Clima das Ilhas

Tópico em 'Climatologia' iniciado por S.Miguel-Azores 9 Jan 2010 às 21:29.

  1. S.Miguel-Azores Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m

    Boa noite!

    Aqui por São Miguel tempo instável com aguaceiros moderados e vento Forte de Noroeste (45-65km/h) com rajadas até 80km/h e uma temperatura local de 13 graus após a passagem de vários sistemas frontais que durante os ultimos 3 dias causaram nevoeiros e chuva contínua por todas as ilhas açorianas.

    Domingo uma ligeira melhoria e já para Segunda Feira novamente chuvas e ventos fortes com rajadas até os 80km/h para todas as ilhas.

    Contudo achei interessante uma notícia que passou há pouco tempo num Jornal Açoriano sobre o novo clima que se prevê para os Açores num futuro muito próximo e desde já partilho aqui com quem se interessar pela matéria em questão:


    "Os Açores estão mais vulneráveis a tempestades tropicais"



    As ilhas, muito embora com características geomorfológicas e enquadramentos climáticos distintos, apresentam-se como dos territórios mais vulneráveis atendendo à sua dramática dependência de recursos naturais decorrentes do clima, e comungam de uma limitada capacidade de adaptação face aos desafios que se adivinham. Eduardo Brito de Azevedo, especialista em questões climatéricas, explica ainda que a concentração de precipitação em períodos mais curtos do ano tem levado a fenómenos extremos, tais como, o escoamento em superfície e infiltração, causando deslizamento de terras e susceptibilidade das reservas hídricas a períodos prolongados de estiagem (tempo sereno que se sucede às chuvas).

    Os Açores são apontados como propícios a serem atingidos por tempestades tropicais, apresentando-se, assim, como um dos territórios vulneráveis pela sua dependência de recursos naturais que decorrem do clima. Todas as regiões de Portugal têm registado um aumento da temperatura, com o nível da água do mar a aumentar.
    Estes factos são apontados pelo professor e director do Centro de Estudos do Clima, Meteorologia e Mudanças Globais, da Universidade dos Açores, Eduardo Brito de Azevedo, que nos explica que todos os cenários climáticos considerados para o clima futuro prevêem um aumento significativo da temperatura média em todas as regiões de Portugal até ao fim do século XXI.




    Clima futuro incerto

    No Continente são estimados aumentos da temperatura máxima no Verão que podem atingir os 3ºC na zona costeira e os 7ºC no interior, acompanhados por um grande incremento da frequência e intensidade de ondas de calor. Nos Açores, que beneficiam do efeito termo-regulador do oceano, a elevação da temperatura média do ar está estimada entre os 1ºC e os 2ºC, explica Eduardo Brito de Azevedo, que acrescenta que este facto é comprovado com o evoluir da temperatura desde a década de 70 do século passado em que se observa uma tendência de sinal positivo, mais acentuado nas temperaturas mínimas de Inverno, a qual se traduz já no aumento das noites tropicais (temperatura mínima diária >20ºC) e dos dias tropicais (temperatura máxima diária >25ºC) em mais de 11 dias por década.
    Em termos de precipitação, a incerteza do clima futuro é substancialmente maior, considera Eduardo Brito de Azevedo, que explica que nos Açores, os resultados das observações indicam variações relativamente pequenas na precipitação total anual, apesar de sugerirem uma maior variabilidade inter-anual e um aumento da precipitação de Inverno, compensado por uma redução nas outras três estações do ano.



