Serra de Tavira e Pego do Inferno (01/05/2013)

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,724
Local
Olhão (24 m)
Hoje, fui dar um passeio pela Serra de Tavira, passando pelas Várzeas de Vinagre, pelo bailarico da Ponte de Umbria, passando pelos Morenos e chegar até ao Pego do Inferno.

A paisagem é completamente desoladora, nem o Inverno tapou o que o incêndio levou o ano passado, a vegetação é escassa e em muitas encostas, o solo está completamente despido, como tivessemos no final do Verão e a paisagem é toda assim, durante quilómetros e quilómetros.

Serra de Tavira entre Várzeas de Vinagre, Morenos e depois dos Morenos

14926503_g6d5D.jpeg


14926506_nwOjB.jpeg


14926504_vVZE3.jpeg


14926507_tQiHh.jpeg


Pego do Inferno

Para quem não conhece agora já não existe qualquer sinalização do local, as placas para o local foram todas retiradas e um dos melhores ex-libris do Algarve está completamente vedado, sem acessos e completamente ao abandono, sendo o Algarve uma região turística é uma vergonha isto estar assim, é por isso, que o interior está cada vez mais desertificado, arde já ninguém faz nada. Mas o mais interessante disto tudo e que me causa maior estranheza é como o fogo chegou ali, como é que os pomares de laranjeiras existentes ao redor passaram incomunes ao fogo, mesmo na estrada da Asseca está tudo queimado de um lado e de outro e onde existem laranjeiras sobreviveram sem qualquer ferida. Passado quase 1 ano do grande incêndio, continua tudo na mesma, as árvores queimadas continuam no mesmo sítio, a reflorestação não existe e a desertificação avança a passos largos pelo interior algarvio.

Aqui, deixo algumas fotos do local:

14926508_yAiPw.jpeg


14929471_wJ5JW.jpeg


14929472_QHIiR.jpeg


14929474_L3wm5.jpeg


14929475_risKL.jpeg


14929481_vZyhw.jpeg


14929482_5eiVb.jpeg


14929483_a9qAk.jpeg


Local onde tinha as escadas para descer:

14929484_L6hIm.jpeg


14929485_ioHJj.jpeg


O extenso laranjal da zona

14929486_jKegC.jpeg
 

Blooder.PT

Cirrus
Registo
8 Abr 2008
Mensagens
46
Local
Amora (19m)
Ca espero o resto das suas fotos, mas nota-se um sinal ainda que pequeno de uma recuperaçao lenta e ardua. Um sinal de esperança para o futuro pelo menos! Boas fotos! :)
 

Miguel96

Cumulonimbus
Registo
13 Fev 2011
Mensagens
3,129
Local
Espinho, distrito de Aveiro
O problema resolve-se num instante troca-se essas árvores queimadas por novas e a paisagem volta ao normal, é tão simples. Ainda por cima prevenia-mos o aquecimento global, essa área merece ser recuperada.
 

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
O problema resolve-se num instante troca-se essas árvores queimadas por novas e a paisagem volta ao normal, é tão simples. Ainda por cima prevenia-mos o aquecimento global, essa área merece ser recuperada.

mas isso não é como mudar de cuecas :huh:, tem que ser verificado se as árvores que estavam ardidas estão realmente mortas ou se têm rebentos. Se estiverem teriam que ser plantadas novas, e depois o seu desenvolvimento ainda pode demorar uns 20 anos até voltarem a estarem como eram, isto já não falar no dinheiro que seria necessário investir, ou não tivessemos nós numa grave crise.

Quanto á questão do turismo, o turismo em Portugal são um bando de mercenários que apenas querem dinheiro bruto, ou seja, a margem de lucro tem que fazer brilhar os olhos, e por isso o turismo rural em Portugal está cada vez mais a morrer.

O Algarve parece um Sahara e depois temos os oásis junto ao mar, é triste mas parece que apenas existe isso para muita gente do sector do turismo e afins !
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,724
Local
Olhão (24 m)
mas isso não é como mudar de cuecas :huh:, tem que ser verificado se as árvores que estavam ardidas estão realmente mortas ou se têm rebentos. Se estiverem teriam que ser plantadas novas, e depois o seu desenvolvimento ainda pode demorar uns 20 anos até voltarem a estarem como eram, isto já não falar no dinheiro que seria necessário investir, ou não tivessemos nós numa grave crise.

Quanto á questão do turismo, o turismo em Portugal são um bando de mercenários que apenas querem dinheiro bruto, ou seja, a margem de lucro tem que fazer brilhar os olhos, e por isso o turismo rural em Portugal está cada vez mais a morrer.

O Algarve parece um Sahara e depois temos os oásis junto ao mar, é triste mas parece que apenas existe isso para muita gente do sector do turismo e afins !

Aurélio, existe algumas áreas, da estrada que passa pela Ribeira da Asseca, e junto aos Morenos, onde junto à estrada, algumas árvores vêem rebentando, principalmente as copas estão verdes e tudo o resto está queimado. Sem dúvida, que devem fazer um estudo que árvores plantar para evitar o mesmo erro daqui a umas décadas, eu vi sobreiros, oliveiras, alfarrobeiras completamente ardidos, a única árvore que não ardeu foi as laranjeiras, porque não arderam como as outras espécies. Deve haver algum motivo para isso acontecer, eu cá não sei qual é, mas gostava que alguém aqui no fórum esclarecesse este mistério.
 

amando96

Nimbostratus
Registo
16 Fev 2010
Mensagens
966
Local
Düsseldorf
Facilmente se chega ao pego, a vedação mais abaixo tem um buraco e o acesso está melhor que quando tinha as madeiras...

