A erupção na Islândia e os efeitos no clima

Tópico em 'Climatologia' iniciado por rbsmr 15 Abr 2010 às 16:38.

  1. rbsmr

    rbsmr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    6 Ago 2007
    Mensagens:
    555
    Local:
    Cabeça Gorda, Torres Vedras (140m)
    Caros colegas,

    Uma questão:

    Será que a erupção na Islândia, ainda que não comparável ao Mte. Santa Helena e Krakatoa, poderá a trazer alguma variável à meteorologia europeia?
    ---------------------

    Nuvem de cinzas pode originar um pôr-do-sol vermelho
    15 de Abril de 2010, 16:00

    Para muitos cientistas a nuvem de cinzas que se formou devido à erupção do vulcão Eyjafjallajokull na Islândia, e que está pelo norte da Europa, vai criar um pôr-do-sol vermelho. Este fenómeno foi descrito por David Rothery, um cientista inglês.

    Segundo David Rotery, a erupção do vulcão atingiu o clímax ontem formando uma coluna de cinzas que percorreu cerca de 11 km da atmosfera. A grande massa de partículas rochosas concentrou-se primeiramente na Escandinávia mas alastrou-se a outros países como o Reino, Unido e Canadá. "Não é uma nuvem densa, e é provável que não se consiga ver do chão, mas vamos assistir a uma pôr-do-sol vermelho espectacular ao final do dia", afirmou David Rothery.

    Nuvem de cinzas vulcânicas não está prevista chegar a Portugal

    O Instituto de Meteorologia (IM) afirmou hoje que não prevê que a enorme massa de cinzas vulcânicas que se está a espalhar pelo Norte da Europa chegue a Portugal. Contactada pela agência Lusa, a coordenadora da divisão de Meteorologia Aeronáutica de Lisboa garantiu que IM, através do seu Centro de Vigilância para Aeronáutica, "está a acompanhar todas as ocorrências que acontecem no espaço aéreo europeu".

    Isabel Soares adiantou que, de acordo com a última informação chegada ao Instituto de Meteorologia vinda do Centro Consultivo de Londres, por volta das 13:00, "a pluma de cinzas vulcânicas aparece ligeiramente mais a norte do que a última informação das seis da manhã". "Esta nuvem de cinza vulcânica começa a afectar áreas ainda mais a norte, ou seja, digamos que está a colocar em menor grau a hipótese de sermos afectados", assegurou.

    De acordo com a responsável do IM, apesar de os últimos dados apontarem para o afastamento da nuvem para norte, o rumo da nuvem vai depender de se o vulcão continua ou não em erupção e a lançar para a atmosfera cinzas vulcânicas.

    in DN online
     
    Collapse Signature Expand Signature
  2. Pixie

    Pixie
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    15 Abr 2010
    Mensagens:
    120
    Local:
    Lisboa
    Pois, parece que ainda não há perigo para Portugal.
    No entanto pensei no mesmo... porque há risco de erupção do vulcão vizinho, tremores de terra, o nível da água está a subir na zona e... esta cinza não gerará chuva e afins?

    Deixo um site com uma fotozinha do norte da europa:

    http://www.apolo11.com/vulcoes.php?posic=dat_20100415-150231.inc
     
  3. joseoliveira

    joseoliveira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    18 Abr 2009
    Mensagens:
    2,889
    Local:
    Loures (Moninhos) 128m
    Do pouco que ouvi, tendo em conta que se tratava de um simples bloco noticioso, encerraram aeroportos em Inglaterra, Escócia, Noruega, a Alemanha ponderava tomar igual medida e a Bélgica prestes a fazê-lo.

    Há certamente muito sensacionalismo envolvido e nestes casos até o desejo de que essa massa de cinzas evolua de tal forma propagando-se por uma vasta área da Europa envolvendo diversos condicionalismos em cada um desses países. :rolleyes:

    Talvez as imagens certas indiquem algo mais preocupante, desconheço até agora algo que vá nesse sentido. A imagem da Apolo apresenta apenas um simples rasto face ao que á partida se poderia prever como algo realmente preocupante.
    Até que todo este aparato na forma de cinzas atingisse níveis alarmantes até mesmo do ponto de vista climático quanto a hipotéticas alterações, um episódio bastante mais poderoso teria que ocorrer...
     