    Chove mais em menos tempo

    O que vem acontecendo é que a irregularidade, ou a concentração da precipitação em períodos mais curtos do ano, têm conduzido ao agravamento da susceptibilidade das ilhas a fenómenos extremos associados à precipitação, designadamente no que se refere ao escoamento em superfície e infiltração, com as consequentes implicações na erosão, no deslizamento de terras e na recarga aquífera, bem como à susceptibilidade das reservas hídricas a períodos prolongados de estiagem, afirma.
    Se juntarmos as alterações de temperatura e as de precipitação, comprova-se que já existem indícios de alterações nos ciclos fenológicos da vegetação bem como alterações da respectiva zonagem ecológica, refere Eduardo Brito de Azevedo.
    O especialista em questões climáticas considera que as alterações climáticas são, hoje em dia, factor indiscutível de mudança com o qual as populações e os decisores têm de lidar de forma esclarecida. As ilhas, muito embora com características geomorfológicas e enquadramentos climáticos distintos, apresentam-se como dos territórios mais vulneráveis atendendo à sua dramática dependência de recurso naturais decorrentes do clima, como no caso dos recursos hídricos, e comungam de uma limitada capacidade de adaptação face aos desafios que se adivinham.
    Eduardo Brito de Azevedo salienta que a sobre-elevação do nível do mar, que constitui uma pressão circundante aos territórios insulares, revela-se como uma séria ameaça às zonas e infra-estruturas costeiras, para a qual temos de estar preparados.
    O especialista refere, ainda, que as tempestades tropicais de fim de ciclo, que no passado se dissipavam às nossas latitudes, podem ter agora a sua vida e percurso prolongados pela elevação da temperatura superficial da água do mar.



    http://www.correiodosacores.net/view.php?id=25916
     
    #1
  2. Santos Nimbostratus

    Registo:
    27 Jan 2006
    Mensagens:
    1,110
    Local:
    -------

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Viva!

    Obrigado pelo artigo e por nos irem mantendo informados.
    Este tópico é fundamental para nós que estamos ao v/lado direito, à n/latitude a v/informação será a primeira a ser considerada em muitas, muitas situações.

    Já agora por aqui está fresquito:)
     
    #2
  3. S.Miguel-Azores Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Boas!



    Pois é amigo ao que tudo indica os Açores serão cada vez mais atingidos por Furacões e Tempestades Tropicais num futuro próximo. Os Açores por se situarem nas latitudes médias do Atlântico nordeste, são atingidos com frequência por ciclones tropicais, muitas vezes assumindo força de furacão. Essas tempestades são mais comuns nos meses de Agosto a Outubro, mas podem ocorrer desde meados de Junho até meados de Dezembro, e agora com o clima a mudar tudo pode acontecer aqui pelos Açores... Olhem o caso da "Grace" por exemplo que se formou nos Açores e por aqui ficou dias a fio em Outubro de 2009...
     
    #3
  4. S.Miguel-Azores Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Nesta altura vento Forte de Noroeste por São Miguel e queda de aguaceiros.

    Temperatura local: 13 graus

    Ao contrário da Madeira que não terá chuva ou instabilidade atmosférica nos próximos dias, os Açores ao que tudo indica terão e até pelo menos dia 23 de Janeiro, instabilidade que será uma constante com chuva forte Trovoadas e vento muito forte.

    Penso que a Madeira por se situar mais a sul e à latitude da crista anticiclónica, não é tão atingida por temporais da mesma amplitude que os Açores são atingidos, por se situarem bem mais a nordeste da Madeira, já que muitas frentes ou depressões que passam pela Madeira ou esfumam-se, ou atingem-na já com menor actividade do que atingem os Açores, ou então passam mesmo só a arranhar, ficando a maior parte da precipitação nos Açores e só posteriormente em Portugal Continental, mas isso deve-se e tal como referi à maior presença e energia da crista anticiclónica que no Inverno tem mais intensidade a sul do que a norte, logo afectando menos os Açores, e mais a Madeira, daí as diferenças entre a instabilidade atmosférica nos Açores e a relativa amenidade da Madeira.

    Basta compararmos gráficos pluviométricos!


    ... O facto é que esse ano o Inverno começou por ser bem chuvoso um pouco por todas as regiões (Insulares e Continental)
     
    #4
  5. S.Miguel-Azores Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Boas!

    Não me estava a referir ao mês passado mas sim de uma forma geral acerca da realidade climática entre os dois arquipélagos, e para isso, tendo em conta os registos de precipitação existentes nos Açores com mais de 100 anos, duvido muito que as pessoas se lembrem de diferenças tão pequenas como esses dados que demonstras. Foi um caso pontual e não dita a norma geral!

