Seguimento Interior Norte e Centro - Julho 2017

Mr. Neves

Cumulonimbus
Registo
22 Jan 2013
Mensagens
3,860
Local
Tondela-290m
Há possibilidade de publicares umas fotos dos mammatus??

Estava mesmo a tratar disso agora, não são dos mais desenvolvidos, mas cá ficam:
jLuItKr.jpg
 

Pedro1993

Super Célula
Registo
7 Jan 2014
Mensagens
8,203
Local
Torres Novas(75m)
Granizo e inundações no Norte e Centro de Portugal Mau-tempo provoca estragos em Miranda do Corvo, Lousã, Vila Pouca de Aguiar e Amares.

O verão pode estar à porta mas, esta quinta-feira à tarde, o mau tempo que se faz sentir no Norte e Centro do País já causou estragos. Em Miranda do Corvo, Vila Pouca de Aguiar e Amares, há registo de dezenas de ocorrências, após se registar forte queda de granizo, chuva e ventos fortes. VIDEOQueda de granizo filmada em Amares Distrito de Braga afetado pelo amu tempo esta quinta-feira. Os bombeiros destas localidades respondem a pedidos de ajuda após queda de árvores e inundações.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/sociedade/de...no-norte-e-centro-de-portugal-veja-as-imagens

O site do IPMA, deve de estar muito congestionado, pois á página nem chega a abrir.
 

Davidmpb

Cumulonimbus
Registo
7 Jul 2014
Mensagens
4,345
Local
Portalegre( 600m)/ Fundão
Mau tempo: Chuva "impressionante" atravessou o distrito de Vila Real
A chuva "muito forte" provocou estragos em pelo menos seis concelhos do distrito de Vila Real, com registo de várias inundações em casas particulares, comércios e arrastando terras e pedras para as estradas, afirmaram várias fontes à Lusa.

"Foi uma coisa impressionante, como eu nunca vi. Na vila chegamos a ter 15 centímetros de água nas ruas ", afirmou o presidente da Câmara de Mesão Frio, Alberto Pereira.

Esta tarde choveu com intensidade em pelo menos seis concelhos do distrito de Vila Real, nomeadamente Alijó, Sabrosa, Mesão Frio, Santa Marta de Penaguião, Vila Real e Vila Pouca de Aguiar.

Alberto Pereira foi para o terreno avaliar os estragos provocados pelo mau tempo e, segundo descreveu, "está tudo um pandemónio".
"Casas com água a entrar, estradas cortadas, está tudo muito complicado. Andamos com cerca de 10 equipas no terreno a ver o que podemos resolver", salientou.

O autarca falou em "estragos significativos", mas adiantou que só na sexta-feira é que conseguirá ter "a real dimensão do que aconteceu".

"Agora andamos a tentar resolver principalmente as estradas que são cortadas, a ajudar as pessoas a limpar as suas habitações. Tínhamos aqui um restaurante com água na sala e estamos a tentar resolver esses problemas", frisou.

Ao lado, no concelho de Santa Marta de Penaguião, as preocupações viram-se para a vinha da Região Demarcada do Douro devido à queda de granizo.

"Eram pedras do tamanho de cerejas. Caiu granizo durante cerca de 10 minutos mas com muita intensidade", afirmou o presidente da junta de Fontes, Hugo Sequeira.

O autarca disse que, neste momento, "ainda não há uma noção dos estragos", mas, adiantou que "os agricultores estão muito preocupados".

"Numa primeira impressão é muito mau", frisou.

Nesta freguesia, houve ainda registo de inundações em habitações e estradas condicionadas devido ao arrastamento de terras.

Em Sabrosa, registaram-se várias inundações no centro da vila, em casas e lojas comerciais. Há ainda relatos de queda de granizo e estragos em vinhas durienses.

No Pinhão, concelho de Alijó, o centro da vila foi afetado por uma enxurrada que arrastou terras para a principal avenida e provocou também inundações.

O segundo comandante distrital de operações de socorro de Vila Real, Manuel Borges Machado, disse que o mau tempo atingiu uma "área extensa" do distrito de Vila Real.

"Foi muita água num curto espaço de tempo", salientou.

A meio da tarde começou a chover com intensidade em Vila Pouca de Aguiar, onde também se contabilizaram inundações, danos em telhados e constrangimentos em estradas, e se verificaram arrastamentos de terras e pedras e se formaram lençóis de água.

A chuva, acompanhada de granizo e trovoada, foi descendo depois para o sul do distrito, provocando também ocorrências em Vila Real.

Nas estradas, na EN2 e na Autoestrada 24, houve momentos em que muitos automobilistas optaram por parar os veículos devido à fraca visibilidade provocada pela chuva e granizo.
http://www.dn.pt/lusa/interior/mau-...ravessou-o-distrito-de-vila-real-8618721.html
 

Bajorious

Nimbostratus
Registo
15 Jan 2017
Mensagens
1,010
Local
Covilhã (Alt. 679m)
Fosse o Caramulo tão bom como é a Estrela a fabricar células, não teria problemas de trovoadas mais frequentes. No entanto, por vezes mais parece que a orografia do Caramulo impede e abranda as trovoadas.

Bom, essa célula de Oliveira do Hospital, esticou-se até aqui e parece estar a fragmentar-se. Notório o aumento das rajadas de vento.
A Estrela pode ser boa a fabricar células, mas também as "envia" direitinhas pelos flancos e sobre a Covilhã nada. Também se nota muitas vezes que células vindas de N ou NW esbarram na serra, tal como aconteceu hoje. Só para terem uma ideia hoje ao fim da tarde o céu estava quase limpo .

Enviado do meu HUAWEI Y625-U21 através de Tapatalk