Análise de Modelos, Previsões e Alertas - Fevereiro 2011

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Gilmet 1 Fev 2011 às 00:00.

  1. Gilmet

    Gilmet
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    12 Dez 2007
    Mensagens:
    8,738
    Local:
    Mira-Sintra (188 m)
    Regras deste tópico:

    ->Regras Análise Modelos, Previsão e Alertas
    ->Nota sobre a utilização dos dois tópicos de Previsões


    Aviso MeteoPT
    As análises, previsões ou alertas neste forum são apenas a opinião dos utilizadores que as proferem e são da sua inteira responsabilidade. Não são previsões ou alertas de entidades oficiais, salvo indicação em contrário, não devendo portanto ser usadas como tal.
    Para previsões, avisos e alertas oficiais, consulte sempre os produtos do Instituto de Meteorologia, Protecção Civil ou outras entidades com essa função.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    PORTUGAL CONTINENTAL: Tempo frio

    [​IMG]
    Fonte: MetOffice

    A conjugação de uma faixa de altas pressões, que se estende desde o Arquipélago dos Açores até ao interior do continente europeu, e uma área de baixas, localizada sobre o Mediterrâneo, está a causar uma corrente de leste, seca e muito fria, responsável pelo tempo muito frio em Portugal Continental.
    Assim, o estado do tempo em Portugal Continental continua a ser caracterizado pelo predomínio de céu pouco nublado ou limpo, com vento fraco a moderado de nordeste e acentuado arrefecimento nocturno, com formação de geada nas regiões do interior.
    Esta situação de tempo seco e muito frio, em especial nas regiões do interior, deverá permanecer até à próxima Sexta-feira. Na maior parte das regiões do interior será previsível o registo contínuo de temperaturas mínimas negativas ao longo de todos os dias da semana.
     
  3. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    3,514
    Local:
    Oeiras / Portel
    Uma eventual entrada fria siberiana, deverá acontecer, mas somente lá para dia 20 e poucos, e isto é uma opinião pessoal não fundamentada em nenhum modelo, mas sim no que é costume acontecer no padrão que se está a querer formar, com storm-track mais a sul que o normal, anticiclone escandinavo e as depressões a entrarem Mediterrâneo adentro.
    Muito parecido de facto com a década de 50, mas talvez com anticiclone dos Açores mais fraco desta vez, mas também pode ser a habitual tendência de exagero das depressões do Atlântico a longo prazo por parte dos modelos que faz parecer que o AA venha a estar mais vulnerável.

    Antes disso esperam-nos tempo muito interessantes, principalmente a partir de domingo. Já amanhã recomeçará a chover no litoral. Mas a grande festa está programada para domingo com a eventual chegada de uma frente fria de noroeste, que poderá deixar boas quantidades de precipitação no litoral norte. O pós-frontal está apetitoso, com isos negativas a 850 hpa e menos de -25ºC a 500 hpa, o que poderia trazer de novo a neve a cotas mais altas (finalmente!, este ano está péssimo para as estações de esqui). Mesmo nos Açores a cota de neve poderia baixar dos 1000 m.

    GFS

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    ECMWF

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Esta frente viria sob a forma de cavado e portanto ainda não se dirigiria para o Mediterrâneo para formar o "motor" da siberiana. Mas o panorama é animador, pois a 240 h ambos os modelos convergem numa outra entrada de noroeste, desta vez mais cavada, com o par -2/-30 em todo o país, nalguns sítios ainda mais baixas, que poderia deixar muita neve a cotas médias e altas.

    GFS

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]


    ECMWF

    [​IMG]

    [​IMG]

    Esta depressão sim, entraria pelo Mediterrâneo, e se o centro depressionário da Terra Nova não progredir para a Europa e o A se mantiver na Escandinávia, poderíamos esperar por uma entrada siberiana uns 3 dias depois. O GFS já tem estado a cheirá-la, ver tópico das saídas de sonho, vamos ver no que dá. A chave está na manutenção do A escandinavo e num bloqueio atlântico o suficientemente longe da península, o que só será possível com a entrada de uma depressão como aquela que está sendo modelada para atrair o frio continental.
     
  4. Gil_Algarvio

    Gil_Algarvio
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Mar 2009
    Mensagens:
    1,477
    Local:
    Lisboa / Altura - Algarve
    E o IM actualizou os avisos com atenção para queda de neve acima dos 600 metros no Norte litoral, Norte e centro interior. Até Portalegre.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  5. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Angra do Heroísmo (Protecção Civil): aumento da agitação marítima em todo o arquipélago

    O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores informa, que segundo o Instituto de Meteorologia, a passagem de uma superfície frontal fria com actividade moderada a forte provocará um aumento da agitação marítima na região dos Açores. Nestas condições prevê-se:
    Para o Grupo Ocidental: No período entre as 18h00UTC de 13/FEV/2011 e as 06h00UTC de 15/FEV/2011 - Ondas de Oeste (W) de 06 a 07 metros.
    Para o Grupo Central: No período entre as 06h00UTC de 14/FEV/2011 e as 18h00UTC de 15/FEV/2011 - Ondas de Oeste (W) de 06 a 07 metros.
    Para o Grupo Oriental: No período entre as 12h00UTC de 14/FEV/2011 e as 00h00UTC de 16/FEV/2011 - Ondas de Oeste (W) de 06 a 07 metros.

    O SRPCBA recomenda que sejam tomadas as precauções habituais em situações desta natureza. Recomenda-se particularmente aos pescadores que redobrem os cuidados e atenção na sua faina diária.

