Vento Föhn

Tópico em 'Climatologia' iniciado por *Dave* 24 Set 2008 às 15:52.

  1. Relâmpago

    Relâmpago
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Mai 2007
    Mensagens:
    613
    Local:
    Lisboa (80m)
    Olá

    Um exemplo disto é o que se passa na Patagónia, sul da Argentina. Devido à existência de uma cordilheira muito alta, os Andes, a patagónia, a este desta, é praticamente um deserto, ao passo que do lado oeste, no Chile, registam-se dos valores mais elevados de precipitação da América do Sul.
     
  2. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora


    É o Zonda:)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Relâmpago

    Relâmpago
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Mai 2007
    Mensagens:
    613
    Local:
    Lisboa (80m)
  4. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,165
    Local:
    Sintra
    Portalegre, ontem e hoje:

    dia 14/3, desceu até 17,5 (+-) às 20h e subiu até aos 19ºc à meia noite.
    dia 15/3 desceu até aos 17 ( 1h+-) e voltou a subir às 2h (+-) para 18ºc.
    O vento sopra de NE, humidade 26%.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. trepkos

    trepkos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    10 Out 2008
    Mensagens:
    1,556
    Local:
    Eborae
    Eu estudei esse vento a Geografia, na altura foi-me dito pela professora que explicava porque razão a Torre tinha tanta precipitação e a Covilhã não :lol:
     
  6. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,322
    Local:
    Inverness, Escocia
    Eu vivo na terra do Fohn. O local mais conhecido do Fohn é junto aos Alpes.

    Em Viena, Austria, onde moro, fica numa zona junto à fronteira oriental do país onde acabam as montanhas e começam largas planícies, a cerca de 200 metros acima do nível do mar. Os Alpes ficam mesmo ao lado (a oeste) a cerca de 30-50 Kms, e com altitudes de 2000-3000 metros.
    Aqui de minha casa, vejo as montanhas ao longe com 2000 metros e montes que rodeiam a cidade com cerca de 600 metros. E normalmente os ventos sopram de oeste, e portanto, passam sobre os Alpes.

    Ora, já assisti ao Fohn aqui duas vezes, desde que estou aqui há um ano.
    Uma foi em Novembro e fez as temperaturas subir de máximas que seriam de 10º para máximas de 20º numa questão de horas. O ar fica nublado e abafado, muito ventoso e até faz as pessoas sentirem-se mal e agitadas.
    Se sopram com força de Sudoeste trazem o Fohn (direcção das montanhas), o mesmo já não acontece se o vento soprar de Sul ou de Oeste.

    Outra foi em Fevereiro e ainda mais brutal. Num dia estavam temperaturas de 4º/7º/6º (cé nublado), no dia seguinte em que suprou o Fohn com muita força esteve 8º/14º/10º (céu nublado), no terceiro dia 5º/1º/1º (e nevou bem!). São diferenças de quase 10 a 15º! Isto em Fevereiro, mês durante o qual as temperaturas rondam usualmente os zero graus e normalmente não ultrapassam os sete graus.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página