    Collapse Signature Expand Signature
  4. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    2,844
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    Para já a nuvem de cinza vulcânica não se dirige para Portugal. Seria necessário uns 2 ou 3 dias consecutivos de circulação em nortada desde a latitude da islandia até portugal, ou que o jet-stream passasse pela islandia até portugal. Mas atenção, quando se "prevê" ser possível que os próximos 6meses se mantenha a actividade vulcânica na islandia, aí tudo muda.. Não digo, que chegue aqui a pluma de cinza, penso que nos encontramos mais geograficamente protegidos que a restante europa, mas decerto que haverá um incremento significativo de partículas na atmosfera! Dependendo da natureza química e física das partículas, bem como da sua localização em altitude, penso que de alguma forma poderão influenciar as variáveis meteorológicas (precipitação, temperatura), daqui a alguns meses. As partículas podem actuar como núcleos de condensação, e podem reduzir a energia captada do sol embora aqui tb possam potênciar o efeito estufa. Tudo depende das características e localização das partículas na atmosfera. Não acredito que a actividade vulcânica seja de tal forma significativa e alargada que provoque um efeito arrefecimento na europa. Mas, se o vulcão permanecer activo como agora, nos próximos 6meses, é certo que as suas partículas dariam a volta à Terra, em quantidades dispersas claro! Para já, situação bastante complicada para a aviação, e alguma poluição atmosférica. Quanto à cor avermelhada do sol, infelizmente, até já estamos habituados com a calamidade dos incêndios.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. joseoliveira

    joseoliveira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    18 Abr 2009
    Mensagens:
    2,889
    Local:
    Loures (Moninhos) 128m
    Claro que o factor tempo (duração) e tempo (condições meteorológicas) jogando em parceria ou nem tanto, acarreta consequências que a médio prazo se tornariam realmente preocupantes.

    A duração de vários meses como eventual previsão está em jogo bem como simplesmente cessar actividade dentro de algumas horas; ou poderia desencadear-se outra erupção na mesma área do rift bem como em outro ponto do planeta, enfim a expectativa permanece porque apesar de aparentemente estarmos a uma distância considerável, mesmo que muito indirectamente, a possibilidade de sofrermos os seus efeitos obviamente não é de descartar.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  6. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Na Islândia as erupções destes vulcões vizinhos são frequentes e por vezes ocorrem duas erupções históricas em simultâneo em vulcões que são vizinhos.
    São exemplos disso 1477, 1783 ou 1821.

    Tem havido actividade sísmica crescente no Hekla e no Grimsvotn, já para não falar que das 3 vezes que o Eyjafjallajokull entrou em erupção, o Katla seguiu-se. É provável que a actividade continue e aumente. É normal.

    Eu estive nesta região o ano passado. Há sítios onde é possível ver quatro vulcões em simultâneo. Estão todos perto uns dos outros, num raio de 50-100km: Hekla, Eyjafjallajokull, Katla, Torfajokull, Grimsvotn, Bardarbunga.

    Este sistema produziu a maior erupção de lava do Holoceno, da fissura de 75km (imaginem o tamanho que é) de Eldgjá, em 934. E produziu uma erupção de VEI6, Laki, em 1783, que causou um inverno vulcânico na Europa. Nesse verão, as pessoas relatavam uma persistente névoa, sol vermelho, e milhares de pessoas morreram na Europa de fome/envenenamento pelos gases. São situações raras mas que ocorrem.

    A erupção coincidiu com um verão quente recorde em 1783, um inverno frio recorde em 1784, um verão frio em 1784, e o tempo extremo prolongou-se pelos anos seguintes, precipitando a revolução francesa. As quantidades de dióxido de enxofre libertado, foram massivas.

    Ontem havia relatos de que de cinza e cheiro a enxofre na Noruega e Escócia.

     
    Collapse Signature Expand Signature
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    A presente erupção do impronunciável Yjafjallajökull não parece vir a ser muito relevante em termos climáticos para já. Está a ter um enorme impacto humano mas por causa do receio da aviação em relação às cinzas vulcânicas. A erupção de 1821/23 foi prolongada e não consta que tenha tido muito efeito no clima. Refira-se que apesar de ter demorado quase dois anos isso não significa que estejam constantemente a ocorrer grandes explosões e emissões para a atmosfera. Efeitos locais e na saúde é que já foram relevantes obviamente.

