao=542&Action=noticia
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
SECA: Conflito entre tribos deixa 24 mortos no norte do Quênia

Em meio à tensão causada pela seca no norte do Quênia, 24 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em um conflito entre tribos nesta terça-feira (15), informou um parlamentar local. Segundo Raphael Letimao, o confronto entre as tribos Samburu e Pokot começou no início da manhã. "Boa parte das pessoas que morreram baleadas eram mulheres e crianças", disse.
Os combates entre tribos nômades da região que abrange o norte do Quênia, Uganda, Sudão e Etiópia é comum. Os ataques, porém, têm se tornado cada vez mais letais na medida em que os guerreiros adquirem armamentos modernos. Armas inundararam a região após os conflitos em Uganda, Sudão e Somália.
A seca deste ano diminuiu as colheitas, matou gado valioso e fez com que milhões de quenianos buscassem ajuda alimentar de emergência. Os problemas já atingem a capital do país africano, Nairóbi, onde o governo começou a racionar energia. Com os rios quase vazios e o encolhimento das geleiras das montanhas, não há água suficiente para fazer funcionar as usinas hidrelétricas.

G1

Ameaças devastadoras no reino animal

Vídeo

A “pior seca dos últimos 12 anos no Quénia” está a ter efeitos nefastos. Os elefantes estão a morrer de sede, enquanto os rios secam e os pastos desaparecem. Há cerca de 23 mil elefantes no Quénia e perto de 100 morreram só este ano.
Mas os leões também estão ameaçados. De acordo com as autoridades ambientais quenianas, já só existem 2100 no país. Nos últimos tempos, o pesticida Furadan, usado pelos agricultores, tem sido fatal para os leões.

Euronews
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
Inundações deixam 150 mil desabrigados em Burkina Fasso

Mais de 150 mil pessoas ficaram desabrigadas devido às piores inundações registradas em Burkina Fasso nos últimos 90 anos, que atingiram metade do território do país, informou hoje a organização humanitária Intermón Oxfam.
Em comunicado enviado hoje à Agência Efe, a organização indica que a Oxfam Internacional "iniciou esta semana sua resposta humanitária para atenuar os efeitos das inundações", com o início de medidas de urgência para "ajudar 15 mil afetados". As fortes chuvas e inundações causaram graves danos nas últimas semanas em vários países da África Ocidental.
Em 1º de setembro, a chuva provocou grave destruição em Ouagadougou, a capital do país, e as águas causaram a morte de cerca de dez pessoas e obrigaram mais de 150 mil a deixar suas casas na metade do país, segundo a nota da Oxfam.
"As medidas mais urgentes são proporcionar água potável, utensílios de higiene e infraestruturas de saneamento para as pessoas que perderam suas casas e que estão temporariamente hospedadas em abrigos improvisados, em escolas e outros edifícios públicos", afirma a organização humanitária.

G1
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
PROFUNDA SECA NO NORDESTE DE ÁFRICA - Etiópia: Pedido auxílio alimentar de emergência para milhões de pessoas

O Governo etíope solicitou hoje à comunidade internacional auxílio alimentar de emergência para 6,2 milhões dos seus cidadãos, dado que a seca está a afectar profundamente todos os territórios do Nordeste africano.
O pedido de auxílio de emergência para uma parte importante dos 10 milhões de etíopes que estão a ser afectados pela seca, num país de um pouco mais de 85 milhões, foi feito numa reunião de dadores que está a debater o efeito da falta de chuvas em toda a região onde se situam a Eritreia, a Etiópia, o Djibuti e a Somália. O Programa Alimentar Mundial (PAM), das Nações Unidas, afirma serem necessários nos próximos seis meses o equivalente a 190 milhões de euros, para que o número de etíopes com fome não venha a aumentar, num país onde mais de um terço das crianças pesa menos do que é normal.
Num relatório que assinala 25 anos da grande fome que matou sensivelmente um milhão de etíopes, a agência humanitária Oxfam (conglomerado de organizações não-governamentais com base no Reino Unido) diz que a alimentação importada salva vidas a curto prazo, mas que faz pouco para resolver os problemas estruturais da Etiópia, cujo território é 12 vezes o de Portugal. O apelo feito é no sentido de os dadores internacionais prepararem as comunidades do segundo país mais populoso da África (a seguir à Nigéria) para conseguirem evitar os desastres ou para lhes conseguirem fazer frente da melhor maneira possível.
O mês passado a Oxfam calculara que 23 milhões de pessoas estão ameaçadas pela seca em sete países do Corno de África e suas imediações, desde a Eritreia ao Quénia.

PÚBLICO
 

Meteo Trás-os-Montes

Cumulonimbus
Registo
28 Jan 2007
Mensagens
4,393
Local
Carcavelos /Chaves / Vilardevós - Galiza
Imagens impressionantes de Tenerife, Ilhas Canárias.

Segundo a RTVE 104mm em 4 horas no Norte da Ilha! :shocking:
Caos no Norte da ilha!