    O que aconteceu esse Inverno na Madeira foi um extremo meteorológico, até porque a Madeira situa-se mais à latitude da crista Anticiclónica do que os Açores, que por sua vez são mais tempestuosos do que a Madeira.

    Os Açores situam-se nas latitudes médias do Atlântico nordeste sendo mais propícios à influência das tempestades atlânticas. Se fossemos a contar todos os furacões, tornados, borrascas, tempestades e ciclones tropicais que já passaram pelos Açores até perdiamos a conta, mas se quiseres até te posso dar a lista atendendo a registos que existem desde há cem anos atrás... e olha que a lista é imensa...!


    Como calculo que devas (ou não?) saber, a frente polar é desviada para Norte (Açores), por influência da crista anticiclónica, voltando para sul na região da peninsula ibérica. A posição média da crista do anticiclone é mais frequente a leste e a sul dos Açores (Madeira e Portugal Continental) do que a oeste ou a norte da Madeira. Mesmo no Inverno quando o AA se desloca mais para sul dos Açores, a Madeira sente mais a sua acção (ainda que mínima) do que os Açores que se situam bem mais a norte.

    Os Açores localizam-se na rota das passagens dos sistemas depressionários e dos ciclones Tropicais que se movem de oeste para Este, além do facto que os Açores por se situarem mais a norte estão mais expostos à influência da Frente Polar do que a Madeira. Isso até no secundário se aprende!

    O factor latitude e altitude dos arquipélagos, tem muita influência aqui nesta ambiguidade de diferenças quer tu queiras quer não. Exemplo? Porto Santo que tem um clima árido e desértico (e fica logo ali ao lado da Madeira), e a costa norte da Madeira que é mais húmida e pluviosa que a costa sul! Aceita a realidade!

    O enquadramento geomorfológico dos Açores não é o mesmo que o da Madeira entenda-se!

    O factor orográfico nos Açores, é determinante no agravamento das condições que determinam a ocorrência de precipitações muito intensas.

    Madeira geográficamente tem um clima mais seco, menos humido, menos pluvioso e menos tempestuoso do que os Açores. É um facto! As altitudes mais altas da Madeira não falam pelo seu todo porque se for para falar das altitudes da Madeira, então também vou começar por falar das altitudes dos Açores, que por sua vez são bem mais elevadas do que a Madeira e por conseguinte como é óbvio, registarão com toda a certeza maiores valores absolutos extremos quer em quantidade de precipitação quer em temperatura, nebulosidade e humidade, mas não seria correcto fazê-lo porque as mesmas no entanto, não falam pelo seu todo!


    É mais fácil se registarem fenómenos climáticos mais violentos e extremos nos Açores do que na Madeira e isso devido a vários factores que se começasse aqui por enumerá-los a todos tornaria-se muito enfadonho. O que aconteceu esse ano na Madeira foi uma situação excepcional! Nada mais, nada menos!

    Já o que aconteceu esse ano na Terceira e um pouco por todas as ilhas dos Açores de uma forma ou de outra acaba sempre por acontecer, seja no mar, ou seja nas ilhas, com intervalos anuais de ocorrência mas acontece sempre. Não é a primeira nem a segunda vez que tais fenómenos acontecem aqui nos Açores. Já faz parte da praxe! Já aí na Madeira não é muito comum se registarem quantidades excessivas de precipitação e de vento. O que acontece presentemente é que esses eventos pontuais surgem com maior amplitude do que têm vindo a acontecer.

    Se na Serra do Salto do Cavalo (S.Miguel) uma elevação média com apenas 805 m de altitude se registam anualmente valores aproximados de precipitação na ordem dos 7000 mm, e velocidades médias de vento entre os 24 e os 32km/h podendo atingir-se rajadas com velocidades superiores a 150km/h então acho que não é preciso dizer mais nada...