    Como o iprist mencionou, é enorme a possibilidade de um outro, o Katla, entrar em erupção nos próximos meses pois assim aconteceu no passado após erupções do Eyjafjallajökull. O efeito climático deste no passado também não parece ter sido significativo, neste o risco é sobretudo no país, devido às gigantescas inundações que provocou no passado ao fundir o gelo do glaciar.

    Mas há de facto um vulcão na Islândia que há uns séculos provocou um enorme impacto global, sobretudo no hemisfério norte, também referido pelo iprsit, o Laki.

    Como discutido no tópico Vulcões e Clima, são sobretudo grandes erupções tropicais que tem impacto no clima, mas há algumas poucas excepções, e o Laki foi uma delas, entre 1783 e 1784.. Mas ao contrário do Katla, não há qualquer sinal de que este vulcão entre em erupção, está adormecido desde essa altura.




    Claro que isto é o expectável, mas ninguém sabe prever o rumo destas coisas. Se o Yjafjallajökull continuar activo muito tempo e com variadas explosões ou se o Katla começar também, acabará por ter impacto, tudo tem consequências na atmosfera. E uns que não foram relevantes no passado podem ser relevantes no futuro, ou vice versa.





     
  8. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,057
    Local:
    Entre Mortágua e Tondela
    Olá Vince,

    Para esclarecer ainda mais. O Laki (erupção em 1783-1784) não é um vulcão mas sim uma fissura. Os geólogos dizem que pertence ao vulcão central de Grimsvotn. Este está a uns 100 kms a nordeste do Katla, e coberto por um gigante glaciar. A fissura Laki está a meia distância entre o Grimsvotn e o Katla, numa zona sem gelo. Quando o Laki estava em erupção, o Grimsvotn também estava (1783-1785). E o Katla tinha acabado uns anos antes de ter uma das suas maiores erupções históricas.

    Curiosamente outra fissura muito próxima, a Eldjgá (erupção em 934-938), pertence ao Katla (dizem os especialistas), e foi a maior erupção de lava do Holoceno. Também está localizada entre o Katla e Grimsvotn.

    Na verdade, eu estive na Islândia o verão passado, e ambas as fissuras estão a 50km de ambos os vulcões, Katla e Grimsvotn. Toda aquela zona está cheia de fissuras, por exemplo, outra Veidivotn, pertence a outra vulcão, o Torfajokull que é o vizinho do Katla e do Eyjafjallajokull e ainda dum quarto vulcão que nunca teve erupções no Holoceno.

    Ou seja, em síntese, a 100km a leste de Reykjavik (que por si só está rodeada de pequenos vulcões), situa-se o Hekla. A 50km a leste está o tal grupo dos 4 vulcões, Eyjafjallajokull (sul), Katla (este), Torjakojull (norte) e Tungnafellsjökull (oeste). A outros 50km ainda para leste, chegámos à zona das fissuras Laki, Eldjgá e outras, e outros 50km mais para leste está a calote polar Vatnajokull que oculta os vulcões de Grimsvotn e Bardarbunga (estes dois muito explosivos) e ainda outro. A partir daí, a falha geológica move-se para norte e então situa-se mais uma meia dúzia de outros vulcões, menos explosivos.

    É dificil dizer, a que vulcões centrais pertencem aquelas fissuras. Na verdade toda a zona tem sinais de fissuras, crateras pequenas, e campos de lava.

    http://www.icenews.is/index.php/2010/04/16/iceland-eruption-could-trigger-more/

    Chamo a atenção que é notícia hoje o alerta grave emitido para o Grimsvotn, que parece ele também querer entrar em erupção. Ou seja, temos o cenário provável de 3 erupções explosivas em simultâneo (o que já ocorreu antes).

    O Laki fica portanto a SW do Grimsvotn, e o Eldja a NE do Katla. O Eyjafjallajokull está a E do Katla.
    Não me parece que nada vá ocorrer nos Açores, já a combinação Grimsvotn+Katla parece provável de entrar em erupção e não é um cenário muito desejável, até porque viajo para a Islândia em duas semanas.