    Governo dos Açores
     
  6. PDias

    PDias
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    29 Jan 2008
    Mensagens:
    332
    Local:
    Casais Galêgos (Ventosa-Alenquer) / Altitude: 213
    Bom dia,

    previsão do ESTOFEX para hoje:
    http://www.estofex.org/cgi-bin/poly...e=2011021706_201102160804_1_stormforecast.xml

    [​IMG]

    Storm Forecast
    Valid: Wed 16 Feb 2011 06:00 to Thu 17 Feb 2011 06:00 UTC
    Issued: Wed 16 Feb 2011 08:04
    Forecaster: PUCIK
    A level 1 was issued for Southwestern Iberia mainly for severe wind gusts and tornadoes.SYNOPSIS

    In the strong northwesterly flow over Southwestern Europe, a low pressure system will move over Iberia towards the Southern Mediterranean. Several vorticity maxima are simulated along the periphery of the low, propagating in the strong jet-stream, reaching up to 50 m/s at 500 hPa level. It is this region, Southern, Western Mediterranean and coastal areas of Iberia, that should experience conditions favorable for deep, moist convection. The rest of Europe should strive in the stable environment with a ridge over Central Europe and a deep low over Russia. The low owes its origin to the very cold airmass being advected over the region. This airmass involves temperatures under -20°C at 850 hPa and its boundary with a modified polar airmass over the rest of Europe is actually the most significant one during this forecast period.


    DISCUSSION

    ... Southwestern Iberia ...

    Models simulate rather marginal instability built-up, but with favorable forcing, as revealed by vorticity advection fields at 500 and 300 hPa levels and sufficient moisture, scattered thunderstorms might initiate. With strong northwesterly flow especially over the southern part of the region, moderate to strong wind shear is predicted. Most of the wind shear will be concentrated to the lowest 1 km, especially over the inland areas, where bulk values well over 10 m/s are predicted. It is quite probable that a linearly organised system of thunderstorms develops ahead of one of the vorticity maxima and travels southeastwards. Marginally severe wind gusts and/or weak tornadoes might accompany the passage, as well as isolated small hail. The overall threat seems to warrant a low-end Level 1.
    ... Western Mediterranean ...

    It will be this region, that should experience the highest coverage of thunderstorms with sufficient forcing and instability fields overlapping each other. Most of the thunderstorm activity will likely be observed during the night hours and will gradually move towards the east, in accordance with the movement of the mid-level features.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
  8. NunoBrito

    NunoBrito
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    341
    Local:
    Parede - Cascais
    Agitação Marítima, Vento Forte, Precipitação e Queda de Neve
    Alerta Laranja, até dia 17 de Fev., 15h, para os distritos de Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Faro, Leiria, Lisboa, Porto, Setúbal e V. do Castelo.

    Agitação Marítima, Vento Forte, Precipitação e Queda de Neve
    Prolongamento do Alerta Amarelo até dia 17 de Fev., 20h00, para os distritos de Bragança, C. Branco, Évora, Guarda, Portalegre, Santarém, V. Real e Viseu.


    No seguimento das informações actualizadas em contacto com o Instituto de Meteorologia (IM), e considerando, também, as informações do Instituto Hidrográfico, verificam-se condições para agitação marítima muito forte com ondulação de noroeste, de 6 a 8 metros, aumentando para 8 a 10 metros, associado a vento forte, podendo atingir velocidades de 90 km/h.

    De salientar ainda:

    • Ocorrência de períodos de chuva, alternando com aguaceiros, no geral fortes;.

    • Queda de neve em especial nas Regiões do Interior Norte e Centro, situando-se em cotas que poderão descer até aos 600/800 metros.

    • Vento soprando de forte a muito forte, tanto no Litoral como nas Terras Altas, e com rajadas que no Litoral poderão ir até aos 70 km/h, e nas Terras Altas até aos 90 km/h.

    A Autoridade Nacional de Protecção Civil recomenda a tomada de algumas medidas de precaução, relativamente a:



    • Possíveis acidentes na orla costeira, envolvendo pessoas e bens;

    • Perigos acrescidos para a navegação;

    • Possibilidade de erosão rápida da costa com exposição ao mar de estruturas habitualmente abrigadas;

    • Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;

    • Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;

    • Interrupção de vias rodoviárias devido à queda de neve;

    • Danos em estruturas montadas ou suspensas.





    Todos estes cenários podem ser prevenidos se, atempadamente, forem tomadas medidas que anulem ou minimizem os seus efeitos.



    A ANPC recomenda à população a tomada das necessárias medidas de prevenção e precaução, tomando especial atenção:

    1. Às informações do Instituto de Meteorologia, da Marinha Portuguesa, e indicações da Protecção Civil e Forças de Segurança, mantendo-se atentos à situação;

    2. Às actividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos, passeios à beira-mar, estacionamento e circulação de veículos na orla marítima;

    3. À desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objectos que possam ser arrastados ou criem obstáculo ao livre escoamento das águas;

    4. A adopção de uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água ou gelo nas vias ou com a redução da visibilidade;

    5. Ao não atravessamento de zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;



    A Autoridade Nacional de Protecção Civil, através do Comando Nacional de Operações de Socorro, continuará a acompanhar permanentemente a situação em estreita articulação com o Instituto de Meteorologia, os Agentes de Protecção Civil e demais Entidades relevantes para a situação em apreço, emitindo os Comunicados Técnicos Operacionais que se julguem necessários.
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página