Também dá para ir à volta mas tens que andar dentro da ribeira uns bons 100 metros.

É realmente uma pena, mas os verões que lá passei quando estava tudo bonitinho foram estragados por pessoal desagradável de espanha constantemente com os copos a acampar literalmente no meio do caminho a sujar tudo.
 

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Aurélio, existe algumas áreas, da estrada que passa pela Ribeira da Asseca, e junto aos Morenos, onde junto à estrada, algumas árvores vêem rebentando, principalmente as copas estão verdes e tudo o resto está queimado. Sem dúvida, que devem fazer um estudo que árvores plantar para evitar o mesmo erro daqui a umas décadas, eu vi sobreiros, oliveiras, alfarrobeiras completamente ardidos, a única árvore que não ardeu foi as laranjeiras, porque não arderam como as outras espécies. Deve haver algum motivo para isso acontecer, eu cá não sei qual é, mas gostava que alguém aqui no fórum esclarecesse este mistério.

Não é mistério nenhum, simplestemente o fogo passou á volta, a mesma sorte não teve um amigo meu que perdeu a maior parte de uma plantação de laranjeiras quando foi o incêndio em Silves !
Podes experimentar ver se não arde na plantação do teu vizinho ............ (tava a brincar)
 

jonas_87

Furacão
Registo
11 Mar 2012
Mensagens
16,374
Local
Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
Há uns anos atrás estive para visitar essa zona(Pego do Inferno),sempre achei fascinante o facto da ribeira de Asseca levar bastante água(cristalina) em determinados anos,no pico do verão.Infelizmente não deu para visitar esse paraíso,e depois desse incêndio brutal,segundo aquilo que falam e observando as fotos,já não faz sentido a sua visita,é pena.Um familiar meu esteve a combater esse incêndio,entre muitos outros bombeiros voluntários de Cascais, e foi uma luta desigual.Eu sei bem o que faria a esses incendiários...mas pronto,em certa medida está visto que o crime compensa.
 

Gil_Algarvio

Nimbostratus
Registo
23 Mar 2009
Mensagens
1,772
Local
Manta Rota - Algarve
Que diferença :(:(

Eu sei que se refere ás diferenças apenas e não ao afectado pelo fogo.

__


Temos de ter cuidado com a forma como observamos as coisas. O incêndio sim afectou muita da vegetação envolvente ao Pego do Inferno, mas isso quase não se vê na foto correspondente ao link. Da vegetação afectada pelo fogo com correspondência nessas fotos é apenas na foto da direita a vegetação que falta à direita da foto (desculpem a redundância), que na zona baixa são canaviais, rapidamente recuperáveis (claro que também afectou muita mais vegetação de lenta recuperação, mas que não aparece na foto).

Há que ter em conta duas grandes "coisas" nessa comparação de fotos, e uma está intimamente relacionada com a outra.
Uma delas é a altura em que a foto foi tirada, claramente a foto da esquerda foi tirada em altura primaveril, com toda a vegetação luxuriante. Já a segunda "coisa" é a precipitação ocorrida nas semanas e meses anteriores. Na da esquerda foi claramente num dos anos anteriores em que tivemos precipitação em quantidades mais que suficientes para nos repor em altas os sistemas hídricos e a da esquerda temos a "lagoa" com os níveis de água baixos, pois se repararmos ainda não choveu quase nada, principalmente no ultimo mês. Os níveis de água irão continuar a baixar se não ocorrer precipitações em quantidades suficientes para activar a escorrência superficial em morfologias cársicas, como é o caso.

Não foi o incêndio que secou a ribeira e que fez com que a lagoa esteja a baixar os níveis das águas!

Já agora, a data de ambas as fotos é uma incógnita não é?
 

trovoadas

Cumulonimbus
Registo
3 Out 2009
Mensagens
2,413
Local
loule-caldeirao
mas isso não é como mudar de cuecas :huh:, tem que ser verificado se as árvores que estavam ardidas estão realmente mortas ou se têm rebentos. Se estiverem teriam que ser plantadas novas, e depois o seu desenvolvimento ainda pode demorar uns 20 anos até voltarem a estarem como eram, isto já não falar no dinheiro que seria necessário investir, ou não tivessemos nós numa grave crise.

Quanto à questão do turismo, o turismo em Portugal são um bando de mercenários que apenas querem dinheiro bruto, ou seja, a margem de lucro tem que fazer brilhar os olhos, e por isso o turismo rural em Portugal está cada vez mais a morrer.

O Algarve parece um Sahara e depois temos os oásis junto ao mar, é triste mas parece que apenas existe isso para muita gente do sector do turismo e afins !

Não sei se será do meu pessimismo mas só vejo "desgraça" neste Allgarve falo principalmente em relação aos problemas do passado em relação ao urbanismo do litoral que me parece pouco ou nada estar a mudar e a um interior cada vez mais desértico. O que há uns tempos era mudança de paradigma em relação ao turismo agora parece estar a ser metido na gaveta e volta a ideia dos resorts e dos grandes empreendimentos.
Eu ainda sou daqueles que vê muitas oportunidades nesta região e em particular naquilo que temos de melhor que ao contrário do que muitos pensam não é só sol e praia.
Quanto ao interior penso que temos mais 5 anos para mostrar se há vontade de investir e de mudar o rumo das coisas o que me parece ser uma utopia e portanto tornar-se-á uma "terra de ninguém" em muito pouco tempo.
Para quem não acredita aconselho a fazer o troço Loulé-Alcoutim-Castro Marim, por exemplo e este é um entre tantos outros itinerários possíveis para comprovar este "Sahara".