    Felizmente não é preciso ser idoso nem açoriano ou madeirense para conhecer como foi e como é o clima por cá nos Açores. Felizmente, existem registos de precipitação com mais de 100 anos quer na Terceira quer em S. Miguel e com todo o respeito confio mais neles do que em dados pontuais associados a eventos extremos.

    Sigo com:

    céu encoberto vento Forte de Sudoeste (40-65km/h) com rajadas até 80km/h. Temperatura local: 14 graus, pressão 1009 HP, Humidade : 89%

    Segundo as ultimas previsões do Boletim meteorológico dos Açores a instabilidade irá permanecer no arquipélago até dia 23 de Janeiro (pelo menos), ao contrário da Madeira que terá influência de uma crista anticiclónica.
     
    #5
  6. Sunderlandz Nimbostratus

    Registo:
    29 Jul 2009
    Mensagens:
    502
    Local:
    Machico (ilha da Madeira) 35 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Bom dia

    S.Miguel-Azores, com o devido respeito acho que alguns de nós já compreendemos o que você quer dizer! O Arquipélago dos Açores é mais chuvoso, mais frio e mais tempestuoso, enquanto que o Arquipélago da Madeira é mais quente, menos chuvoso e menos tempestuoso... Acho que ninguém está aqui para provar nada!
    cumps
     
    #6
  7. S.Miguel-Azores Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Será mesmo?

    Olha que eu penso que por vezes parece que ainda não compreenderam que as ilhas mais a norte da Madeira (Açores) estão mais expostas à acção da Frente Polar do que as do sul (Madeira, Canárias etc etc), que se situam bem mais à latitude da crista AA.

    Por favor não banalizem o Clima dos Açores e tampouco o façam como se fosse o Clima da Madeira porque não é!

    O único local do planeta que tem um clima muito específico e um dos mais dificeis para fazer uma previsão exacta, esse sítio é nos Açores!

    Não se deve misturar alhos com bugalhos. O que aconteceu esse ano na Madeira, e como resposta ao Roger, foi uma excepção que não faz a regra.

    Não preciso de provar nada!

    Os próprios registos climatográficos encarregam-se disso.


    Cmpts!
     
    #7
  8. MiguelMinhoto Cumulonimbus

    Registo:
    25 Jan 2007
    Mensagens:
    2,557
    Local:
    Lagoa - Ilha de S.Miguel Açores

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Amigo os madeirenses tem uma "vantagem" em relação a nós, tem a neve! Quem viva no Funchal em meia duzia de kilometros vai ver neve. Quem vive em Ponta Delgada, para ver neve, ou vai á ilha do Pico ou vai ao continente!
     
    #8
  9. Sunderlandz Nimbostratus

    Registo:
    29 Jul 2009
    Mensagens:
    502
    Local:
    Machico (ilha da Madeira) 35 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    off-topic - Passa á frente!
     
    #9
  10. S.Miguel-Azores Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Tás enganado então!

    Em primeiro lugar para ver neve vamos ao Pólo Norte!

    E que eu saiba a neve na Madeira não é um acontecimento diário logo é pontual! Não neva todos os dias na Madeira ( que eu saiba):huh::huh:

    O mesmo acontece nos Açores. Não neva todos os dias nos Açores certo? E que eu saiba os Açores comportam altitudes mais elevadas do que a Madeira... ou será que andei esse tempo todo no secundário a aprender tangas?!??

    Se quiseres ver neve vais às Flores, ao Pico da Vara ou quando muito à montanha do Pico.

    Mas claro que a mesma queda de neve depende de vários factores que tu e eu sabemos muito bem :D
     
    #10
  11. S.Miguel-Azores Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Em jeito de conclusão e para terminar este assunto há apenas a dizer que a característica do Clima dos Açores define-se por uma grande variedade de condições climatéricas a acontecer num curto período de tempo: no mesmo dia pode ter-se chuva, sol, vento forte, e acalmia, intercalados ou em diferentes combinações!
    A acção dos ventos de oeste e das perturbações da frente polar constituem os principais factores que condicionam o clima açoriano.
    Simultaneamente, a altitude e orientação do relevo exercem um efeito sobre a variação dos valores da precipitação e da temperatura.



