Seguimento Meteorológico Livre 2017

Estado
Fechado para novas mensagens.

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,652
Local
Açores
Não é o Anticiclone do Açores como dizia o Anthímio??? Então fiquem com ele que nós não queremos essas coisas cá :D

Só por isso levas com mais uma animação (que já publiquei mas faço-o novamente) :D

Ainda estou para saber porque é que chamam ao anticiclone 'Bermuda High'. Já não lhes basta o Triângulo? :D

Climatologicamente falando, o núcleo anticiclónico dificilmente estaria mais longe da referida ilha.

i6zA7QB.gif
 
Registo
23 Abr 2017
Mensagens
901
Local
Lisboa
Bem já cortaram na chuva , agora se para a semana houver chuva será uns 3/4 mm que miséria , estamos mesmo condenados à seca , vamos ver se este inverno vai ser misericordioso connosco , senão o anticiclone está cá para sempre , se não chover nada de jeito neste inverno , tou para ver como vai ser a próxima primavera/verão .
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

fmart

Cirrus
Registo
20 Dez 2017
Mensagens
10
Local
Portugal
Ainda estou para saber porque é que chamam ao anticiclone 'Bermuda High'. Já não lhes basta o Triângulo? :D
Climatologicamente falando, o núcleo anticiclónico dificilmente estaria mais longe da referida ilha.

Mania de chamar nomes a tudo, é o anticiclone do Atlântico norte, nem se devia chamar Açores nem Bermuda.
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,668
Local
Olhão (24 m)
Parece que o Natal vai ser molhado no Algarve e se vier alguma trovoada ainda melhor. :D

O Anticiclone não vai embora, porque todos os dias falam nele, já deve ser mais importante que o PR. :D

Estão sempre a criticá-lo, mas no fundo têm uma paixão ardente com ele, passam 365 dias a falar nele, joguem-se a ele e dêem um beijo ardente nele pode ser que ele derreta-se todo. :o:lmao:
 
  • Gosto
Reactions: AnDré e joselamego

Rajujas

Cirrus
Registo
31 Jan 2014
Mensagens
44
Local
Lisboa / Lagos
Mania de chamar nomes a tudo, é o anticiclone do Atlântico norte, nem se devia chamar Açores nem Bermuda.
Mas chamar-lhe Anticiclone do Atlântico Norte já não é dar-lhe um nome? :D Anticiclone dos 35ºN, 35ºW parece-me mais acertado. :p
 
  • Gosto
Reactions: joselamego
Registo
30 Nov 2015
Mensagens
100
Local
setúbal
Concordo plenamente, mas a questão aqui é a seguinte, enquanto a esmagadora maioria da classe Jornalística não se tornar credível e em vez de consultar sites e fontes dúbias, for consultar o próprio organismo público (IPMA) talvez certas opiniões acabem por finalmente mudar.
É inadmissível que numa previsão diária da TVI24 a semana passada, mostrem mínimas de -3 para o Porto e -4 para Coimbra. Quem vir isto, vai pensar que vem ai um frio do outro mundo que obrigue a população a ficar em casa. E milhares, senão milhões acreditam nestas tangas elaboradas por Jornalistas que nem a 4ªclasse devem ter.
Por outro lado, é de louvar toda a cobertura que as 3 estações deram relativamente à seca e estou convicto que assim irá continuar nos próximos tempos.
Sem me querer alongar muito, julgo que grande parte da questão se resume a números. Uma franja significativa dos jornalistas vive actualmente uma situação constrangedora nas redacções. São poucos, mal pagos, carregados de trabalho e com tendência para verem reduzido o efectivo, fruto de despedimentos. Isto não querendo ilibar colegas de profissão de erros elementares e do recurso a fontes duvidosas. Tal como em outros países, deveríamos ter a meteorologia em determinados meios (os de referência e de carácter nacional) entregue a um jornalista especializado na área, que estivesse em contacto permanente com as fontes primárias, nomeadamente IPMA e congéneres internacionais. Não é tanto uma questão de 4ª classe, antes a afectação de jornalistas ainda "verdes" para áreas consideradas menos importantes pelos editores - e a previsão meteorológica é uma delas. Este é um cenário que não vai mudar proximamente. Por outro lado e como sabemos opera também a lei da oferta e da procura. Uma opinião pública mais informada e formada, realmente atenta e interventiva, poderia ser um bom filtro para separar o trigo do joio. Também não acontece. Mais importante do que a gralha dos -3 ou -4 (que até já têm ocorrido no site do IPMA), seria formar os jovens para questões globais relativas ao clima e às alterações do mesmo. Não vamos mudar o AA do lugar, mas todos juntos, com atenção para a forma como agimos em relação ao ambiente, podemos contribuir para o aborrecer um bocadinho.
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,652
Local
Açores
Devido à NAO o anticiclone tem que ter nome. Azores High, Icelandic Low.

