Chuva de estrelas Perseidas na noite de domingo para segunda-feira

Tópico em 'Astronomia' iniciado por Gerofil 9 Ago 2007 às 19:02.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Chuva de estrelas Perseidas na noite de domingo para segunda-feira

    O céu deverá apresentar na noite de domingo para segunda-feira a queda de dezenas de estrelas cadentes por hora, um fenómeno anual que ocorre quando restos do cometa Swift-Tuttle entram na atmosfera terrestre.
    A chuva de meteoros das Perseidas - assim denominada por estes meteoros surgirem a Nordeste, junto à Constelação de Perseus - são um fenómeno regular, que acontece todos os anos por volta do dia 12 de Agosto.
    "A noite de 12 para 13 é o pico máximo, mas as estrelas cadentes podem ser vistas uma semana antes e uma semana depois", até 24 Agosto, disse à agência Lusa o director do Observatório Astronómico de Lisboa, Rui Agostinho.
    Rui Agostinho salienta que há vários fenómenos destes ao longo do ano, mas as Perseiadas chamam a atenção por ocorrerem no Verão, altura em que as pessoas estão sensibilizadas para actividades ao ar livre, e porque representam um número importante de meteoros, podendo ocorrer a partir das 02:00 de segunda-feira umas dezenas de estrelas cadentes por hora.
    Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), os meteoros são "pequenos pedaços rochosos, a maioria menor que uma ervilha", que entram na atmosfera a uma elevada velocidade média de 212.400 quilómetros por hora.
    Aparecem luminosos no céu porque o atrito que causam na atmosfera devido a esta velocidade aumenta a sua temperatura até ficarem incandescentes.
    No caso das Perseiadas, estes pedaços rochosos são restos do cometa Swift-Tuttle, cuja cauda cruza a órbita da Terra.
    "O Swift-Tuttle passa periodicamente à volta do sol e nos anos seguintes a este fenómeno esperamos sempre um maior número de estrelas por hora, devido aos `calhaus` que ele vai largando", explicou Rui Agostinho.
    O astrónomo realçou que as estrelas cadentes não devem ser observadas ao telescópio.
    "O melhor mesmo é nem ter binóculos, porque o campo da visão humana é muito reduzido e o fenómeno abrange todo o céu", sublinhou.
    "Quem puder ir para zonas escuras no campo verá mais estrelas por hora do que na cidade, que é sempre o pior sítio porque as cidades estão muito iluminadas e projectam essa luminosidade para o céu", aconselhou Rui Agostinho.
    O astrónomo refere que o melhor é encontrar um ponto de observação com um horizonte visual desimpedido, que permita ver bem todo o céu, e estar num grupo de amigos.
    "Como ninguém consegue ver todo o céu ao mesmo tempo, podem deitar-se no chão com as cabeças juntas, a formar o centro de uma estrela, e cada um ficar responsável por um gomo do céu, contando quantas estrelas vê em determinado período de tempo na sua área de responsabilidade", para depois de uma hora compararem quantas estrelas viram e saber quantas apareceram, sugeriu.
    "Cada um pode ainda fazer um desenho da trajectória das estrelas cadentes que viu e, se juntarem os desenhos, podem ver que a origem delas parece ocorrer num determinado ponto do céu, o chamado `ponto radiante`", disse.
    No caso das Perseidas os meteoros parecem estar a "nascer" na Constelação de Perseus.
    O OAL realça que a partir das 21:00 de 12 de Agosto a Constelação de Perseus aparecerá acima do horizonte, a Nordeste, e a Lua Nova surgirá às 00:02, esperando-se uma noite particularmente espectacular para observar o pico das Perseidas.
    Se o estado do tempo ajudar, além da chuva de estrelas é possível "observar Marte (mesmo na constelação do Touro) e as constelações de Verão já aparecerão em todo seu esplendor: Escorpião, Sagitário, Cisne, Pégaso, etc.".
    Segundo o Instituto de Meteorologia, domingo o céu estará limpo ou pouco nublado, com neblina ou nevoeiro matinal no litoral Oeste.

    © 2007 LUSA
     
  2. mocha

    mocha
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Dez 2006
    Mensagens:
    1,596
    Local:
    Barreiro
    k espetaculo, ver se não me esqueço:thumbsup:
     
  3. mocha

    mocha
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Dez 2006
    Mensagens:
    1,596
    Local:
    Barreiro
    não ha relatos? então pessoal?:D
     
  4. bluejay

    bluejay
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    8 Jun 2007
    Mensagens:
    79
    Local:
    Leiria
    A nortada e o nevoeiro não deram para ver grande coisa. No domingo fiz uma observação das 22 às 23 e foi agradável com algumas perseidas , algumas esporádicas e uma K Cygnid a dar o ar da sua graça. Das perseidas houve algumas com explosão terminal e com traço persistente.
    Ontem tentei de novo durante o mesmo período (para escapar ao nevoeiro) e embora as condições estivessem melhores a actividade era consistente com uma noite de pós-pico, com alguns membros interessantes mas com um maior intervalo entre si.
    Foi sem dúvida uma boa campanha, mas o nevoeiro estragou.
     
  5. Flaviense21

    Flaviense21
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Jan 2007
    Mensagens:
    3,690
    Local:
    Oeiras /Chaves / Vilardevós - GZ
    Perseidas 2007:

     
    Collapse Signature Expand Signature
    #5 Flaviense21, 14 Ago 2007 às 22:00
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 04:03

Partilhar esta Página