    Sigo com Períodos de chuva vento Forte (40-65km/h) com rajadas até 85km/h

    Temperatura: 14 graus

    Pressão Atmosférica : 1005 HP

    Humidade: 94%
     
    #11
  12. stormy Cumulonimbus

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    4,925
    Local:
    Lisboa-Encarnação // Lagoa de sto André (1km do ma

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    boas noites;)
    gostaria de saber o porquê de tantas arrogancias por parte de certo membro que vive algures num canto da ilha de sao miguel....
    gostaria de saber se esse mebro tem algum doutoramento ou algum estudo geografico da sua area de residencia para que eu possa tambem aprender alguma coisa.....
    tendo em conta o que sei, os açores loclizam-se entre os 37 e os 39º norte ( no continente equivale á faixa a sul o cabo carvoeiro até a ilha do farol) e o arquipelago da madeira á volta dos 31-33º norte.
    os açores sao influenciados pela corrente do golfo e pelas aguas quentes do giro do atlantico norte enquanto a madeira é afectada pelo giro do atlantico norte e pela corrente das canarias.
    o clima dos açores varia grosso modo entre o subtropical humido em areas geralmente abaixo dos 400-700m, com medias anuais de 16-20º ( janeiro/fevereiro com 13-15º setembro e agosto/setembro com 20-23º), o clima oceanico, em grande parte do resto das ilhas e o clima de montanha nas areas acima dos 1500m no pico.
    a precipitaçao media anual ronda os 1000mm ao nivel do mar e os 6000mm nas encostas mais altas do pico viradas a NE.
    no que toca a eventos extremos acontecem normalmente aguns durante o ano variando entre fortes frentes ou depressoes extratropicais, fenomenos devidos a transiçoes TS-ET/ ou vice versa e mais raramente sistemas tropicais ( estes ultimos no outono).
    já a madeira possui um clima subtropical seco na costa sul e subtropical humido na encosta norte, isto a cotas inferiores a 500-700m, e oceanico no resto da ilha ( o ROG estará numa area de transiçao),.
    no que toca ao jet ou á dorsal subtropical pode-se referir que a madeira encontra-se numa latitude onde a ocorrencia de intrusoes da frente polar já é menos frequente e ocorrendo prinipalmente durante os 6 meses entre out-abr sendo que no resto do ano ocorrem os alisios de NE ou N ( embora estes tambem ocorram no inverno embora menos constantes).
    os açores ficam tal como portugal numa area de transiçao sendo que no verao predominam ventos fracos ou moderados variaveis e alguma instabilidade devida a convecçao fraca/orografia pelo facto do AA se encontrar em cima e no inverno predominarem os ventos de W/NW/SW associados á frente polar e os ventos de leste associados a apófises entre o AA e o AMP ou o AT.
    ja o continente tem padroes de vento mais similares á madeira (portuguese trade winds) embora com mais frequencias de W/SW/NW, ocorrendo espeialmente nos invernos, que a madeira por estar numa area mais a norte.
    a area mais "macronésica" de portugal é o litoral a sul de sintra a altitudes inferiores a 300-400m.
     
    #12
  13. AnDré
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    9,444
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Certo.
    No entanto o S.Miguel-Azores referiu pontos que gostava de ver comprovados.

    Nomeadamente isto:

    E quanto a isto:

    Também não creio que seja verdade.


    Basta pensar no seguinte:
    Quantos Km2 tem os Açores com uma cota superior a 1200m?
    Quantos Km2 tem a Madeira com uma cota superior a 1200m?

    A ilha da Madeira não tem nenhum ponto onde caiam mais do que os 5000/6000mm anuais que caiem nas vertentes norte mais altas do Pico (um dos lugares com mais precipitação anual do hemisfério norte).

    Mas ao nível de diversidade climática, não sei se alguma ilha dos Açores "ganhe" à ilha da Madeira.

    Basta ver que não há nenhuma que tenha um terreno tão acidentado.
    Nem nenhuma outra com um planalto acima dos 1400m de altitude.

