Devastador Tornado EF5 em Parkersburg/Iowa - 25 Maio 2008

Tópico em 'América' iniciado por Vince 28 Mai 2008 às 16:10.

  1. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Mais um devastador Tornado EF5 nos Estados Unidos, no passado Domingo, dia 25 de Maio em Parkersburg e New Hartford.
    Este foi o mais grave das dezenas de tornados que se formaram entre o dia 22 e 25 de Maio.
    É o 2º EF5 nesta década, o outro foi o de Greensburg/Kansas em Maio do ano passado do qual existe este tópico no forum..

    Velocidade máxima estimada do vento: 330 km/h
    Trajecto: 70 km
    6 mortos e 70 feridos

    Relatório oficial do NWS:



    Imagem de Radar 4:59 PM CDT (21:59 UTC)
    O hook echo bem visivel no radar com o tornado sobre Parkersburg.

    [​IMG]


    Satélite

    [​IMG]



    Imagens

    Cenário impressionante de destruição total.




    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    #1 Vince, 28 Mai 2008 às 16:10
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:52
  2. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Ena e já lá vão 3 desde 1999 :D:D
     
  3. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    E qual é a piada ?
     
  4. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    4,557
    Local:
    Lisboa; Costa da Caparica
    Há um pormenor interessante nas fotos que demonstra bem o poder de um tornado deste tipo...

    Fala-se muitas vezes (e até eu já comentei isto com amigos) que as casas nos EUA em zonas de risco natural elevado, parecem autenticos "castelos de cartas" tal a aparente fragilidade dos materiais de construção (madeiras) isso é possível ver nas fotos com o tamanho muitissimo reduzido dos destroços... Sempre me questionei se seria uma forma inteligente de construir casas. Mas perante estes cenários até acho que é a melhor solução. E digo isto porque é observável estruturas mais resistentes e que também sofreram severos danos! Desta forma acho que o pensamento da população habituada a estes fenómenos já é "construir a baixo custo". Aquando do azar perde-se tudo, mas também os custos são menores em termos de construção, perante uma natureza que no fundo cria "um hábito"!

    De salientar que a protecção de vidas humanas é o mais importante! Mas nisso acho que os americanos estão muito preparados! Basta ver os abrigos!
     
  5. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,479
    Local:
    Cavaleira (Sintra)

    São essencialmente as questões economicas que os levam a fazer casas como aquelas que vemos nas fotos pois praticamente todos os materiais são recicláveis, assim sempre que a casa é vendida ou destruida praticamente pode aproveitar-se quase tudo.
     
  6. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    7,138
    Local:
    Olhão (24 m)

    Segundo uma amiga minha que mora nos Estados Unidos no estado do Arkansas, a lei nas regiões afectadas pelos tornados é obrigatório a casa ser de madeira e ter um abrigo a cerca de 3 metros de profundidade. As autoridades informam a população cerca de 3 horas antes de ocorrer. Ela já ficou com a casa totalmente destruída o ano passado e o que salvou a vida foi o abrigo onde esteve durante 3 dias. Imaginemos se a casa fosse em betão a destruição seria idêntica, e certamente a população não suportaria os encargos quase todos os anos, e levaria que as seguradoras fossem à falência. É impressionante a força da natureza e é uns fenómenos que mais metem respeito (medo).
     
    Collapse Signature Expand Signature
  7. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    4,557
    Local:
    Lisboa; Costa da Caparica
    Só um aparte para dizer que a palavra correcta para mim é mesmo MEDO! Se visse um tornado a formar-se à minha frente só diria "AH!" até ele começar a vir na minha direcção. Aí "borrava-me" todo (não literalmente) e pernas para que te quero!
     
  8. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Mais fotos, estas recolhidas pela equipa do NWS a quando da investigação do Tornado:

    These are images taken by the Storm Survey team at Des Moines Weather Service Office
    http://mesonet.agron.iastate.edu/cases/080525/dmx_parkersburg_damage/


    PS: Alguém percebe o que se passou com uns postes a que eles dedicam tanta atenção ? Terá sido uma capa exterior do post que foi arrancada sem derrubar o poste em si ?
     
  9. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,504
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
  10. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    4,557
    Local:
    Lisboa; Costa da Caparica
    Por mais estranho que pareça, dá a sensação que foi mesmo isso :shocking::huh:
     
  11. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,244
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Se calhar é ridiculo, mas eu diria que era lama!:hehe:

    Reparem:

    [​IMG]
    Neste a camada que está sobre o poste tem a mesma tonalidade que a lama no chão.

    [​IMG]
    E aqui vêem-se claramente ervas secas entranhadas na lama do poste.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Eu inicialmente nem liguei, pensei mesmo isso, que fosse lama. Mas ao fim de ver repetidas fotografias dos postes e com closeup cheguei à conclusão de que algo está ali que lhes despertou interesse. Mas o quê ? Que teria a lama de interessante ? E como ficaria uma espessura destas de lama assim colada ao poste ?

    [​IMG]

    [​IMG]



    Se calhar o que se passou foi isto mesmo, eles próprios ficaram tão intrigados que tiraram várias fotografias sem perceberem aquilo.
     
  13. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,244
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Bem, apesar de não perceber nada de geologia, a lama tem ar de ser barrenta.
    O que deve ser acontecido, foi que a força ascendente do tornado levantou a lama do chão e provocou uma espécie de nevão, mas na versão lama!
    E com a força com que a lama foi projectada, foi suficiente para colar nos postes e lá permanecer. Digo eu...:hehe:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  14. Lightning

    Lightning
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    25 Jul 2008
    Mensagens:
    3,984
    Local:
    Corroios
    Não vou estar a escrever com certezas, mas já vi esse efeito da lama ficar assim num documentário que tenho aqui. No documentário diz mais ou menos isto (por palavras minhas): depois de chover, o tornado forma-se, e à medida que se vai deslocando, vai aspirando lama (a terra depois de molhada, claro xD) e outros detritos. A lama é levantada de várias formas pelos ventos cruzados, e quando é cuspida para fora do tornado, fica como que «estampada», dada a velocidade que é cuspida. Também acontece, como sabem, com vigas de madeira e outras cenas, ficarem «espetadas» em casas, automóveis, e até pessoas... Certos meteorologistas já ficaram com metade do corpo coberto de lama (a metade do corpo que está virada para o vento) e a outra metade praticamente limpa... Isso costuma acontecer muito

    Não escrevi com certezas de nada, apenas dei a minha opinião baseando-me em factos que observei :)
     
  15. coolmen

    coolmen
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    19 Mai 2010
    Mensagens:
    23
    Local:
    Interior Norte e Centro

Partilhar esta Página