Seguimento - Incêndios 2017



SpiderVV

Staff
Registo
26 Ago 2010
Mensagens
8,463
Local
Portalegre (400m)
Depois de quase 2h de atraso lá colocaram a informação das estradas cortadas no site da ANPC. Vila de Rei:
IP3MaVa.png


E não há atualizações de incêndios no mapa há 1h, o que acho quase impossível.
 

Paulo H

Cumulonimbus
Registo
2 Jan 2008
Mensagens
3,214
Local
Castelo Branco 386m(489/366m)
Esse senhor diz todos os anos a mesma coisa. Para ele não interessa muito falar de prevenção, ordenamento da floresta, etc. A única coisa que ele sabe dizer é que, com base em informação do professor "Chibanga" todos os incêndios tem mão criminosa e por isso não vale a pena prevenir temos é de gastar dinheiro no combate aos incêndios....porque será?

Infelizmente, ele tem razão! Apesar de não ter provas, a estatística e os muitos testemunhos populares estão do seu lado.

Dá uma vista de olhos na estatística oficial, publicada no site da PROCIV, cujos dados são de 2009 do ICNF:
http://www.prociv.pt/pt-pt/RISCOSPREV/RISCOSNAT/INCENDIOSFLORESTAIS/Paginas/default.aspx#/collapse-1

Causas dos incêndios florestais investigados em 2009: (Fonte: Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas).
- 39% origem desconhecida
- 37% negligência
- 23% intencional
- 1% causas naturais

Análise dos números que valem o que valem:
- Imagina se num ano apanham 50 ou 70 incendiários, então quanto será o universo do total? Será que conseguem apanhar 0,1% deles?
- Nas causas naturais, estão as trovoadas secas. Por aqui se vê que não é a simples existência de mato, que dá origem ao incêndio. Quando muito, daria origem a 1% dos incêndios (causas naturais).
- Na origem desconhecida, podemos repartir os 39% pela mesma proporção das restantes causas (negligencia + intencional + natural).

Se considerarmos que negligência também é crime, então, seguramente mais de 90% dos incêndios são crime!

Se é proibido falar ao telemóvel, também devia ser proibido fumar a conduzir. Hoje em dia, a maior parte dos fumadores, tem o cinzeiro do carro bem limpinho, de origem de fábrica! Também é crime deitar beatas para a estrada.

Que medida impopular custa mais votos?
1) Ordenar o corte de 90 mil km2 de mato todos os anos? Sim, Portugal é basicamente mato / ervas, já no tempo das conquistas do D. Afonso Henriques era assim

Impacto: Afecta uma pequena parte da população, sem grande prejuízo em termos de votos.

2) Proibir fumar em condução, quer o condutor, quer os ocupantes.
 
Última edição:

DaniFR

Nimbostratus
Registo
21 Ago 2011
Mensagens
1,964
Local
Coimbra (75 m)
Depois de quase 2h de atraso lá colocaram a informação das estradas cortadas no site da ANPC. Vila de Rei:
IP3MaVa.png


E não há atualizações de incêndios no mapa há 1h, o que acho quase impossível.
O próprio site da proteção civil devia ter uma secção só com as estradas cortadas, seja por causa de um incêndio, inundação ou desabamento de terra. Se não for os relatos de outras pessoas nos grupos, ninguém informa em tempo útil.
 

dahon

Nimbostratus
Registo
1 Mar 2009
Mensagens
1,671
Local
Viseu(530m)
Infelizmente, ele tem razão! Apesar de não ter provas, a estatística e os muitos testemunhos populares estão do seu lado.

Dá uma vista de olhos na estatística oficial, publicada no site da PROCIV, cujos dados são de 2009 do ICNF:
http://www.prociv.pt/pt-pt/RISCOSPREV/RISCOSNAT/INCENDIOSFLORESTAIS/Paginas/default.aspx#/collapse-1

Causas dos incêndios florestais investigados em 2009: (Fonte: Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas).
- 39% origem desconhecida
- 37% negligência
- 23% intencional
- 1% causas naturais

Análise dos números que valem o que valem:
- Imagina se num ano apanham 50 ou 70 incendiários, então quanto será o universo do total? Será que conseguem apanhar 0,1% deles?
- Nas causas naturais, estão as trovoadas secas. Por aqui se vê que não é a simples existência de mato, que dá origem ao incêndio. Quando muito, daria origem a 1% dos incêndios (causas naturais).
- Na origem desconhecida, podemos repartir os 39% pela mesma proporção das restantes causas (negligencia + intencional + natural).