    [​IMG]


     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. joseoliveira

    joseoliveira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    18 Abr 2009
    Mensagens:
    2,889
    Local:
    Loures (Moninhos) 128m
    É difícil fugir ao conceito que ainda muito persiste de que estas manifestações geológicas pelo facto de nos nossos dias não serem habituais nesta região do Planeta ou que apenas se considerem ocorrências do passado mais longínquo, não produzam efeitos catastróficos mesmo que num processo lento como o que poderia surgir de situações semelhantes a esta.

    Parece estar tudo em suspenso com vários factores em jogo.
    Mas, e se…, e se…, bom, até ao momento as reacções surgem de um dos patamares fundamentais da economia, o sector dos transportes aéreos, que avançam já com números astronómicos ao nível de prejuízos devido aos sucessivos cancelamentos de voos.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  10. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Usem este tópico apenas para falar da questão climática.
    Para seguir ou discutir a erupção em si, utilizem o outro tópico no fórum apropriado (Sismologia e Vulcanismo):

    -> A erupção do Eyjafjallajökull na Islândia
     
  11. cubensis

    cubensis
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Abr 2010
    Mensagens:
    669
    Local:
    Japao,Nagano 720m 36N
    Londres, 10 mai (EFE).- A nuvem de cinzas gerada pelo vulcão islandês pode gerar alterações aéreas durante todo o verão europeu, como adverte hoje o Escritório de Meteorologia Britânico (Met Office).

    Os especialistas lembram, no entanto, que não podem determinar quando nem em que direção a fumaça vulcânica seguirá.

    "Estamos todos à mercê do vulcão e é impossível saber por quanto tempo continuará em erupção", indicou hoje um porta-voz do Met Office.

    Segundo o porta-voz, durante essa estação do ano normalmente os ventos sopram do sudoeste e é pouco habitual que os ventos do norte dominem o clima.

    "Trata-se de uma situação que, por enquanto, é preciso acompanhar dia a dia. A atividade vulcânica diminuiu um pouco durante uma temporada e agora voltou mais ativa", disse.

    No Reino Unido, predominam ventos do sudoeste e, quando sopram, como ocorre normalmente durante grande parte do verão, qualquer nuvem de cinzas procedente da Islândia é arrastada para o Polo Norte.

    Segundo os especialistas, o que está acontecendo ultimamente é que ganharam força os ventos do noroeste, que empurraram a nuvem de cinzas vulcânicas para a Europa


    Entao eu tava lendo que na europa nessa epoca do ano os ventos noroeste nao predominam com tanta forca , o que voces acham ?
    Anomalia climatica devido ao vulcao ou apenas coincidencia ?
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. cubensis

    cubensis
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Abr 2010
    Mensagens:
    669
    Local:
    Japao,Nagano 720m 36N
    Collapse Signature Expand Signature
  13. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    3,514
    Local:
    Oeiras / Portel
    A notícia está mal explicada, e a resposta à tua pergunta é simples. No Verão predominam ventos de sudoeste no Reino Unido. Neste momento predomina o vento de noroeste. O Verão só começa daqui a cerca de mês e meio. Portanto tudo normal.
     
  14. Iceberg

    Iceberg
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Jun 2006
    Mensagens:
    689
    Local:
    Braga
    Muito agradável de ler esta opinião do Joseoliveira, e também muito sensata e ao mesmo tempo plena de acutilância.

    O problema é que o planeta é um organismo vivo, como sempre o foi, com uma pequena GRANDE diferença em relação ao passado: é que agora é habitada por milhões de seres humanos que desenvolveram a sua sociedade com uma ideia errada de que nada a afectará.

    Bem pelo contrário, estamos completamente à mercê dos elementos da natureza.

    Vejam como um pequeno vulcão (sim, porque este é um pequeno vulcão), pode manter milhões de europeus em alerta constante. :rolleyes:

    Meus amigos, tirem o cavalinho da chuva, quando a mãe-natureza diser «chega!», acreditem que nada poderemos fazer, seja o impacto de um asteróide errante, ou uma sucessão de eventos geológicos devasaadores.
    Aí, resta-nos assistir impotentes e resignados. :(
     
  15. cubensis

    cubensis
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Abr 2010
    Mensagens:
    669
    Local:
    Japao,Nagano 720m 36N
    Voces tao notando alguma diferenca nas temperaturas de portugal. Aqui onde eu moro desde o meio de abril a temperatura esta mais baixa que o normal.

    Sera que tem alguma coiza a ver com a erupcao do vulcao islandes ?
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página