    [​IMG]

    E quanto a extremos:

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    #13
  14. MSantos Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    5,257
    Local:
    Bragança -701m / Sto. Estevão (Benavente) - 25m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010

    Caro S.Miguel-Azores, toda a gente sabe que existem diferenças entre os arquipelagos;). Tu e qualquer membro Açoriano ou Madeirense ia achar desmotivante participar num tópico de seguimento em que os participantes fossem muito poucos. Só para dar um exmplo, os membros Açorianos que participam diariamente no MeteoPT são para além de ti o MiguelMinhoto, o Hazores e muitos poucos mais, ía ser um tópico muito pobre não achas?

    Assim os membros insulares tem oportunidade de comparar registos e condições atmosfericas, porque o clima dos dois aquipelagos tem mais semelhanças do que diferenças.

    O tópico de seguimento Sul apresenta muito mais diferenças do que a Madeira e os Açores;)
     
    #14
  15. S.Miguel-Azores Nimbostratus

    Registo:
    14 Ago 2009
    Mensagens:
    716
    Local:
    Ginetes - Zona Oeste de São Miguel. 350-400 m

    Re: Seguimento Açores e Madeira - Janeiro 2010


    Boa noite!

    "Arrogância" para si é debater e falar sobre os temas?
    Peço desculpa mas limitei-me apenas a fazer a distinção do Clima dos Açores com o Clima da Madeira. Gosto de falar sobre FACTOS e talvez tenha sido por isso que me entendeu mal.

    Não se preocupe, eu até compreendo!

    Até à data não tenho doutoramento algum. Apenas uma licenciatura se lhe serve de ajuda! E você? Tem algum mestrado na área? Se tiver até lhe agradecia porque assim quem sabe me ajudasse a investigar mais sobre o tema...
    Mas se estiver a fim de saber um pouco mais sobre a realidade climática da minha área de residência mande-me uma mensagem em privado que será com todo o gosto que lhe fornecerei tão desejada informação :D

    Lamento se me entendeu mal.

    Quis dizer que o clima da Madeira é mesotérmico com chuva e sem quedas regulares de neve, e que o seu clima resulta por conseguinte da influência conjunta de vários factores externos e outros regionais, ao contrário dos Açores que não têm influência alguma do efeito da Continentalidade, mas se estiver errado então agradecia desde já que me corrigisse!

    Nos Açores, para que saiba, a variação da posição e intensidade do Anticiclone dos Açores podem produzir uma série de variantes:

    1 - Com o AA muito desenvolvido para W, as massas de ar tropical marítimo que atingem os Açores são mais quentes e mais húmidas, dando estratos baixos, chuviscosos e por vezes nevoeiro: são as condições do tempo abafado e depressivo que ocorre por vezes nos Açores.

    2 - Com o AA centrado a SE do arquipélago, este é invadido por massas de ar com características próximas das do ar tropical marítimo que provocam ainda a formação de estrato-cúmulos e de cúmulos que se resolvem em chuva.

    3 - Com o AA centrado a NW, as massas de ar polar marítimo frio que invadem o arquipélago, provocam a formação de cúmulos grossos, estrato-cúmulos e aguaceiros.

    4 - Quando o AA está centrado mais a Sul e tem menor intensidade, o arquipélago fica sob a acção das depressões e ciclones vindos de W a que se associam com muita frequência, frentes frias que afectam o estado do tempo conforme a sua trajectória e velocidade.

    O factor orográfico é determinante no agravamento das condições que determinam a ocorrência de precipitações muito intensas.

    Nos Açores o regime térmico é de Inverno e Verão suaves. Atendendo ao regime pluviométrico, nos Açores, trata-se de um clima chuvoso sem meses secos em que os máximos de precipitação ocorrem nos meses frios.

    Já a Madeira possui um clima predominantemente temperado com características oceânicas, variando de seco a húmido e moderadamente chuvoso variando desde semiárido, até húmido na sua região interior.
     
    #15

Partilhar esta Página