Vulcanismo - 2008

Tópico em 'Sismologia e Vulcanismo' iniciado por Luis França 2 Jan 2008 às 14:07.

  1. Luis França

    Luis França
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Mai 2006
    Mensagens:
    1,467
    Local:
    Hades
    Se aquilo rebenta...

    Baja California, Mexico
    CERRO PRIETO


    32.418 N, 115.305 W
    summit elevation 223 m
    Lava dome

    Cerro Prieto volcano is located at the northern end of the gulf of California, 177 km SE of San Diego, and 30 km from the US border. The volcano consists of a low lava dome.

    Cerro Prieto geothermal field is located at the volcano. The system is a large high-temperature (280-350ºC), liquid dominated field, contained in sedimentary rocks. The geothermal field began producing electricity in 1973. Cerro Prieto field is estimated to maintain its current capacity until the year 2030.

    The volcano is located in a transition between the East Pacific Rise and the strike-slip San Andreas fault system. It is one of the few areas where on-land spreading is observed.

    The heat source for the volcano is thought to be a magma body at a depth of 5–6 km. There is a significant correlation between increases of sustained fluid extraction at the field and earthquakes, with delays of about 1 yr.

    An earthquake swarm occurred under Cerro Prieto volcano in Mexico between 8-11 February 2008. The seismic swarm began on 8 February 2008 at 11:12 pm (Pacific Time) with a magnitude 5.1 earthquake. A second magnitude 5.1 earthquake occurred on 11 February 2008 at 10:29 am (Pacific Time) about 4 miles further south. Both events, were shallow, at a depth of less than 3 miles. Sixteen earthquakes greater than magnitude 3 were recorded over 2.5 days. The two magnitude 5 earthquakes were tectonic, consistent with activity on the Cerro Prieto fault.

    Cerro Prieto Volcano Eruptions

    The last eruption at the volcano is unknown, but may be within the past 10,000 years.
     
  2. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,574
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
    Erupção do Vulcão Nevado del Huilla

    EPA

    O vulcão fica situado a 240 quilómetros a sudoeste de Bogotá
    Publicação: 15-04-2008 10:32 | Última actualização: 15-04-2008 10:33
    Alerta vermelho na Colômbia

    Várias localidades evacuadas após erupção do vulcão Nevado del Huila

    O Governo colombiano decretou hoje alerta vermelho após a início de processo de erupção do vulcão Nevado del Huila, sudoeste do país, indicou a agência governamental de alerta de movimentos sísmicos e vulcões (Ingeominas).


    Lusa




    Num comunicado divulgado na página da Internet, a Ingeominas refere que segunda-feira, às 23h08 (05h08 de hoje em Lisboa) teve início o processo de erupção, o que implica a necessidade de retirar milhares de pessoas.

    "O nível de actividade do vulcão foi alterado para o vermelho, ou de erupção iminente ou em curso", segundo a Ingeominas que "continua atenta à evolução do fenómeno".

    A directora do gabinete de Vigilância e Prevenção de Emergências, Luz Amanda Pulido, garantiu à Rádio Caracol que o nível máximo de alerta significa a evacuação das localidades aborígenes de Belalcázar e das zonas ribeirinhas dos municípios de La Plata, Paicol, Tesalia e Nátaga, no distrito de Huila.

    Pulido pediu calma aos cidadãos. "Devem sair com os bens essenciais, documentos de identidade, lanternas, água e o mais básico para passar a noite", afirmou.

    O nível de alerta do vulcão Nevado del Huila tinha sido elevado para II, ou Laranja, na noite de domingo devido ao aumento de actividade sísmica no seu interior, o que significava uma possível "erupção, numa questão de dias ou semanas".

    Na zona onde se situa o vulcão, cerca de 240 quilómetros a sudoeste de Bogotá, encontram-se há vários dias equipas de socorro para retirar mais de 10 mil pessoas que habitam na área de elevado risco em caso de erupção.


    in SIC Online
     
  3. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
  4. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora
    Sem comentários!
    A nossa amiga terra em pleno trabalho.:thumbsup:
    Bela fotografia e video. Grande sortudo, de ver este fenomono em segurança, pois outras erupções deste genero são muito perigosas tal como foi a de monserrat também com belos momentos.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,495
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Que foto excelente Vince :surprise::surprise: mesmo muito fixe :thumbsup::thumbsup:

    Só um reparo a quantidade de CO2 que deve naquela fumarada toda :p:p sempre são mais umas poeiras para ajudar a refrescar aqui o 3 calhau a contar do sol.
     
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Sim, é verdade. Ainda não vi dados para avaliar a dimensão desta erupção, mas à primeira vista não será das muito grandes mas isso deve depender agora de quanto tempo se vai manter activo a libertar aerossóis para a atmosfera, o que ninguém sabe obviamente.


    Por exemplo a erupção do Pinatubo em 1991 baixou a temperatura global em média cerca de 0,5ºC durante 2 ou 3 anos. Outro exemplo foi o El Chichón em 1982.

    E claro, um dos casos mais falado é a explosão do Tambora em 1815 que provocou o famoso «Ano sem Verão» de 1816. Uma das muitas teorias alternativas ao aquecimento antropogénico é a de que o último século tem sido calmo a nível de erupções significativas. Mas o «Ano sem Verão» além do Tambora também coincidiu com o mínimo solar de Dalton por isso é dificil saber o peso de cada um dos eventos no que se passou.


    Radiação solar no Observatório de Mauna Loa

    [​IMG]
    http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/9c/Mauna_Loa_atmospheric_transmission.png



    Este Vulcão Chaitén (1122 m) não tinha actividade conhecida nos tempos modernos (última estimada em 7420 A.C.) daí a ontem ter sido inicialmente confundido com o outro Vulcão que está apenas 18km, o Minchinmávida (2404 m) cuja última erupção significativa foi em 1883.


    [​IMG]

    [​IMG]


    Ficheiro KMZ Google Earth da localização do Chaitén:
    http://www.volcano.si.edu/ge/1508-041.kmz

    Ficheiro KMZ Google Earth para todos os vulcões:
    http://www.volcano.si.edu/world/globallists.cfm?listpage=googleearth
     
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
  8. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora
    Estas fotos são mesmo....sem palavras:surprise::w00t::palmas:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O Chaitén depois de uns dias mais calmo intensificou-se novamente nas últimas horas.

     
    #27 Vince, 6 Mai 2008 às 15:47
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:52
  10. Luis França

    Luis França
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Mai 2006
    Mensagens:
    1,467
    Local:
    Hades
    maior resolução

     
  11. Minho

    Minho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2005
    Mensagens:
    4,091
    Local:
    Melgaço
    Imagem do MODIS da erupção do dia 3 com a nuvem a cobrir completamente a cidade de Comodoro Ribadavia e respectiva baia no litoral argentino a mais de 500km de distância


    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    As explicações mais pormenorizadas do SERNAGEOMIN (Servicio Nacional de Geología y Minería) sobre a ordem de evacuação dada ontem, que teve a ver com o receio de colapso da coluna de erupção e/ou domo vulcânico que poderia provocar um fluxo piroclástico.

     

Partilhar esta Página