---

EqfhoSD.png


Juntando o Natal e o AG, no HN as diferenças mais dramáticas ocorrem nos locais mais frios.


mnnzGer.gif


Porreiro para fim de ano, não?

DJ41FX9.png
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

Meteo Trás-os-Montes

Cumulonimbus
Registo
28 Jan 2007
Mensagens
4,393
Local
Carcavelos /Chaves / Vilardevós - Galiza
Bom dia ao Forum.

Continua a haver uma grande divergência entre os principais modelos...
o ECMWF claramente melhor que o GFS (só vê AA em todo o lado!).
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,669
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Bom dia ao Forum.

Continua a haver uma grande divergência entre os principais modelos...
o ECMWF claramente melhor que o GFS (só vê AA em todo o lado!).

A nossa sorte é que o ECMWF costuma ser mais certeiro no médio prazo! :D
 

rozzo

Staff
Registo
11 Dez 2006
Mensagens
2,467
Local
Montijo/Lisboa
A tendência para a semana, após a "frente natalícia", parece claramente daquele tempo um bocadinho "aborrecido", mas que neste caso, pelo menos para as regiões a Norte poderá ser bastante bem-vindo.

Tempo morno, nublado, com chuva fraca, que tenderá a ser mais persistente e intensa nas regiões montanhosas por efeito da precipitação orográfica. Não é de admirar que os acumulados nessas zonas mais montanhosas no final do mês até sejam bastante razoáveis, o que poderá ser um alívio bem generoso para as bacias hidrográficas da metade norte do país. Uma situação à partida normal de Outono/Inverno, com fluxo persistente zonal, sem frentes muito activas devido à proximidade da dorsal a Sul.
Geralmente, quando estamos de "barriga cheia", é aquele padrão que nos faz rogar pragas, pois não tem nada de emocionante, e é completamente aniquilador de episódios frios. Mas na verdade, é o padrão típico de causar regime de precipitação normal no terço norte do país pelo menos. Neste caso, para essas zonas, a confirmar-se o que aparentam os modelos, será bem-vindo claro.

Já a Sul, infelizmente... A história continua a ser outra. Esse padrão obviamente pouca ou nenhuma precipitação trará, pelo menos a zonas mais planas. Quando muito algumas zonas montanhosas das Beiras e do Alto Alentejo podiam ter alguns acumulados minimamente razoáveis.
Ainda assim, pode ser que caiam alguns mm's preciosos entre nos dias 24 e 25 no extremo Sul, nomeadamente no Sotavento Algarvio, ainda antes da frente Atlântica, fruto daquela cut-off que virá em sentido retrógrado. Não acredito que dê muita coisa, parece apenas poder dar alguns aguaceiros no litoral, e claro, em regime de completa "lotaria". Mas todos os mm's serão bem vindos, e muitas vezes chove bem mais do que o esperado com este tipo de cut-off's aparentemente inofensivas.
Vamos lá ver...
 
Estado
Fechado para novas mensagens.