Se considerarmos que negligência também é crime, então, seguramente mais de 90% dos incêndios são crime!

Se é proibido falar ao telemóvel, também devia ser proibido fumar a conduzir. Hoje em dia, a maior parte dos fumadores, tem o cinzeiro do carro bem limpinho, de origem de fábrica! Também é crime deitar beatas para a estrada.

Que medida impopular custa mais votos?
1) Ordenar o corte de 90 mil km2 de mato todos os anos? Sim, Portugal é basicamente mato / ervas, já no tempo das conquistas do D. Afonso Henriques era assim

Impacto: Afecta uma pequena parte da população, sem grande prejuízo em termos de votos.

2) Proibir fumar em condução, quer o condutor, quer os ocupantes.

Vais-me desculpar mas eu não consigo dar razão ás declarações dele. "Onda terrorista organizada".........
Mas será que existe uma organização terrorista em Portugal cujo objectivo é provocar incêndios florestais? Com que propósito?
Normalmente as organizações terroristas tem uma causa. Para mim aquelas declarações são completamente absurdas.

Quanto aos números como disseste e bem valem o que valem, mas se dividirmos proporcionalmente as origens desconhecidas temos que aproximadamente 51% das causas de incêndios são negligência. Ora esses 51% são bem mais fáceis de reduzir já que dependem da prevenção com a educação da população, atenção estamos a falar de metade dos incêndios.

Apesar da negligência ser crime não se combate a negligência da mesma forma que se combate o crime intencional. Na negligência não há pessoas com problemas mentais ou com vinganças, etc.

Uma coisa que sempre me fez confusão, é o número de ignições ser muito inferior em anos húmidos do que em anos secos, será que as organizações terroristas só trabalham em anos propícios aos incêndios? Ou a negligencia das pessoas torna-se mais gravosa em anos como este em que está tudo tão seco que a probabilidade de uma beata(ou qualquer comportamento de risco) provocar um incêndio é muito maior do que em anos mais húmidos?
 

criz0r

Cumulonimbus
Registo
11 Abr 2008
Mensagens
4,488
Local
Cova da Piedade (28m) / Belver (140m)
Boas,

Estou em férias precisamente quase no epicentro dos incêndios.

Do Gavião, é isto que se vê de Vila de Rei e Mação:

bcd84bf4a396625a8bf69ddfce9c1959.jpg


Enviado do meu SM-G361F através de Tapatalk
 

kikofra

Nimbostratus
Registo
7 Abr 2008
Mensagens
1,341
Local
Leiria (115m)/Lourosa/Porto
ora aí está. acabei de comentar aqui em casa com a minha mãe... De Leiria, Cortes, passando por Arrabal, São Mamede, Reguengo do Fetal, Batalha, Pia de Urso, até Mira d'Aire, é uma enorme mancha verde...
A sul da senhora do monte estão a ser criadas condições para termos um autentico problema, temos mato grande na senhora do monte, mas nada que nao seja facilmente extinto com combate directo, já a sul estao plantações de eucaliptos com uma extensao gigante e sem grandes acessos, quando eles ficarem crescidos e com aquele mato que pode servir de fosforo, esses eucaliptais podem ser o barril de polvora
 

SpiderVV

Staff
Registo
26 Ago 2010
Mensagens
8,463
Local
Portalegre (400m)
quase 5h de incêndio em Santa Marta e ainda continua o Kamov a passar aqui para abastecer no Douro
e ainda sem atualização das ocorrências importantes no site da ANPC...
A adjunta da ANPC referiu esse incêndio como significativo, mas atualizar o website está difícil.

Entretanto, info do Briefing:
- 121 ocorrências de incêndios desde as 0h.
- 6 ocorrências significativas.
- 6 planos de emergência ativados.
- 24 máquinas de rasto. 620 militares das Forças Armadas (Marinha, Exército...)
- Extensão do período temporal do alerta laranja da ANPC para todos os distritos devido à continuação de condições meteo adversas.
- Vila de Rei com uma frente ativa mas muito ativa e violenta. (O site diz duas ainda) Eventual necessidade de evacuar pessoas de uma série de localidades.
- Castelo Branco: Uma frente ativa, numa zona de declive muito acentuado. Vento forte, a dificultar o combate. Potencial de risco em 3 localidades: Castelo Novo, Souto da Casa e Alpedrinha.
- 48 feridos até agora, desde o grande incêndio de Abrantes. 45 feridos ligeiros (28 bombeiros, 18 civis) e 3 feridos graves (2 bombeiros, 1 civil com queimaduras graves).

Edit: Duas frentes em Torre de Moncorvo.